[Resenha] O Farol e a Tempestade - Romulo Felippe

Olá faroleiros, tudo bem?

A resenha de hoje é de um romance lindo, com o toque certo de drama e capaz de te fazer derramar algumas lágrimas.

O Farol e a Tempestade
Autor: Romulo Felippe
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: Amazon / Novo Conceito
Nota: 
*Livro cedido pela editora
SINOPSE:Samuel Jones é um autor best-seller que vive recluso em uma remota ilha do Atlântico Norte desde que perdeu a família em um acidente de carro. A partir desse terrível advento, viver passou a ser um martírio, um sacrifício diário. O exílio de Sam, entretanto, ganhará um viés ainda mais dramático quando uma bola de fogo riscar os céus diante de seus olhos no meio de uma tempestade.
Em uma obra do acaso, a fotógrafa nova-iorquina Anne Crawford sobrevive ao desastre aéreo e é salva justamente pelo escritor, quebrando a partir daí a solidão da Ilha Farethon e de seu farol secular. Duas almas marcadas por tragédias. Dois corações despedaçados pela vida. Para Sam e Anne há muito mais em jogo do que fé e paixão, perdão e esperanças. Marcados pela ausência de um passado e a impossibilidade de um futuro, resta-lhes viver o presente em sua mais profunda intensidade. “O Farol e a Tempestade” é mais do que uma improvável história de amor. O romance dramático mostra o quanto somos minúsculos diante as forças do universo e de como a vida é uma surpreendente montanha-russa que nos leva do inferno ao céu em um ato único. O que você faria se a vida lhe desse uma segunda chance?

[Resenha] Almas Gêmeas - Floriano Serra

Olá amores, tudo bem?

Hoje venho trazer para vocês a resenha de um livro leve e com uma história linda de amor, daquelas que uma romântica incurável ama. 

Almas Gêmeas
Autor: Floriano Serra
Páginas: 256
Editora: Vida & Consciência
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*Livro cedido pela editora
SINOPSE: Muitas vezes, ao fecharmos os olhos, ainda conseguimos sentir as emoções do primeiro amor, e assim também acontecia com Bia e Alê, que se conheceram na infância e se tornaram inseparáveis até que um acontecimento os separou, conduzindo-os a caminhos distintos. Um perfume no ar, uma música antiga, tudo trazia à tona os momentos que viveram juntos, e, agora, distantes um do outro, os dois, cada um à sua maneira, ainda são capazes de sentir a emoção do primeiro beijo. Muitos anos depois, Bia e Alê se reconhecem na multidão em um metrô em Paris, trazendo à memória de ambos emoções adormecidas há muito tempo. Neste belo romance, você descobrirá que a vida tem seus próprios desafios e exige coragem daqueles que desejam viver uma grande história de amor.

Lendo Psicose de Robert Bloch


Olá leitores, tudo bem?

Quem me acompanha por aqui ou no instagram, tem percebido que ultimamente tenho me aventurado em outros gêneros literários, que andam me surpreendendo bastante. Psicose foi uma indicação da Andreia Nascimento e devorei este livro de forma impressionante.
Como a obra já é conhecida tanto pelo livro, quanto pelo filme e série, resolvi trazer apenas um post contando a minha experiência com a leitura e não uma resenha propriamente dita.


Em Psicose vamos conhecer Norman Bates, um homem de 40 anos que comanda o Motel Bates junto com a sua mãe, Norma. A relação de Norman com a mãe é um tanto quanto conturbada, sendo abusiva por conta de uma mãe dominadora.

O Motel Bates não está localizado em uma rodovia movimentada, por isso apresenta pouca rotatividade de hóspedes.
A jovem Mary Crane vai chegar ao Motel depois de ter roubado 40 mil dólares de seu chefe e estar fugindo para a casa do seu namorado.

Neste primeiro momento vamos acompanhar a morte de Mary, que aconteceu no Motel enquanto ela estava tomando banho. 
A partir disto, somos conduzidos por um enredo em que a irmã de Mary e seu namorado estão buscando respostas para o desaparecimento da jovem. Enquanto isso, Norman tenta apagar qualquer vestígio que coloque ele e sua mãe em risco.


Apesar de ser uma obra publicada originalmente em 1959, não senti dificuldade em me envolver com o enredo construído pelo Robert. Fui envolvida facilmente pela escrita, tanto é que a finalizei em um dia.

Entrar na cabeça de Norman é delicioso, pois temos uma compreensão de como a psicose com esquizofrenia age nas atitudes dele. Bates vive em uma realidade paralela, onde alucinações e a perda de contato com a realidade fazem parte da sua rotina. 
Ele tem picos de atitudes violentas que o fazem perder a noção do que está fazendo durante um breve período de tempo.
"Você odeia as pessoas. Porque, na verdade, você tem medo delas."
As peças sobre a relação de Norman com a mãe e o que aconteceu em seu passado vão sendo reveladas aos poucos, a partir do momento que entramos mais afundo na vida do personagem. 
O Robert conduziu com muita facilidade o leitor para a mente de Norman, trazendo uma narrativa com a dose certa de perturbação e suspense.
Algumas cenas acabam tendo um teor violento, mas no geral achei a obra bem fácil de ser lida e digerida.

Eu não conhecia nada do livro quando o comecei a ler, porque evito ler as sinopses das histórias. Então, por isso, durante a leitura acabei criando uma ideia errada da narrativa. E ao chegar ao final foi que realmente compreendi o propósito e o motivo desta obra ser considerada um clássico do horror.
O foco de Psicose é a mente e doença de Norman, e como isto o conduziu durante a sua vida. Além, é claro, da relação de possessividade existente entre ele e sua mãe.


Ainda não vi o filme, que é um sucesso estrondoso de Alfred Hitchcock, pois o mesmo saiu do catálogo da Netflix. Porém, já comecei a assistir a série que foi inspirada no livro: Bates Motel.
Vou na primeira temporada ainda, mas estou gostando de terem abordado a adolescência de Norman Bates, pois mostra de forma destrinchada como é a relação dele com a mãe e a possessividade existente em ambos. 

Quando terminar a série estou pensando em trazer um post sobre a mesma, visto que acho que seria válido falar apenas sobre a visão que a série nos apresenta.

Agora me contem: Vocês já leram Psicose? Já viram o filme ou a série?

Beijos da Lice

[Resenha] Hotel Califórnia: A Origem do Mal - A. C. Nunes

Olá amores, tudo bem?

Semana passada li o lançamento da A. C. Nunes, a continuação de Hotel Califórnia: O Mal à Espreita e terminei esta leitura totalmente apaixonada pela história, pois a Parte II foi ainda melhor que o primeiro volume. Espero que gostem de conhecer!

Hotel Califórnia: A Origem do Mal
Parte II
Autora: A. C. Nunes
Páginas: 353
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido pela autora
Pode conter spoilers do primeiro volume
SINOPSE: Dois anos depois dos acontecimentos no tenebroso Hotel Califórnia, a única dupla sobrevivente do massacre decide investigar os eventos irreais daquele Corpus Christi de 2016 e entender o que realmente aconteceu. Divididos entre realidade, ilusão e sobrenatural, um novo pesadelo está para começar, e eles se verão como peças fundamentais para a conclusão de um macabro ritual iniciado há mais tempo do que imaginam...

[Resenha] Kiss: A Maldição do Rei dos Vampiros - Sylvana Camello

Olá vampirinhos, tudo bem?

Hoje é dia de resenhar um livro simplesmente incrível e que conseguiu me surpreender. Aqui veremos seres bem conhecidos por outra ótica.

Kiss: A Maldição do Rei dos Vampiros
Autora: Sylvana Camello
Páginas:180
Editora: Coerência
Onde comprar: Editora Coerência
Nota: 
*Livro cedido pela autora
SINOPSE: Drácula é o herdeiro do trono da família Dracul e líder da horda dos vampiros, atividade que desempenha com mão de ferro. Cansado de fugir de estacas e água-benta, desenvolve com seu avô um sangue sintético chamado Coke-Dracul, bebida que passa a ser o principal alimento dos vampiros da Transilvânia.
Embora a prática de morder jugulares tenha caído em desuso, Gael, um sanguessuga latino, resolve reviver os velhos hábitos, despertando a fúria de Drácula, que, por sua vez, decide lançar uma de suas maldições sobre o infrator. No entanto, Vlad, filho de Drácula, é amigo de Gael e resolve ajudá-lo a se livrar do castigo imposto pelo governador do mundo vampiresco. Para isso, vai contar com a ajuda de um instável lobisomem e do hiperativo Frankenstein. Juntos, eles vão em busca do oráculo, ser místico conhecedor dos segredos do mundo. O que os amigos não esperavam é ter de procurá-lo na selvagem e indomável floresta Amazônica, lar de seres tão poderosos quanto eles.
Prepara-se para se divertir muito com uma história vampiresca para lá de bem-humorada!

Leia Com Orgulho


Olá amores, tudo bem?

Neste último fim de semana na Bienal do Livro no Rio de Janeiro, houve um acontecimento que causou revolta. O prefeito do Rio de Janeiro tentou censurar os livros com temática LGBTQ+ da Bienal, alegando que possuíam conteúdo impróprio para as crianças.
Esse acontecimento serviu para gerar uma união, onde todos se juntaram e lutaram pelo direito de uma literatura livre. O youtuber Felipe Neto, em protesto ao prefeito, comprou mais de 14 mil livros com a temática LGBTQ+ das grandes editoras do evento e distribuiu gratuitamente no sábado na Bienal.

Acessórios para personagens literárias


Hey amores, tudo bem?

Creio que quase toda mulher seja apaixonada por acessórios para compor looks, então pensando nisso, resolvi trazer algumas inspirações de acessórios que casam com a personalidade de algumas personagens literárias e de quebra trazer como dicas para vocês.

[Resenha] Casei com uma doida - Jack A. F.

Hey amores, tudo bem?

Esses dias estava procurando uma leitura leve no Kindle e me deparei com Casei com uma doida, que acabou me surpreendendo. Um conto leve e delicioso.

Casei com uma doida
Autora: Jack A. F.
Páginas: 75
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book do acervo da blogueira
SINOPSE: Um homem cercado por ensinamentos machistas por toda a vida, tendo como espelho os ensinamentos do pai, sendo ele um homem rude, preconceituoso e que nem de longe, saberia como tratar uma mulher. Sérgio, que sempre levou uma vida desregrada e sem sentimentos em relação às mulheres, se vê de uma hora para outra em uma corda bamba quando é avisado, isso mesmo, avisado de seu próprio casamento com Rebeca.
Um casamento arranjado pelos pais de ambos com a única finalidade de produzirem herdeiros e tornar ainda mais forte o vínculo com o negócio de ambas as famílias.

[Resenha] Misery: Louca Obsessão - Stephen King

Olá amores, tudo bem?

Este foi o segundo livro que li do King e eu não poderia ter gostado mais. A obra foi uma viagem por sentimentos perturbadores. Annie Wilkes é completamente louca, sem mais.

Misery: Louca Obsessão
Autor: Stephen King
Páginas: 328
Editora: Suma
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*Livro do acervo da blogueira
SINOPSE: Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em Misery - Louca obsessão, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

[Resenha] Contos das Terras Mágicas - Michelle Pereira


Olá amores, tudo bem?

Hoje vou trazer para vocês um post especial com as resenhas dos Contos das Terras Mágicas da autora Michelle Pereira. São 4 minicontos incríveis, que você devora rapidamente. E todos eles estão gratuitos no Sweek.