[Resenha] Kiss: A Maldição do Rei dos Vampiros - Sylvana Camello

Olá vampirinhos, tudo bem?

Hoje é dia de resenhar um livro simplesmente incrível e que conseguiu me surpreender. Aqui veremos seres bem conhecidos por outra ótica.

Kiss: A Maldição do Rei dos Vampiros
Autora: Sylvana Camello
Páginas:180
Editora: Coerência
Onde comprar: Editora Coerência
Nota: 
*Livro cedido pela autora
SINOPSE: Drácula é o herdeiro do trono da família Dracul e líder da horda dos vampiros, atividade que desempenha com mão de ferro. Cansado de fugir de estacas e água-benta, desenvolve com seu avô um sangue sintético chamado Coke-Dracul, bebida que passa a ser o principal alimento dos vampiros da Transilvânia.
Embora a prática de morder jugulares tenha caído em desuso, Gael, um sanguessuga latino, resolve reviver os velhos hábitos, despertando a fúria de Drácula, que, por sua vez, decide lançar uma de suas maldições sobre o infrator. No entanto, Vlad, filho de Drácula, é amigo de Gael e resolve ajudá-lo a se livrar do castigo imposto pelo governador do mundo vampiresco. Para isso, vai contar com a ajuda de um instável lobisomem e do hiperativo Frankenstein. Juntos, eles vão em busca do oráculo, ser místico conhecedor dos segredos do mundo. O que os amigos não esperavam é ter de procurá-lo na selvagem e indomável floresta Amazônica, lar de seres tão poderosos quanto eles.
Prepara-se para se divertir muito com uma história vampiresca para lá de bem-humorada!
Drácula é o líder dos vampiros, sendo o herdeiro do trono da família Dracul. Depois de vários problemas por causa dos vampiros beberem o sangue humano, Drácula e seu avô desenvolveram um sangue sintético intitulado de Coke-Dracul. A partir disto, todos os vampiros começaram a se alimentar dessa bebida, e tudo ia bem, até um vampiro sair dos trilhos...

O vampiro em questão é Gael, um latino que não gosta de se alimentar da bebida criada por Drácula porque ela o deixa gordo. Ele tem algumas questões em particular com a sua comida, gosta apenas do sangue de humanos e logo depois de sugá-lo, coloca-o todo para fora.
"Ele até queria ser como os outros, mas o alimento pausterizado dos Dracul's o engordava. E apenas uma coisa na sua morte o tirava do sério: sentir-se gordo."
Decidido a dar uma lição em Gael, Drácula começa uma missão para encontrá-lo. Só que Lobo, um lobisomem que é quase um cão de estimação de Drácula, resolve pedir a ajuda de Vlad e Frankenstein para "salvar" Gael.
Vlad é filho de Drácula e um vampiro fissurado por limpeza, tendo TOC. Ele está sempre com alcóol em gel e luvas na sua pochete, para se proteger dos vírus. Já Frankenstein é fitness, sendo viciado em academia.

Só que antes deles conseguirem localizar Gael, Drácula o encontra e lhe dá um beijo. O beijo contém uma maldição, que faz com que Gael pegue as características de todas as pessoas que morder.
Para livrar Gael da maldição, Vlad, Frankenstein, Lobo e Gael partem em busca de respostas, o que acaba levando-os para a floresta Amazônica.

Eles conseguirão reverter a maldição do rei dos vampiros?


Esta foi uma obra que me surpreendeu e conseguiu me prender em suas páginas, tanto é que terminei a leitura em algumas horas. 
Gostei muito do fato da autora trazer personagens já conhecidos por todos, mas com personalidades tão únicas e particulares.

O que conquista primeiro na leitura são as personalidades dos personagens. Ninguém iria imaginar um Drácula com um jeito de gazela, um Vlad compulsivo por limpeza e nem um Frankenstein viciado em academia e comidas fitness. Eles serem assim traz um tom cômico a narrativa, que se torna leve.
"Muitos o achavam estranho, mas ele não se importava com a opinião dos outros."
Através da sátira contida em seu texto, a Sylvana nos faz refletir sobre a nossa atual sociedade e algumas ações em particular. A fissuração das pessoas em relação ao seu corpo chega através de Gael e Frankenstein. Até onde a busca pelo corpo perfeito deixa de ser saudável e passa a ser doentio?
O fato das pessoas se alimentarem em sua maioria de produtos industrializados também entra em questão, assim como a hierarquia de poder e o desejo de desmistificar isso.

A obra é dividida em três partes: a primeira parte é focada em conhecer os personagens, a segunda em descobrir quem pode ajudar Gael e a terceira tem o desfecho da narrativa. 
A partir da segunda parte vamos ter a floresta Amazônica em cena e a Sylvana trouxe alguns elementos da nossa cultura folclórica que foram bem empregados. 

O enredo conseguiu se manter com um ritmo frenético durante o tempo todo. A autora soube empregar as cenas de ação e trazer a comédia e ironia na dose certa. O balanceamento entre esses fatores é o que permite nos encantarmos pela narrativa. 
Durante a leitura gargalhei várias vezes com as cenas e me encantei por esse novo universo vampiresco que nos foi apresentado, inclusive pelas coisas que ficam no ar para entendimento do leitor. 
"Vivemos pela natureza das coisas e assim o será por muito tempo."
Este foi o segundo livro que li da Sylvana e o estilo de escrita é bem diferente, mas os dois se tornaram especiais para mim.
O desfecho de Kiss: A Maldição do Rei dos Vampiros foi muito bem feito e confesso que fiquei desejando mais desse grupo. 

A edição da Coerência está uma beleza. A capa imita um jornal e achei a ideia simplesmente genial. Já a diagramação segue o padrão da editora, trazendo elementos que combinam com o livro. O trabalho editorial está de parabéns.
"Apesar de mortos, estamos vivos" [...] Temos vida apesar de não respirarmos."
Kiss: A Maldição do Rei dos Vampiros é uma leitura divertida, com uma escrita deliciosa. Com personagens conhecidos mundialmente, a Sylvana conseguiu trazer novidades e apresentar um enredo único e pra lá de original. Uma maldição foi lançada e esses personagens tão diferentes terão que lutar para encontrar uma solução e derrotar o tão poderoso Drácula. Prepare-se para se deparar com o poder do Kiss...

Beijos da Lice

13 comentários

  1. Curioso! haha Gostei muito da sua resenha, mesmo não sendo meu gênero favorito, está muito bem feita. Me encantou...

    ResponderExcluir
  2. oi!
    Eu adorei a dica :) não conhecia o livro, é bem interessante. Amo livros com esta tematica ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia esse livro. Agora fiquei Ainda mais curiosa para conhecer amei seu post

    ResponderExcluir
  4. E essa capa maravilhosa, chocada estou!
    Falou nessa temática de vampiros eu já grito QUERO kkk sou apaixonada. Ainda não li esse livro, mas já me interessou muito... preciso comprar.

    ResponderExcluir
  5. O livro tem uma história bastante fluída, gosto de histórias com vampiros e esse livro é bastante interessante, quem gosta do gênero vai gostar muito, ainda não conhecia o livro, é uma ótima indicação de livro bjs.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não conhecia o livro , gosto das histórias de vampiros . Sua resenha me deixou com vontade de ler em breve.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia essa obra, mas já desejo ler, pois curto demais histórias de vampiros então esse livro foi feito para mim. Anotei a dica pois desejo ler em breve.

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros sobre vampiros!! Essa obra não conhecia e amei a capa!!

    Um beijo

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  9. Quando li vampiro pensei que não ia gostar, mas li a sinopse e me interessei mais ainda. Quero muito ler. Beijo

    ResponderExcluir
  10. Menina que legal! Eu gosto muito de histórias de vampiros! Estou assistindo uma série no netflix, justamente de vampiros. Amei a sinopse já quero ler. Bjos

    ResponderExcluir
  11. Nossa! Achei esse livro muito diferente. Nunca imaginaria o Drácula como alguém tão ético kk. Pela sua resenha deu para perceber esse toque cômico, acho que esse livro deve fugir bastante dos clichês de histórias sobre vampiros que a gente vê por aí.


    🌗 Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
  12. Eu sempre achei histórias que falam de vampiros e monstros muito legal! Tenho até uma amiga que é fissurada em contos assim! adorei a tua resenha e achei super envolvente. Bjus

    ResponderExcluir
  13. Pode ser mais uma história de vampiros mas pelo que li da tua resenha a algo de que destacas-te que e:"muitos o achavam estanho mas ele não se importava com a opinião dos outros" e exatamente o que eu penso

    ResponderExcluir