Leia Com Orgulho


Olá amores, tudo bem?

Neste último fim de semana na Bienal do Livro no Rio de Janeiro, houve um acontecimento que causou revolta. O prefeito do Rio de Janeiro tentou censurar os livros com temática LGBTQ+ da Bienal, alegando que possuíam conteúdo impróprio para as crianças.
Esse acontecimento serviu para gerar uma união, onde todos se juntaram e lutaram pelo direito de uma literatura livre. O youtuber Felipe Neto, em protesto ao prefeito, comprou mais de 14 mil livros com a temática LGBTQ+ das grandes editoras do evento e distribuiu gratuitamente no sábado na Bienal.

Como acredito e defendo veementemente o direito de todos os cidadões, não posso ficar calada e aceitar que em pleno 2019 tenhamos censura por parte de um governo.
Sendo assim, vim indicar alguns livros com temática LGBTQ+ que já li e são maravilhosoooos! Temos que lutar pelo que acreditamos e jamais devemos aceitar a censura, por parte de quem seja.
#NÃOVAITERCENSURA #CENSURANUNCAMAIS

Com amor, Simon
Autora: Becky Albertalli

Simon é um adolescente gay, que nunca sentiu necessidade de expor a sua orientação sexual para as pessoas. 
Ele vai começar a trocar e-mails com garoto misterioso com o apelido de Blue, depois que o mesmo posta um relato contando sobre a sua sexualidade.
Mas, quando alguém pega as mensagens trocadas entre Simon e Blue, e o chantageia sobre isso, as coisas mudam.

Essa é uma história leve, que mostra como a sexualidade ainda é complicada entre os adolescentes. Simon vai ter sua vida revirada por causa disso, mas vai se manter firme. É um amorzinho de livro, cheio de lições valiosas. A adaptação é igualmente boa, recomendo os dois.



Ele: Quando Ryan conheceu James
Autoras: Elle Kennedy & Sarina Bowen

Wes e Jamie se conheceram em um acampamento de hóquei e depois de um acontecimento íntimo entre eles, a amizade chegou ao fim.
Wes é gay, mas nunca assumiu sua sexualidade, já que é jogador de hóquei na liga universitária e poderia sofrer retaliação.
Jamie também é jogados e os dois vão se reencontrar quando estiverem nas fases finais do campeonato.
Só que Wes sempre foi apaixonado por Jamie e o rever vai despertar tudo de novo. 

Esse livro é um dos melhores da minha vida. Sou completamente apaixonada pela história de Wes e Jamie. Os dois possuem uma química sensacional e vão passar por muitas aceitações. O livro é extremamente hot, mas tão incrível quanto.


Will & Will
Autores: John Green & David Levithan

Aqui iremos conhecer dois garotos chamados Will. Um deles é hétero e apaixonada pela amiga, Jane. Já o outro é gay e vai se apaixonar pelo amigo do outro Will, Tiny.
O livro é narrado pelos dois Wills, assim conhecemos mais de cada um e vemos como as relações vão sendo construídas.

Esse foi um dos primeiros livros com a temática LGBTQ+ que li e me apaixonei. A história tem conflitos, romances e comédia, tudo na dose certa.
É quase impossível não se apaixonar pelos dois Wills, eles roubaram meu coração. Uma obra excelente para quem buscar algo mais juvenil.




Escrito em algum lugar
Autor: Vitor Martins

Antônio e Gustavo se conheceram na fila para compra de ingressos de um trio que estava voltando a ativa depois de um tempo afastados, o Triple J.
Ambos vão engatar em uma conversa, onde descobrirão mais sobre a vida do outro e que possuem muitos pontos em comum.

Este conto é simplesmente MARAVILHOSO. O Vitor tem uma escrita leve, que permite que o leitor entre de cabeça na história e se sinta parte do enredo.
Os personagens são carismáticos, com personalidades marcadas e o plot do final é uma delícia. Um conto que ainda vou reler, com toda a certeza.




Mulheres que não sabem chorar
Autora: Lilian Farias

Neste livro iremos encontrar quatro mulheres: Olga, Marisa, Ana e Verônica. Cada uma tem um passado doloroso, cruel e que não se consegue esquecer facilmente.
Elas irão embarcar em sentimentos conflitantes e viver pela primeira vez algo que as libertará.

Essa é uma das histórias mais densas que já li, pois está repleta de dor e sofrimento.
Essas mulheres vão mostra toda a força que possuem dentro de si e nos entregar uma história linda, comovente e intensa.
Recomendo muito esta leitura, pois é incrível do começo ao fim!




Tudo que faltou acontecer
Autor: Thiago Teodósio

Henrique cresceu se questionando o porquê de ser diferente de outros meninos, já que ele sentia atração por garotos e não por garotas.
Com a descoberta da sua orientação sexual, vamos acompanhar Henri vivendo todos os conflitos da adolescência e tendo sua primeira paixão.

Este livro é verdadeiro. Henri vai passar por muitas situações que partem o coração, como o momento que se assumiu para sua família e foi renegado pelo pai. As situações presentes nesta história são intensas por serem verdadeiras, pois conseguimos ver cada uma refletida em um jovem da nossa sociedade. É um livro necessário onde entendemos a dor de quem precisa esconder quem é por medo.


Mais do que nunca precisamos ler com orgulho e espalhar a literatura para todos. Como sociedade não podemos permitir que um grupo sofra preconceito, mesmo que não façamos parte dele.

Espero que tenham gostado dessas indicações. E deixem aqui nos comentários indicações de obras com a temática LGBTQ+!

Beijos da Lice

13 comentários

  1. Desejo muito ler "Com amor, Simon" e só fico enrolando. Essa obra me chamou demais a atenção pela repercussão que teve ano passado e pelas belas resenhas que li. Espero ler em breve. E as demais sugestões que nos apresentou também são excelentes. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, pois é um amorzinho de livro. Uma leitura que vale muito a pena!

      Excluir
  2. oi!
    Eu sou contra qualquer tipo de censura e não podemos aceitar. Estes livros são maravilhosos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São maravilhosos mesmo, leituras essenciais em nossa vida.

      Excluir
  3. Temos que incentivar mesmo a leitura LGBTQ+, para que mais pessoas leiam e conheçam esse tipo de literatura e para que haja menos censura ou censura nenhuma. Gostei da tua iniciativa. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, temos que lutar contra qualquer tipo de censura, pois é isso que irá nos tornar melhor enquanto sociedade.

      Excluir
  4. A liberdade de expressão jamais deve ser calada. Não podemos permitir esse retrocesso, os livros são ótimos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Devemos lutar contra qualquer retrocesso que queiram nos impor, isso é fundamental.

      Excluir
  5. Nunca li nenhum desses, não curto MT Young adult, não consigo me prender

    ResponderExcluir
  6. Também sou contra a esse tipo de censura e preconceito. Foi chocante o que ocorreu em um evento literário!
    Dos livros citados, eu tenho muita vontade de ler Will e Will e o livro da Lilian parece ser bem interessante.

    ResponderExcluir
  7. Já li Will & Will e Com Amor, Simon, achei as duas leituras maravilhosas. Fiquei triste com a censura que aconteceu na Bienal, mas foi bonito de ver os protestos contra.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  8. É realmente inadmissível que aconteça esse tipo de censura, mas, infelizmente, não me espanta, a sociedade está um caos! Mas seguimos lutando.
    Apesar de não ser um gênero que leio com frequência, sei que tem excelentes obras. Desses só li "Mulheres que não sabem chorar" e gostei bastante.

    ResponderExcluir
  9. Olá Alice! Olha, nem parece que já faz uma semana que vivemos esse terror. É surreal imaginar um treco desse em pleno 2019, ainda mais em uma bienal do livro! É muito importante que nós, blogueiros literários principalmente, nos posicionarmos contra isso. Amei as indicações. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir