[Resenha] Imperfeitos - Lauren Layne

Olá amores, tudo bem?

Li essa obra em uma sentada no dia que ela chegou e ao final fiquei desejando ter ido mais devagar. O segundo livro da série Recomeços conseguiu ser melhor que os dois anteriores e só quero mais histórias escritas pela Lauren, porque definitivamente amo a escrita dessa mulher!
No blog já tem resenha de Em Pedaços (primeiro volume da série) e Como num Filme (prequel do primeiro livro).

Imperfeitos
Série Recomeços, Livro II
Autora: Lauren Layne
Páginas: 280
Editora: Paralela
Onde comprar: Amazon
Nota:  
*Livro cedido pela editora
CONTEÚDO ADULTO
SINOPSE: Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência.
O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento?
Michael St. Claire sempre foi apaixonado pela namorada do seu melhor amigo e viveu boa parte da vida na sombra do relacionamento dos dois. Quando resolveu se declarar para Olivia, Ethan os pegou juntos e a amizade foi rompida. Com o caminho livre, Michael pensou que finalmente teria sua chance, mas foi rejeitado por Olivia.

Além de estar com o coração despedaçado e ter perdido o melhor amigo, Michael vai ter que lidar com outra verdade extenuante: seu pai não é seu pai. A mãe de Michael teve um caso extraconjugal e ele é fruto de uma traição.
Disposto a se encontrar, Michael resolve se mudar para uma cidadezinha no Texas, cidade onde seu pai biológico mora com a mulher e o filho. 
"Desejo ser tocada como qualquer outra garota de vinte e um anos. Quero que alguém segure minha mão, me deixe sem ar."
Lá, Michael abandonou por completo a vida de bon vivant e divide seu tempo entre ser professor de tênis, personal trainer e bartender. Um mês se passou desde que chegou à cidade e Michael não confrontou seu passado, apenas o rondou de perto. Enquanto isso ele tem aproveitado o corpo das suas alunas mais velhas.

A namorada do seu meio-irmão, Kristin Bellamy, é uma das alunas de Michael e ele deseja levá-la para cama. Ela de certa forma lhe lembra Olivia.
Em uma das aulas de tênis com Kristin, Michael conhece a irmã dela: Chloe Bellamy. Chloe é o oposto de Kristin. Enquanto a primeira é magra e resplandense fineza, Chloe está acima do peso e tem um estilo mais largado.

Chloe Bellamy sempre foi gordinha, mas isso não a impede de ser espirituosa. A garota de 21 anos é apaixonada pelo namorado da irmã, Devon Patterson, desde sempre. Os dois eram amigos na infância, mas na adolescência ele se tornou popular e ela continou sendo uma nerd esquisita. Há muito tempo Chloe deseja que Devon note que está com a Bellamy errada.
"Chloe é leveza, risada, bondade. Não posso lidar com a ideia de arrastá-la para minha escuridão."
Na primeira vez que ver Chloe e Devon no mesmo ambiente, Michael nota que a garota é apaixonada por ele. E assim decide se aproximar, se tornando seu personal trainer para ajudá-la a fisgar Devon, o que o faz se aproximar por tabela do meio-irmão.
Só que a espiritualidade, a boca desbocada e o jeito sarcástico de Chloe aos poucos vão deixando Michael confortável, até demais.

Dois corações que buscam seu lugar ao mundo e estão perdidos, seriam capaz de se completarem?


EU LERIA ESSA HISTÓRIA PARA SEMPRE! Já teve aquela sensação de terminar uma leitura e no mesmo instante querer voltar e lê-la novamente? Me senti exatamente assim com este livro e isso se deve principalmente a Chloe.

Chloe Bellamy foi uma das personagens mais cativantes que me deparei na vida. Apesar de estar acima do peso e claramente se incomodar com isso em vários momentos, ela não faz a linha "vítima" e consegue conquistar o leitor por seu jeito sarcástico e inteligente. Conhecer Michael, vai despertar em Chloe a vontade de ser mais saudável, mas não para conquistar Devon, mas sim para se sentir bem consigo mesma. 
A personalidade da Chloe é invejável. Ela é engraçada e ao mesmo tempo desinibida, inclusive tirando várias casquinhas do corpo sarado de Michael. Para completar o pacote, ela ainda o apelida de Gostosão. Impossível não amar Chloe Bellamy.
"Michael pode estar cansado ser a 'segunda opção'. Mas a mulher rejeitada em mim está cansada de ser a coadjuvante platônica."
Michael St. Claire é uma incógnita. O bad boy de Nova York mudou completamente depois da rejeição de Olivia e dos acontecimentos envolvendo sua origem. Ele se tornou um cara fechado, que não deixa ninguém se aproximar, tendo a certeza que jamais será a primeira escolha de alguém. Chloe vai derrubando as barreiras de Michael sem que ele perceba.

O sentimento de não ser digno de alguém se torna perturbante para Michael. Acompanhar ele não se achando digno e vivendo tantas confusões internas causa inquietação no leitor. Michael é bem mais do que o bonitão que pega umas coroas em uma cidadezinha do Texas, ele carrega consigo complexidades demais que alguém poderia lidar. Ele sente que não achou seu lugar no mundo e que sempre estará sozinho.
"Ninguém nuca te amou primeiro. Você está cansado de ser a segunda opção. Ou nenhuma opção. Eu entendo. Porque ninguém me amou primeiro também. Mas estive pensando... Não acho que seja uma questão de quem te ama primeiro, e sim de quem te ama mais. E essa pessoa sou eu."
Narrado por Michael e Chloe, vamos acompanhar como a amizade entre eles vai se tornando algo necessário para ambos. Michael ajuda Chloe a se achar em relação a sua aparência. Já Chloe ajuda Michael a se achar na vida. 
Os outros personagens conseguem ser bem construídos. Muitas vezes o leitor vai sentir raiva de Kristin e até mesmo de Devon, que não enxerga além de um corpo esbelto.

A escrita da Lauren é o ponto alto. A forma como a autora consegue conduzir suas histórias é realmente o seu diferencial. Ela consegue traçar personagens com personalidades, dando a cada uma sua importância na trama. O grande acerto dela nesta narrativa foi trazer o contraste entre dois personagens que em algum momento tiveram seus corações partidos.
"Chloe me entregou seu coração em uma bandeja de prata, e eu mijei em cima dela."
Imperfeitos é um livro apaixonante com uma escrita viciante. Chloe e Michael estavam acostumados a serem segundas opções, mas o destino resolveu juntá-los. Enquanto quer conquistar o namorado da irmã, Chloe vai descobrir algumas feridas de Michael. Ela é bondade e alegria. Ele se transformou em escuridão. Eles eram imperfeitos para si mesmos, mas irão se tornar "perfeitos" para o outro. No fim, é sobre isso o amor, se tornar perfeito em suas imperfeições...

Beijos da Lice

16 comentários

  1. Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Que reviravolta! O amor é mesmo assim. Que mau fazer de vela e quando tem a sua oportunidade, é renegado...
    Beijokitaz












    www.devaneiosdemissl.com

    ResponderExcluir
  2. Que história cativante! Amei a forma como os protagonistas vão se aproximando, pois ao se conhecerem mais, com seus defeitos e qualidades, eles vão desenvolver o mútuo sentimento de admiração e daí para o amor é um pulo. Adorei essa sua fala, concordo plenamente!
    "Eles eram imperfeitos para si mesmos, mas irão se tornar "perfeitos" para o outro. No fim, é sobre isso o amor, se tornar perfeito em suas imperfeições..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, a forma como eles se envolvem é muito cativante.

      Excluir
  3. Ah o amor e suas histórias, nada como bons romances para descrever as diversas faces deste sentimento.

    ResponderExcluir
  4. Que história emocionante. Esse enredo com certeza vai cativar o leitor no decorrer da trama,confesso que fiquei bem curioso com esse livro. Anotei a dica. E parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Esse livro é um hino, deveria ser lido por todos!

      Excluir
  5. Parece ser uma daquelas histórias que acabam com nosso psicológico quando estamos de tpm hahaha
    Adorei a premissa deste livro, acredito que é uma leitura que nos envolve e nos dá gostinho de quero mais!
    Quero reforçar uma quote que voce colocou:
    "Mas a mulher rejeitada em mim está cansada de ser a coadjuvante platônica."
    Pode servir como um milhão de interpretações, mas principalmente como o fato de sempre acharmos que devemos ser a segunda opção de alguém, e de nós!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era exatamente essa mensagem que ela queria passar, que não deve ser a segunda opção de ninguém, jamais!

      Excluir
  6. Oi Alice! Eu sou louca pra ler os livros da Lauren. Eles tem cara de ser aqueles clichês que a gente ama e aquece nosso coração. Acho que tem tudo mesmo pra ser interessante a trama do gostosão lidando com a rejeição e uma menina gordinha querendo conquistar o seu amor. Tenho gostado muito de ver as autoras investindo em mocinhas que não são padrão e mostrando que ela podem sim conquistar um amor incrível. Adorei a resenha e fiquei com mais vontade de ler o livro. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia os livros da Lauren, pois ela constrói um clichê delicioso, com tudo que gostamos. E essa história é linda demais!

      Excluir
  7. Eu li os outros dois livros dessa série e já estava ansiosa por essa terceira parte, mas depois de ler a sua resenha, fiquei ainda mais, já estava curiosa pela história do Michael e bom saber que a Chloe é uma personagem que a gente se apaixona. Parabéns pela resenha, sempre envolvente e deixando a gente com vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o melhor livro da série, sem sombra de dúvidas. Uma história que cativa do início ao fim!

      Excluir
  8. Com toda certeza essa é uma ótima leitura, acabamos se apaixonando pelos personagens e se eu ler nos meus dias de tpm iria render lágrimas haha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá para soltar algumas lágrimas durante a história e isso é delicioso!

      Excluir