[Resenha] Cristais Invisíveis - Mariana Mello

Olá amores, tudo bem?

Essa semana terminei a leitura de Cristais Invisíveis e hoje vou trazer minha opinião para vocês. Espero que gostem de conhecer!

Cristais Invisíveis
Autora: Mariana Mello
Páginas: 341
Onde comprar: Amazon
Nota:   
*E-book do acervo da blogueira
Gatilho para ataques de ansiedade
SINOPSE: 
Luísa sempre foi uma garota que tinha muitos sonhos, e ao conseguir um novo emprego, sentia que estava prestes a finalmente realizar um deles. Ao conseguir ser contratada como roteirista para uma série de época sobre os Montenegro, uma família rica e proeminente do Rio Grande do Sul, ela se muda para Santa Maria junto com a equipe de escritores em busca de uma imersão real nos ares dos pampas gaúchos.
Lidando com seu transtorno de ansiedade, ela tem que se adequar a uma nova cidade, um novo emprego e todos os desafios que envolviam sua mudança. Ela só não contava com uma coisa. Seu talento para o desastre.
Em uma de suas incursões desajeitadas em um dos quartos da casa, ela encontra poemas antigos de amor escondidos sob o piso e decide investigar o paradeiro misterioso daquele autor.
Com a ajuda de Júlia, uma das donas mal-humoradas da fazenda, ela precisará lidar com muito mais do que os desafios de uma roteirista inexperiente na busca de seus sonhos, mas também terá de vencer seus medos mais sufocantes, lutando contra o maior deles: seu medo de se apaixonar.
Uma história LGBT leve, regada a muita poesia, e com um pouco mais do que o mundo precisa: amor!
Luísa é uma jovem que tem sua vida mudada quando consegue um trabalho de roteirista em uma série de época sobre os Montenegro. Assim, ela abandona São Paulo e parte para o Rio Grande do Sul, mais especificamente para Santa Maria.
O emprego foi conseguido por sua prima, Carol, que trabalha na fazenda dos Montenegro e enviou o currículo de Luísa assim que soube sobre a vaga. 

"Um abraço em meio a uma crise era como uma âncora no meio de uma tempestade desesperadora em alto-mar."

No primeiro dia de trabalho, Luísa se mete em uma confusão quando solta alguns cavalos, e com isso recebe a ira de Júlia, uma das donas da fazenda.
Ao passo que o trabalho avança, Luísa acaba no meio de algumas situações desastrosas e se depara com um segredo dos Montenegro para ser desvendado.

"O tempo não tinha melhorado ou sanado as crises."

Isso vai acabar aproximando-a de Júlia e os laços serão estreitados. Enquanto lida com seu transtorno de ansiedade, com o medo de fracassar no trabalho e suas inseguranças com relacionamentos, Luísa nos mostra uma face humana e bela. 


A Luísa é demissexual e bissexual, ou seja, muito bem resolvida quanto à sua sexualidade. Como ela tem um transtorno de ansiedade, vamos ter algumas cenas de crises dela. A primeira ocorre logo no início, quando ela está no voo para o Rio Grande do Sul.
A autora soube descrever com maestria essas crises, você consegue sentir toda a angústia e tensão da personagem.
Como está lidando com algo novo, a Luísa a todo momento demonstra os seus receios, o que permite que muitas pessoas se identifiquem com a situação dela. E a mensagem que fica é clara: terapia é fundamental e ajuda muito.

"Ainda não me passava pela cabeça como amar alguém poderia ser alvo de escárnio e vexame público."

Uma das coisas que mais gostei é que temos quase que uma história paralela sendo contada. A Luísa vai precisar se aprofundar sobre alguns Montenegro, e isso a colocará de frente a um "amor impossível do passado", numa época que foi extremamente machista, arcaica e tratava a mulher como posse do homem. A forma que a Mariana usou para contar isso nos deixa fissurados na narrativa, pois queremos saber quem de fato estava envolvido e qual foi o fim para esse romance.

Outra coisa que foi abordada foi a questão da falta de representatividade LGBTQIA+ em livros, filmes, séries e afins. A própria Luísa relata como sente essa necessidade de se sentir representada, e creio que isso seja algo recorrente para a comunidade LGBTQIA+.

"Aos poucos, eu estava me libertando de mim mesma, da minha própria prisão."

O romance se desenvolve de forma natural e lentamente, pois por ser demissexual, a Luísa precisa sentir uma conexão emocional antes de se envolver com alguém, além de que ela tem crises fortes quando tenta sair com alguém.
Luísa e Júlia formam aquele casal que queremos guardar em um potinho e cuidar delas em todos os momentos. 
Júlia também vai estar lidando com suas questões, que estão ligadas ao seu passado e não são bonitas. Chorei em uma cena dela, pois foi extremamente forte e impactante.

A obra tem referências, vários plots, cenas homofóbicas e capítulos finais recheados de revelações, tanto em relação ao passado como ao presente. Meu coração ficou apertado em alguns momentos e finalizei essa obra refletindo muito sobre várias coisas. 

"E se a destruição pudesse ser iminente, que eu fosse então meu próprio terromoto de devastação, por livre e espontânea escolha."

Com uma escrita poética, personagens marcantes e trazendo temas bem trabalhados, a Mariana conquista o leitor do início ao fim. Cristais Invisíveis é uma obra sobre se jogar, se libertar, enfrentar seus medos e se entregar. Luísa vai bater de frente com várias inquietações e aprender a lidar com cada uma delas. Um livro que ressalta a mensagem de que representatividade importa e que histórias não devem ser apagadas jamais.

Beijos da Lice

5 comentários

  1. oi!
    Eu gostei da sugestão :) a historia é bem interessante, ainda não conhecia o trabalho da autora

    ResponderExcluir
  2. É um livro bastante inspirador e leve, a autora foi bem no fundo na questão da ansiedade, já que a Luísa tem ansiedade, gostei muito da sua resenha,uma ótima sugestão de livro, bjs.

    ResponderExcluir
  3. Que ótima sugestão, inclusive me identifiquei muito com a personagem ao ler sua resenha, pelo que parece vale a pena a leitura. Abraços 🤗

    ResponderExcluir
  4. Oi Alice, tudo bem? Ah, que premissa mais leve e gostosa de ler. Fiquei imaginando as locações, as situações divertidas vividas pela protagonista e claro deve ser o máximo acompanhar de perto as gravações de uma série de época. Meu namorado é do Rio Grande do Sul e posso dizer que as cidades é uma mais bonita e fotogênica do que a outra. No outono então... dispensa comentários. Amei a sugestão de hoje e fiquei curiosa em ler. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Adorei a dica de leitura, a Luisa parece ser aquela personagem que eu super me apego e fico com saudade quando termino a leitura.

    ResponderExcluir