[Resenha] Trono de Vidro - Sarah J. Maas

Olá amores, tudo bem?

Finalmente me rendi a essa famosa série da Sarah J. Maas. Confesso que o livro foi uma boa surpresa. Além do primeiro livro, também já li o segundo, então em breve sai resenha dele também!

Trono de Vidro
Trono de Vidro, Livro I
Autora: Sarah J. Maas
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Onde comprar: Amazon
Nota:  
*Livro do acervo da blogueira
SINOPSE:
Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, um jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

Celaena Sardothien é uma jovem de 18 anos que está cumprindo pena em Endovier, as Minas de Sal, para onde vão os piores prisioneiros. Ela é a melhor e mais famosa assassina de Adarlan, mas acabou sendo pega e tendo seu destino cruel traçado.
Porém, tudo muda quando ela recebe uma visita em Endovier. O príncipe de Adarlan, Dorian Havilliard, está em busca de alguém para lhe representar em uma competição do rei, e nada melhor do que Celaena.

"Ela venceria. Venceria e serviria ao rei. Depois, desapareceria para sempre e nunca mais pensaria em castelos, reis ou assassinos. Celaena não desejava reinar sobre a cidade novamente. A magia estava morta, os feéricos tinham sido banidos ou executados, e ela nunca mais teria nada a ver com a ascensão ou queda de reinos." 

Desta forma, um contrato é firmado entre os dois. Se Celaena ganhar a competição do rei, que terá assassinos habilidosos, ficará alguns anos trabalhando para a realeza, ou seja, matando em nome do rei, mas em troca terá sua liberdade em alguns anos. 
Para alguém que estava condenada a Endovier, parece ser uma oportunidade única. É assim que Celaena embarca para o castelo de vidro, com o propósito de vencer a competição e se tornar a campeã do rei.


Celaena é uma assassina fenomenal, mas a jovem traz consigo alguns segredos que guarda a sete chaves e um passado doloroso.
Ela virou assassina após ser encontrada aos 8 anos de idade pelo rei dos assassinos, e deste então entrou de cabeça nessa vida. Porém, só vamos descobrir aos poucos como se sucedeu o dia em que foi pega.

"Testemunhara em primeira mão como a sede por vingança pode dominar alguém."

Neste universo, a magia é proibida, e o rei de Adarlan é um ser completamente perverso, que caça e tenta anular as forças rebeldes.
Essa competição será um suspiro de esperança para Celaena, porém ela não sabe o que lhe aguarda. No meio da competição, enquanto tem que esconder sua identidade e ganha outro nome, ela vai se deparar com algumas mortes de competidores que, aparentemente, não possuem explicação alguma. Contudo, a magia pode estar mais perto e presente do que Celaena poderia supor.

"Todos carregamos cicatrizes. As minhas são apenas mais visíveis que as da maioria."

Ao mesmo tempo, Celaena cria um vínculo de amizade com a princesa de Eyllwe, Nehemia, se aproxima do capitão da Guarda Real, Chaol, e estabelece uma relação íntima com o príncipe. Muitas vezes me vi envolvida nas relações que Celaena constrói com os dois homens, e confesso que shippei ela com os dois, porque sou dessas, mas meu coração bateu muito pelo Dorian, não tem como negar.
Apesar do foco da obra ser mostrar a Celaena na competição, além dos fatos que vão ocorrendo e o que ela descobre, o romance também está presente, no entanto, achei que foi bem dosado.

Narrado em terceira pessoa, o que permite que o leitor passei em vários núcleos de personagens, a autora conseguiu construir um enredo com a quantidade certa de mistério, o que mantém a curiosidade do leitor aguçada.
Vamos entender o universo construído pela Sarah aos poucos, e nesse primeiro volume apenas algumas pistas são expostas na mesa, o resto promete ser entregue nos próximos livros.

"Porque há pessoas que precisam ser salvas por você quanto você precisava ser salva. Negue o quanto quiser, mas há aqueles, como os seus amigos, que precisam de você aqui."

Com personagens femininas fortes e cenas que passeiam entre a ação, o suspense e o romance, Trono de Vidro é um livro escrito para fascinar os leitores. Celaena vai descobrir muitos segredos sobre Adarlan no castelo, e terá suas emoções, muitas vezes, postas à prova. A Assassina de Adarlan terá que enfrentar seus medos, receios e mostrar o porquê dela ser a melhor assassina do reino.

Beijos da Lice

9 comentários

  1. Ainda não conheço essa série, acredita? Vou procurar aqui!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei aqui interessada pelo livro, gosto muito de personagens fortes, achei a capa linda, espero que a Celaena enfrente seus medos de uma forma natural, bjs.

    ResponderExcluir
  3. Adoro universo fantástico e pela tua resenha esta série é muito interessante, dica anotada para futuras leituras.

    ResponderExcluir
  4. A sinopse chama atenção, a história é interessante semelhante a títulos como jogos vorazes e insurgente, porém com uma leitura única... Gostei.
    Abraços, Alécia do Blog Arrojada Mix

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Eu adorei a resenha e a capa :) ainda não conhecia essa série parece ser bem interessante

    ResponderExcluir
  6. Amei! Já tinha ouvido falar dele, mas nunca parei para ver do que se tratava.

    ResponderExcluir
  7. ja tinha visto falar, ja ate tentei ler, mas n rolou , quem sabe outro dia eu leia.

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia a série,Mas o enredo de Trono de Vidro parece ser cativante principalmente pra quem aprecia histórias de princesas,clero e época que príncipes eram mesmo verdadeiros "príncipes."

    ResponderExcluir
  9. UauU! Esse livro parece ser bem intenso. Adorei sua resenha

    ResponderExcluir