[Resenha] Sombra e Ossos - Leigh Bardugo

Olá amores, tudo bem?

Hoje é dia de conversar com vocês sobre essa obra que li recentemente. Vou confessar que resolvi ler por conta da série que lançou na Netflix, visto que queria assistir. Então quando ganhei o primeiro volume, já corri para ler e também já adquiri os outros dois livros da trilogia.

Sombra e Ossos
Trilogia Grisha, Livro I
Autora: Leigh Bardugo
Páginas: 288
Editora: Planeta Minotauro
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*Livro do acervo da blogueira
SINOPSE:
Em um país dividido pela Dobra das Sombras – uma faixa de terra povoada por monstros sombrios – e no qual a corte real está repleta de pessoas com poderes mágicos, Alina Starkov pode se considerar uma garota comum. Seus dias consistem em trabalhar como cartógrafa no Exército e em tentar esconder de seu melhor amigo, Maly, o que sente por ele.
Quando Maly é gravemente ferido por um dos monstros que vivem na Dobra, Alina, desesperada, descobre que é muito mais forte do que pensava: ela é consegue invocar o poder da luz, a única coisa capaz de acabar com a Dobra das Sombras e reunificar Ravka de uma vez por todas.
Por conta disso, Alina é enviada ao Palácio para ser treinada como parte de um grupo de guerreiros com habilidades extraordinárias, os Grishas. Sob os cuidados do Darkling, o Grisha mais poderoso de todos, Alina terá que aprender a lidar com seus novos poderes, navegar pelas perigosas intrigas da corte e sobreviver a ameaças vindas de todos os lados.
Ravka é um país dividido pela Dobra das Sombras, uma faixa de terra que contém monstros sombrios. Uma parte dos moradores de Ravka, que fazem parte da corte real, são Grishas, ou seja, possuem poderes mágicos. Os Grishas são divididos em grupos de acordo com seus poderes.

"Eu passei a vida procurando um modo de corrigir as coisas. Você é o primeiro lampejo de esperança que tenho em muito tempo."

Alina Starkov cresceu em um orfanato e sempre teve ao seu lado o seu melhor amigo, Maly. No entanto, a jovem sempre nutriu algo a mais por ele. Ela se tornou cartógrafa do Exército do rei, enquanto Maly virou um rastreador.
Quando eles são colocados em uma missão que envolve atravessar a Dobra das Sombras, as coisas saem do controle. Maly é atacado por um volcra, a espécie de monstro que vive na Dobra, e com isso, Alina, para salvá-lo, acaba liberando um poder que ela não sabia que possuía.

"O poder estava lá, em algum lugar dentro de mim, mas eu não conseguia alcançá-lo e não sabia a razão."

É assim que Alina descobre ser uma Conjuradora do Sol, a única com o poder da luz e capaz de libertar Ravka da Dobra das Sombras.
Após isso, Alina é mandada para o Palácio para treinar seus poderes e fica sob o comando do Darkling, o Conjurador das Sombras e o Grisha mais poderoso existente.


O universo criado pela autora é muito interessante, mas confesso que demorei um pouco para engatar na leitura, que só fluiu maravilhosamente bem após as 80 primeiras páginas. No entanto, isso não diminui o fato de termos uma fantasia bem escrita e com elementos capazes de prender a atenção do leitor.

"O problema em querer algo é que isso nos deixa fracos."

Alina vai se deparar com uma nova realidade, o que vai assustá-la. A jovem não fazia ideia de que era uma Grisha. Ao ir para o Palácio, a única preocupação de Alina é Maly. A todo momento ela se preocupa em como ele vai reagir ao fato dela ser Grisha (já que ele odeia os Grishas) e também com o bem-estar dele.
Fica nítido desde o início o sentimento que Alina nutre pelo Maly. Mas, em contrapartida, também fica claro que ele não demonstra o mesmo, pelo menos no começo do enredo.

No Palácio, Alina vai criar uma amizade forte com Genya, o que vai ajudá-la a se manter sã, já que ela não consegue evoluir na dominação do seu poder. Ela também vai se aproximar do Darkling, o que vai acarretar em uma espécie de paixão fervorosa.
Confesso que não consegui shippar a Alina com o Maly nem com o Darkling. Simplesmente não rolou química para mim com nenhum dos dois.

"Na primeira vez que entrei na Dobra, tive medo da escuridão e da minha própria morte. Agora, a escuridão não significava nada para mim e eu sabia que logo a morte pareceria um presente."

Durante a narrativa vamos ter boas reviravoltas. Alina vai descobrir que nem tudo é como ela imagina e que muitos segredos foram escondidos dela. Os capítulos finais são repletos de ação, revelações e cenas de tirar o fôlego. Confesso que meu coração se apertou em relação a algumas coisas que ela descobre e já quero saber o que vai acontecer no próximo volume.

Sombra e Ossos é uma fantasia envolvente. Com a Alina se descobrindo em meio a tantas novidades, vamos nos deparar com uma jovem que tomará algumas decisões impensadas e impulsivas. Alina pode ser a salvadora de um país inteiro, porém esse título é, ao mesmo tempo, assustador. Ser a única Conjuradora do Sol seria a glória ou a ruína?

Beijos da Lice

9 comentários

  1. Confesso que tenho certa dificuldade com livro de fantasia. Mas pela sua resenha, o reino de Ravka parece valer a pena. Me parece um pouco com o universo do Senhor dos Anéis. Mesma pegada, né?

    ResponderExcluir
  2. Sensacional essa sua dica de leitura, vou procurar por aqui já.

    ResponderExcluir
  3. Sempre vejo indicação desse livro em vários lugares. A história é bem meu estilo e ainda quero ver a série.

    ResponderExcluir
  4. É um livro com uma história fantástica, a história é bem escrita e muito cativante, a capa ficou linda com esse desenho,gostei muito da sua resenha, gosto muito de livros de fantasia, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Confesso que Sombra e Ossos não é o género de leitura que mais gosto de ler mas achei a sua resenha bem completa e perceptível.

    ResponderExcluir
  6. Eu curto o gênero fantasia, desconhecia esta série, achei interessante que terá uma série também, a resenha me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  7. oi
    Este livro é muito interessante e os personagens são bem ricos.. Amo livros com essa tematica

    ResponderExcluir
  8. Oie Lice! Em primeiro lugar o que me chama mais atenção é essa capa linda, que perfeição. Fico feliz que apesar de engatar somente a partir da pag 8p, é um livro com fantasia envolvente.

    Gostei demais da série. Espero resenha dela também por aqui.

    Beijos,
    Paloma Viricio💫❤

    ResponderExcluir
  9. Oi Alice, tudo bem? Ah, se eu te disser que ainda não comecei a ler você acredita? Minha rotina está tão corrida quando fecho os olhos já deixei alguns livros para trás. Eu não conhecia essa trilogia antes do lançamento da série. Só depois vi alguns leitores comentando que outra editora já havia publicado alguns anos atrás. Comecei a assistir a série mas tive tempo de ver somente dois episódios mas amei a fotografia e os efeitos especiais. Espero conseguir ler em breve. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir