[Resenha] Sucesso não é sorte - Alon Ulman

Olá amores, tudo bem?

Quando vi que esse lançamento da Astral Cultural, fiquei com muita vontade de ler, então é claro que não perdi tempo e solicitei o livro para resenha.

Sucesso não é sorte
Autor: Alon Ulman
Páginas: 336
Editora: Astral Cultural
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*Livro cedido em parceria pela editora
SINOPSE: 
Você já se perguntou qual é a diferença entre os vencedores e as demais pessoas? Não se trata de acaso ou golpe de sorte. Para o coach Alon Ulman, o sucesso é fruto de apenas seis passos simples e que podem ser aprendidos por qualquer um que o deseje. Em SUCESSO NÃO É SORTE, o autor ensina como obter o controle imediato de sua vida, conseguir ir além dos próprios limites e transformar seus sonhos profissionais e pessoais em realidade. Para ele, as pessoas, em sua maioria, não desfrutam da vida que poderiam ter, mas, usando seu método acessível e prático, elas podem se tornar uma versão melhor de si mesmas. Afinal, embora nem todo mundo possa ser CEO de uma empresa, todos podem ser duas, quatro, dezessete vezes mais do que são hoje. Usando a sua própria história como inspiração, Alon garante que ter uma vida incrível e conquistar sucesso com intensidade e rapidez é uma questão de escolha. Agora cabe a você escolher qual caminho quer seguir.
Neste livro iremos conhecer melhor a trajetória de Alon Ulman, um coach de muito sucesso pelo mundo.
Alon levava uma vida normal, até que descobriu que estava sofrendo de pneumotórax, o que o faria viver com limites, tendo sempre que estar perto de um hospital para o caso de uma crise.

"A maioria das pessoas não está vivendo a vida que poderia viver."

Só que Alon nunca foi de aceitar fácil as "derrotas". Depois de uma cirurgia arriscada para resolver seu problema, o homem decidiu que participaria do Ironman, o maior triathlon do mundo. E assim ele aprendeu lições valiosas sobre sucesso e controle da vida.


Através de sua história de vida, Alon nos deixa importantes aprendizados nessa obra. Uma das coisas que mais gostei nesse livro foi o fato do autor não apenas trazer regras que devemos seguir, sendo um manual de "autoajuda". O Alon conta toda a sua trajetória em formato de livro de ficção, o que apenas nos aproxima da sua escrita. Ele nos inspira com o que teve que passar. 

"Muitas pessoas vivem, sem querer, em um estado constante de exaustão. Elas não se desenvolvem porque nunca se permitem recuperar."

Foi muito interessante acompanhar a experiência dele dentro do Iroman, ver como ele se preparou e o relato de como foi sua primeira prova. Sou uma pessoa que não faz exercícios físicos (alô, sedentarismo), mas me vi animada com o que ele narrou sobre o Iroman. Fiquei com muita vontade de começar a me movimentar, algo que pode me fazer tão bem e que só depende de mim.

"Não há hábitos bons e ruins. A questão é se esse hábito o faz avançar na direção de seu objetivo e na direção da pessoa que você quer se tornar. Se não, o que pode ser feito?"

Os passos que o autor propõe são realmente simples de serem colocados em prática, só precisam de foco e planejamento. Às vezes dificultamos tanto as coisas, que esquecemos que é o comum que devemos realizar antes de tudo. Alon só mostra isso de forma clara e objetiva. Uma das primeiras chaves que você deve virar em sua cabeça é a do "eu posso". Esse é o pontapé inicial para chegar onde almeja.
Sucesso não é sorte é um livro bem escrito, de fácil compreensão e indicado para todos que desejam estabelecer uma mudança de postura. Muito bom!

Beijos da Lice

4 comentários

  1. Muito boa a dica, não conhecia esse livro. Livros assim são bons para a gente ver que tudo depende de nós mesmos e de como encaramos as coisas...
    Beijos!!
    https://bel-somostaojovens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Eu adorei a sugestão é bem interessante :) já ouvi falar do Alon Ulman. Já quero ler

    ResponderExcluir
  3. Estou lendo mais recentemente sobre essa temática, esse não tinha lido ainda, mas pelas palavras e pelas 4 estrelas vou procurar.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Adorei a dica! Geralmente eu fujo de livros do estilo porque o formato não é algo que me prenda. Porém, fiquei curiosa com o fato dele trazer parecido com ficção, o que já me deixa mais animada em tentar. Eu acho que todo tipo de leitura e mudança que ela pode proporcionar é válida, então com certeza é um título que posso ler num futuro. Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir