[Resenha] A Bela e o Bilionário - Lauren Landish

Olá amores, tudo bem?

Hoje é dia de conversar com vocês sobre o primeiro volume de Um Conto de Fadas Sujo, que acabou sendo uma leitura bem delicinha. E usando meu cupom P10GNOMALEITORA, você ganha 10% de desconto no livro físico, que já está com 40% off!

A Bela e o Bilionário
Um conto de fadas sujo, Livro I
Autora: Lauren Landish
Páginas: 304
Editora: Allbook Editora
Onde comprar: Amazon / Livro Físico
Nota: 
*Livro físico cedido pela editora
SINOPSE: 
Bastardo implacável. Cavaleiro branco.
Mas eu apenas o chamo de "chefe".
Thomas Goldstone.
É um homem de negócios de bilhões de dólares que veste ternos sob medida e exige mais do que o seu melhor.
Ele é assustador. Direto. Assombrado por demônios internos que o levaram à beira do abismo.
Mas sob a fachada arrogante e controladora, encontra-se um coração de ouro.
Isso me faz querer ser cada vez mais uma parte na sua vida bagunçada.
Ser a única que vê a verdade nesse homem.
Mas eu... eu...
Sou uma nerd de cabelos cor-de-rosa, apaixonada por anime e que trabalha processando dados em um porão no escritório da sede da Goldstone.
Minhas chances com o chefão? Estatisticamente insignificantes.
Seu olhar ardente e mandíbula cerrada dizem o contrário. Me dão esperança e acendem uma chama tão quente, que meus óculos embaçam.
Não devo misturar negócios com prazer.
Não deveria tentar a fera lá em cima.
Não deveria ficar pensando:
Os contos de fadas realmente se tornam realidade?
Mia é uma jovem de origem russa, que trabalha na Goldstone. Ela tem métodos poucos convencionais para se concentrar, optando por música alta, por isso foi colocada no porão da empresa, o que ela acha ótimo, por sinal.
Quando ela é chamada para fazer parte de um novo projeto da Goldstone, Mia vai acabar conhecendo de perto o seu chefe, apelidado de Bastardo implacável.

"Aquele homem é o sexo em pessoa. Ele poderia exigir qualquer coisa de mim, e eu daria de bom grado, mesmo que ele pareça um idiota."

Thomas Goldstone é muito rígido quando o assunto é sua empresa. Ele criou seu império sozinho, após receber um empréstimo do pai, com quem tem uma péssima relação.
O passado de Thomas é tortuoso, e ele passa grande parte do seu tempo se culpando por algo que, definitivamente, não possui culpa alguma.

"Sou o bastardo que a puxará para o fundo do poço comigo, independentemente de ela saber nadar com os tubarões ou não."

A proximidade de Mia e Thomas vai acabar em uma forte tensão sexual e um romance que pode ser a ruína ou a ascensão de ambos. Em meio a isso, Thomas tem que lidar com dados sendo adulterados em sua empresa, e tentar descobrir o culpado. 
Será que uma nerd convicta teria chances com o bilionário bonitão com casca de fera?


Essa é uma história com um personagem cheio de traumas. Thomas passou por um golpe emocional quando era criança, e carrega as dores disso até hoje. A relação dele com o pai é insustentável, e o último sempre faz questão de magoar mais Thomas, colocar um peso que ele não deveria carregar.
Apesar de toda a casca que acredita que tem que ter, Thomas tem um coração lindo. Ele ajuda, de forma anônima, várias causas sociais, além de frequentar um orfanato e interagir com as crianças.

Mia pode ser considerada "esquisita" por muitos, mas é extremamente inteligente. Ela foi criada por seu pai, que é um russo alfaiate, e a forma como eles se tratam é incrível. Além do pai, Mia tem duas melhores amigas, com quem pode contar sempre, Izzy e Charlotte.

"Esse demônio dentro da sua mente só quer machucá-lo. Mas eu não vou deixar. Eu não vou deixá-lo ter você. Você é meu."

O relacionamento de Mia e Thomas acontece bem rápido, mas a química entre eles fica nítida desde a primeira vez que eles se veem, então acaba sendo compreensível. Gostei muito dos momentos entre os dois, que conseguem ter uma cadência entre o leve e o hot.

A narrativa traz a questão empresarial como pauta, o que adorei. Alguém está tentando sabotar a Goldstone, e confesso que fui enganada por grande parte da narrativa, porque nem cheguei a cogitar quem era o culpado, então o desenrolar dos fatos acabou me surpreendendo. Essa mescla do romance com o meio empresarial foi algo muito positivo!

"Eu sou um bastardo, um bilionário e uma fera. Um homem que ninguém nunca se importou o suficiente para conhecer por causa da máscara monstruosa que eu usava, mas ela viu por baixo disso com muita facilidade."

A Bela e o Bilionário é uma leitura rápida e envolvente. Trazendo alguns temas pertinentes, como suícidio e abandono familiar, este é um livro que mescla o romance com um toque de drama e mistério. Mia e Thomas vão ter que aprender a construir uma relação, e Thomas, principalmente, vai ter que aprender a se abrir. 

Beijos da Lice

9 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A história parece ser bonitinha, uma boa dica para quem curte romance romântico.

    ResponderExcluir
  3. Oi,tudo bem ?

    Já posso falar o quanto amei a dica? posso né hahaha. Estava procurando um livro para ler e achei está indicação, não teve como não pegar o livro na amazon. Gostei bastante da proposta e sou suspeita para falar do gênero que é meu favorito. Uma ótima indicação.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu sou suspeita pra falar porque adoro esse gênero, acho uma leitura que me prende do inicio ao fim sem contar que os finais são sempre de tirar o fôlego, amei a resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie minha linda! Em primeiro lugar essa capa é maravilhosaaaa. Em segundo amei a resenha e a proposta do livro. Acredito que os temas debatidos são bem importantes para reflexão. Gostei de saber que tem o lado empresarial no livro também. Quem curte tramas com esse toque hot vai amar.

    Beijos,
    Paloma Viricio💙💫

    ResponderExcluir
  6. Só pela capa eu já compraria o livro, gosto desse tipo de enredo! Já anotei aqui ...

    ResponderExcluir
  7. Oi Alice, tudo bem? Já vi alguns comentários sobre os livros dessa editora e fiquei bem curiosa para saber mais sobre eles. Esse livro em especial me chamou atenção pela autora ser best-seller. Me fez lembrar nomes como Harlan Coben e Charlie Donlea que estão sempre na lista dos mais vendidos. Achei interessante a autora trazer temas profundos e que merecem reflexão. Não deve ser fácil criar um personagem tão profundo e cheio de camadas. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  8. Oi Alice,
    Adorei a dica, não conhecia essa história, mas já anotei aqui, pois adoro história que tenham nerd envolvidos, e fiquei curiosa para saber qual a culpa que Thomas carrega.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Suas resenhas sempre envolventes. Gostei da dica de leitura!

    ResponderExcluir