Quem matou Sara? - O que achei da série


Hello, tudo bem?

Recentemente chegou ao catálogo da Netflix a série Quem matou Sara?, e a mesma já possui duas temporadas. Assisti ambas e vim contar minha experiência com a produção mexicana.

Em Quem matou Sara? vamos acompanhar Álex Guzmán, que passou 18 anos na prisão, acusado de ser o responsável pela morte da sua irmã, Sara.
Ao sair da prisão, Álex só deseja uma coisa: vingança contra a família Lazcano, que foi a encarregada pela sua condenação. 

Só que ao passo que tenta descobrir o verdadeiro culpado pela morte de Sara e instaurar a sua vingança, Álex vai descobrir um outro lado da sua irmã, que vai surpreendê-lo. 
Entre flashbacks do passado, vamos montando aos poucos o quebra-cabeça em relação ao assassinato de Sara, mas nada é, de fato, como imaginamos.


Essa é uma série que envolve o telespectador desde o início, e comigo não foi diferente. Acompanhar Álex tentando desvendar quem era Sara e o que aconteceu com ela é simplesmente viciante.
Os Lazcano são uma das famílias mais influentes e bater de frente com eles pode acarretar muito perigo para Álex. Só que tudo piora quando ele se envolve emocionalmente com a caçula dos Lazcano, Elisa.

César Lazcano, o patriarca da família, é capaz de tudo para proteger os seus, ao mesmo tempo que é um homem que não respeita a própria família.
Ele foi o grande responsável pela prisão de Álex, pois queria proteger seus dois filhos, Rodolfo, que era o namorado de Sara na época da morte da garota, e Chema.


A relação familiar dos Lazcano é completamente disfuncional. O negócio da família envolve coisas ilícitas e temos uma matriarca, Mariana, que é uma religiosa fervorosa, mas que não cumpre o básico da religião.
Gostei bastante do fato de passearmos entre os diferentes núcleos da série, isso nos dá uma amplitude bem interessante e mostra como a morte de Sara e a saída de Álex da prisão afetou cada um.

Um dos personagens mais abalados psicologicamente durante a série é Rodolfo. Ele sofre uma tortura psicológica bem violenta. Sara foi o grande amor da vida dele, e perdê-la foi doloroso. Só que além disso, Rodolfo ainda lida com uma pressão do pai e com um casamento que vai por água abaixo.

O relacionamento de Álex e Elisa está longe de ser o foco da série, mas nos rende bons momentos, principalmente pelo fato de Elisa estar disposta a ajudar Álex a desvendar os podres da própria família.


A produção traz temas intrigantes para discussão, como: tráfico de mulheres, homofobia, barriga de aluguel, problemas psicológicos, traição, violência, entre outros.
Alguns pontos foram bem explorados, outros só pincelados, no entanto, só ter a margem para discussão já é necessário.

As duas temporadas possuem alguns furos de narrativa, que não chegam a ser gigantescos, mas que podem incomodar os mais atentos.
Enquanto a primeira temporada apenas pincelou quem era Sara, a segunda vai escancarar isso, nos fazendo ter mais indagações a respeito dela. Além disso, os segredos que a mãe de Sara escondeu do próprio filho vão ser colocados em jogo. E a melhor amiga de Sara, Marifer, também vai ganhar mais visibilidade na segunda parte da produção.



Se você for assistir acreditando no possível desfecho da série na segunda temporada, já pode tirar o cavalinho da chuva. Quando eu pensei que tudo estava resolvido e o culpado apresentado, o final nos deixa de cara e me fez surtar para uma terceira temporada, que espero que chegue em breve. Ao que parece, o assassinato de Sara ainda tem mais coisas por trás.

Caso curta uma produção com suspense, ação, temas perturbadores, violência e sexo, Quem matou Sara? é ideal para você! Se jogue nesse enredo e descubra que você está longe de desvendar a verdade...

Beijos da Lice

8 comentários

  1. Oi
    Eu já ouvi falar da série,mas ainda não assisti. A história é bem interessante... irei conferir com certeza

    ResponderExcluir
  2. Assisti também as duas temporadas e estou no aguardo da terceira. Gosto desse tipo de mistério .

    ResponderExcluir
  3. Não assisti ainda, gosto do tipo de roteiro. Mas é tanta coisa para assistir. Um dia chego lá.

    ResponderExcluir
  4. Eu só ouvi falar bem dessa série e como é produção espanhola já me dá mais vontade de assistir. Adorei a sua crítica... me deu mais vontade de assistir.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não parei pra assistir, mas já está na minha lista de séries, se antes já tinha vontade agora dobrou minha vontade de assistir essa série!

    ResponderExcluir
  6. Gostei também da série, embora tenha um apelo sexual desnecessário, mas a história em si é muito boa

    ResponderExcluir
  7. Estou assistindo e confesso que esta muito chata kkk to asssistindo na curiosidade mesmo

    ResponderExcluir
  8. Estou louca pra começar a assistir,me parece ter um enredo muito instigante.

    ResponderExcluir