Diário de uma depressiva e ansiosa #1


Hello, tudo bem?

Hoje a postagem é bem diferente de todos as outras que já fiz aqui, pois estou vindo iniciar uma série de posts, onde irei compartilhar um pouco de como é lidar com um diagnóstico de depressão e ansiedade e, principalmente, lidar com ambas no dia a dia.

Não sei como funciona para a maioria das pessoas, mas eu sempre soube que tinha algum problema psicológico, e sempre aceitei isso. O preconceito vinha mesmo da minha família, que queria esconder "para debaixo do tapete", fingir que nada existia ou que eu era apenas uma "garota rebelde" querendo atenção.
Então, eu não era! Sorry, família, aceitem!

Um ano atrás decidi, finalmente, procurar ajudar psquiátrica, pois havia chegado ao limite da minha saúde mental. Sendo assim, logo fui diagnosticada com Transtorno Fóbico-Ansioso. Sim, a ansiedade sempre foi uma companheira na minha vida, aquela que estava ao meu lado nos melhores e piores momentos, me fazendo travar em apresentações e chegar a vomitar por conta disso (sim, sempre foi sério a este nível, infelizmente).
Eu realmente achava que esse diagnóstico me representava, só que nos últimos meses tive algumas crises horríveis, relacionadas a mudanças de humor, principalmente.


Com isso, resolvi ir a um novo psiquiatra, e então veio um novo diagnóstico: Transtorno Misto Ansioso Depressivo. Pois é, além de ansiosa, sou depressiva. 
Para mim não foi uma novidade, visto que sempre soube que a depressão estava ali, à espreita.

Após o novo diagnóstico, passei a tomar antidepressivo, e a última semana foi extremamente difícil, por conta dos efeitos colaterais do remédio. Fiquei enjoada a parte da tarde inteira, mas ainda bem que isso melhorou nos últimos dias. 
Não sei se terei a sorte de me dar bem com o primeiro antidepressivo, pois, infelizmente, encontrar o remédio que vá realmente fazer efeito não é algo simples, e tenho várias amigas que passaram anos trocando de medicamento, até se estabilizarem. É uma roleta-russa, ao final você nunca sabe como vai ser com você.

Nesse primeiro post, apenas falei no geral sobre o que passo, mas quero muito compartilhar com vocês em outros posts situações específicas, e como é conviver com a ansiedade e a depressão e tentar manter a normalidade da vida.

Espero que possam continuar acompanhando. E compartilhem suas histórias também, vou adorar conhecer e conversar com vocês sobre as questões psicológicas <3

Beijos da Lice

8 comentários

  1. É uma luta realmente difícil, também sofro de ansiedade, esta diretamente direcionada para a comida, o que gera um efeito dominó pelo aumento de peso. Eu havia aprendido a controlar, mas com a pandemia tudo piorou, e como você, tenho pensado em procurar ajuda profissional.

    ResponderExcluir
  2. Sei como é isso, minha mãe tem problema psicológico e a família demorou a aceitar, tempos atrás tive duas crises de pânico por consequência de ter cuidado dela sozinha por anos...Tratamento ajuda bastante
    Gostei, muito legal,
    Um abraço, Alécia do Blog Arrojada Mix
    Blog ArroJada Mix

    ResponderExcluir
  3. Ansiedade é um problema que muitas pessoas passam, quem sofre de ansiedade precisa muito procurar ajuda de um profissional, bjs.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente depressão e ansiedade é um mal inevitável,sempre em algum momento da vida a pessoa vai vir adquirir.O importante é a forma como lida com ele,procurando sempre um incentivo pra se sentir melhor e superar mais rapidamente as crises.Na pandemia se agravou muito essas condições estabilizando e emocionalmente a maioria das pessoas.

    ResponderExcluir
  5. É muito necessário falar sobre isso, eu também sempre soube que tinha algum problema psicológico mas nunca procurei ajuda também por falta de incetivo. Ano passado além da pandemia, eu estava terminando a faculdade e trabalhando no meu primeiro emprego que não é nada fácil (sou atendente de telemarketing), enfim estava explodindo de ansiedade. Resolvi dar um basta, procurei um psiquiatra e fui diagnosticada com Transtorno de ansiedade generalizada e Depressão, venho tratando com medicação, ainda não consegui terapia, mas é uma luta, um dia de cada vez...
    Beijos, e melhoras! <3
    https://bel-somostaojovens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Depressao e ansiedade não são nada faceis e ainda tem gente que ignora e acha que é bobeira

    ResponderExcluir
  7. oi
    Sei bem como é, faz um tempo que também passei por isso e mesmo que você controle a depressão fica com medo de cair novamente e quando ela vem com a ansiedade é bem mais difícil... Fiz terapia em grupo e tomei medicação, mas uma das coisas que me ajudou foi escrever poesias.

    ResponderExcluir
  8. Eu te entendo sem bem como é isso, também passei por momentos muito estranhos, desde ficar sempre doente (doenças aleatórias o tempo todo) sem um diagnóstico, ou sem explicação, até que a depressão foi descoberta ... Tratei durante 3 anos, comecei com uma pequena dose e foi aumentando até começar a fazer efeito, só não tive efeitos colaterais. Tenho certeza que em breve tu vais estar bem melhor, a doença não tem cura, mas tem tratamento e controle. Depois a gente fica bem!

    ResponderExcluir