[Resenha] Galego - Sinéia Rangel

Olá amores, tudo bem?

Nós vamos conversar hoje sobre Galego, um dos últimos lançamentos da Sinéia Rangel, que foi uma leitura que me prendeu do início ao fim e que AMEI!

Galego
Autora: Sinéia Rangel
Páginas: 427
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book do acervo da blogueira
 Apresenta linguagem obscena, violência e exposição de situações de aliciamento de menores 
SINOPSE: 
Joaquim Cavalcanti Neto nunca foi o verdadeiro dono da própria vida. Herdeiro de uma das famílias mais importantes de Ventos Santos, Galego viu seu destino ser controlado para alcançar os objetivos de outros, e sempre aceitou que assim fosse. O que ele não esperava era que isso pusesse em risco a mulher que tanto amava.
Com seu coração cada vez mais confuso, Galego se envolve num jogo de poder perigoso, enquanto tenta descobrir quem realmente é e o que precisa fazer para manter na sua vida a mulher que é dona da sua razão, em uma história recheada de erotismo, descoberta e reviravoltas.
O livro inicia com Joaquim Cavalcanti Neto contando os seus romances aos filhos, Antonella e Caíque, que estão fazendo uma espécie de "julgamento" sobre a vida amorosa do pai.
De cara não sabemos quem é a mãe dos meninos e quem foi a sortuda que casou com o herdeiro de uma das famílias mais importantes de Ventos Santos.

Voltando ao passado, vamos conhecer o Quim da infância e do início da adolescência, que tinha problemas com seu corpo, já que estava acima do peso, além do fato de que tinha que lidar com as imposições e cobranças da mãe, Teodora Cavalcanti.

"Quem sofre agressões, sejam físicas, verbais ou psicológicas, é apenas vítima."

Logo após vamos vê-lo na adolescência, quando passou a ser desejado por toda a população feminina e como iniciou seu romance com a Débora, a filha da empregada. 
Na vida adulta, as cobranças por parte de Teodora continuaram e o namoro escondido com Débora foi posto à prova. 

Será que o homem que cresceu em meio a mentiras, com uma mãe horrível, terá a chance de viver o romance que sempre quis? Ou outra mulher chegará para roubar seu coração?


Que leitura maravilhosa! Desde o início essa é uma obra que fisga, nos fazendo ficar vidrados com todo o enredo construído pela Sinéia.
O Joaquim é bem mais que o cara rico e filho de uma família influente do interior, ele tem suas questões internas, com as quais lida desde a infância, além de ser um homem com um grande senso de justiça dentro de si, disposto a mudar muitas coisas erradas em Ventos Santos.

"Não importa onde estivermos, o futuro não é uma página em branco, nós o escrevemos ontem e estamos o escrevendo hoje também."

Essa obra traz algumas temáticas fortes para discussão, como: corrupção política, tráfico sexual infantil, tráfico de bebês, racismo, bullying. Alguns momentos me levaram às lágrimas, pois são cenas bem difíceis e que nos deixam com um aperto no coração. No entanto, não são cenas explícitas, mas sensíveis, que nos mostram uma realidade cruel e dolorosa. 
Além disso, tem os traumas de infância do Joaquim, que são bem delicados. Nesse ponto, preciso destacar que a Teodora é um ser humano inescrupuloso e que me deixou com raiva em boa parte da leitura, mas o pior de tudo é uma atitude que ela tem com o próprio filho, que deixa marcas emocionais que ele carrega pela vida adulta.

"Todo mundo ama ou já amou, mas nem todos sabem amar. Muitas vezes, as pessoas amam o sentimento de posse sobre o outro, a ideia de ter alguém ao seu lado."

O romance foi desenvolvido de forma deliciosa, com os altos e baixos que a vida tem, o que torna essa história ainda melhor. Como não sabemos de cara com quem o Joaquim casou, isso nos deixa ansiosos para o momento da revelação. Só posso dizer que o casal teve uma crescente sensacional no enredo. Ambos precisaram aprender com situações complicadas e se reerguer com as dificuldades, fazendo essas serem uma ponte para chegarem onde almejavam.

O sexo está presente na trama, muito presente. A autora não foca no hot, o sexo é apenas o plus na narrativa, o que torna esse livro esplêndido é toda a história por trás. Porém, se você não gosta de hot, esta não é uma leitura para você.
Joaquim é o tipo de homem que não é apenas bruto, ele sabe fazer um sexo que transborda amor, ou seja, o combo perfeito. 

"Amava o Joaquim pelo que ele era, não pelo que Teodora queria que ele fosse, e que muitas vezes era só o que as outras pessoas viam ao olhar para ele."

Com algumas reviravoltas, ação e um toque de suspense, Galego é um romance regionalista para ser devorado em horas. Uma história com representatividade, mulheres fortes e personagens que mostram que cor de pele e/ou status sociais não são prioridade. Galego vai muito além de um hot, é uma obra sobre força, decisões e recomeços. Se amei? Mais do que isso, Galego fisgou meu coração!

Beijos da Lice

7 comentários

  1. Depois de ler a sua resenha do livro fiquei bastante curiosa pelo livro, a capa é linda, que bom que você amou o livro, Galego me conquistou bjs.

    ResponderExcluir
  2. Pela tua resenha o livro é bem interessante, tendo vários assuntos abordados e uma narrativa que faz o leitor virar a página com facilidade. Fiquei curiosa com ele.

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Eu adoro o trabalho da autora 🙂 é maravilhoso, gostei da resenha

    ResponderExcluir
  4. É um delicia quando a leitura prende a gente, né? Faz um tempo que isso não acontece comigo hehe.

    ResponderExcluir
  5. Já é meu tipo de leitura favorita, com certeza quero ler também! Valeu pela indicação!

    ResponderExcluir
  6. Oi, gnoma! Já passei da minha fase de hot, mas parece que a história traz muito mais do que isso, não é? Achei bem legal! Bjks

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro mas só de ler sua resenha, já fiquei curiosa, livros que prendem a gente são os melhores e estou mesmo precisando de uma motivação a mais para voltar a ler...
    Beijos!!
    https://bel-somostaojovens.blogspot.com/

    ResponderExcluir