[Resenha] Depois - Stephen King

Olá amores, tudo bem?

Hoje é dia de trazer para vocês mais uma resenha do Stephen King. Solicitei esse livro no NetGalley da Companhia das Letras e foi uma obra que devorei.

Depois
Autor: Stephen King
Páginas: 296
Editora: Suma
Onde comprar: Amazon
Nota:  
*E-book cedido em parceria com a editora pelo NetGalley
SINOPSE: 
James Conklin não é uma criança comum: ele vê gente morta. Com que frequência? Jamie não sabe bem; afinal, os mortos em geral se parecem muito com os vivos. Exceto pelo fato de que eles ficam para sempre nas roupas em que morreram, e são incapazes de mentir.
Sua mãe implora para que ele mantenha essa habilidade em segredo, o que não é problema na maior parte do tempo. Pelo menos até Liz Dutton, a companheira de sua mãe e detetive do Departamento de Polícia de Nova York, aparecer na saída da escola e anunciar que precisa de ajuda.
É assim que Jamie embarca em uma corrida para desvendar o último segredo de um falecido terrorista, e começa a jornada mais assustadora de sua vida.
James Conklin é uma criança que vê gente morta. O garoto sempre as viu e algumas vezes não consegue distinguir quem é real ou quem está morto.
Ele mora com a mãe, Thia, que trabalha como agente literária, e levam uma vida relativamente boa. Mas quando a mãe perde quase todo o dinheiro da família e o único autor que lhe rendia algo acaba falecendo sem escrever o último livro de uma série famosa, ela vai precisar do dom (ou da maldição) de Jamie.

"Acho que as pessoas que dizem que a vida é feita das escolhas que fazemos e das estradas que tomamos estão falando merda."

É assim que James vai junto com a mãe e a namorada dela, Liz, que é uma detetive da polícia, até a casa do falecido, para o homem contar o que aconteceria no desfecho da sua série. Como pessoas mortas são incapazes de mentir, James consegue a história para que sua mãe possa escrevê-la e eles se estabilizarem financeiramente novamente.

"Gente morta é igual a gente viva, só que sempre está usando a mesma roupa de quando morreu."

A partir deste momento, Liz também passa a conhecer o segredo de James. E quando ela precisa conversar com um morto, depois que termina seu relacionamento com a mãe dele, ela vai atrás do garoto.


Essa foi uma leitura bem diferente de tudo que já li do King. Em capítulos curtos e bem-humorados, temos James narrando acontecimentos da sua vida e mostrando como é lidar com o fato de enxergar os mortos. 
No início, ele vai contando coisas bem corriqueiras, mas que servem para fazer o leitor criar empatia e ranço por alguns personagens, para só então chegar à história que James considera aterrorizante.

"Qualquer um que precisa dizer que não sente medo está mentindo."

Me envolvi facilmente com a história, tanto que não consegui parar e devorei de uma única vez. O King é muito sagaz em seus enredos, e mesmo em algo simples ele consegue nos fazer refletir e enxergar um lado do ser humano que é horrível.
Essa obra tem muito sangue, mortes violentas e espíritos, porém está longe de ser assustadora. Considero que seja um livro na dose certa, com a quantidade perfeita de comédia e terror.
Aqui teremos personagens lutando para se manter bem financeiramente, e outros que se perderam por conta de vícios e precisam se reerguer. 

"É possível vencer o diabo uma vez (por providência, coragem, pura sorte ou uma combinação disso tudo), mas não duas vezes."

Esse é um livro ótimo para quem deseja começar a ler King, pois considero zero horripilante. Uma pequena reviravolta ao final foi o ponto alto da narrativa.
Depois é uma leitura fluida, leve, mas que ainda traz em suas linhas a marca registrada de King, que são os enredos bem construídos. Esse é um livro sobre segredos que só são revelados após a morte. Não deixem para depois, leiam logo essa história!

Beijos da Lice

6 comentários

  1. Oi
    Eu adorei a sugestão de livro 🙂 sou uma grande fã do Stephen King, já quero ler

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi Vc poderia me dizer se ainda tem contato com a Erika autora de Fragmentos de uma Concha? queria saber se ela vai terminar o Livro, nao consigo contato com ela desde 2016

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Adorei a resenha e dica! Nunca li nada do King, apesar de sempre ter vontade mas medo também. Agora eu sei por onde começar e não ter tantos problemas, ainda mais que amo reviravoltas perto do fim da leitura. Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    EU tenho um sentimento bem elitista de precisar ler e gostar do autor, mas até então nunca foi um gênero que me atraia, mas lendo sua resenha acredito, assim como você, que esse sim pode ser uma boa porta de entrada para ler King, se vou continuar não sei, mas pretendo olhar esse título com mais atenção.

    Beijos

    ResponderExcluir