[Resenha] Codinome Villanelle - Luke Jennings

Olá amores, tudo bem?

Peguei esse livro no Netgaley da Companhia das Letras e simplesmente o devorei. Uma leitura que te vicia e que me deixou querendo mais.

Codinome Villanelle
Livro I
Autor: Luke Jennings
Páginas: 238
Editora: Suma
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido em parceria pela editora
SINOPSE:Villanelle (um codinome, é claro) é uma das assassinas mais habilidosas do mundo. Uma psicopata hedonista, que ama sua vida de luxo acima de quase qualquer coisa... menos a emoção da caçada. Especializada em matar as pessoas mais ricas e poderosas do mundo, Villanelle é encarregada de aniquilar um influente político russo, e acaba com uma inimiga determinada em seu encalço.
Eve Polastri é uma ex-funcionária do serviço secreto inglês, agora contratada pela agência de segurança nacional para uma tarefa peculiar: identificar e capturar a assassina responsável e aqueles que a contrataram. Apesar de levar uma vida tranquila e comum, Eve possui uma inteligência rápida e aguçada – e aceita a missão.
Assim começa uma perseguição através do globo, cruzando com governos corruptos e poderosas organizações criminosas, para culminar em um confronto do qual nenhuma das duas poderá sair ilesa. Codinome Villanelle é um thriller veloz, sensual e emocionante, que traz uma nova voz à ficção internacional.
Villanelle é uma das melhores assassinas do mundo. Ela usa esse codinome desde que entrou para uma organização secreta, onde comete crimes perfeitos contra pessoas ricas.
A jovem é uma psicopata, que se deleita da sua vida de luxo conquistada graças ao seu trabalho e que curte a emoção que uma boa morte pode lhe causar.

"O mundo não gosta de gente como você, homens ou mulheres que nascem desprovidos de consciência ou da capacidade de sentir culpa."

Quando Villanelle comete mais um de seus assassinatos perfeitos, contra um político russo, ela acaba colocando no seu encalço Eve Polastri, que foi contratada por uma agência de segurança nacional para encontrar Villanelle.

"Sem predadores, gente que consegue pensar o impensável e agir sem medo ou hesitação, o mundo não anda. Você é uma necessidade evolutiva."

É assim que um jogo de gato e rato começa, com Villanelle cometendo seus crimes e Eve tentando encontrar a mulher por trás dos delitos.
Será que Eve conseguirá capturar Villanelle? O que ambas terão de abdicar durante o trajeto?


Este livro conseguiu me prender do início ao fim. Desde os primeiros capítulos temos muita ação, onde acompanharemos Villanelle e seus crimes.
É interessante ver como ela age e como é desprovida de sentimentos. Iremos observar o passado da mulher e entender como foi a infância, adolescência e início da vida adulta, onde foi recrutada. Alguns fatos sobre ela me surpreenderam e servem para construir a personalidade de Villanelle.

Também vamos conhecer a vida de Eve Polastri, que muitas vezes deixa seu casamento de lado para se dedicar totalmente ao trabalho. Com a caçada por Villanelle, Eve vai deixar mais ainda seu marido em segundo plano. Ela é uma mulher extremamente dedicada ao que faz e vai ter motivos pessoais no decorrer da narrativa para encontrar Villanelle.

"Villanelle nunca chegou a sentir nenhuma dessas emoções, mas sabe simular todas."

Perceber os métodos utilizados por Villanelle é interessante, pois acaba nos tirando da nossa zona de conforto e nos fazendo refletir sobre quantas pessoas iguais a ela existem por aí. Algumas atitudes dela durante o enredo me surpreenderam, mesmo eu tendo noção de que ela é desprovida de emoções.

O livro só tem 4 capítulos, que acabam sendo imensos, mas como a escrita do autor é extremamente fluida e viciante, você acaba lendo tudo de uma vez.
O desfecho do livro acabou me deixando frustrada, já que nada é resolvido nesse primeiro volume, o que só me faz ansiar pelo próximo. Preciso saber o que irá acontecer com esses personagens!

"A morte, muito provavelmente, se tornou uma necessidade para ela, e cada homicídio bem-sucedido contribui para comprovar sua própria invencibilidade."

Codinome Villanelle é um thriller acelerado, viciante e de perder o fôlego. Trazendo uma caçada com uma trilha de mortes, vamos nos apegar a esses personagens e confesso que não torcer pela psicopata foi inevitável. Villanelle e Eve Polastri são extremos, e apenas uma delas vai ganhar no fim do jogo. Quem será?

Beijos da Lice

13 comentários

  1. Ótima dica de leitura, vou procurar aqui já!

    ResponderExcluir
  2. Parece ser uma ótima leitura, gosto desse tipo de personagem faz a gente imaginar ou até mesmo entender como é possível pessoas não sentirem remorso depois de cometer um crime ...

    ResponderExcluir
  3. Sou uma apaixonada por livros de suspense e romances policiais então esse título me atraiu logo de cara.Essa leitura deve ser daquelas que não conseguimos abandonar até que chegue a última página,adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Eita que eu não sabia que era uma série, por isso agora vou ficar a espera dos próximos para iniciar. Aliás, estou até querendo ver a adaptação primeiro, porém vou depender de n fatores. Adorei a resenha e saber a sua opinião sobre. Fiquei curiosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Eu adorei a sugestão de livro é bem interessante 🙂

    ResponderExcluir
  6. Oiii,
    Eu gosto bastante de livros de suspense, esse não ficou de fora, parece ser ótimo!, parece um livro empolgante de ler, e essa do desfecho é justamente pra deixar a gente mais curiosa pro próximo rrsrs

    ResponderExcluir
  7. Mulher, que resenha!! Meus dedinhos já estão cocando para ter este livro nas mãos! Gostei da forma como você apresentou a personagem. Ela parece ser mesmo interessante! Valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  8. Ja adorei a sua resenha e ja fiquei curiosa para ler. Parece ser bem interessante

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Gente o que é esse enredo? Vi a divulgação da série mas não tinha ideia que a história era assim tão interessante. Conforme fui lendo sua resenha percebi mesmo que a história é bem dinâmica e nos envolve. Lembra bastante Missão Impossível e A identidade Bourne principalmente pelo envolvimento russo, governo, corrida contra o tempo e muitos segredos. Dá para entender porque quiseram adaptá-lo. Fiquei bem curiosa. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Não sabia que esse livro tinha inspirado Killing Eve. Parece ser um livro bem bacana, portanto. Abraços e parabéns pelo post, está muito legal

    Fábio M.

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Depois que assisti a série e descobri que tinha o livro, não vejo a hora de ler. Adorei a resenha.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Parece ser interessante esse livro bem suspense ... adorei a resenha... bjs e sucesso!

    ResponderExcluir
  13. Estava procurando a leitura , nessa pegada . Ótima dica.

    ResponderExcluir