[Resenha] Tudo o que eu nunca vivi - Andreia Nascimento

Olá amores,

Como falei mais cedo, agora vocês vão conhecer a segunda história da série Valentine's. Espero que gostem de conhecer o Tiago e a Cristina!

Tudo o que eu nunca vivi
Valentine's, Livro II
Autora: Andreia Nascimento
Páginas: 59
Onde comprar: Amazon
Nota
*E-book cedido pela autora
 Pode ser lido independente
SINOPSE: Tiago não acredita no Dia dos Namorados, tanto que passaria a noite sozinho no seu estúdio de tatuagem. Ao encontrar uma mulher no bar em que foi comprar comida, tudo muda. Cristina e Tiago vão embarcar na noite mais romântica do ano como se fossem um casal apaixonado, e ela está determinada a mostrar para ele como está errado sobre este dia.


Tiago é um tatuador apaixonado por sua profissão. Ele não acredita na cultura de Dia dos Namorados, então quando a sua irmã pede seu apartamento emprestado para esse fatídico dia, os planos dele se resumem a pedir comida no pub que fica embaixo da sua casa e ficar em seu estúdio arrumando umas papeladas.
"Esse dia nunca mais será o mesmo, Tiago. Você não vai precisar de tatuagem alguma para lembrá-lo."
Porém, os planos de Tiago mudam quando ele encontra Cristina no pub. A jovem lhe questiona quando ele está comentando sobre a data comemorativa com o barman e disso acaba surgindo um convite. Tiago desafia Cristina a lhe provar que está errado.

Sendo assim, os dois vão embarcar na noite de Dia dos Namorados como um casal apaixonado e descobrir o que há por trás dessa data...


Essa noveleta me conquistou desde a primeira linha, porque amei a proposta dos dois personagens se conhecerem durante a noite mais romântica do ano e viverem momentos como se fossem apaixonados.
Tiago não é cético em relação ao amor, ele apenas acha o Dia dos Namorados uma data capitalista, onde as pessoas fazem loucuras que podem se arrepender futuramente.
"Começo a considerar que não sairei dessa noite vivo. Se sair, provavelmente vou perder algo, além da capacidade de me relacionar no futuro."
Os planos de Tiago não envolviam Cristina, então ele vai se surpreender com o que propõe a mulher, algo que nunca chegou a cogitar. 
Cris, por sua vez, iria passar o Dia dos Namorados no pub por ter sido traída um tempo atrás pelo namorado com uma amiga, então o que ela menos esperava era ter uma noite "romântica". 

Durante a noite, Tiago vai ser conduzido por Cris para lugares que ela considera fazerem parte de uma experiência perfeita para a data. A cada novo lugar as surpresas vão aumentando e Tiago vai descobrir que a data pode ser mais mágica do que cogitava. E Cristina é, definitivamente, uma mulher que ele jamais imaginaria.
"Talvez estar apaixonado é não ter medo de se sentir ridículo numa situação como essa, é escutar da garota que quer tatuar um machado, é acreditar que estará tudo bem."
A química existente entre os dois é latente. Cris e Tiago vão passar por diversas situações, que incluem momentos tensos, de humor e de atração. Descobrir mais sobre a vida deles, principalmente a dela, se torna um deleite.
É bacana como os dois embarcam de verdade nessa experiência, deixando de lado seus receios e o fato de tudo ser uma grande loucura.

Narrado pelo Tiago, o enredo vai sendo construído para um final que nos faz suspirar. Com a personalidade bem construída desses personagens, isso não poderia ser diferente. A Andreia conseguiu trazer um quentinho para o coração do leitor.
"Nós nos seguramos no looping de números, como se cada dia fosse uma maldita data especial."
Tudo o que eu nunca vivi é uma noveleta deliciosa, bem escrita e com muito romance. Com esse casal vamos embarcar em uma loucura e aprender que nem só o 12 é especial. Às vezes o 13 e 14 podem ser ainda mais... Um romance perfeito para o dia mais romântico do ano!

Beijos da Lice

5 comentários

  1. Ainda acho o dia dos namorados uma data capitalista, mas quando se está namorando ela se torna a favorita, não vou mentir!
    O romance me chamou atenção vou procurar para ler, por ser tão curtinho vale a pena. Amei a resenha!

    Visite meu blog: www.meloleticia.com.br


    Me siga nas redes sociais:
    Instagram
    Facebook
    Pinterest
    Youtube

    ResponderExcluir
  2. Concordo um pouco com Tiago, também acho que o Dia dos Namorados é uma data capitalista, é uma data para lembrar ... A história tem uma narrativa maravilhosa, um enredo encantador e envolvente, adoro esse tipo de leitura. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  3. Terminei de ler a resenha e fiquei querendo mais. Eu concordo com Tiago, também não tenho o hábito de comemorar essa data comercial com meu par acredito que a união de um casal é bem mais que isso. Amei a resenha preciso ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. A série Valentine's é maravilhosa ainda mais em época dos pombinhos. Como o segundo livro penso que seria muito interessante adquirir toda a serie e presentear quem mais ama no dia 12.
    Apesar desta data ser algo que custa um determinado preço maa partindo do seu valor ate que compensa.
    Ótima dica represente..

    ResponderExcluir
  5. O dia dos namorados é uma data capitalista, mas é uma celebração apenas entre o casal, não há tempo para almoçar com a família, mas é importanteque o casal não gaste muito dinheiro.

    ResponderExcluir