[Resenha] Três Vezes Ele - F. Locks

Olá amores, tudo bem?

Essa semana li a obra da Francine e foi amor a primeira lida. Três Vezes Ele é o segundo livro da Trilogia Irmãos Jackson e foi melhor que o primeiro livro. Espero que gostem de conhecer essa belezura!

Três Vezes Ele
Trilogia Irmãos Jackson, Livro II
Autora: F. Locks
Páginas: 400
Editora: Réserver
Onde comprar: Amazon / Réserver Editora 
Nota: 
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Tracy Allen é capaz de fazer cálculos exatos, mas um cálculo no qual é incapaz de obter uma resposta precisa é a quantidade de vezes em que Tyson Jackson arruinou sua vida. A trégua entre eles é anunciada com um pedido vindo de Ty e, para a surpresa dela, não envolve sexo; aulas de cálculo para tentar recuperar sua nota ruim e livrar seu traseiro de reprovar em uma matéria, por aulas de direção, a realização de um sonho proibido para ela.
Ele é um Jackson. Sua paciência é mínima, tudo nele é sexual e estarem dentro de um carro por um hora quase todos os dias é capaz de fazê-la perder o ar e, de repente, eles estão passando mais tempo juntos do que gostaria de admitir. A atração entre os dois é inevitável e mesmo que passem a maior parte do tempo brigando, não podem desconsiderar o fato de que arrumam pretextos para estarem se tocando o tempo inteiro.
Um clichê se tivesse um final feliz, mas eles não têm. Suas vidas são diferentes demais, estão indo para faculdades diferentes e Tyson está prestes a surtar ao descobrir os segredos no qual sua família estava afundada. Agora ele precisa proteger seu irmão gêmeo de algo que pode ser capaz de arruiná-lo.
Tracy Allen é a típica garota nerd do colégio que não ver a hora de ir para Yale, sua faculdade dos sonhos. Os pais dela são totalmente intransigentes e não permitem que a garota saia para festas, sua vida se resume a viver com a cara nos livros.
Mas a amizade com Kyra mudou um pouco as coisas para Tracy. Kyra é influente no colégio e melhor amiga dos irmãos Jackson, os gêmeos que levam uma vida desregrada.
"Ty não sente nada por ninguém."
Tyson Jackson é o problema de Tray. O garoto já inventou mil boatos sobre ela para o colégio, inclusive que ela possui DTS's, sendo que a jovem é virgem.
Sendo assim, os dois vivem em uma "briga" eterna, com ele provocando-a constantemente e ela tentando ignorá-lo e nutrindo um ódio pelo Jackson.

Porém, as coisas mudam quando os dois acabam ficando mais próximos depois de uma proposta de Ty. Ela o ajuda com uma matéria que ele está indo mal e em troca ele a ensina a dirigir. 
E com esse convívio ela vai conhecer outra faceta de Ty. Tyson sofre com a perda da mãe e tenta afastar todos da sua vida, como uma forma de se proteger e proteger as pessoas. A única pessoa que ele aparentemente se importa é seu irmão, TJ.
"Às vezes meias verdades doem mais do que mentiras inteiras."
A atração entre Tracy e Tyson não demora a aparecer e ela vai causar um incêndio em cada um deles. Os dois precisam lidar com seus problemas pessoais, com a mudança de Tracy em pouco tempo para a faculdade e com o temperamento de Ty. Teria alguma chance de um romance entre eles vingar?


Esse é um romance que me conquistou de cara pelas personalidades dos personagens. Tracy enfrenta problemas com seus pais, que não fazem questão de serem carinhosos ou compreensivos, ela vive em meio a um casamento de mentira. O maior sonho dela é passar para Yale e abandonar sua cidade o quanto antes. Além disso, a jovem não tem nenhum amigo fora Kyra, o que a faz se sentir desajustada muitas vezes.

Tyson, por sua vez, também lida com seus problemas familiares. A morte de sua mãe acabou abalando-o profundamente, além de ter destruído TJ. O pai dele não para em casa e isso é outro agravante na vida dos gêmeos. Ele se esconde de todos através de uma personalidade fútil, que aparentemente só está interessada em bebidas, drogas e sexo. Essa é a forma que ele encontrou de se privar de sentir e consequentemente de sofrer.
"Me sinto drogada, ele é como uma maldira droga, estou viciada, mas não há tratamento para ele."
É notável o quanto há uma atração latente entre Ty e Tray. Os dois parecem ímãs conectados, que apesar de tentar se repulsarem, apenas se grudam mais.
O fato deles serem tão diferentes e possuírem planos divergentes em relação ao futuro, nos faz questionar se essa seria uma relação fadada ao fracasso desde o início. Mas a Tray não se permite abaixar a cabeça para o Ty. Inclusive quando ele tem falas machistas, ela o coloca no lugar dele, reafirmando que é a única que pode mandar em si e nas suas ações. Isso é lindo de ver!

No primeiro livro da trilogia, Três Vezes Você, vimos que a relação de Tray e Ty é péssima, então voltar no passado e ver como as coisas entre eles aconteceram é muito interessante. 
A Francine fez 90% do livro passar na fase do fim do ensino médio, então vamos ver como eles se aproximaram e o que fez eles chegarem ao ponto de se "odiarem".
"Não estou morrendo agora, mas sei que estou sozinho porque sou problemático o suficiente para afastar todos que se importam comigo."
Todos os acontecimentos do livro foram bem colocados. Gostei do motivo que levou Tray e Ty ao embate, pois é algo compreensível de ambos os lados e mostra como a falta de diálogo e omissão de fatos foi a grande questão dos dois.
Narrado em sua maioria pela Tracy, foi ótimo embarcar em uma cabecinha tão inteligente, mas que não sabia lidar com suas próprias emoções. A evolução dela é bem bacana, já que ela vai começar a se impor até em relação aos seus pais. Já os capítulos do Ty nos permite entrar em toda a sua devastação, que não é pequena.

Um dos pontos que mais gostei foi as relações humanas entre os personagens. Ty está disposto a abrir mão de muitas coisas na sua vida pelo TJ, e por esse motivo viveu sufocado por muito tempo, guardando um segredo que lhe destruía aos poucos. As amizades são um ponto crucial dentro do enredo.
"Somos tão fodidos e estranhos e ainda assim tão perfeitos um para o outro."
Três Vezes Ele mostra como duas pessoas tão diferentes podem ser tudo uma para a outra. Um livro delicioso, bem escrito e letal, que consegue desmascarar emoções profundas e trazer mágoas, desilusão e amor no mesmo nível. Uma relação conturbada, mas que traz duas pessoas feridas pela vida e que almejam um futuro distinto. Se eu pudesse escolher, com certeza escolheria três vezes esse livro e esse casal... Tray e Ty não são perfeitos, mas um casal é feito de imperfeições e disposição para tentar...

Beijos da Lice

7 comentários

  1. Oi Alice! Recebi esse livro mas ainda não pude fazer a leitura, porém pretendo. Eu gostei muito do Max do primeiro, e a F. Locks tem uma escrita incrível! Então lerei o quanto antes!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O livro possui uma leitura bem gostosa, o casal são bem fofo, mais são marcado pela vida, mais com condição de serem felizes, é um livro que vale a pena ler, gostei muito de conhecer o livro do autor F. Locks bjs.

    ResponderExcluir
  3. oi!
    Eu adorei a sugestão :D a historia é bem interessante, não conhecia o trabalho do autor... Ja coloquei na lista de leitura.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Ih que essa história é daquelas né? Eu já senti o clima pela snopse que é aquele tipo de livro que prende a gente! Eu queria ser boa em contas assim rs beijão!

    ResponderExcluir
  5. Querida não conhecia a obra da Francine, não li ainda, mas com certeza vou ler, pelo que li na sua resenha, obrigada pela sugestão, este livro vale apenas ler! beijinhosssssssss

    ResponderExcluir
  6. Nossa que interessante esse livro, louca para ler, duas pessoas completamente opostas uma da outra que se atrai e descobre que mesmo sendo diferente todo mundo tem seus problemas familiares.. showww. Amei a resenha! .bjs e sucesso!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro, mas pela a sua resenha me despertou o interesse de conhecer a obra da autora. Já anotei o nome do livro para procurar depois e iniciar a leitura!

    ResponderExcluir