[Resenha] A Fortaleza: Colonização - Day Fernandes

Olá amores, tudo bem?

Hoje venho trazer a resenha do Tomo II de A Fortaleza. Ano passado resenhei o primeiro volume e então chegou o momento de falar sobre o segundo com vocês. Apenas leiam essa duologia!

A Fortaleza: Colonização
Tomo II
Autora: Day Fernandes
Páginas: 296
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Camille e a resistência enfrentaram a morte mais vezes do que podem contar. Entretanto, graças ao Gênesis e à tomada da Cidade dos Escolhidos, os dias de sombra e medo estão prestes a chegar ao fim. Junto a Adam, Will e Sarah, a Capitã se aliou ao antigo exército Sentinela e assumiu o comando da Fortaleza n° 7 mediante o Conselho de Sobrevivência. Sua nova missão: cuidar dos tripulantes até que todos cheguem ao novo lar. O destino é Tellus, planeta-gêmeo da Terra, e apesar das poucas informações sobre o corpo celeste, ele é a última esperança da raça humana. Agora, rumo à tão sonhada liberdade, os rebeldes acreditam que finalmente estarão a salvo da escuridão. Mal sabem eles que sua chegada já é esperada...
Depois dos acontecimentos finais de A Fortaleza: Mundo Sombrio, onde Camille, Adam, Sarah, Eleonor, Will e Hans, deixaram a Fortaleza nº7 e embarcaram para o planeta Tellus, as coisas não deram tão certo. 
No meio do pouso, todos desmaiaram e apenas Camille permaneceu mais tempo consciente, enquanto a carcaça da aeronave se desfazia por completo.
"Haviam enfrentado uma vida inteira de desafios, desde sua infância. Cada um deles passara por situações extremas de dor e sofrimento, cada um deles perdera algo para a Fortaleza. Talvez esse fosse o preço a se pagar pela verdade."
Os sobreviventes da Fortaleza nº7 caíram em lugares separados no novo planeta e precisavam se juntar o quanto antes, mas uma tempestade estava prestes a cair, o que os impedia de se encontrarem.
Quando estava procurando um local para se amparar da tempestade, Camille acabou se deparando com uma garota chamada Alana, que a chamou para uma caverna. Só que Alana teve que apagar a Capitã por um tempo...

Do outro lado, Adam, Sarah e Eleonor, esperaram a tempestade cessar para ir em busca da Capitã. Só que ao chegarem a caverna, apenas o canivete da sorte de Camille estava no local. Os três acabaram encontrando um túnel e ativando o Sistema Antares, que acabou causando um terremoto no novo planeta.
Enquanto isso, Camille acordava no local onde Alana dividia com seu irmão, Mikail. Eles estavam tentando explicar a Camille que não eram os vilões, quando precisaram fugir por conta do terremoto. 
Já Will, Cyrus e Hans estavam na floresta, e Hans acabou se machucando gravemente na queda da aeronave. Will e Cyrus estavam tentando mantê-lo vivo, apesar da falta de suprimentos para isso.
"Os malditos continuavam jogando, ela ainda era apenas um rato de laboratório."
Tellus não era nada do que os rebeldes imaginaram, e no novo planeta, mais uma vez, eles terão que sobreviver. Os inimigos agora são os Colonizadores, mas quem são eles de verdade? Quais são os segredos de Tellus?


Que livro meus amigos, que livro! Terminei essa leitura completamente estática, sem saber o que fazer depois de ler os acontecimentos finais.
A Day construiu uma duologia com tantos temas importantes, que é quase impossível analisar todos como deveríamos. 

Os rebeldes acharam que Tellus seria sua oportunidade de recomeço, mas irão lidar com uma nova realidade, que consegue ser ainda mais cruel.
Mais uma vez vamos ver como o desejo de uma minoria foi colocado a frente da maioria e isso nos traz uma sensação de impotência.
"Feridas de batalha são necessárias se quiser vencer a guerra."
Além dos personagens conhecidos no primeiro volume, novos personagens foram inseridos e a autora fez isso muito bem, colocando personalidades bem marcadas em cada um deles. Os arcos de todos os personagens foram bem fechados.
Alana e Mikail são da Fortaleza nº3 e os rebeldes vão descobrir que as Fortalezas estavam repletas de segredos, assim como a real missão deles ao serem submetidos a tantos desafios na Fortaleza nº7.
Adam ainda continua com seu problema de memória, mas vai tendo alguns flashs durante a narrativa, que vão explicando seu passado e os pontos cegos em relação a criação das Fortalezas. Já Camille permanece com a sua garra e sendo a Capitã que orgulha os leitores com suas ações.

Os papéis femininos nesta duologia são simplesmente espetaculares. A autora trouxe um empoderamento feminino de forma consciente e que não é focado apenas em Camille, mas em todas as mulheres desta história. Camille se destaca por ser a protagonista e por ser uma líder nata, ela é uma verdadeira heroína.
"O ser humano sempre foi cruel, ganancioso, enganador. Sempre desejando mais do que podia ter, tanto uns dos outros quanto da natureza. Do próprio Universo."
Misturando a distopia com um pouco de ficção científica, o enredo da Day é repleto de informações preciosas e algumas críticas sociais importantes. A principal delas é em relação a um governo que faz das pessoas marionetes, usando-as ao seu favor e benefício próprio. Os segredos escondidos em Tellus são escuros e nos causam ânsia, nem tudo é o que parece e nem todos os acontecimentos foram verídicos. 

Durante a história fiquei vidrada nas páginas e chorei algumas vezes por conta de alguns acontecimentos específicos, que sinceramente não digeri muito bem. A Day escreveu essa história sem dó e piedade, o objetivo era estraçalhar os corações dos leitores, tenho certeza, e ela fez isso muitíssimo bem.

Todos os pontos vão se interligando e ao final tudo faz sentido. É impossível não ficar de boca aberta com o desfecho que a Day deu para essa história, no fim não tinha como termos algo diferente do apresentado. As últimas páginas me fizeram surtar de nervoso, gritar pela sequência de acontecimentos e chorar copiosamente. Aceito um spin-off desses personagens, ok?! haha
"Parou de processar e registrar tudo no instante em que ela percebeu que, no fundo, a liberdade nunca passara de uma ilusão tola. Ela jamais se livraria da culpa. Dos pesadelos. Do remorso. Da escuridão. Da morte."
Narrado em terceira pessoa, A Fortaleza: Colonização é uma história repleta de reviravoltas. Os plots twists foram escritos com maestria, nos deixando com uma palpitação forte e satisfeitos com as explicações dadas ao final da obra. Camille e os rebeldes vão passar por uma jornada árdua, carregada de ação, aventura, mortes e perdas. Os Colonizadores são os novos inimigos, seriam os rebeldes capazes de sobreviver ao final? 

Beijos da Lice

7 comentários

  1. Eu simplesmente amo livro que nos deixam sem saber o que fazer depois de terminarmos de lê-los! É assim que é bom ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice!
    Mais um indicação de tirar o fôlego só lendo a resenha! Tô passando mal já! srsr minha listinha só cresce! Amei sua resenha está empolgante do início ao fim! E confesso, se eu não estivesse com umas leituras já planejadas, passava este na frente rapidinho! srsr

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. oi!
    Eu adorei a dica :D o livro é bem interessante, ainda não li nada da Day Fernandes...

    ResponderExcluir
  4. Esses livros que mexem com a gente são os melhores. As citações são intrigantes. Já coloquei na minha lista do Kindle Unlimited para ler assim que terminar o que estou lendo agora. Ansiosa para conhecer o trabalho dessa autora.

    Beijos Kiss,
    Blog Garotas Imparáveis | garotasimparaveis.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Alice, tudo bem? Que enredo mais dinâmico. Pela leitura dá para perceber o quão cheio de aventura é a história. As aventuras, os desafios, além do desconhecido me fez lembrar bastante da série Colony. Nela também há a resistência e eles lutam desde o início da história, porém vai ficando mais nítido seu papel conforme o enredo evolui. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  6. Uma história assim ,cheia de reviravolta nos prende completamente do início ao fim da leitura, ótima dica.

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua resenha do segundo livro, confesso que esses livros estão parados na minha TBR tem muito tempo, eu preciso parar de enrolar e ler eles, principalmente depois do anuncio do segundo livro, eu fiquei bastante empolgada com tudo! Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir