[Resenha] Eu Te Desafio - Bárbara Negrão

Olá amores, tudo bem?

Hoje vou apresentar a vocês um livro com personagens com um passado marcante e doloroso. O final desse obra me levou às lágrimas, espero que gostem de conhecer!

Eu Te Desafio
Autora: Bárbara Negrão
Páginas: 414
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Nina é uma garota que aos treze anos passou por situações que nenhuma menina deveria ter que passar. Agora aos vinte, ela é mais madura do que muitas outras de sua idade, parte disso se deve por ela ter a responsabilidade de cuidar de sua irmã mais nova e doente, já que seus pais faleceram quando ela era apenas uma criança.
Sem ajuda e com o dinheiro acabando, Nina é obrigada a trancar a faculdade e a arrumar um emprego na Delirium – a Casa noturna mais famosa da cidade. Lá, é onde ela conhece o intrigante Alec e faz novas amizades. E quando ela pensa que sua vida vai finalmente começar a entrar nos eixos, tudo se torna ainda mais complexo. Segredos serão revelados quando o passado finalmente bater a sua porta.
Nina descobriu que estava sendo traída por seu namorado, Lucas, no dia da despedida da sua amiga e colega de apartamento, Mel. A despedida de Mel estava ocorrendo na Delirium, uma casa noturna badalada. Para fugir de Lucas, Nina acabou beijando um desconhecido na boate, algo inimaginável para ela. O desconhecido se tratava de Alec.

A jovem de 20 anos passou por um grande trauma aos 13 anos e por isso não consegue deixar ser tocada por um homem. Por isso, Nina ainda é virgem, o que teria feito seu namorado procurar outra.
Nina tinha muitas outras preocupações para lidar além de seu trauma: sua irmã tinha uma doença rara e estava internada na UTI e o dinheiro deixado pelos pais mortos estava acabando. E agora ela não teria onde morar, já que iria se mudar para o apartamento de Lucas depois da despedida de Mel.
"Ela chegou como um furacão e, em menos de vinte e quatro horas, conseguiu bagunçar minha vida cheia de regras e restrições."
Na casa noturna, Nina conheceu Dot, uma das funcionárias, que acabou lhe confidenciando que as dançarinas ganhavam ótimas gorjetas, perguntando se ela não estava interessada no trabalho. Apesar de estar precisando muito de um emprego, Nina não se sentia a vontade para tal coisa. 
Depois do encontro com Dot, tudo se transformou em um borrão para Nina, que acordou em uma casa desconhecida.

Quando foi buscar seu carro no clube no dia seguinte, ela acabou encontrando Dot novamente, que a convenceu a fazer uma entrevista com o gerente do local, Hoover. Só que para a surpresa de Nina, o gerente se tratava de Alec, o homem que tinha beijado na noite anterior e que posteriormente descobriu ter dormido na casa dele. Mesmo relutante no início, Alec Hoover acabou contratando-a.
"Nenhuma história é mais ou menos importante, Nina. Só sabemos o quão ruim é porque estamos vivendo ela."
Assim, a vida de Nina começa a mudar. Ela vai ganhar novos amigos, vai ter um emprego para ajudar com as dívidas do hospital da irmã e vai começar a se envolver com Alec. Só que Alec também guarda segredos e um passado perturbador. Esse relacionamento poderia dar certo?


Essa é uma obra com personagens quebrados por seu passado. Tanto Nina como Alec guardam marcas profundas. Ela foi dilacerada, teve suas esperanças tiradas. Já ele se afundou e está recomeçando.
Foi interessante ver um relacionamento entre esses dois ser iniciado, principalmente por conta da aversão de Nina ao toque de um homem. Alec vai dar o espaço e o tempo necessário para Nina.
"Eu já era problemática, se me relacionasse com alguém tão problemático quanto eu, a probabilidade de dar errado com certeza era gigantesca."
Nina é uma garota forte, que tenta se reerguer e luta por sua irmã, para mantê-la viva. O emprego na boate foi aceito por causa da grana, mas ela vai descobrir a paixão pela dança. Logo, Nina vai estar chamando a atenção de todos.
Uma coisa que gostei é que ela não vai ceder a Alec em relação ao seu ciúme, ela vai se impor e deixar claro que o emprego dela e a relação deles estão em lados paralelos.

Alec é um personagem que vamos conhecendo aos poucos. Ele divide apartamento com Abi, a coreógrafa da Delirium e tem um passado com ela. Alec é um homem fechado, mas vai mudando depois de Nina aparecer no seu caminho.
Os demais personagens são bem explorados para a narrativa, contribuindo para o contexto e cenas, além de terem um passado bem marcado.
"Lidar com sentimentos novos é complicado para quem tem um passado de relacionamentos fracassados, traições e decepções. Confiar de novo é difícil."
Não posso conversar abertamente sobre o passado de Nina e Alec, pois seriam spoilers que acabaria interferindo na leitura. Porém, os temas abordados são de suma importância, pois são delicados e um deles foi destrinchado de forma consciente, trazendo algumas informações válidas. 

A escrita da Bárbara é fluída, prendendo o leitor em sua obra com sagacidade. Ela foi inteligente ao fazer todos os pontos da história se interligarem, dando sentido para cada parte da obra.
Os últimos capítulos me fizeram derramar muitas lágrimas, pois uma cena em particular é muito forte e pode acabar despertando gatilhos. O desfecho não poderia ser de outra forma, o título do livro fez sentido e deixou um quentinho gostoso no meu coração.
"Ele me usou de tantas formas e mexeu com minha cabeça e com meus nervos de tantas maneiras que me quebrou em vários pedaços."
Eu te desafio é uma história com personagens marcados por um passado trágico e doloroso. Nina está começando a voar e Alec quer ser seu suporte para todos os momentos. Ambos vão passar por momentos difíceis, vão esconder segredos e vão se quebrar com as revelações. O desafio foi lançado e agora é preciso provar que se está apto para ganhá-lo...

Beijos da Lice

3 comentários

  1. Olá Alice!
    Vejo que temos uma história e tanto por aqui hein! Interessante a força de vontade dessa personagem. Estar pronta para mudanças e seguir firme é uma das maiores forças da vida! Fiquei curiosa para conhecer mais sobre ela e este passado que você deixou misterioso! =D

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. oi!
    Eu adorei a resenha e gosto muito da forma que a Bárbara Negrão escreve, a historia é bem interessante..

    ResponderExcluir
  3. Não li o livro, mas pela sua resenha fico refletindo como o passado pode ser grande responsável por nossos atos no presente, independente se positivos ou negativos.

    ResponderExcluir