[Resenha] Bella Megera - A. C. Nunes

Olá amores, tudo bem?

Acabou de sair na Amazon o novo lançamento da A. C. Nunes e já fui correndo ler. Devorei a obra em algumas horas e ao final fiquei querendo mais desses personagens. Um amor de livro!

Bella Megera
Série Encantados, Livro I
Autora: A. C. Nunes
Páginas: 129
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido pela autora em parceria
SINOPSE: Proveniente de uma família dona de uma pequena rede de livrarias, Sébastien Leroy se depara com o desespero do padrasto prestes a falir e a perder a casa onde moram após uma grave crise no mercado editorial que abalou os negócios. Ameaçados de terem o imóvel tomado por atraso nos pagamentos, ele arrisca uma jogada ousada: ir falar com Bella Martins, a presidente fria e inflexível da instituição que fez o financiamento e tentar qualquer acordo que evite a ordem de despejo.
Apesar de uma primeira recusa, ela volta atrás ao notar que precisa dele para concretizar um negócio e lhe faz uma proposta: fingir que é seu noivo pelas próximas semanas e ajudá-la a fechar o contrato em troca do perdão da dívida do seu padrasto.
Não vendo outra saída, ele aceita a oferta. Enquanto fingem o noivado, Sébastien vai descobrir que por trás da postura arrogante e fria de Bella existe uma mulher ferida e encantadora na mesma medida.
Sébastien Leroy é um francês que se mudou para o Brasil aos 15 anos, quando sua mãe se casou com um brasileiro. Logo a família abriu uma pequena rede de livrarias e depois da morte da mãe, Sébastien passou a gerenciar o negócio junto com o padrasto, Matias.
Mestre em literatura, Sébastien tem uma paixaõ pelos livros e ama o seu trabalho.

Quando a notícia de que seu padrasto está prestes a falir e de que o imóvel onde moram será tomado chega para Sébastien, ele tenta procurar alguma saída. 
Ele vai atrás da única que pode ajudar: Bella Martins, a presidente da CredMartin.
"Colocar um aficionado por literatura para trabalhar em uma livraria é como empregar um alcoólico em um bar."
Bella Martins é a CEO das empresas da família, sendo apelidada pelos seus funcionários de Bella Megera. A mulher é intransigível e fria, causando medo em todos ao seu redor.
Ela nega de pronto o pedido de Sébastien, que sai do local desolado. Porém, alguns dias depois ele recebe uma ligação informando que Bella quer lhe fazer uma proposta. 

A proposta de Bella é a seguinte: Sébastien precisa fingir que é seu noivo por algumas semanas para ajudá-la a fechar um negócio com uma francesa, e em troca ela perdoará a dívida do seu padrasto.
Sem ter outra opção, Sébastien acaba aceitando, e terá que passar alguns dias ao lado de uma mulher fria e egoísta.

Como Sébastien irá lidar com Bella?


Bella Megera é uma releitura invertida e contemporânea de A Bela e a Fera e cumpre perfeitamente bem o seu propósito.
Nessa história teremos o Sébastien como um personagem incrível, sendo bondoso e solícito; e a Bella como uma mulher amargurada e fria, por causa do seu passado. 
"Ela é uma mulher em um meio majoritariamente masculino. Talvez ser austera dessa maneira seja sua forma de se impor perante os outros e não deixar que a subjuguem."
Sébastien conquista o leitor no primeiro parágrafo com seu amor pelos livros, é impossível não soltar longos suspiros por esse homem.
Já a Bella vai sendo apresentada aos poucos e vamos percebendo o quanto ela tem algumas mágoas do passado que corroboram para ela ser uma mulher tão rígida. 

Os personagens secundários também tiveram a sua importância. A empregada da Bella, Mily, teve um passado bem colocado e que faz sentido para a trama. E Gastão, um sócio minoritário da empresa de Bella, vai conseguir conquistar a nossa raiva e desprezo. 
"Por trás daquela mulher inflexível que conheci dias atrás tem sim uma pessoa melhor, cativante e encantadora."
Trazendo temas atuais na narrativa, a Amanda abordou a questão da viralização de vídeos na internet e de como tal impacto pode manchar a imagem de uma empresa. Além de trazer à tona a recém confusão envolvendo o presidente do Brasil, onde o mesmo fez comentários deploráveis sobre a esposa do presidente da França. 
A questão do machismo dentro das organizações também foi bem colocado. Bella sofreu preconceito do próprio pai, que não a queria na presidência por ser mulher. Ela teve que mostrar o seu valor para ser aceita. 

O romance foi desenvolvido no momento certo e esses personagens foram quebrando as próprias barreiras. Os dois não são tão jovens, por isso mesmo são decididos e já sabem o que desejam, o que traz um envolvimento de certa forma mais maduro.
"Nem sei por que considerei por um segundo sequer que essa mulher pudesse ter um coração. Claramente ela não tem."
Narrado pelo Sébastien, Bella Megera nos apresenta um enredo onde os papéis tão conhecidos estão trocados. A convivência de Sébastien e Bella vai mostrar um outro lado da megera, que já passou por situações desafiadoras ao longo da vida. Um romance na dose certa, com um casal que vai se conhecendo e descobrindo mais do outro através de uma farsa. Poderia a Bella Megera se transformar em uma Doce Bella?

Beijos da Lice

3 comentários

  1. Oi Alice! Curti demais esta resenha! Parece uma história leve e com temas bem relevantes para uma boa reflexão. Fiquei curiosa para saber o que acontece ao longo da história! Vou procurar o livro para ler! =D

    ResponderExcluir
  2. Amo uma história que te prende assim e tras alguns conteúdos pra discussões! Sua resenha está maravilhosa, fiquei curioso pra conhecer essa história

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Uau! Super amei conhecer um pouquinho do livro e a história em si.
    È uma ótima sugestão pra quem realmente gosta de livros assim...
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    ResponderExcluir