[Resenha] A Fuga da Princesa - Cinthia Basso

Olá leitores, tudo bem?

Ler um livro da Cinthia é sempre uma delícia, pois ela consegue me prender em seu enredo e com A Fuga da Princesa não foi diferente! Mais um livro maravilhoso dela!

A Fuga da Princesa
Duologia Inimigos Reais, Livro I
Autora: Cinthia Basso
Páginas: 503
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Quando Adele Packard Rodwell fugiu do seu próprio casamento, ela não imaginava que isso desencadearia uma confusão gigantesca. Queria apenas proteger as pessoas que amava e cuidar para que a verdade fosse revelada. No entanto, lá estava ela, em uma enrascada digna de nota.
Enquanto ela fugia, Nicholas Henry Baldrick Holloway, o príncipe herdeiro do trono de Persóvia, tinha noção de que precisava se casar o quanto antes. Não importava o que sentisse, bastava que aceitasse suas responsabilidades e honrasse a coroa.
Ambos não sabiam como seriam as coisas, quando finalmente iniciassem seus reinados; só tinham conhecimento que Hirondelle e Persóvia eram países inimigos e que assim permaneceriam para sempre.
Uma rivalidade tão antiga quanto as famílias reais.
Uma fuga que mudaria o presente.
E o que era impossível se tornaria apenas... um mero acaso.
Nesta primeira parte, Nicholas e Adele terão que medir e unir forças para descobrirem algo muito pior do que imaginavam. Algo muito maior do que esperavam.
Adele Packard Rodwell é a princesa de Hirondelle que em breve irá ascender ao trono. A jovem foi prometida a casamento para Dwayne, príncipe de Constance, aos 11 anos. 
Mesmo não querendo realizar esse casamento, Adele está disposta a subir ao altar para trazer uma vida melhor ao seu povo. Só que no dia do casamento, ela acaba ouvindo uma conversa de Dwayne, onde ele revela que está disposto a comandar os dois países a custa de planos sórdidos e mortes.

Depois de ouvir tais coisas, Adele resolve fugir para salvar o seu povo de um futuro rei tirano. E o seu plano é parar no país inimigo, Persóvia, onde ninguém iria lhe procurar, já que um tratado impedia que moradores de um país entrasse no outro. Só que ela acaba se perdendo na floresta que faz a divisa dos dois países...
"Para o bem de todo o país, eu não podia me casar. Ou seria um peão para a destruição de um reinado; a verdadeira culminação de todos os problemas."
Nicholas Henry Baldrick Holloway é o príncipe de Persóvia e está sofrendo pressão do pai para se casar e assumir o trono do país. O jovem sempre teve relacionamentos sexuais, mas sem compromissos fixos, pois sempre acreditou que deveria sentir algo pela mulher que escolhesse para passar a vida, já que não deseja trair a sua futura rainha.

Quando está indo para o distrito de Holloway, ele avista uma jovem desacordada perto da floresta e resolve ajudá-la.
É assim que Adele e Nicholas se encontram. Ela mente para o príncipe dizendo que não se lembra  de nada da sua vida, então ganha um novo nome, mas Nicholas sente que ela esconde algo.
"Não havia escapatória. Mesmo que eu lutasse com todas as minhas forças contra o sistema, as tradições e todos os protocolos reais, o herdeiro tinha que se casar. Era uma... obrigação."
A chegada de Adele também trará ataques a Persóvia. E em meio a tudo isso, o rei dá um ultimato para Nicholas escolher a sua futura esposa, pois ele precisa assumir o trono do país. Aos poucos, Adele e Nicholas vão se aproximando e ele está disposto a protegê-la do rei e de todos que desconfiam dela.

Nicholas e Adele são de países inimigos, que cultuam uma rivalidade de séculos. Será que um possível romance teria alguma chance de dar certo? Quem está por trás dos ataques a Persóvia? E por que essa rivalidade existe entre os países?


Ninguém possui conhecimento do motivo por trás da rivalidade entre Hinrodelle e Persóvia, apenas as famílias reais sabem o que aconteceu e esse é um segredo passado entre as famílias após a coroação. Um possível acordo entre as duas famílias é impensável, e isso apenas dificulta a vida de Nicholas e Adele.

É impossível não se apaixonar pelo Nicholas. O príncipe tem um caráter incorruptível, faz ações caridosas e deseja se casar por amor. Com os ataques ocorrendo à Persóvia e o casamento anunciado da princesa de Hinrodelle, que tem o propósito de desestabilizar o país inimigo, ele vai começar a sofrer uma pressão enorme do pai para escolher uma esposa.
Porém, todos os planos de Nicholas para encontrar uma esposa vão para o ralo quando Adele chega e com sua bondade consegue despertar algo novo nele.
"Há sempre o bem e o mal em todos nós. Como lidamos com eles é o que nos torna quem somos."
Adele fugiu por achar que seria a melhor opção para seu povo, mas não deixa de ficar preocupada com sua irmã, Arya. A princesa é extremamente querida pela população de Hirondelle, que a venera por seus atos bondosos.
Além de linda, Adele é forte e se impõe sempre que necessário, mas não deixa de ser destrambelhada. Os sentimentos que ela passará a nutrir por Nicholas vão balançar suas certezas.

Simplesmente amei a construção desses personagens e como a Cinthia pontuou bem as personalidades de todos, inclusive dos secundários. Aqui deixo um destaque especial para Mason, melhor amigo de Nicholas. Amei como a relação deles acontece e Mason me conquistou.

Durante o enredo vamos tendo pequenas pistas sobre o motivo da rivalidade de Hinrodelle e Persóvia, além de muita intriga e mistérios.
A narrativa foi feita na medida certa, colocando elementos que deixam o leitor vidrado na história e o faz devorar  as páginas com afinco. Através dos jornais dos países, vamos descobrindo notícias de como a fuga de Adele afetou Hinrodelle, e de como a demora de Nicholas em casar está afetando Persóvia.
"Se houvesse a definição de amor impossível no dicionário, com certeza o meu nome e o dele estariam em negrito, devidamente destacados."
As questões políticas foram bem levantadas pela Cinthia, que nos revela a pressão que Adele e Nicholas sofrem de seus pais em relação ao trono dos seus países. O dever de ambos deve vir antes de tudo e isso levanta certas indagações. Todos os acontecimentos vão rodar em torno de um desejo por poder e mostram um lado negro do ser humano.

O desfecho desse primeiro livro me fez surtar, pois uma sequência de acontecimentos nos deixa desestabilizados nos últimos capítulos e nos apresenta questionamentos sem respostas. A Cinthia optou por terminar a obra com um plot perturbador e já estou ansiosa para o final dessa história. Pode publicar o próximo amanhã, Cinthia?
"Por que amar tornou tudo tão difícil? Antes não ter conhecido nada parecido e não saber o que eu perdia ao casar com alguém que não amava."
A Fuga da Princesa é muito mais do que um romance. Trazendo questões políticas à tona, a Cinthia trabalhou muito bem todo o mistério e intrigas existentes entre Hirondelle e Persóvia. A trama nos traz mensagens importantes, relacionadas a vontade e o dever de proteger seu povo e de cometer loucuras por amor. Adele e Nicholas são de países rivais e viver um amor será impossível. Com um enredo envolvente e a dose certa de romance, comédia e drama, vamos torcer para que essa fuga termine bem e que esses dois possam ter uma chance para viver um futuro juntos. Seria possível viver um amor impossível sem abdicar do trono e colocar a vida de seu povo em risco?

Beijos da Lice

12 comentários

  1. Que incrível a história do livro só em ver a capa já gostei, adoro romance, a história é bem fluída, torcendo para que o amor de Adele e Nicholas prevaleça, e que dê tudo certo pra eles, bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Alice!
    Para começar fiquei apaixonada pela capa, uma maravilha!
    Pelo jeito esse amor impossível entre a Adele e o Nicholas vai me agradar bastante. Seu entusiasmo pela leitura da obra me deixou curiosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que capa linda. Essa história deve ser linda também e repleta de emoções. Para quem gosta desses estilo literário, essa história é um prato cheio. Excelente dica.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro tem uma história bem gostosa , a capa está belíssima e os castelos me fascinam , já quero ler.

    ResponderExcluir
  5. Eu amo quando livros de romance trazem outros temas para o debate e a reflexão, isso enriquece a história e a mente dos leitores.
    Esse eu ainda não vi, mas já fiquei muito interessada.
    ps: a capa é um luxo de tão linda.

    ResponderExcluir
  6. Já fiquei curiosa, amei demais essa capa. Super interessante.

    ResponderExcluir
  7. Acho bem legal quando os autores misturam bons elementos que prendem o leitor do início ao fim. Esse enredo parece ser assim, afinal parece ter romance, cenas com mais ação, mistérios e todo esse jogo político. Eu também fico ansioso com finais assim, dá vontade de logo ler o próximo livro.

    ResponderExcluir
  8. oi!
    Eu adorei a resenha :D a capa do livro é linda, a historia é maravilhosa gosto da escrita da Cinthia...

    ResponderExcluir
  9. Eu amo livros assim, esses são os melhores. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas já quero porque parece incrível.
    Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    A resenha está super completa, é possível ter uma ideia bem clara do enredo.

    ResponderExcluir
  11. Gostei da coragem dela e desse empoderamento que aborda no livro apesar de ser da época da monarquia. Poucos são os livros que mostram tanta coragem. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas me interessei bastante pela história! Não é um livro que despertaria minha curiosidade logo de cara, mas lendo sua resenha ele parece muito bom.

    ResponderExcluir