[Resenha] Corações Quebrados - Sofia Silva

Olá amores, tudo bem?

Ano passado li o primeiro livro da série Quebrados e simplesmente amei. A escrita da Sofia conseguiu me fisgar e foi um livro importante para mim. Então, quando tive a oportunidade de ler o segundo, é claro que fui correndo conferir! 

Corações Quebrados
Série Quebrados, Livro 2
Autora: Sofia Silva
Páginas: 344
Editora: Valentina
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*Livro cedido pela autora
SINOPSE: CORAÇÕES QUEBRADOS aborda a depressão, o luto e a deficiência física. Entre as dores da perda e a incapacidade de seguir em frente, Emília vive os seus dias numa clínica. Está estagnada. É nesse inferno pessoal que ela conhecerá Diogo, alguém que também foi vitimado por uma tragédia. Será que é possível dois corações quebrados encontrarem a felicidade? Numa sociedade onde a nossa aparência continua a valer mais do que a essência, é difícil continuar a jornada da vida quando tudo nos é arrancado. Passamos os dias a olhar a capa das pessoas. Julgamos sem compreender que nunca conheceremos totalmente uma história sem ler cada página. Sem compreender o seu início, meio e fim. Duas pessoas fisicamente distantes. Dois corações quebrados pela vida. Dois sotaques que se misturam entre a dor, o riso e o amor. Por isso, olhem sim a capa de cada pessoa, mas virem a página.
Emília é uma brasileira que perdeu toda a família em um acidente de carro e de quebra, perdeu também o gosto pela vida. A jovem levava uma vida feliz com seus pais, seus irmãos gêmeos, sua égua e um relacionamento que parecia do tipo para sempre. Mas a perda de tudo a fez ficar estagnada na vida, principalmente por causa de uma deficiência decorrente do acidente. Agora, ela vive seus dias na clínica da tia, Rafaela.

Diogo é um português que também passou por um trauma. Ele perdeu todos os seus amigos na guerra e por muito tempo se fechou em seu casulo.
Quando o Dr. Leonardo sugere que ele participe de um novo método contra traumas que irá ajudá-lo, ele conhece Emília.
"Invejo os que, mesmo com ninho, voam todos os dias para o desconhecido. Apesar do risco de queda, caso as asas falhem, eles preferem viver a vida a estarem somente protegidos pelas árvores."
Os dois passam a trocar mensagens, com o propósito de conversarem sobre as suas dores e o que esperam da vida. Logo, uma amizade surge e depois um sentimento mais forte.
Mas Emília ainda não está pronta para voar sozinha, seus traumas e a sua deficiência são empecilhos para sua liberdade, ela está presa ao acidente.

Será que o amor seria suficiente para consertar corações quebrados?


Esta é mais uma bela obra da Sofia. Quando comecei a ler este livro estava com medo do que encontraria, pois o primeiro é um dos meus xodós. Porém, mais uma vez a Sofia mostrou todo o seu talento na escrita e nos presenteou com um enredo lindo, tocante e único.

Emília se fechou depois do acidente onde perdeu sua família. O acidente também a fez perder o namorado, que não aguentou o "fardo" dela. 
É incrível perceber o amadurecimento da Emília durante a narrativa. A jovem vai aprender que precisa se libertar do acidente e voar para seu futuro. Muitas vezes ela pode soar insegura, mas são apenas as dores do que viveu. A depressão e o luto estão sempre à espreita.
"Infelizmente na vida nada é preto ou branco, e neste momento não há alguém melhor para compreender um pássaro ferido do que outro que já teve as asas quebradas."
Diogo, por sua vez, também sofreu com a perda dos seus amigos, mas o seu processo de cura foi totalmente diferente do de Emília.
Ele vai ser fundamental para mostrar a ela que ainda existe uma vida para se viver, mas ele sabe que esta mudança deve partir da própria. Diogo é engraçado, romântico e nos faz soltar longos suspiros.

Outros personagens também ganham destaque na narrativa e nos conquistam completamente. Rafaela, a tia de Emília, que já conhecemos um pouco no volume anterior, aparece bem mais nesse e vamos conhecer um pouco do seu passado. Ela namorou o Dr. Leonardo, mas algo os fez terminar esse relacionamento, porém o sentimento ainda é latente para ambos. Os dois são exímios profissionais e irão ajudar bastante o Diogo e a Emília.
"Ninguém é completamente feliz se já conheceu o amor verdadeiro e depois o perdeu."
Mas, o destaque fica mesmo por conta de dois irmãos: Liefde e Cauê. A pequena Liefde é portadora de Síndrome de Down e foi abusada sexualmente pelo próprio pai. Seu irmão os salvou desse monstro, fugindo com a pequena garota. Mas, para viver e dar comida a irmã, Cauê teve que fazer coisas inimagináveis, porém não conversa com ninguém sobre este passado. Os dois irmãos são sobreviventes de uma sociedade maldosa.


A Sofia tem o dom de tratar temas pesados com uma leveza impressionante. Somos capazes de sentir a dor da Emília e como a perda e a deficiência a afetam, mas também sentimos como lá no fundo ela deseja voar novamente, voltar a viver.

O mais bacana da história é que o Diogo não é visto como "o salvador" da Emília. Fica nítido que ele tem uma importância nesse processo, mas fica mais claro ainda que este desejo de sair dessa masmorra devem partir dela. Emília precisa se levantar dos escombros em que se encontra desde o acidente e se permitir viver.
"Mas vivemos num mundo onde os mentirosos e os sem caráter não são punidos, pelo contrário, são eleitos para governar e aclamados nas ruas."
A narrativa gira em torno de Emília e Diogo se conhecendo, se curando, se amando e se permitindo. Nem tudo serão mil maravilhas, porque a vida não é assim, e este é um dos pontos que mais amo na escrita da Sofia. Ela não escreve uma história "perfeitinha", ela traz dores reais, traumas reais e vai trabalhando ele nos personagens com louvor e aos poucos.
Ter trazido a deficiência como uma das pautas foi sensacional, pois creio que permita identificação por parte de muitas mulheres que em algum momento se sentiram como a Emília. 

Durante a leitura chorei em vários momentos e também soltei alguns suspiros acompanhados de "aaaaaaa" com o Diogo. Ou seja, é uma mistura maravilhosa de romance com drama, que para mim é um deleite.
"O amor me salvou da tristeza, mas a terapia me ajudou a cicatrizar o que compreendi nunca ter superado."
A escrita da Sofia apenas ficou mais primorosa. Ela consegue pontuar bem todos os temas que se propõe abordar, trazendo sutileza e não transformando a história em um mausoléu de desgraças. Vários momentos do Diogo são alívios cômicos bem inseridos e que tiram o foco da narrativa pesada.
Quanto a edição, continua com o padrão da anterior. A capa está linda, a diagramação perfeita e uma boa revisão.

Ao final da história fiquei satisfeita com tudo que li, e claro, desejando mais de alguns personagens. Estou torcendo bastante para um livro do Cauê, quero conhecer a história dele e da Liefde por completo. Assim como também desejo mais de Rafaela e Leonardo.
"Não precisamos de palavras quando os nossos corações falam entre si."
Corações Quebrados é um livro para se guardar na alma. Emília e Diogo carregam consigo traumas que reverberam por seus poros. Ela perdeu sua família. Ele perdeu seus amigos. Há quem diga que dois quebrados formem um inteiro, mas aqui você verá que dois quebrados formam dois inteiros. Emília e Diogo não vão se preencher, eles vão se transbordar. Emília vai precisar aprender a voar por conta própria e Diogo a estará esperando... O amor espera por eles!

Beijos da Lice

12 comentários

  1. Sabe, às vezes tenho a sensação que o mote principal dessa série é sobre superação. Acho importante que escritores toquem nessa temática. Além de tornar tido mais humano, ainda nos faz perceber horizontes que vão muito além das nossas próprias vidas.

    ResponderExcluir
  2. Toda vez que eu passo por aqui minha lista de leitura só aumenta, gosto de história que os personagens se superam e consegue mesclar o humor com partes emocionantes. Amei a resenha e como vc bem descreveu os personagens.

    ResponderExcluir
  3. Que maravilha, mas um livro no estilo de leitura que gosto pra favoritar. Preciso ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Não conheço a obra, nem a autora, mas este artigo captou o meu interesse! A temática é complexa, mas aborda assuntos muito importantes. Estou a terminar um livro, acho que já encontrei o próximo... Muito bom!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esta série, vou olhar com mais atenção quando for a livraria.

    ResponderExcluir
  6. Lendo sua resenha logo pensei que a autora se inspirou em uma vivência pessoal.
    Não conhecia a saga, achei a história bonita

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Nossa esse livro parece muito emocionante, gosto do tema sobre limitações físicas, é algo difícil de se ver.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Tenho visto muita gente elogiando esse livro, e autora tem conquistado os leitores brasileiros rs' e isso só aumenta a minha vontade de conferir essa história, que sei que vai me deixar numa bad rs' mas mesmo assim quero conferir e espero gostar!

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Estou querendo tanto esse livro que li a resenha com medinho de pegar spoiler. Ele já é apaixonante pela capa, mas, a história em si tem me chamado muita atenção desde que foi lançado e vários blogs tem falado sobre. amei sua resenha, escreve muito bem. Torcendo para ter dinheiro logo! Beijos

    ResponderExcluir
  10. Esse é aquele livro que nos emociona só com a resenha ♥ Tenho certeza que será uma leitura emocionante e maravilhosa!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Oi Alice,

    Eu tenho uma vontade imensa de conhecer a escrita da Sofia. Eu tenho o livro Sorrisos Quebrados e por ler tantas resenhas dele, fiquei com o pé atrás e ainda não consegui pegá-lo pra ler.
    A Sofia parece trazer sempre temas que precisam ser abordados com muito tato, pois trazem, traumas, dor e drama, mesmo que com uma escrita leve, e eu não estava numa época boa para livros com uma bagagem tão grande.
    Ao ler sua resenha de Corações Quebrados a vontade de ler os livros da Sofia retornou com força. Acho que eu estou pronta para entrar nesse turbilhão de emoções.
    Adorei a premissa do livro. Trazer temas importantes como depressão e luto, acrescido da representatividade que uma protagonista deficiente traz, só faz o livro ser mais incrível.
    Você arrasou na resenha, como sempre!

    Grande beijo,
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir