[Resenha] As Regras do Amor e da Magia - Alice Hoffman

Olá bruxinhos, tudo bem?

Esse livro é um prequel de Da Magia a Sedução e foi o primeiro livro que recebi da parceria com o Grupo Editorial Pensamento e fiquei satisfeita com esta leitura. Espero que gostem de conhecer!

As Regras do Amor e da Magia
Autora: Alice Hoffman
Páginas: 368
Editora: Jangada
Nota: 
*Livro cedido pela Editora
SINOPSE: Em 1620, depois de ser acusada de bruxaria por amar um inquisidor, Maria Owens lança uma maldição em todas as gerações de mulheres de sua família: qualquer homem que se apaixonasse por elas estaria condenado à morte. Mais de trezentos anos depois, Susanna Owens mora na cidade de Nova York, com os três filhos adolescentes - a temperamental Franny, a doce Jet e o carismático Vincent -, e faz de tudo para protegê-los, escondendo o passado da família e criando algumas regras: é proibido andar ao luar, usar o tabuleiro Ouija, acender velas, criar gatos e corvos ou ler livros de magia. E o mais importante: é proibido se apaixonar! Mas não demora muito para que os irmãos comecem a descobrir seus poderes sobrenaturais e, junto com eles, os segredos e a maldição que assombra sua família. Agora, precisam buscar uma forma de violar as leis da magia sem sucumbir à maldição de Maria Owens. As Regras do Amor e da Magia é uma história que antecede o clássico cult Da Magia à Sedução, resgatando a história da família Owens e personagens já conhecidos. Um livro sobre magia, coragem e o desafio de aceitar a si mesmo para viver o verdadeiro amor.
Franny, Jet e Vincent são filhos de Susanna Owens, e todos são descendentes de Maria Owens, uma bruxa que se apaixonou por um inquisidor em 1620 e depois de ser acusada de bruxaria por ele, lançou uma maldição para as futuras gerações: qualquer homem que se apaixonasse por uma Owens estaria condenado a morte. Sendo assim, as Owens estavam proibidas de amar.

Susanna conseguiu se casar e ter uma família, mas isso se deve ao fato de nunca ter amado o marido. A família dela mora em Nova York e seus filhos nunca seguiram as regras impostas pela mãe. Eles estavam sempre fugindo escondidos e se esgueirando pelo Central Park.
Os irmãos eram bem diferentes um do outro e também tinham poderes únicos. Franny, a mais velha, possuía uma conexão com pássaros silvestres. Jet, a do meio, conseguia ler mentes. E Vincent, o mais novo e o único homem da família Owens, tinha um carisma que conquistava todas as mulheres e era um músico talentoso.
"Cuidado com o amor. Saiba que para a nossa família, o amor é uma maldição."
Quando Franny completou 17 anos foi convidada por Isabelle, uma tia distante, para passar as férias com ela, esta era uma tradição das Owens. Como os irmãos queriam uma aventura, foram juntos com ela, e assim, os três começaram a descobrir quem de fato eram e tudo que carregavam consigo.
Isabelle morava em Massachusetts e todos do local conheciam a fama de bruxaria das Owens, então tentavam manter-se longe da cada dela, a não ser quando precisavam da ajuda de Isabelle com poções para curar algo ou trazer um amor.

Em meio a descobertas, ao crescimento e ao florescer do amor, esses irmãos vão passar por muitas situações. O que fazer quando se tem uma maldição na sua vida que te impede de amar?


O livro se desenvolve em cima dos irmãos e no processo de amadurecimento deles. No início do livro eles são adolescentes e vamos acompanhá-los até a fase adulta.
Durante este tempo, eles vão passar por muitas situações que nos faz ficar com o coração apertadinho e torcendo para que a maldição os deixe de lado em algum momento.

Esta não é uma obra de ação, longe disso. O foco aqui é no relacionamento dos irmãos, eles descobrindo a maldição das Owens, e tendo que lidar com os seus poderes e com o amor que vai surgir em algum momento na vida deles.
Franny é a irmã mais reticente em relação a magia e também aos seus sentimentos. Jet é a mais sonhadora e vai entregar por completo o seu coração. E Vincent é um conquistador nato. Ele passou pela cama de muitas mulheres ao longo da sua adolescência, mas quando encontrar o amor também vai se jogar nele.
"Nós devemos lutar contra o fanatismo em todas as suas formas, pois é o preconceito que arruína a sociedade."
Foi muito bacana acompanhar todo o crescimento dos personagens e ver como esses irmãos se protegem e cuidam um do outro. Eles trazem o verdadeiro significado de irmandade.
A personagem que mais me identifiquei foi a Franny, por toda ceticidade dela. Ela tem medo de perder alguém porque a ama e isto é algo que também me assustaria se estivesse em seu lugar.

Uma das principais mensagens do livro é que não podemos negar quem somos, não devemos ter vergonha ou medo disso, as outras pessoas é que precisam aceitar. 
Além disso, a autora trouxe de forma incrível a questão da homossexualidade, tratando o assunto com a naturalidade que deve ser. O modo como a bruxaria é abordada também me agradou. Não temos ações sobrenaturais ocorrendo, é tudo muito leve.

A escrita da Alice foi uma surpresa e adorei. Narrado em terceira pessoa, a autora consegue manter o leitor fisgado nas páginas do livro e curioso pelos acontecimentos. Ela conseguiu inserir alguns fatos surpreendentes e mexer com meus sentimentos.
O desfecho foi algo que me deixou refletindo, mas entendi tudo que aconteceu e os motivos para ser daquele jeito.
"Se você realmente ama alguém e essa pessoa ama você, vocês dois, num certo sentido, 'arruínam' suas vidas juntos. Isso não é uma maldição, é a vida."
As Regras do Amor e da Magia é um prequel de Da Magia à Sedução, e mostra como o amor pode destruir os Owens. Esses irmãos despertam empatia e deixam uma mensagem linda para não negarmos a nossa essência. Um livro com a dose certa de reflexão, relacionamento familiar e amoroso, perdas e recomeços. Vai ficar guardado no coração! Regras existem para serem quebradas, tanto na magia quanto no amor...

Beijos da Lice

11 comentários

  1. Comecei a ler seu post e confesso que achava que era só mais um livro sobre bruxas, porém fiquei curiosa demais pra ler

    ResponderExcluir
  2. Aposto que seja um daqueles livros que mesmo após o término da leitura não deixa nossos pensamentos, fiquei muito curioso pelo desenrolar da história, como as personagens enfrentarão esse desafio tão doloroso, algo tão comum a todos nós: apaixonar-se. Fico pensando, sem estarmos amaldiçoados o amor é um sentimento complexo, pode nos consolar ou confrontar, é algo a se pensar!

    Ótima sugestão!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. oi!
    Adorei :D fiquei encantada com a história,bonita e cheia de magia...

    ResponderExcluir
  4. Oi! Achei muito bacana essa introdução mais detalhada e explicativa para a história mais conhecida. Conhecer as razões da maldição da família e ver a evolução dos irmãos, tanto na vida amorosa quanto no lidar com os poderes é muito interessante! Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alice.
    Me parece o tipo de livro que conquista o leitor nas primeiras páginas e o deixa apegado aos personagens. Gostei muita da sua resenha e fiquei imaginando o quanto deve ser difícil viver com essa terrível maldição. Mas acredito que deve ter um furo nesse feitiço e que esses irmãos possam amar livremente. Vou ficar na torcida.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Eu curto histórias que envolvem fantasia. E mesmo que traga romances, como pano de fundo, a ideia principal ser embasada pelo amor entre irmãos me deixa até com expectativas sobre a narrativa. Achei o roteiro diferente, a ideia de maldição é comum em histórias assim, mas se a autora soube dar uma linguagem interessante e surpreender, vale a pena uma chance a leitura. Gosto de como resenha os livros, de forma bem direta e resumida :) Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Oi,tudo bem ?

    Já tinha visto indicação deste livro em outros blogs e insta, porém nunca havia parado para ler. Esse post então foi uma grata surpresa, a qual gostei bastante de conhecer a história pelo ponto de vista de outra leitora. Com toda certeza é uma boa indicação .

    ResponderExcluir
  8. Oi, como vai?

    Quando era criança assisti várias vezes o filme Da Magia a Sedução e sempre fiquei muito intrigada sobre a questão do surgimento da maldição. Quando este livro surgiu, comecei as ler as resenhas e percebi que era sobre a mesma família, fiquei muito empolgada e ansiosa para ler ele.

    ResponderExcluir
  9. Me animei demais em ler o livro, depois de ler a resenha, gosto muito quanto os personagens crescem durante a história e as relações se fortalecem, essa pasagem de tempo grande tambémé otíma pra esse tipo de enredo. Confesso que pela capa e o nome eu já esperaria algo com mais magia envolvida e ação, mas bom você deixar claro que o livro foca bem mais nos relacionamentos e nos personagens.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro livros assim. Já havia lido uma resenha em outro blog e fiquei com vontade de lê-lo desde então. Seu post serviu para me dar mais vontade. comprarei em breve!

    ResponderExcluir
  11. Aquele livro que fica em nossa mente mesmo apos a leitura imaginando opções diferentes de como os personagens poderia reagir a determinadas situações. Não conhecia este livro gostei de saber mais sobre por aqui no blog

    ResponderExcluir