[Resenha] Mil Palavras - Jennifer Brown

Olá leitores, tudo bem?

Mil Palavras foi o primeiro livro que li na maratona #AbadaLiterario e confesso que foi uma decepção, esperava mais da leitura. Quer saber o por quê? Continua lendo a resenha!

Mil Palavras
Autora: Jennifer Brown
Páginas: 208
Editora: Gutenberg
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*Livro do acervo da blogueira
SINOPSE: O namorado de Ashleigh, Kaleb, está prestes a partir para a faculdade e a jovem está preocupada que ele se esqueça dela. Então, em uma famosa festa de final do verão, as amigas de Ashleigh sugerem que ela mande uma foto nua para ele. Antes que possa mudar de ideia, Ashleigh vai para o banheiro, tira uma foto de corpo inteiro em frente ao espelho, e aperta a tecla "enviar".
Mas o término do relacionamento do casal é ruim e, para se vingar, Kaleb encaminha a foto para sua equipe de beisebol. Em pouco tempo, a foto viraliza, atraindo a atenção do conselho da escola, da polícia e da mídia local. A pena ordenada a Ashleigh pelo tribunal é prestar serviço comunitário, e é onde ela conhece Mack, um jovem que oferece uma nova chance de amizade, e é o único que recebeu a foto e não olhou.
A aclamada autora Jennifer Brown traz aos leitores um romance emocionante sobre honestidade, traição e redenção, amizade e atração, e integridade, mostrando que uma imagem pode valer mil palavras… mas nem sempre conta a história inteira.
Ashleigh levava uma vida normal. Ela estava na equipe de corrida do colégio, tinha um namorado aparentemente perfeito e amigas ao seu lado. Só que tudo mudou quando em uma atitude impensada e impulsionada pelo medo de perder seu namorado que está indo para a faculdade, ela acaba enviando um nudes para Kaleb.

Quando o namoro com Kaleb não termina de uma forma amigável, ele manda o nudes de Ashleigh para alguns amigos, que acaba viralizando posteriormente.
Todos do colégio veem o nudes de Ashleigh e tudo desmorona. A vida "perfeita" dela é perdida, ela passa a ser xingada e se afasta de todos.
"Cometi um erro estúpido que saiu do controle e já estava bastante mortificada por isso. Como é que as pessoas podiam ainda querer mais?"
Por causa do nudes, Ashleigh é condenada por compartilhar pornografia infantil e sua pena é prestar serviço comunitário. Além disso, a mídia está em cima do caso e o seu pai dela está prestes a perder o emprego por causa da foto.
É no serviço comunitário que Ash conhece Mack e uma amizade estranha surge entre eles.

Ashleigh tomou uma atitude impensada e agora terá que lidar com as consequências. O que acontecerá com ela?


Eu achei este livro em alguns momentos muito errado. Sei que minha visão é diferente das de muitas pessoas, mas não consegui engolir algumas partes.
A Ashleigh é considerada a "culpada" por todo mundo. O conselho estudantil, a mídia, a comunidade,  seus pais, todos acham que ela causou um problema para a cidade por ter enviado sua foto nua para seu namorado. 

Cara, isso é tão errado! É claro que a Ash tem culpa por não ter pensado em sua ação, por ter enviado seu nudes, mas a culpa maior de tudo isso é do namorado e daqueles que compartilharam a foto.
Eu fui pesquisar sobre como a pornografia infantil funciona nos EUA e realmente os adolescentes que enviam uma foto sua ou as possuem em seu celular, são enquadrados como crime sexual. 
"As pessoas falavam. Deixa falar. Não havia nada que eu pudesse fazer para detê-las. Elas conheciam aquelas 'mil palavras', mas não a história inteira."
Então, a autora acaba abordando uma realidade em sua obra. Só que achei muita vaga a forma como ela desenvolve os seus personagens e até a própria história. O Kaleb não tem destaque e seu erro não é tão explanado, além da Ashleigh se anular a todo momento. 
A escrita é envolvente, tanto que li a narrativa em algumas horas. O final é realmente a melhor parte, pois é quando Ash entende tudo que aconteceu com ela, além de termos o passado de Mack revelado (derramei uma lágrima nesta hora).

Narrado pela Ashleigh, vamos conhecendo o presente e seus dias no serviço comunitário, e também como ocorreu o momento do envio do nudes, e tudo que aconteceu depois, como o término, o julgamento das pessoas e sua anulação.
Entendi a mensagem que a autora desejou passar em relação ao envio de nudes, mas não consegui me sentir "confortável" dentro da narrativa.
"Eu não era os meus erros. Não era definida por mais ninguém."
Mil Palavras é um livro com um tema importante e que precisa ser discutido, mas que infelizmente não foi bem abordado e construído. Ashleigh é vista como culpada e quando entender que as palavras diferidas contra ela não a definem, finalmente vai se encontrar. É uma obra sobre uma adolescente se descobrindo em um momento conturbado. Nem mil palavras são capazes de definir uma pessoa...

Beijos da Lice

13 comentários

  1. Olá. Gostei da sua resenha, mostrou muito bem sua opinião sobre a história. Não é algo que eu curta ler, mas a resenha foi boa

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem ? Que pena que seu primeiro livro do seu abadá literário já te descepcionou. Interessante como os estados unidos vê a pornografia infantil.

    ResponderExcluir
  3. oi!
    Achei a premissa do livro interessante, um tema bem forte...já acrescentei a minha lista de leituras

    ResponderExcluir
  4. Oi,tudo bem?

    Amei sua resenha e achei ela bastante sincera,parabéns! O assunto deve sim ser mais debatido e abordado, mas o fato dos personagens serem um pouco vagos e dela ter levado a culpa por tudo...me fez concordar plenamente com seu ponto de vista e amei o fato de você ter se informado mais sobre o assunto. É uma boa indicação.

    ResponderExcluir
  5. eu não aguento mais o tanto de obras que usam de assuntos problemáticos e tratam de uma forma tão banal. o tanto de filme que 100% do roteiro é errado fazendo a cabeça dos jovens, ai sério - fico puta com isso.
    nada confortável, como você falou.

    ResponderExcluir
  6. Até que achei a sinopse pouco interessante mas é péssimo quando estamos lendo um livro e ele nos decepciona né?

    ResponderExcluir
  7. Amei o post e a sua sinceridade sobre o assunto que foi tratado como algo simples, eu simplesmente odeio quando isso acontece.

    ResponderExcluir
  8. Eu entendo que por parte da justiça de lá ela tenha tido problemas, mas será que as pessoas que compartilharam também não tiveram uma consequência? Infelizmente isso tudo que aconteceu com ela ainda é um reflexo de uma sociedade muito machista, porque além dela ganhar a culpa, não só da justiça ela foi declarada culpada por todos a sua volta, e tirando a parte da lei americana ser bem pesada, provavelmente os homens que compartilharam o que receberam não receberam uma punição sequer :(

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Lendo a sinopse eu não tinha entendido direito pq ela é condenada sendo que o namorado que espalhou as fotos, não sabia dessa lei nos EUA, mas com certeza existe brechas bem erradas nela,como nesse caso, como você acho que ficaria bem desconfortável nessa narrativa que a mulher assume toda a culpa, mas que bom que pelo menos o final não foi ruim

    ResponderExcluir
  11. Olá. A sinopse de fato é muito rasa, dá impressão de que ela é a única culpada por toda essa confusão. Me deixou desconfortável, mas é um ótimo jeito de alertar. Nós mulheres infelizmente carregamos a culpa sozinhas em muitos momentos. É o reflexo de como a sociedade é machista. Fiquei muito intrigada com essa lei. Vou dar uma pesquisada e ler mais afundo. Bjos

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Realmente é um tema difícil e saber da lei deles torna tudo ainda mais desconfortável eu me sentiria como você ao ler o livro. É algo importante de se discutir,mas muito difícil de ler e apreciar por causa do desconforto

    ResponderExcluir
  13. Hum... Interessante! Talvez não faça meu gênero de leitura pela pegada mais juvenil que ele traz, mas é um assunto bastante atual e eu curto demais livros com temáticas contemporâneas assim.
    O que acontece à Ashleigh é bem parecido com a "pornografia de vingança" que atualmente já é considerado um crime.
    Fiquei curiosa pra saber o que acontece à moça, pra saber como termina essa história, qual o desfecho que a autora deu ao seu livro. E ao que tudo indica, você não ficou satisfeita, não é?
    Infelizmente Alice, todo esse julgamento que a personagem recebeu, são os que comumente as mulheres recebem quando algo do tipo ocorre na vida real. A sociedade não perdoa! E é por isso que lutamos para mudar a forma como somos duramente julgadas socialmente.

    ResponderExcluir