[Resenha] Coração-Granada - João Doederlein

Olá leitores, tudo bem?

Recebi esse livro da ação com o grupo Companhia das Letras e li no mesmo dia, pois essa capa me deixou curiosa, junto com a edição. Comecei com muitas expectativas e todas elas foram supridas. Uma dos melhores livros de poesias, sem sombra de dúvidas!

Coração-Granada
Autor: João Doederlein
Páginas: 192
Editora: Paralela
Onde Comprar: Companhia das Letras / Amazon
Nota: 
*Livro cedido pela Editora
SINOPSE: O amor (correspondido ou não) mexe com nossa alma e nosso corpo. A ansiedade, quando nos toma de assalto, também. Outro ponto em comum: os dois fizeram e continuam fazendo artistas de todos os tipos produzirem criações capazes de gerar reflexão e também de dar sentido ao que, muitas vezes, parecia já não ter. É o caso de @akapoeta, pseudônimo de João Doederlein, neste seu segundo livro. Nele o jovem escritor fala de paixões e crises de ansiedade e da relação entre ambas, com a mesma delicadeza que transformou a sua obra de estreia, O livro dos ressignificados, em um best-seller com mais de 60 mil exemplares vendidos. Nesse novo livro, ele combina novos ressignificados com poemas curtos e longos, voltando a encantar o leitor com sua escrita acessível e, ao mesmo tempo, impactante.
Coração-Granada é um livro de poesias intensas. O autor deste livro é o João, que é autor do beste-seller O livro dos Ressignificados e lendo esta obra compreendi o sucesso do primeiro livro do autor.

Dividido em três capítulos, cada um traz um tema como foco. No capítulo 1 o foco é no amor não correspondido, nessa dor que sentimos quando vemos a pessoa nunca chegar, apenas se afastar.
No capítulo 2 temos a ansiedade brilhando. O autor nos presenteia com poesias dolorosas e reais, que conseguem chegar na nossa alma, principalmente se você convive com a ansiedade no dia a dia. 
Já o capítulo 3 é uma mistura dos dois anteriores e um grito de liberdade. É a afirmação de que você é suficiente, são poesias que irão acalentar seu ser.

Além das poesias, o João também traz alguns ressignificados. Adorei a criatividade de cada um que ele trouxe, pois apesar de parecerem simples, são completamente realistas e permitem uma identificação por parte do leitor.
"Alguém como eu sabe que um pingo significa
que o mundo vai cair na minha cabeça
Que a paixão vai me pegar,
não importa o que aconteça,
nem tanto que eu fuja"
Este livro se tornou o meu preferido de poesias, pois a emoção que o João passa em seus textos é incrível. Me conectei com a obra e ao devorar tudo, fiquei sentindo falta, o bom é que irei reler muitas outras vezes.
"a depressão me priva de sentir.
não, o mundo não fica cinza.
ele fica incolor,
transparente.
e ainda assim eu levanto da cama
com pesar.
e tento viver."
O João aborda o sentimento de um relacionamento que não aconteceu, do amor platônico e traz algumas poesias sobre ansiedade e depressão. Essas, com certeza, foram as que mais gostei, pois como uma pessoa que já passou por esses assuntos senti a intensidade e dor em cada palavra. São textos fortes e que mexeram comigo.
A edição da Paralela está linda! Todo o livro está em tons laranja bem vibrante, com algumas ilustrações que combinam. É uma edição diferente e que combinou bastante com o estilo de escrita do João.
"A sensação de estar apaixonado por você me fez esquecer
de que eu deveria me amar
também."
Não tem como não indicar esta obra para vocês. Apenas leiam e se permitam sentir tudo que o João consegue transbordar com suas palavras!
"não lamente por amigos
que não sabem ser amigos.
folhas caem. e folhas que caem adubam."
Beijos da Lice

7 comentários

  1. Olá, pelo jeito esse é um daqueles livros que a gente lê em um ou dois dias, pela resenha ficou claro a sua alta qualidade, e os trechos citados são muito bonitos!
    Parabéns pelo blog e pelo artigo.
    Emerson Lemes

    ResponderExcluir
  2. Eu amo as poesias do autor do João, acompanho ele na page dele no fb.
    Adorei a resenha.
    O livro é realmente incrível!

    ResponderExcluir
  3. Sempre tenho alguns problemas ao ler poesia, acredito que não seja muito o tipo de leitura que mais combina comigo, mas fico feliz de conhecer essa obra através dos seus olhos e ver que os poemas a tocaram dessa maneira. A capa é realmente muito interessante e os temas chamam bastante a atenção.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Eu sou meio lesado para entender poesia. Parece que, quando as coisas começam a rimar e sair do estilo de prosa, meu cérebro desliga e eu não consigo entender mais nada. Poesia não funciona muito comigo.

    Mas parece seu um livro bem legal no geral.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha e as fotos, não conhecia o autor, mas já fiquei interessada na leitura.

    ResponderExcluir
  6. Oi Alice,
    Eu não gosto de ler poesias, mas não é primeira vez que eu leio uma resenha de livro de poesias que você faz, que toca meu coração e que me deixa morrendo de vontade de ler.
    Adorei a forma que o autor dividiu o livro: amor não correspondido, ansiedade e um grito de liberdade pra fechar. Deve ser ótimo passar por sentimentos tão profundos que só quem já passou sabe como é, pra chegar no final e ter essa libertação.
    Acho que posso dar uma chande pra Coração Granada um dia!
    Parabéns pela resenha!

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Esse ano estou começando a ler poesia, ainda tenho uma certa dificuldade, mas acho que com o tempo a gente vai se acostumando e esse livro, por sua resenha, parece uma linda pedida

    ResponderExcluir