[Resenha] Meu medo de amar - Thaís Silveira

Olá leitores, tudo bem?

Hoje venho trazer a resenha de um livro que li em uma sentada e que foi uma experiência interessante de leitura. Se gostam de clichês, este pode te conquistar!

Meu Medo de Amar
Autora: Thaís Silveira
Páginas: 194
Editora: Independente
Onde comprar: Amazon
Nota: 
*E-book do acervo da blogueira
SINOPSE: Lauren era apenas uma garotinha de 16 anos quando teve seu coração partido pela primeira vez. Partido, não, completamente despedaçado. A partir daquele momento, todo o seu mundo se fechou para o amor e sua existência, virou um espelho real da amargura, do ódio e do sofrimento. Até, conhecer Lorenzo... Lindo, alto, atleta, voz encantadora, charme natural, romântico incorrigível, bom de beijo, sempre sabendo usar as palavras certas... Ele era praticamente um pedido de "me ame" ambulante e alguém totalmente irresistível para ela. Porém, todas as suas mágoas, transtornos e angústias eram muito maiores que qualquer sentimento bom que pudesse ou quisesse, se permitir, ter. Como se livrar de seus sentimentos repentinos por Lorenzo? E principalmente, como voltar a confiar no amor, novamente depois de passar tanto tempo, odiando-o mais que tudo?
Meu Medo De Amar não é apenas um romance clichê adolescente, é uma história que fala sobre superação, perdão e sobre a importância do amor em nossas vidas.
Lauren e sua família tinham a tradição de passar os verões na casa de praia em Kiawah Island. Quando ela tinha 7 anos, a família resolveu ir mais cedo, para aproveitar o Natal e Ano Novo também. E foi nesse verão que ela conheceu Steve. O garoto tinha se mudado no último ano para o local e logo nasceu uma amizade entre eles, que culminou em um beijo infantil.

A partida de Lauren naquele ano foi dolorosa, pois ela não queria se afastar de Steve. Ela esperou o ano passar ansiosamente, só para poder voltar e vê-lo novamente. Na sua volta, os pais lhe deram a melhor notícia, eles iriam se mudar para Kiawah Island.
Aos 14 anos, a amizade com Steve evoluiu para um namoro regado a juras de amor e ao famoso "para sempre".

Com 16 anos, eles ainda estavam juntos. Steve queria um passo a mais na relação, mas Lauren era virgem e tinha medo. Ele cobrava que ela lhe desse uma prova de amor, mas Lauren não queria que fosse daquele jeito. Depois dele tentar mais uma vez e ela não ceder, ele foi embora da casa dela irado.
Lauren se sentiu culpada e resolveu ir na casa dele, para finalmente terem uma noite de amor. Mas, ao chegar lá teve sua pior decepção, pegou Steve na cama com uma de suas amigas, Jenna.
"Ele me deu uma concha, e eu lhe dei um peixinho amarelo. Ele me deu carinho e eu lhe dei amor. Ele fortaleceu uma amizade e eu me apaixonei"
A decepção mudou Lauren, que passou a se fechar para o mundo. Quando no ano seguinte o pai recebeu uma proposta que os tiraria da pequena cidade, ela ficou radiante, era uma chance de recomeçar.
A família se mudou para a cidade grande, totalmente diferente da praia que havia passado os últimos 10 anos. Lauren ajudava os pais na lanchonete da família, junto com sua irmã mais velha, Alyssa. Já a irmã mais nova, Rebecca estava focada nos estudos.

Todas as tardes um grupo de garotos a olhava na lanchonete e um deles lhe chamou a atenção. Quando ele veio a lanchonete e se apresentou como Lorenzo, a conversa fluiu. Passou a ser uma "rotina" ele ir lá comer e conversar com ela.
Certa noite, Alyssa lhe "obrigou" a ir a uma festa com ela e lá encontrou Lorenzo. Assim, eles ficaram pela primeira vez.

A partir da festa, Lauren e Lorenzo começaram a ser realmente amigos, uma amizade com alguns benefícios. 
E a primeira vez dela acabou sendo com ele, banhados ao luar. Porém, Lauren ainda estava magoada com seu passado. Receosa, ela tinha a certeza de que não poderia se envolver com ele, não podia partir seu coração.

Será que ela vai conseguir superar seus traumas? O que Lorenzo significará em sua vida?
Meu medo de amar é um clichê. Não que isto seja ruim, de forma alguma. Para quem gosta dos clichês, talvez adore esse romance com uma pegada bem adolescente.
A escrita da Thaís faz você ler a obra de uma vez, pois é tudo muito leve, o que faz o leitor apenas embarcar no enredo.

Lauren é uma jovem de 18 anos, passando pela turbulência de um primeiro relacionamento fracassado. Ela possuía o ideal de "felizes para sempre", então ver tudo desmoronando de repente a afetou profundamente.
O bacana é que ela possui uma ótima relação com suas irmãs, elas se ajudam e se protegem na medida do possível. A relação de Lauren com Rebecca foi a que mais gostei.
"Eu não vou conseguir me curar se você estiver presente, e eu não posso me apaixonar por você. Sinto muito"
Lorenzo surge como o cara boa pinta. Ele é o famoso bad boy da faculdade, onde é um astro no time que joga, então é impossível não atrair olhares.
Porém, durante a narrativa iremos conhecer outro lado dele, um totalmente romântico. Lorenzo está disposto a conquistar Lauren, mas ela não deseja isso.

O enredo é focado nas confusões emocionais de Lauren e a narrativa é em primeira pessoa. A autora fez uso de uma linguagem bem pessoal, que tem o propósito de aproximar o leitor e sua narradora. Em alguns momentos funcionou super bem, em outros achei bem massante.
A escrita da Thaís ainda precisa ser mais trabalhada. Acredito que este seja o primeiro trabalho dela, então ainda está cru. Existem algumas contradições no enredo, tanto na narrativa criada pela própria autora, como também na ambientação, que foi em outro país. 

Um ponto que me causou incômodo foi o fato de Lauren transar rapidamente com Lorenzo. Depois deste ter sido o motivo de brigas com o ex-namorado, pensei que ela teria um bloqueio em relação a isso. Aconteceu muito facilmente o envolvimento neste quesito.
"Nós nunca nos acostumamos com a dor. Podemos até aprender a viver com ela, mas, nunca deixará de ser um constante incômodo"
No geral, é uma obra fácil de ler e envolvente dentro de suas limitações. No final, alguns temas são pincelados, como assédio sexual e perdão. Estes dois pontos são bem positivos e achei bacana a autora trazê-los, mesmo que brevemente.
Quanto a edição, existe um problema de revisão, mas é algo compreensível tratando-se de uma obra independente. 

Amar é uma tarefa difícil. Quando você se permite sentir o amor, também está permitindo sentir a dor. Lauren aprendeu isto da maneira mais dolorosa.
Uma traição. Uma dor. Um sofrimento. Ela precisou recomeçar e outra cidade foi a sua salvação. Conhecer Lorenzo lhe fez bem, lhe deu ânimo, mas o medo estava lá. Lauren não queria sofrer tudo de novo e seu medo estava lhe impedindo de amar. Deixe o medo e se permita amar...

Beijos da Lice

23 comentários

  1. Oi!
    Gente, mas que novinha a Lauren quando teve o coração partido, já fiquei com dó haha. A trama parece ser bem clichê mesmo, mas eu adoro um clichê quando ele é bem feito. Não me pareceu o caso desse livro por completo, principalmente pelos momentos de leitura massante e pela e entrega rápida da personagem ao mocinho (também não gosto quando acontece rápido demais, da um ar de instantâneo bem chato). Não é um livro que eu leria por agora, mas futuramente quem sabe?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ela teve o coração partido na fase mais turbulenta pela qual passamos. Dê uma chance no futuro, talvez você goste ❤

      Excluir
  2. Acredita que tenho ele em casa e nunca li? Parece ser um ótimo livro, vou ler com certeza!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Adoro uma história com confusão emocional, ainda mais quando os personagens estão cheiooo de dramas. Coração partido é sempre uma pedida ótima para uma história de prender a gente..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro enredos com corações perdidos, sempre me fazem ficar aflita rs

      Excluir
  4. Que maravilha esse livro adoro romances, e esse livro é bem romântico, muitas vezes pessoas tem medo de amar poque não querem se machucar, mais achei o livro bastante interessante pois ele fala de superação e perdão. Nunca devemos ter medo de amar, pois amar é tão bom, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o medo muitas vezes nos impede de viver uma linda história de amor, infelizmente!

      Excluir
  5. Adorei a resenha, muito obrigada pela sinceridade!!!! ♥️♥️♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  6. Eu amo livros que tratam desse tema de maneira sincera e que se aproximam de uma possível realidade que tenha vivido. A resenha ficou maravilhosa...super completa. Fiquei mega curiosa para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que despertou sua curiosidade ❤

      Excluir
  7. Pelo visto é daqueles romances bom para passar o tempo e só. De qualquer forma, vou deixar anotado.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por ser uma leitura rápida é ótima para passar o tempo!

      Excluir
  8. A princípio pensamos mesmo em um cliché adolescente, mas depois de ler sua resenha vi que não...
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muito do clichê adolescente, mas também outros fatores sendo abordados!

      Excluir
  9. Apesar de alguns pontos em específico, já fui conquistado pela história. Superar medos passados a fim de se permitir ao amor não é tarefa fácil, exige uma relação de confiança e autoconfiança. Às vezes precisamos nos libertar das correntes se quisermos correr o risco de sermos felizes a vida inteira.
    Ótima sugestão!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente! É fácil viver nas amarras do passado e não viver o presente por conta do medo!

      Excluir
  10. Oi
    Eu adoro um bom romance, o livro é otimo. Não conhecia autora, vou ler com certeza

    ResponderExcluir
  11. Aiiiin fiquei com vontade de ler esse livro, amo romance clichê.
    Adorei o post!

    ResponderExcluir
  12. Acho lindo demais livros desse estilo.
    Pretendo começar a ler alguns em breve.
    Amei a resenha.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi Alice, tudo bem? Amar é muito bom porém é uma tarefa bem difícil ainda mais quando tivemos nosso coração magoado por alguém que tanto amamos. Algumas pessoas passam a vida inteira e não conseguem se recuperar, outras acham mais fácil simplesmente esquecer e partir para outra. Quando abrimos nosso coração temos possibilidade de viver lindas histórias de amor. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  14. Excelente a sua resenha! A história é interessante e seu texto deixa isso claro. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir