[Resenha] Dias de Despedida - Jeff Zentner

Olá leitores, tudo bem?

Hoje é um daqueles dias que paro em frente ao computador e espero conseguir colocar em palavras 50% de tudo que senti durante a leitura deste livro.
Dias de Despedida é intenso, verdadeiro e honesto. Uma daquelas obras que vai te marcar para sempre!

Dias de Despedida
Autor: Jeff Zentner
Páginas: 392
Editora: Seguinte
Onde Comprar: Amazon / Saraiva
Nota: 
*Livro cedido pela Editora
SINOPSE:  Cadê vocês? Me respondam.Essa foi a última mensagem que Carver mandou para seus melhores amigos, Mars, Eli e Blake. Logo em seguida os três sofreram um acidente de carro fatal. Agora, o garoto não consegue parar de se culpar pelo que aconteceu e, para piorar, um juiz poderoso está empenhado em abrir uma investigação criminal contra ele.
Mas Carver tem alguns aliados: a namorada de Eli, sua única amiga na escola; o dr. Mendez, seu terapeuta; e a avó de Blake, que pede a sua ajuda para organizar um "dia de despedida" para compartilharem lembranças do neto.
Quando as outras famílias decidem que também querem um dia de despedida, Carver não tem certeza de suas intenções. Será que eles serão capazes de ficar em paz com suas perdas? Ou esses dias de despedida só vão deixar Carver mais perto de um colapso — ou, pior, da prisão?
Carver Briggs acabou de passar por uma perda devastadora. Seus 3 melhores amigos: Mars Edwards, Eli Bauer e Blake Lloyd sofreram um acidente de carro que culminou na morte dos três jovens.
Ao que tudo indica, o acidente foi causado por uma mensagem enviada por Carver que continha a seguinte frase: "Cadê vocês? Me respondam". A resposta estava incompleta no celular de Mars, que dirigia o carro no momento do acidente fatal.

Além de perder os amigos, Carver terá que lidar com uma nova realidade. A irmã gêmea de Eli, Adair, o odeia. E o Juiz Edwards, pai de Mars, deseja que um inquérito seja aberto para averiguar o que de fato ocorreu.
Em meio ao turbilhão que virou sua vida, Carver verá uma amizade se formar com Jesmyn, a namorada de Eli.
"Minha mente é a única coisa que me torna especial. Não posso me dar ao luxo de perdê-la"
Depois do velório de Blake, Carver tem um ataque de pânico ao chegar em casa. Ele se sente sufocado, é como se finalmente fosse ter seu fim. Sua irmã, Georgia, o leva para a emergência, pois os pais deles estavam viajando e não chegaram a tempo para o velório dos garotos.
Georgia e Carver sempre tiveram uma excelente relação e neste momento, ela é um dos seus maiores apoios. Mas, as férias dela estão acabando e ela terá que voltar para a faculdade.

Com o ataque de pânico, Georgia sugere que Carver vá ao terapeuta que a ajudou no passado, Dr. Mendez.
Enquanto não decide ir ao Dr. Mendez, Carver resolve ajudar a vovó Betsy, que era a avó do Blake, com tarefas que o amigo costumava fazer para ela. E a mulher lhe dar a ideia de fazer com ela um Dia de Despedida, para compartilharem lembranças do neto.
"Engraçado como as pessoas passam por este mundo deixando pedacinhos de sua história para as pessoas conhecem carregarem. Faz você pensar o que aconteceria se todas essas pessoas juntassem suas peças do quebra-cabeça"
Assim, com a acusação da morte de seus amigos e os ataques de pânico, Carver contará com a amizade de Jesmyn, visitas ao Dr. Mendez e um possível dia de despedida com a vovó Betsy.
Ao final de tudo isso só existem três opções para Carver: a prisão, um colapso ou a superação. O que acontecerá com ele?
Esse é um daqueles livros que TODOS devem ler, pois contém tantas mensagens lindas e importantes, que se torna necessário.
O Carver está vivendo em meio a sua culpa, aos seus medos, receios e sua solidão. Mars, Eli e Blake eram seus únicos amigos, juntos, os quatro formavam a Trupe do Molho. Perder eles, e se ver ante a possibilidade de ser indiciado pela morte dos amigos o atormenta.

Jesmyn vai ser a boia do Carver no meio do oceano que ele se colocou. A "namorada" de Eli, que acabou de chegar na cidade para estudar na Academia de Artes de Nashville, também só terá o Carver como amigo. Eles vão se unir em suas solidões.
Ela é uma exímia musicista, assim como Eli também era. Já Carver ama escrever, criar histórias. Mars adorava desenhar e Blake era um youtuber que fazia muitas pegadinhas para seu canal.

A perda é algo que devasta, então veremos ela sendo destrinchada de forma intensa. Além da dor da perda, a culpa ronda Carver. Ele se sente responsável pelo que aconteceu e divide momentos em que não quer ir para a prisão e outros em que acha que deveria ir.
A cabeça dele está uma confusão e acompanhar de perto toda turbulência acaba nos envolvendo completamente com o personagem.
"Tristeza é um negócio esquisito. Parece que vem em ondas, do nada. Num minuto estou tranquila no mar. No outro, estou me afogando"
A narração ocorre em primeiro pessoa pelo Carver, o que nos faz sentir os seus ataques de pânico e seus pensamentos. Também temos alguns flashbacks do passado, mostrando como surgiu a amizade dos quatro amigos, como era a relação deles. Carver vai relembrando os momentos que passou com eles e com isso vamos tendo a oportunidade de conhecê-los.

O Dr. Mendez vai se tornar muito importante para o Carver e para a narrativa. Através da terapia, conseguimos captar as entrelinhas das ações do Carver e muitas coisas são representativas para nossa vida.
Vovó Betsy também terá momentos lindos com Carver, e um deles em especial me fez derramar algumas lágrimas por toda a sua intensidade.

A escrita do Jeff é sensacional. O autor consegue nos prender no seu enredo e nos fazer viajar por entre os personagens. Ele é sensível, certeiro e intenso. A cada página que lia, queria apenas ler mais. Porém, em certos momentos precisei parar para respirar.
Quanto a edição, só tenho elogios. A capa é representativa. A diagramação é simples, mas o tamanho da letra é excelente.
"Sinto que estou sangrando. Talvez a cura seja como uma cicatriz, em que é preciso abrir novas feridas para sarar as antigas"
Dias de Despedida é um livro sobre recomeço. Você verá de perto a devastação emocional e como é difícil superar as perdas.
Carver terá que lidar com seus próprios problemas e manter seu emocional intacto será uma missão difícil. Entre erros, acertos, dúvidas e o desejo de acabar com tudo, você crescerá com esse personagem. Seu coração sentirá as dores, alegrias e esperança, e também se partirá com as desilusões.
Talvez os Dias de Despedida ensinem Carver a superar. Talvez ele aprenda muito sobre seus amigos. Talvez ele aprenda muito sobre si mesmo. Ou talvez eles sejam seu estopim. O que os Dias de Despedida realmente significarão? Só lendo para saber e talvez você não queira se despedir desse livro...

Beijos da Lice

18 comentários

  1. Nossa!! Sério que querem culpar quem mandou a mensagem e não quem leu enquanto dirigia??
    Que loucura!!!!! Que bom que tu curtiu o livro. Acho que eu ia passar a leitura toda com raiva. kkkkk
    Beijos!!
    https://booksnerdfox.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No lugar onde se passa a obra, é crime mandar mensagem para alguém quando você tem conhecimento que ele estará dirigindo. Não dá raiva, é compreensível. Você compreende a "culpa" do personagem!

      Excluir
  2. Ahhhhh eu tô curiosíssima pra ler esse livro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, é incrível. Foi uma grata surpresa <3

      Excluir
  3. Nunca li, mas parece mesmo ser um livro incrível. Esse tema, o recomeço e a superação, são assuntos tão urgentes que todos deveriam ler... quero comprar um pra mim haha... amei a resenha, ficou show.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Espero que possa ler no futuro, é realmente muito bom e vale a pena 😍

      Excluir
  4. oi!
    Eu adorei a dica :D o livro parece ser bem interessante. Preciso ler ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante! Leia e me conte depois 😍

      Excluir
  5. olá!
    Muito boa sua resenha! Não conhecia este livro, parece ser muito bom, trata de assuntos difíceis que geralmente as pessoas não querem falar abertamente. Vou procurar para ler.
    Eu credito que superar perda de pessoas próximas é muito complicado, eu tenho muitas dificuldades em fazer isso.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Superar a perda é um processo lento e doloroso, e o autor soube abordar isto de forma incrível. Vale muito a pena!

      Excluir
  6. ahhh suas resenhas que nos deixam super instigadas a ler. Com certeza uma leitura que não vamos querer despedir.

    ResponderExcluir
  7. Parece ser bem intenso a. AmO essas são obras que nos faz sentir quem está narrando, pois bjos nos faz pensar em nossos próprios atos.

    ResponderExcluir
  8. Fiquei bastante instigado a conhecer esse livro que traz uma história bastante forte e, pelo que concluo, cheia de grandes ensinamentos. Imaginar ser o responsável pela partida de pessoas queridas é uma dor que nenhum inocdnte deveria experimentar. Só a verdade para mudar nossos pensamentos.
    Ótima sugestão!
    Abraços! ��

    ResponderExcluir
  9. Só de ler sua resenha já me deu aquele sentimento de aflição pelo personagem.
    Gostei muito, vou procurar!

    ResponderExcluir
  10. Fiquei curiosa para ler o livro por dois motivos: o primeiro é o assunto, acho que ainda não li um livro que fale sobre perdas de forma verdadeira. O segundo motivo é para saber como é essa história dele ser acusado pela morte dos amigos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Alice, tudo bem? Parece ser um livro com uma história bem triste. Perder todos os amigos no mesmo dia deve ser algo que demoramos para nos recuperar. Imagina ser acusado e as famílias culparem durante todo o tempo, situação bem complicada. Fiquei curiosa para ler e saber um pouco mais sobre a história. Gostei da resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Enquanto eu lia sua resenha, pude sentir o quanto o livro te impactou. Me parece ser um livro bem triste, mas que tem uma grande lição de vida e superação para nos ensinar. Super darei uma chance para ele.
    Obrigada por compartilhar sua experiencia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Poxa fiquei curiosa para conhecer mais desse livro.
    Vou procurar por ele. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir