[Série] Insatiable é gordofóbica?


Olá viciados em série, tudo bem?

Depois de ter mais de 200 mil assinaturas pedindo o cancelamento da série com apenas o trailer lançado, Insatiable ganhou destaque na mídia. Então corri para assisti os episódios e venho aqui dar minha opinião.

Insatiable
Gênero: Humor Negro
Estreia: 10 de agosto
Episódios: 12 episódios
Disponível na Netflix

SINOPSE: A série centra-se em Bob, um desonrado e insatisfeito advogado civil que se transformou em treinador de concurso de beleza e que assume Patty, uma adolescente vingativa e intimidada como sua cliente, e não tem ideia do que está prestes a desencadear no mundo.



A série gira em torno de Patty Bladell (Debby Ryan) e Bob Armstrong Junior (Dallas Roberts) . Patty era gorda e sofria bullying na escola por todos os seus colegas, ela só tinha uma melhor amiga Nonnie Thompson (Kimmy Shields).
Quando o garoto mais gato da escola lhe ajuda quando ela passa mal, ela e Nonnie acham que finalmente ela terá um encontro. O garoto em questão é Brick Armstrong (Michael Provost), e é claro que ele recusa.

Triste, Patty compra comidas no mercadinho e começa a comer no estacionamento, até que um mendigo chega pedindo sua comida. Ela nega e ele a chama de "balofa". Patty se descontrola e acaba socando o mendigo, que acaba revidando. Assim, ela quebra seu maxilar e fica 3 meses se alimentando apenas com líquido, o que a faz perder mais de 30 quilos.

Do outro lado temos Bob Armstrong, um advogado que trabalha também como preparador de miss. Seu grande desejo é que consiga ter uma miss vencedora. O problema é que a filha de Bob Barnard (Christopher Gorham), seu principal inimigo, sempre ganha todos.
A última decepção de Bob Armstrong não tirou-lhe apenas a coroa, ele também acabou sendo acusado de pedofilia pela mãe de sua pupila, Regina Sinclair (Arden Myrin).

Bob Armstrong vai conhecer Patty Bladell para livrá-la da acusação de agressão ao mendigo. Ele enxerga nela a chance de preparar uma miss vencedora.
Assim, ambos vão começar a trabalhar para Patty se tornar miss. Porém, muitas coisas aparecerão para atrapalhar o caminho de glória deles e em grande parte são confusões causadas pelo temperamento de Patty.
Patty Bladell
Sinceramente, gordofobia é o menor dos problemas nesta série. Patty não emagreceu porque realmente quis, o fato foi decorrente da "briga" com o mendigo. 
Porém, com o seu novo corpo e a possibilidade de se tornar miss, vai fazer com que a pressão cresça e em vários momentos ela se mostre insegura em relação ao seu corpo. Tal fato pode ser considerado comum, pois quem passa por um processo de emagrecimento como este, ainda terá as inseguranças.

O colégio de Patty representa bem o ambiente de bullying que é forte nos EUA, chegando a ser cruel.
E por causa do que passou quando era gorda, Patty quer se vingar de todos, mostrando que pode chegar ao topo.
O que percebemos em Patty é que ela apresenta sérios problemas psicológicos. A jovem é claramente bipolar, tendo duas personalidades em si mesma. Uma personalidade é calma e racional, a outra é violenta e descontrolada.
Bob Armstrong Junior e Bob Barnard
Durante os seus episódios a série irá retratar vários temas interessantes, como: a aceitação de um jovem em relação a sua orientação sexual. a pedofilia infantil, a falsidade das pessoas em julgarem atos que estão cometendo, a aceitação em relação a sua orientação sexual depois de casado e com filhos, entre outros.

O desejo por abordar tantos temas, acabou tornando a série em uma bela confusão e muitos destes temas que poderiam ser discutidos e abordados de outra forma, não foram. É claro que achei válido abordarem tais coisas, mas, o fato de em sua maioria ser feito com o peso do humor negro, para mim, pesou, pois acabou se tornando banal.

Dei boas gargalhadas durante os episódios, pois as cenas tem muito teor de alívio cômico, o que agrada bastante.
O desfecho da série foi o ponto mais negativo. Você acaba se contradizendo em suas próprias aceitações em relação a uma atitude da Patty. Ao mesmo tempo que tal acontecimento nos faz ter algumas certezas sobre a personagem, causa desconforto.

Creio que o "desconforto" seja o que os criadores quiseram passar. E se esse era o objetivo, eles alcançaram. 
É uma série para assistir sem pretensão alguma e que você não deve esperar muitas coisas além de umas gargalhadas. Os episódios são curtos e o enredo em si cumpre seu papel.

Assistam e tirem suas próprias dúvidas!

Trailer da Série

Beijos da Lice

12 comentários

  1. Tenho me interessado bastante em ler críticas sobre essa série, porque é um tema muito delicado e que, parece, estar sendo tratado como puramente cômico e sem nenhum tipo de cuidado. É a impressão que tive em todas as reviews que li. Uma pena.
    Ainda assim, pretendo tirar minhas conclusões.

    ResponderExcluir
  2. Não sou fã de comédia e estas com apelos a debates sobre críticas à comportamentos sociais na maioria da vezes perde a mão. Acho que a Netflix as vezes acerta mas muitas vezes erra. Gostei da sua resenha pois não tentou massacrar nem defender apenas mostrou o que ela é e me ajudou a decidir por não assistir rsrs. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, Alice!

    Quando eu vi o trailer dessa série, eu super me interessei. Não percebi nada de gordofobia apenas pelo trailer. O que é normal, já que eu sou meio devagar pra sacar algumas coisas kkkk
    Quando lançou, eu tentei assistir, mas não rolou... Alguma coisa durante o primeiro e segundo episódio (que foi o máximo que eu consegui assistir), me deixou desconfortável. Não sei se o fato de tratarem a obesidade com esse humor negro ou com o fato de [SPOILER] a Patty querer ficar com o Bob, que me deixou bem incomodada. Além do fator idade, já que o Bob tem idade pra ser pai dela, temos o fator pedofilia, já que a Patty ainda está no colegial. Eu não sei se depois do segundo episódio o Bob acaba fazendo alguma coisa sobre isso ou não. Só sei que não me interessei em continuar a série.
    Confesso que, com o seu texto, fiquei um pouco curiosa. Talvez eu tente novamente...quem sabe?

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu vi só o piloto dessa série, por pura curiosidade, afinal o nome dela estava em tudo quanto era mídia. Não passei dele. Pra começar o foco foi bem diferente do que eu imaginei, tava esperando uma coisa muito mais teen, com muitas cenas no colégio e foco nos conflitos adolescentes. Fiquei surpresa com o destaque que o Bob teve, coisa que pra mim não ficou claro no trailer. Como só vi um episódio, não percebi essa questão da bipolaridade da protagonista, mas acho que faz sentido, levando em conta tudo que ela vai aprontar né (minha amiga viu até o final, então já tenho uma ideia do que acontece). As duas coisas principais que me irritaram e me fizeram não querer continuar foi o foco absurdo em ódio e vingança (parece que todo mundo ali quer se vingar de alguém, nem um pouco saudável) e a sugestão de uma relação entre adolescentes e adultos, que é extremamente problemático (e essa minha amiga me contou que rola caso de pedofilia real mais pra frente né, absurdo). E além disso tudo achei a série confusa, mal escrita, o único bom personagem ali foi a amiga dela, por ser mais quietinha e com essa crush secreta por ela que me fizeram rir um pouquinho. Não planejo ver o resto da série, por todas essas questões que enumerei.

    ResponderExcluir
  5. Oi, como vai?
    Quando eu vi o trailer, já quis ver a série, mas percebi muitos comentários negativos, assim que a série saiu na netflix, decidi assistir pra ter minha própria opinião.
    A série não é de todo ruim mas também não é tão boa achei muitas coisas erradas na série, eles tentam abordar muitos assuntos polêmicos mas acabam por deixar todos no ar.
    Concordo plenamente que Patty tem problemas psicológicos.
    Dei boas gargalhadas em alguns episódios, mas ela poderia melhorar bastante, se trata-se melhor dos assuntos.

    Beijos!
    https://sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Alice.

    Vi essa série ontem enquanto procurava algo pra ver no Netflix e não dei atenção. Primeiro porque não gosto de ver série, depois porque as críticas negativas e polêmicas já estão grandes demais. O mundo já está cheio de contradições para uma representação mal feita e cheia de equívocos, sinceramente não perco meu tempo dando atenção. Mas ao mesmo tempo, você acabou de alguma forma, a claridade de saber que é importante sim que eu dê atenção, tire minhas conclusões e use esse espaço que temos para mostrar esses equívocos para que as pessoas tenham atitudes diferentes, melhores.

    Bjão,
    ~ Diego França|
    |Blog Vida & Letras ~
    www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Logo que estreou eu fiquei com vontade de assistir, mais ouvi algumas críticas não muito boas sobre a série então decidi não ver , mais pelo que vc falou me deu uma vontade só pra ver se é tudo isso mesmo, porque cada um tem um ponto de vista né, depois de todas as coisas horriveis que vi na 13 reasons why acho que não pode superar ! beijo

    ResponderExcluir
  8. Acho o tem interessante, mas humor negro deve tomar certos cuidados ao levar em consideraçao alguns assuntos q dividem a sociedade entre maioria e minoria. Ainda nao assistir a serie, mas fiquei curioso em saber como eles lidam com o tem de obesidade, assim terei minhas criticas formadas.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Eu (Yvens) assisti ao trailer, mas infelizmente não me despertou atenção. Até acho interessante o tema (gordofobia), mas no momento não pretendo assistir, até pelo simples fato de eu estar assistindo diversas séries.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Apesar de viver na net eu sou bem desatualizada de séries. Essa me parece ser interessante... gosto quando já tem umas polêmicas logo de cara. Vou assistir pelo menos um episódio para sentir a vibe.

    ResponderExcluir
  11. Oiiie!! Achei muito pertinente o seu post pois antes do lançamento só se falava que essa série seria gordofóbica.
    Concordo com todos os seus pontos e acrescento que apesar de querer parecer polêmica a série apresenta um bom conteúdo com pequenas tiradas como foi a cena da disforia corporal.
    No início, comecei a ver a série para relatar os problemas que eu tinha visto no trailer mas ela se mostrou totalmente diferente com o passar dos episódios.

    ResponderExcluir
  12. Eu super amei essa série demais, deveria ter uma 2 temporada com certeza.
    Achei mega divertida e engraçada em algumas partes rsrs.
    Claro que tbm abordou temas, de um jeito mais descontraído, o que me fez gostar da série em geral.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    ResponderExcluir