[Resenha] O Rei Cigano - Miya Hortenciano

Olá realeza, tudo bem?

Hoje venho trazer para vocês mais uma resenha e dessa vez é de uma fantasia deliciosa e que lemos em algumas horas, "O Rei Cigano".

O Rei Cigano
Autora: Miya Hortenciano
Páginas: 200
Editora: Independente
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Glacialem. País relativamente rico, vizinho de Meridial, e última ponta do Triângulo Comercial do Oceano Gélido. Tudo ali era perfeito, e, mesmo que alguns discordassem mesmo o clima, com um inverno eterno, com neve durante o inverno e o outono, chuvas frias durante a primavera, e quando, no verão, o gelo começava finalmente a derreter, o outono nevado chegava de novo. Era quase como lugar perfeito. Porém perfeição não existe. Não para alguns. Vez ou outra, Albus, o General, irmão do Rei, caía de amores por alguma jovem camponesa. Porém seu temperamento não era do tipo compreensivo, e ele não aceitava não. Se a moça fosse esperta, saía com uma vida confortável e feliz. Caso não aceitasse, saía sem a vida. Tal regra também se aplicava a qualquer um que cruzasse seu caminho. Porém ele jamais conhecera a fúria de Eros e Sapphire. E logo Albus descobriria que ele não derrubaria os Reis de Glacialem com tanta facilidade.
Glacialem é um reino gélido, que sempre conviveu com suas temperaturas amenas. Por um acaso do destino, duas vidas completamente distintas acabaram cruzando-se.
Eros é filho do Rei Draco com uma cigana, sendo tido fora do casamento. Sua mãe morreu no parto, mas ele sempre foi tratado pelo Rei e pela Rainha da mesma forma que eles tratavam seu primogênito.

Ele cresceu no castelo e aos 15 anos decidiu entrar no exército do reino. Logo, ele se destacou pela sua força e inteligência. Foi quando seu pai lhe ofereceu o cargo de General, que antes que era ocupado por seu tio Albus. No entanto, tal posto foi negado por Eros.

Do outro lado temos a jovem cigana, Ginger. Ela cresceu com o seu grupo cigano e sempre destacou-se pela sua beleza. 
Porém, certo dia, sua mãe tentou vendê-la ao General Albus, mas ela se recusou a tal ato, o que acabou despertando a fúria de Albus.
"Não é sobre salvar minha vida, Ginger. É sobre dar a ela um início. Eu quase morri ontem, porém nunca me senti tão vivo, ou tão livre"
Eros e Ginger se encontraram na ponte Regina, ambos fugindo dos guardas. Assim, eles se jogaram da ponte, fugindo dos guardas.
Ginger estava sendo acusada de matar um homem, o que não passava de uma farsa armada pelo General Albus. O homem em questão que estava sendo acusada de matar, tinha fugido com sua prima Margarita.

Vendo que a jovem cigana era inocente, Eros decide ajudá-la a ir atrás de Margarita e provar que ela não tinha matado ninguém.
O que ele não esperava era topar com seu tio na tentativa de recuperar a carroça da cigana. Eles fazem um trato: Albus lhe entrega um documento com seu perdão junto com seus pertences e garante que ele não será seguido; e ele lhe entrega a cigana.

No entanto, ao conviver com Ginger, Eros têm a certeza que jamais a entregaria para o seu tio, ela é inocente e boa demais para merecer tal castigo.
Na busca para provar a inocência dela, eles passarão por muitos perrengues e acabarão conhecendo mais da vida um do outro. O que os aguarda no futuro?
Este é o tipo de leitura que realizamos em apenas algumas horas e que consegue fisgar o leitor. A obra tem uma leitura fluída, que proporciona que nos encantemos e queira ler de uma vez até o final, o que aconteceu comigo.

Ginger e Eros são personagens que nos encantam de cara. Ela, uma cigana muito ligada as suas raízes e que não esconde este fato ou tem vergonha. Ele, um homem que cresceu como "príncipe", mas que também possui as suas origens ciganas. Os dois possuem personalidades marcantes e me fizeram apaixonar por eles.

Albus é o personagem que iremos detestar. Como General do exército do Rei, ele quer se impor. O homem já abusou de várias meninas e queria fazer o mesmo com Ginger, só não esperava que ela fosse tão forte e determinada. Não tem outro sentimento que não seja asco, que defina ele.
"O mundo não é um lugar perigoso. As pessoas que nele habitam são"
A escrita da Miya foi uma grata surpresa, pois não apresenta enrolação e é bem direta, coisa que adoro. Ela também não expõe muitos fatos, o que nesse enredo funcionou muito bem, visto que temos apenas as informações extremamente necessárias.
Talvez, o único ponto que precise ser mais explorado, seja a continuação de acontecimentos no enredo, mas não é algo que interfira na leitura.

O enredo traz muita aventura, pois a viagem de Eros e Ginger será cheia de percalços. Veremos muito do passado da jovem topando com os dois e isto foi um ponto bem positivo. Aos poucos, ela vai se abrindo completamente para Eros e mostrando quem realmente ela é. Neste processo, o próprio Eros vai descobrindo quem ele é.

"O Rei Cigano" não poderia ter tido um melhor desfecho. Tudo se encaixa e nos faz ansiar por uma continuação, quero muito saber o que irá acontecer.
Esta foi a primeira obra da Miya que li, mas em breve pretendo ler "Meridial" e vai ter resenha para vocês também.

Beijos da Lice

15 comentários

  1. Oi!
    Eu adorei a capa ❤ é linda, a história é bem interessante. Já coloquei na lista de leitura!

    ResponderExcluir
  2. Olha, só a capa desse livro já me ganhou. Pela sua resenha ele é um ótimo livro...ainda não li nada dessa autora, preciso conhecer.

    ResponderExcluir
  3. O que uma capa bem produzida não é capaz de fazer, não é verdade? Mas mais que isso a história é forte, cria laços entre nós e as personagens logo na sinopse, fiquei curioso por saber como a história de Ginger terminará.
    Ótima sugestão!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
  4. Parece ser uma leitura muito bacana de se fazer. Suas resenhas sempre tão boas que nos deixam super afim de ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem Lice?

    Confesso que não conhecia o livro e a autora, achei a capa bonita, a premissa é interessante e a sua resenha ficou muito boa, mas infelizmente não pretendo ler "O Rei Cigano" no momento, quem sabe no futuro?
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha.
    A história é linda, gosto de livros assim, sem enrolação.
    A capa do livro é linda, já coloquei na listinha de leitura.

    ResponderExcluir
  7. Vou la no Amazon comprar.
    Achei bem interessante esse livro.
    a capa foi escolhida com muito bom gosta.

    ResponderExcluir
  8. Achei a capa muito linda!Imagina essa edicao sendo física?! A história eu achei bem interessante,porque pensei que ia tender mais pra fantasia,mas gostei da questão do romance,leria com certeza.

    ResponderExcluir
  9. Olha, gostei da sinopse e mais ainda dá sua resenha. Vou procurar esse livro. Quero muito le-lo.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Essa parece ser uma história bem gostosa com aventuras e provavelmente um romance aí entre o príncipe e a cigana rs
    Eu não conhecia a autora, que nome diferente. Vou aguardar a próxima resenha.
    Parabéns pela resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Amei a sinopse, amei a resenha, já vou dar mais uma pesquisada sobre o livro <3

    ResponderExcluir
  12. Fiquei com um pouco de medo pela autora parecer ser bem sucinta mesmo... Muitas vezes minha cabeça precisa de mais detalhes pra entrar de verdade num enredo. Mas mesmo assim me interessei por ter essa presença de ciganos na história.

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro demais esse estilo de história :) E vc falando que a autora coloca o necessário me deixou ainda mais com vontade de ler pq odeio as enrolações rsrs
    A capa está maravilhosa.

    ResponderExcluir
  14. Oi Alice, tudo bem? Ainda não conhecia a autora mas gostei desse mundo incrível que ela criou. Sempre fico imaginando de onde vem tanta criatividade para criar histórias como as de Harry Potter, Game of thrones, Crepúsculo e outras que nos fazem viajar pelas páginas. As vezes fico meio ansiosa quando o livro tem continuação e não sei como termina a história haha Mas se é como Divergente que "termina por enquanto" dá para segurar a ansiedade. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  15. Parece ser um romance bem legal, mas infelizmente não me senti muito atraída pela premissa dele. Você tem uma boa escrita mas não me senti convencida a ler. Vou deixar a dica passar ^^

    Xoxo,
    Abby
    Blog Linhas Tortas

    ResponderExcluir