[Resenha] O Homem Cobra - J. Spagatas

Olá amores, tudo bem?

Hoje venho trazer uma resenha para vocês e dessa vez é do livro "O Homem Cobra". Espero que gostem de conhecer este livro.

O Homem Cobra
Volume I
Autora: J. Spagatas
Páginas: 464
Editora: Novo Século
Onde Comprar: Amazon / Saraiva
Nota: 
*Livro cedido pela autora
SINOPSE: Sofia está no último ano do colegial, cheia de desejos, sonhos e insegura acerca de seu futuro. Ela vive uma vida pacata e sem graça na casa de seus pais.
Desprezada por suas “amigas”, Sofia espera que os estudos terminem logo para começar uma nova etapa, quem sabe, com sucesso e novas amizades. Infelizmente, ela descobre que sua amada avó está muito doente e, à revelia das ordens maternas, se muda para lá, por alguns dias, a fim de ajudá-la.
E, por coincidência ou destino, acaba indo para o jardim e lá encontra algo que irá mudar sua vida completamente. Uma píton, de mais de 2 metros de comprimento, com exuberantes olhos azuis, rasteja pela grama. Após vários momentos de terror e medo, Sofia percebe que a cobra quer se aproximar de maneira inofensiva, então fica radiante, pois terá um bicho de estimação.
Era isso que ela pensava...
Sofia é uma garota de 16 anos que está passando por um momento conturbado. A jovem acabou de descobrir que sua avó está com câncer e desacreditada, não tendo mais nada a fazer.
Quando recebe essa notícia, a jovem decide ir ao encontro de sua avó, escondida de sua mãe. Assim, ela parte para a casa da avó, onde tudo começa.

Disposta a ficar um tempo com a sua avó, Sofia mente para ela dizendo que sua mãe deixou-a ir até lá e que não terá problemas no colégio.
Quando decide ir para o jardim da casa colocar para fora tudo que está sentindo, a jovem se depara com uma cobra de cerca de 2 metros com intensos olhos azuis. Ao chamar os bombeiros para retirar a cobra, eles não acham nada no jardim da casa.

Sofia pensa que está louca, e para não pirar, resolve tirar uma foto quando encontra a cobra novamente. Para sua surpresa, na fotografia aparece um homem nu belíssimo.
Os encontros com a cobra começam a ocorrer com mais frequência e Sofia se ver encantada por ela, que parece entendê-la. Inclusive, ela nomeia o animal de "Olhos Azuis". E a jovem Sofia acaba criando sentimentos pelo "Homem Cobra".
"Ué, agora tenho um nome? Não sou sua escrava novata? E, mais ainda, é bem normal, pelo que me descreveu, o príncipe abusar de escravas..."
No entanto, Sofia precisa voltar para a sua casa e sua vida. A mãe dela resolve levar a avó com elas, e mesmo reticente, ela parte, mas com o amor em seu coração.
Claramente, Sofia não tem amigas no colégio, todas as meninas parecem odiá-la e sua vida no local não é fácil.

Só que mesmo tentando levar a sua vida como sempre foi, seus pensamentos continuarão nos "Olhos Azuis". Ao tentar viver, a jovem terá algumas decepções com o carinha que sempre gostou e terá outro garoto entrando no seu caminho. Porém, parece que o destino de Sofia está ligado ao do Homem Cobra.

O que acontecerá com ela?
Esse é o típico livro que não posso falar demais, ou soltarei spoilers. Ir descobrindo o enredo por si só é fundamental para que haja o elemento surpresa, que é vital nesta narrativa.
O início do livro é focado em Sofia e suas interações com a cobra. Logo depois temos a jovem tentando levar uma vida normal na escola e com seus pais. Porém, o enredo dá uma guinada e entramos nos elementos de fantasia. 

Não quero explanar tudo que acontece para não perder a graça, mas a narrativa está dividida entre um "antes" e um "depois" de certo acontecimento.
A autora criou um universo particular, que possibilita ao leitor muitas cenas de ação. A narração, que no início era feita apenas pela Sofia, passa a ser compartilhada com vários personagens, para que assim o leitor possa situar-se no universo a ser explorado.

Estas narrações compartilhadas ajudam o leitor a entender o contexto, mas também acabam causando confusão, visto que são muitos personagens inseridos em um curto período de tempo. Mas, se o leitor manter-se concentrado, não é algo que irá lhe atrapalhar.
"Seu cheiro de humana me deixa doido"
Algumas questões propostas pela autora me agradaram, como o fato dela abordar a imposição de poder dentro de uma hierarquia e a banalização da mulher como uma "escrava para realizar desejos". 
A Sofia dividiu minha opinião durante a leitura. No início achei-a muito infantil e com atitudes irracionais. Em certos momentos ela também me pareceu submissa a alguém que possui um alter ego. Mas, depois que ela mudou de rumo no enredo, comecei a gostar mais dela, creio que fomos vendo outro lado dela, um que se impõe mais.

Na verdade, acho que a Sofia fez muitas escolhas erradas no decorrer do livro, inclusive a decisão de entregar seu coração a certa pessoa, é bem equivocada, creio que haja pretendentes mais aceitáveis.
A mistura de ação, aventura e romance conseguem fisgar, e o final do livro nos deixa ansiosos para saber quais serão os próximos passos da Sofia.

A edição está muito bonita. Além dessa capa que representa muitíssimo bem o livro, a diagramação é agradável. Temos as imagens de cobras para a mudança de cenário, o tamanho da letra é confortável e não encontrei erros de ortografia.
"Ao amor! Que ao mesmo tempo é lindo, nos destrói e nos faz ter os mais péssimos sentimentos"
Sofia vai ter seu mundo virado de cabeça para baixo quando se deparar com o "Homem Cobra". Seu coração será fisgado, mas a jovem terá que lidar com coisas que nunca teria imaginado. Qual será o desfecho da Sofia e do seu "Olhos Azuis"?
"O Homem Cobra" é uma leitura boa, apenas não me fisgou como eu esperava. Para quem curte uma boa aventura, com um universo particular, este livro é um prato cheio.

Beijos da Lice

11 comentários

  1. Olá, tudo bem Alice?

    Confesso que não conhecia esse livro, achei a capa bem interessante e a sua resenha ficou legal, gostei das suas impressões e sinceridade. Uma pena que o livro não tenha te conquistado totalmente.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Gente, to besta, acho que nunca ouvi sobre nenhum outro livro que lembre esse, fiquei curiosa, achei bem psicodélico com isso de homem cobra rs

    ResponderExcluir
  3. OI,,,olha ainda não tinha ouvido falar desse livro,mas pelo título fique um pouco curiosa,e pelo que vi é um livro muito bom.Vou procurar pra lê!bj

    ResponderExcluir
  4. Olá! Adorei sua resenha, os pontos e a forma como abordou o assunto. Com relação ao livro, em si, percebo uma Sofia descobrindo o mundo, desde a possibilidade de perda da avó e os amores. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  5. Gente que livro! Não conhecia, mas quero muito ler! Você sabe me dizer onde eu posso comprar? 💙 Amei sua resenha! 😙

    ResponderExcluir
  6. Eu não costumo ler livros que tenha temática aventureira, mas é uma indicação para aquele dias que você está sem ideia do qual livro ler, acredito que é um apenas como distração;

    ResponderExcluir
  7. Embora não tenha o hábito de ler aventuras, não gostei muito da proposta do livro em si. Ja a sua maneira de expressar na resenha ficou muito boa, deu um direcionamento melhor em relação a obra.

    ResponderExcluir
  8. A capa do livro é incrível e retrata muito bem o enredo que você resenhou.Fico um pouco preocupada com o fato de Sofia ser uma adolescente e aparentemente estar envolvida com um "homem cobra" adulto pois mesmo sem intenção demonstra uma sexualidade precoce voltada para pedofilia tornando a história problemática mas quero acreditar que a história não é voltada para esse lado. Gostei muito da sua forma de resenhar parabéns

    ResponderExcluir
  9. Eu comprei este livro e li... ele é maravilhoso! esta nos meus favoritos. tem essa parte de mudança de narrativa, q foi bem diferente, me deixou surpresa com aquele universo. acho q a sofia amadurece conforme a narrativa vai acontecendo. ri muito com ela. a leitura é tão fluida que li o livro em 2 dias. espero que não seja spoiler - amei o laerte rsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Muito interessante esta leitura. Vou confessar que fiquei super curiosa pra saber o que irá acontecer com esses dois hehehe...parabéns pela ótima resenha.

    ResponderExcluir
  11. Um enredo envolvente e por tudo que escreveu fiquei bem curiosa! Jamais me imaginaria na situação da Sofia pq teria medo, pavor, mataria ou fugiria no primeiro parágrafo! Kkkkk

    ResponderExcluir