5 de junho de 2018

[Resenha] A Parte que Falta Encontra o Grande O - Shel Silverstein

Hey amores, tudo bem?

Resolvi trazer para vocês a resenha de um livro, que apesar de simples, me trouxe tantas lições e reflexões. Um livro que desejo que todos possam ler. 

A parte que falta encontra o grande O
Autor: Shel Silverstein
Páginas: 120
Editora: Companhia das Letrinhas
Onde comprar: Amazon / Saraiva
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado
*Livro cedido pela Editora
SINOPSE: Na continuação do clássico A parte que falta, Shel Silverstein reflete com sua poesia singela e emocionante sobre amor-próprio e completude. Um livro infantil para todas as idades.
A parte que falta está em busca de alguém para completar. Após ser abandonada pelo ser circular, ela aguarda um par perfeito em que possa se encaixar. Ela quer conhecer o mundo, e precisa de alguém que a faça rolar. Mas muitos seres não sabem nada sobre encaixe, outros já têm partes demais e alguns não sabem nada de nada. A parte que falta até encontra um encaixe perfeito, mas sua jornada juntos dura muito pouco. Até que ela se depara com o Grande O, um ser completo, que rola sozinho, e que pode dar a ela um ensinamento que mudará seu modo de enxergar a vida.
Nesta história, leitores de todas as idades vão refletir junto com a parte que falta sobre como podemos nos transformar e descobrir como evoluir nosso amor-próprio. Afinal, será que não podemos todos rolar por nós mesmos em nossas jornadas?
Quando esse livro chegou eu fui correndo lê-lo, pois sabia que ele me faria sentir muitas coisas e despertar algo em mim. Eu não estava enganada. Foi uma das leituras que me fez ter a certeza da grandeza das palavras.
“A parte que falta encontra o grande O” é a continuação do aclamado "A parte que falta", que ficou bem conhecido através de um vídeo da youtuber Jout Jout
A obra continua narrando a busca da Parte que falta. Nossa personagem está buscando enlouquecidamente uma parte para completar. Em alguns momentos ela tenta se “amostrar”, ganhar a atenção. Em outros, ela tenta se esconder daqueles mais afoitos.
Porém, quando ela conhece o “Grande O”, tudo muda. Ele lhe mostra outra visão!

Esse não é apenas um livro infantil, tem tantas reflexões subtendidas, que quem o ler com o coração consegue enxergar cada uma delas e transformá-las em um objetivo para sua vida, em um ensinamento para ser repassado a todos.
Por que vivemos nesta busca por alguém que nos complete ou queremos completar alguém? Por que não nos bastamos? Por que não podemos ser inteiros sozinhos?

Essa resposta pode conter vários elementos que estão associados entre si. Porém, um deles é o mais importante e fatal: a sociedade.
Socialmente, fomos criados achando que devemos achar a nossa outra metade, alguém que nos complete, que vá ser o nosso norte e isto, meus caros, é completamente errado. ㅤ
Você é COMPLETO sozinho.
Sua busca não deve ser por alguém que lhe complete, mas por alguém que lhe transborde, que some, que multiplique. Alguém que apenas acrescente em sua vida, que seja inteiro sem você, mas que quando vocês se juntem, sejam o "algo mais".
Esse livro, com suas gravuras simples e poucas palavras me mostrou isso. Eu sou completa sozinha, eu me basto. Não preciso do outro para ser feliz, eu preciso de mim, apenas. 
Não falta nenhuma parte em você. Não falta nenhuma parte em mim. Todas as minhas partes somam um inteiro.

Todo mundo que chega aqui em casa, vou logo dando esse livro para lerem. Deveria ser uma leitura obrigatória para todos, desde as crianças, até os adultos.

Leiam! Leiam! Leiam! ❤
“- Talvez eu seja sua parte que falta
- Mas não falta parte alguma em mim”
Beijos da Lice

10 comentários

  1. Oown que lindo! Só a sua resenha falou tudo! Muita gente por aí namora porque tem medo de estar só. Creio eu que é porque não sabem ser completas sozinhas! Espero um dia ler esse livro, beijos!
    fuchiquei.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente, parabéns pela postagem. Bela argumentaçao em cima do tema da obra, que assim como você, considero primordial para qualquer indivíduo que busque uma vida mais pacífica consigo mesmo. Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha, me deixou ainda mais curiosa para ler tanto esse quanto o primeiro. Apesar de ser infantil prece um livro com grandes ensinamentos e reflexões.

    ResponderExcluir
  4. Que livro maravilhoso, sua resenha também é muito boa, amei a forma como falou do livro e abordou esse assunto, realmente conseguimos ser completos sozinhos

    ResponderExcluir
  5. Ai Alice, eu to tão louca por ler esses dois livros, desde que ouvi a Jout Jout falou dele. Achei tão lindo e delicado. E com a importante lição de que nós nos completamos. Sinto que as pessoas precisam aprender a se amar por inteiro, a saber que se bastam, a não se deixar depender, pra quando estiver com o outro, sejam duas lindas partes, não uma parte dependente.
    Amei a resenha e me deixou com mais vontade de ler. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar do primeiro, agora tô ainda mais curiosa para ler os dois. Grata pela dica.

    ResponderExcluir
  7. Eu estou ansiosa para ter essa leitura, vejo muito amor por esse livro e gostaria de ter acesso a essas reflexões que tocam profundo. Sua resenha esta maravilhosa, gostei muito de saber como se sentiu com a leitura e como te afetou positivamente! Amei a dica!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  8. Que legal a sua experiencia sobre o livro ter sido tão positiva, é muito bom encontrar livros assim. Fiquei com vontade de le lo também. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Tenho para mim que escrever literatura infantil é um grande desafio. Os grandes autores do gênero conseguem trazer para uma linguagem própria de crianças temas e histórias que interessam a todas as idades. E isso é absolutamente fascinante. E é o que me parece ocorrer neste livro (ou nessa série de livros)...
    Beijos
    teofilotostes.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Essa busca contínua do ser humano por algo ou alguém que os complete, não é nada bom. Acho que todos passamos por isso, e a mensagem desse livro é mara demais! Deveria sim, ser lido por todos! Já quero conhecer.

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo