8 de junho de 2018

[Resenha] A Incendiária - Stephen King

Olá amores, tudo bem?

Li o meu primeiro livro do King e precisava compartilhar com vocês minha experiência, confesso que fiquei surpresa com a qualidade, mesmo com os imensos elogios ao autor.

A Incendiária
Autor: Stephen King
Páginas: 448
Editora: Suma 
Onde comprar: Amazon / Saraiva
Nota: 💙💙💙💙💙
*Livro cedido pela Editora
SINOPSE: Uma criança com o poder mais extraordinário e incontrolável de todos os tempos. Um poder capaz de destruir o mundo.
Após anos esgotado no Brasil, A incendiária volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial, com capa dura e conteúdo extra. No livro, Andy e Vicky eram apenas universitários precisando de uma grana extra quando se voluntariaram para um experimento científico comandado por uma organização governamental clandestina conhecida como “a Oficina”. As consequências foram o surgimento de estranhos poderes psíquicos — que assumiram efeitos ainda mais perigosos quando os dois se apaixonaram e tiveram uma filha.
Desde pequena, Charlie demonstra ter herdado um poder absoluto e incontrolável. Pirocinética, a garota é capaz de criar fogo com a mente. Agora o governo está à caça da garotinha, tentando capturá-la e utilizar seu poder como arma militar. Impotentes e cada vez mais acuados, pai e filha percorrem o país em uma fuga desesperada, e percebem que o poder de Charlie pode ser sua única chance de escapar.
Charlie está fugindo do governo junto com seu pai. O motivo? A garota é pirocinética, ou seja, ela é capaz de produzir fogo apenas com a mente.
E por que Charlie é capaz de fazer isso? Tudo começou através dos seus pais...

Andy era um jovem universitário precisando de dinheiro, quando resolveu participar de um experimento científico para ganhar uma grana. No experimento ele acabou conhecendo Vicky.
Os dois passaram pelo experimento, que me partes se tornou bem confuso, eles viram ou acharam que viram um homem arrancando seus próprios olhos. Na verdade, eles não sabiam o que aquele experimento significava de verdade.

O experimento foi nomeado de Lote seis, sendo comandado pelo Dr. Wanless, um homem que por muitos era considerado um louco. Mas, ele trabalhava para a Oficina, uma organização do governo secreta.
"Algumas coisas são maiores que nós dois, e outras são maiores do que todos nós"
O improvável aconteceu e, Andy e Vicky acabaram se relacionando o que findou em um casamento posteriormente. Só que por causa do experimentos, os dois tiveram seus genes modificados. Andy é capaz de dar impulso com a mente em outras pessoas, ou seja, fazer elas verem coisas inexistentes. Já Vicky estava sempre fechando uma porta com a mente.

Dessa relação nasceu a pequena Charlie e desde pequena a garota conseguia colocar fogo nas coisas quando estava com fome, por exemplo. 
Por anos a família foi vigiada pela Oficina, que esperava ver algo fora do normal. Quando Charlie não volta de um acampamento de férias direto para casa, a Oficina decide agir. 

Eles acabam matando Vicky e desde então, Charlie e Andy estão fugindo deles. Sem dinheiro, a garota se ver tendo que usar seus "poderes" pela primeira vez. Já o pai dela se sente cada vez mais cansado depois de usar o "impulso".
"Nossos complexos sempre nos dão o maior sofrimento e pertubação psicológica quando os que incutiram morrem e ficam além do argumento e da misericórdia"
Nesse jogo de gato e rato, será que eles serão pegos?
Os personagens dessa obra são muito bem construídos e explorados, e o leitor consegue ter a visão de cada um deles durante a narrativa, visto que a mesma ocorre em terceira pessoa e explora todos os ambientes da história.

Charlie foi criada pelos pais para considerar seus poderes, ela aprendeu que aquilo era uma "coisa ruim" e que não deveria utilizá-los. Com a atual situação dela e do seu pai, ela vai precisar usar pela primeira vez em grande quantidade e isto a deixa retesada.
Ela é uma criança inteligente, que sabe diferenciar o certo do errado e ao mesmo tempo ela pode ser uma arma fatal para o mundo.

Andy é o típico pai protetor. Ele está tentando manter sua filha e ele vivos, pois não faz ideia do que a Oficina quer com ambos, visto que já foi capaz de matar sua esposa. Com a utilização em grande escala de seu "impulso", suas dores de cabeça serão mais frequentes e intensas.
"Lidar com a morte sempre foi o seu trabalho, e era o único ofício em que tinha excelência"
Alguns outros personagens merecem destaque por sua importância no decorrer da obra. O primeiro deles é o Capitão Hollister. O homem agora é o responsável pelo projeto do Lote Seis, sendo que ele deseja Charlie para estudá-la. O Dr. Wanless argumenta que a menina deva ser eliminada juntamente com seu pai, mas esse não é o plano da Oficina.

John Rainbird é um ex-combatente de guerra que teve uma mina explodindo quando foi pela segunda vez ao Vietnã. O homem de 2 metros de altura tem cicatrizes espalhadas pelo corpo e rosto, e não possui o olho esquerdo. Ele é um homem que já não possui sentimento algum, vive atrás de sua "morte", de algo diferente em suas vítimas.
Quando sabe sobre Charlie, Rainbird imagina que possa finalmente encontrar o que busca.
Para as pessoas que estejam acostumadas com os livros do King, creio que este seja o mais diferente do autor. Primeiramente não é um livro de terror/horror, está mais para um livro de ficção científica, e um dos melhores por sinal.

Um dos pontos mais positivos é que o livro tem descrições cansativas de ficção científica, a linguagem empregada é de fácil compreensão e a descrição dos cenários e situações são feitas com perfeição. O leitor consegue projetar as imagens nitidamente.
"Quanto mais ela fazia, mais gostava; quanto mais fazia, mais ela conseguia sentir o poder, uma coisa viva, ficando cada vez mais forte"
"A Incendiária" é um livro que o leitor vai entrando dentro da história e sentindo tudo que a Charlie e o Andy sentem.
Neste meu primeiro contato com a escrita do autor ele provou a sua maestria e finalmente pude compreender toda a aclamação em cima dele.

O livro foi lançado pela primeira vez em 1980 e o mais fantástico é que a obra continua muito atual, com uma narrativa capaz de prender qualquer leitor. 
Os poderes piracinéticos foram bem descrevidos pelo autor, o que faz com que um leitor leigo no assunto (como eu) tenha o aprofundamento na dose certa.
"O mundo, embora iluminado por lâmpadas fluorescentes, incandescentes e néon, ainda está cheio de cantos e esconderijos e buracos escuros e sombrios"
As cenas finais da obra são de tirar o fôlego, fiquei vidrada aguardando a próxima ação e o que iria acontecer. Gostei do final da obra, mas sinceramente fiquei com aquele gostinho de "quero mais". Queria ver mais da Charlie, pois ela poderia ser mais explorada como personagem, ela tem muito a oferecer.

Para quem não conhece a escrita do autor, super recomendo. Essa edição da Suma está um espetáculo. É capa dura com relevo, tem uma boa diagramação e tradução. 
Venham conhecer a Charlie e seus poderes...

Beijos da Lice

8 comentários

  1. Que top essa resenha! Eu nao conhecia a escrita do autor, e vc me deixou bem instigada a conhecer! Parece ser muito boa as obras do autor. Nao conhecia a INCENDiÁRIA.

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Eu sou uma grande fã de Stephen King ❤ ele arrasa sempre com histórias excelentes. Adorei a resenha.
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Que resenha maravilhosa viagei agora na imaginação com a sua resenha rsrs.
    Já quero ler!

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha esse livro não conhecia mais já li outros livros de Stephen King fiquei curiosa por esse também :)

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Lainizinha11 de junho de 2018 21:16
    Olá tudo bem ? Ainda nao li nada de stephen king , mais sempre sigo suas dicas de leitura e essa será mais uma delas.bjsss

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Acredita que não conhecia esse livro,mais depois de ler sua resenha fiquei com curiosidade para saber mais detalhes, parabéns viu resenha maravilhosa mesmo, bjs.

    ResponderExcluir
  8. eu ja ouvi falar do autor mais nunca li nenhuma obra sua a historia me deixou intrigada adorei a resenha

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo