[Resenha] A Filha do Astro - Cinthia Basso

Olá amores, tudo bem?

A Cinthia Basso acabou de lançar livro novo, o quarto da Série Boston Globe, então, é claro que eu precisava trazer a resenha para vocês. E já adianto algo, é o melhor livro até o momento, mas tenho impressão que outro casal vá arrebatar meu coração.

A Filha do Astro
Autora: Cinthia Basso
Páginas: 450 
Onde Comprar: Amazon
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Lily Currey é uma mulher que sabe exatamente o que quer e nunca pretendeu ficar à sombra do sucesso do pai. Se tornou uma das modelos mais conhecidas e desejadas do mundo, guardando segredos e problemas debaixo de sete chaves, mantendo para si tudo o que poderia destruir a sua carreira.
Collin, seu irmão adotivo, aproveita muito a vida de solteiro, sem se importar com o que os outros pensam e sem ligar muito para as mulheres que dizem amá-lo. É um cara que sabe o efeito que a sua presença causa e, por isso, prefere ser de todas do que investir suas fichas em apenas uma.
As pessoas pensam nela como a filha do astro.
Enquanto ele é o jogador matador da liga de beisebol.
Lily e Collin... Seria mesmo interessante se não fosse um tanto quanto impossível!
Ou o impossível é apenas aquilo que nunca foi tentado?
Lily Currey cresceu com o peso de ser filha do maior astro de basquete. Na adolescência, a garota sofria "bulliyng" por parte de outras garotas e se considerava o patinho feito, aquela que não atraia atenção. Tudo isto devido ao fato de ser muito alta e magra, e assim, desde essa época ela começou a desenvolver distúrbios alimentares.

Outra coisa que atormentava Lily era o fato dela ser apaixonada pelo seu irmão adotivo, Collin Currey. Collin sempre estava disposto a defender Lily de todos e tudo, e por isso, junto com Tyler, irmão dela, já entrou em muitas confusões para defendê-la.

Agora, adulta, Lily é uma famosa modelo que evita passar muito tempo em sua cidade, ela fica o mais afastada possível. O motivo? Lily é apaixonada por Collin e vê-lo com outras mulheres lhe machuca. Ela ainda luta contra seus distúrbios alimentares e atualmente mantêm um relacionamento sem sentimento com Ross.
"Eu era idiota demais e mesmo querendo ignorar tudo o que ele causava em mim, falhava sempre, sentindo vergonha por ainda pensar nele dessa forma"
Collin Currey por sua vez, é o típico homem que sabe curtir a vida com tudo que tem direito. Ele cresceu recebendo muito amor dos Currey e carrega uma beleza estonteante. Ele não seguiu o caminho do pai adotivo, ele é jogador de beisebol, o melhor do time, na verdade. E sempre têm muitas mulheres em sua cama, uma a cada semana, para ser mais exata. Collin possui um extinto protetor em relação a Lily.

Em uma das visitas que resolve fazer a família, junto com o namorado, Lily acaba vendo Collin com mais uma de suas conquistas. Seus pais, Josh e Beatriz, claramente não são a favor de seu relacionamento, e seu irmão Tyler também segue a mesma opinião. 
Depois de uma breve discussão com o namorado, Lily acaba indo para casa com Collin, que decide que irá em seu próximo desfile que será realizado no Brasil.

No Brasil, as coisas entre os dois finalmente começam a mudar. Depois de quase cair na passarela e ser ajudada por Collin, Lily resolve sair com ele e sua amiga, Chloe. Na boate que eles vão, tudo começa a sair dos trilhos. Collin e Lily bebem muito e acabam se beijando, indo para o hotel. Lily tem consciência do que vai acontecer e se deixa levar pelo momento.
"Sempre parecia bem ao mundo, quando algo dentro de mim queria explodir a qualquer instante"
Mas, o que acontecerá no dia seguinte? Como Collin irá lidar com isto? E Lily, como ficará? Eles terão um futuro juntos?
A primeira coisa que tenho para falar é QUE LIVRO É ESSE BRASIL????? Sem sombras de dúvidas foi o meu livro favorito da série até o momento e só sei sentir muito amor pela Lily e pelo Collin, além é claro, do resto da família.

Collin é o típico cretino que nos conquista. Ele não nega quem é, sendo bem aberto em relação as suas conquistas. Collin tem um problema, é extremamente tapado. Ele jamais conseguiu perceber os sentimentos de Lily por ele e nem chegou a enxergar o que ele próprio sentia.
Em alguns momentos senti vontade de arrastar a cara dele no asfalto e em outros só quis abraçar esse idiota e cuidar dele.
"Soava loucura. Muita loucura! Se eu ouvisse aquela voz que gritava, me dizendo exatamente o que era. Soava mesmo como uma loucura das maiores"
Lily é uma personagem difícil. Não que a personalidade dela seja assim, longe disso na verdade. Ela, na verdade, é profunda. O distúrbio alimentar dela é algo contra o qual ela luta diariamente e muitas vezes perde a batalha. Ela não consegue se sentir bonita e aceitar seu corpo, sempre achando-se estranha. Antes que você pense, não, a Lily não se acha gorda, longe disso. O que a faz vomitar constantemente está mais relacionado ao seu estresse, momentos de tristeza, a culpa.
Por estes motivos, Lily nunca conseguiu contar a sua família pelo que passa, guardou tudo para si.

Tyler Currey é um personagem que rouba a cena. Diferente dos irmãos, ele fugiu de uma carreira midiática. Porém, com seu jeito nerd, Tyler conseguia pegar mais mulher e ser mais safado do que o próprio Collin. Neste livro temos uma pincelada da história do Ty, e estou louca pelo livro dele, tenho quase certeza que será o meu favorito, expectativas altíssimas.
"Você é a minha ruína em forma de mulher, nunca vi isso tão claro como agora"
Beatriz e Josh Currey continuam arrebatando o nosso coração. Mesmo estando na casa dos 50 anos, esses dois conseguem nos fazem suspirar. Continuam com o seu amor intacto, com ótimas tiradas, sempre brigando e se amando. Eu amei mais a versão deles nessa idade, eles pais são maravilhosos. Ah, o fogo deles também continua intacto hahaha
Fui fisgada pelo Collin. Sério, tentei lutar com esse amor que estava batendo no peito, mas não teve jeito. Ele chegou de mansinho e me ganhou. Mesmo sendo bem idiota às vezes e eu querendo matá-lo em algumas ocasiões, quando ele decide ser fofo, apaga todo o resto e ganha nossa atenção. Ai Collin, você nasceu para ser meu.

A história de Lily e Collin não é fácil. Pela lei, os dois são irmãos, e por isso não poderiam realizar um casamento. É fato que uma união dos dois causaria muito burburinho na mídia, que poderiam considerar isto um incesto, mesmo sabendo que Collin é ADOTADO. 
A Cinthia foi corajosa ao abordar um tema tão delicado, pois mesmo não existindo laços de sangue entre os dois, o preconceito é algo comum.

O fato da Cinthia expor os distúrbios alimentares, foi algo que me ganhou de cara. Ainda são poucos os livros que abordam este tema e mesmo não indo tão fundo no assunto, a autora consegue trazer alertas importantes. Os distúrbios alimentares precisam serem mais abordados e as pessoas conscientizadas da sua gravidade.
"Nada no seu lugar estava certo e nem mesmo meu coração, porque eu podia jurar que o sentia indo embora junto com ela. E isso era uma porcaria! Das grandes!"
Os personagens principais foram bem explorados. Como a narração da obra é compartilhada entre a Lily e o Collin, podemos conhecer os dois extraordinariamente. Com a Lily vemos o mundo da moda em pano de fundo, já com Collin o beisebol.
Os personagens secundários tiveram um espaço importante, e mesmo aqueles que no final, eu achava que já estavam esquecido foram lembrados, o que faz a obra ser redonda, com as histórias finalizadas.

É claro que Tyler é o secundário de mais destaque. Fiquei querendo mais da Mia, uma nerd que trabalha com Ty e vai aparecer ao longo do livro. Tudo em relação a ela me deixou curiosa e não vejo a hora de ler a sua história.

Um dos únicos pontos que talvez incomode o leitor da série, é o fato de não termos muitas cenas com os nossos protagonistas dos três primeiros livros: Allan, Rose, Silas e Diane. Porém, isto é compreensível. O foco é na família do Currey, em seus filhos e seria impossível termos os outros 4 aparecendo a todo momento. Mesmo assim, fiquei com saudades deles.
"Eu estava sendo arrastado pelo asfalto e o amor arrancava a minha pele, como se fosse uma camada sem a menor importância"
A escrita da Cinthia evoluiu, a cada obra ela se mostra mais madura e consegue montar enredos que conquistam. Uma das coisas que preciso ressaltar, é que a autora foi corajosa em narrar a cena de um anal, confesso que ainda não tinha visto em outros livros.
Já a edição continua linda e com todo cuidado. Não encontrei muitos erros gramaticais.
O leitor vai gargalhar muito com esses personagens, mas também irá derrubar muitas lágrimas, é inevitável, faz parte do processo. Eu entreguei meu coração as cenas.

Eles cresceram como irmãos, mas um sentimento mais forte acabou nascendo nesta relação. Ela sempre guardou para si. Ele nunca percebeu. Ela sofre calada. Ele pega todas as mulheres. Quando finalmente eles resolvem se envolver, Lily e Collin precisam lutar contra o mundo.
Talvez a vida não seja tão fácil e talvez o amor esteja debaixo de seu teto. Talvez nem tudo saia como pensamos, mas talvez este seja o jeito certo. Ser filha do astro é uma responsabilidade: consigo, com a família e com o mundo. E mesmo com o mundo dizendo não, eles vão dizer sim. Sim, para o que sentem. Sim, para um futuro... Mas, será o "sim" suficiente?
"Lily tinha me estragado e não queria ser consertado se não fosse por ela"
Beijos da Lice

9 comentários

  1. Temática interessante a paixão entre irmãos. Ainda, você coloca que "Lily Currey é uma mulher que sabe exatamente o que quer e nunca pretendeu ficar à sombra do sucesso do pai. Se tornou uma das modelos mais conhecidas e desejadas do mundo". A trama deixa transparecer que atingir esse sucesso tendo um pai que já está por lá é tarefa bem menos árdua? Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Mdss, como não amar essa resenha? 😍😍😍😍

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia a obra nem autora, não é o tipo de narrativa que leio, mas gostei de saber a respeito desse caráter mais profundo da protagonista lutando para ser reconhecida e contra distúrbios alimentares, além disso, saber que a autora evoluiu em sua narração me deixa ainda mais feliz mesmo eu não sendo o público-alvo dela. =D
    Bjs

    Livre Lendo

    ResponderExcluir
  4. Pelo amor de Deus, irmãos?! Eca! rsrsrs. Fiquei curiosa pelo casal maduro,gosto desse tipo de personagem. Não estou pronta para esse livro.srsrs

    ResponderExcluir
  5. Confesso que o romance entre irmãos não me encantou. O rapaz é adotado mas nem por isso deixa de ser irmão, afinal foram criados dessa forma. É um tema polêmico, assim como a abordagem dos distúrbios alimentares da protagonista, que mesmo sendo uma modelo badalada tem lá seus problemas com a aceitação de seu corpo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Alice! Graças as suas resenhas sobre esse série, corri para adquiri-la e já estou DOIDA pra ler. Principalmente esse. Acho esse tema sobre relacionamento entre irmãos meio tenso, depois de Proibido. Porém, quando um deles é adotado, me sinto mais confortável, como foi no livro Meu Maior Presente. Sinto que não acaba sendo taaanto errado a gente torcer por eles, mas posso estar errada. Enfim...
    Gostei muito do tema sobre transtornos alimentares, porque acho uma ótima temática para se tratar, até mesmo para ajudar a possíveis leitoras que passem por esses problemas. Amei a resenha, me deixou louca! Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. This book made a strong impression on me dear,best wishes for you..

    https://clicknorder.pk online shopping in pakistan

    ResponderExcluir
  8. Olá! Parece uma leitura bem empolgante de se ler, até porque quem não gosta de um amor "proibido" haha achei interessante a proposta!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  9. Não é bem meu estilo de leitura, mas sua resenha é tão boa que não tem como não gostar.

    ResponderExcluir