[Resenha] Raio de Sol - Cinthia Basso

Olá amores, tudo bem?

Hoje venho trazer a resenha do MELHOR livro da Cinthia Basso que li até o momento. Foi amor demais por esse peão e quero um na minha mesa urgentemente. 

Raio de Sol
Autora: Cinthia Basso
Páginas: 450
Editora: Independente
Onde Comprar: Amazon
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado
*E-book cedido pela autora
SINOPSE:
Suellen Carvalho nasceu em Ventura, mas seu sonho fez com que saísse da cidade sem olhar para trás, com o intuito de estudar e se tornar a escritora que tanto queria ser. Agora, com um bloqueio literário, ela está de volta e se surpreende ao notar que Vince, seu amigo de infância, se transformou de garoto franzino para um peão sexy, com um sorriso digno de fazê-la delirar.
Vincent D’Ávila é filho do fazendeiro mais conhecido da região, herdeiro da fazenda Raio de sol e um dos brutos mais cobiçados de Ventura. Com a volta da única mulher que sempre mexeu com os seus sentidos, Vince terá que escolher entre se render ao sentimento adormecido, ou trancafiar de vez tudo o que Suellen lhe desperta, e ela, por sua vez, terá que se decidir entre ir embora novamente ou atender ao pedido do seu coração.
O tempo os separou.
Mas existiria algo mais forte capaz de uni-los?
Suellen Carvalho viveu uma vida de interior, morando na fazenda de seus pais. Quando chegou em sua fase jovem, Suellen decidiu que precisava ir atrás de seus sonhos na cidade grande, ela queria ser escritora. 
Depois de tantos anos, Su fez muito sucesso com seus livros, se tornando uma escritora aclamada. Porém, agora ela está com um bloqueio literário e decide voltar a Ventura. Ela terá que lidar com uma cidade fofoqueira querendo saber o motivo dela não ter casado e também com um certo peão.

Na infância, Suellen era muito apegada a Vince, o filho dos fazendeiros do lado da sua fazenda. Eles cresceram juntos, eram melhores amigos, mas ela sempre sentiu algo diferente pelo peão.
Ao voltar para Ventura, ela se deparará com um Vince totalmente diferente daquele que deixou. O garoto franzino se tornou um homem musculoso e sexy, capaz de fazer qualquer mulher suspirar. Vince, que divide o trabalho entre sua construtora e os cuidados com a Raio de Sol (a fazenda de seus pais), está noivo. A escolhida foi Mônica, uma mulher enjoada que chegou na cidade uns 5 anos atrás com sua família.
"Nada era simples quando alguém habitava seu coração desde que se lembrava por gente"
Vince não está feliz com sua noiva, longe disso. Na verdade, ele se acomodou neste relacionamento e tem plena consciência de que o mesmo não vai para frente. Ele a pediu em casamento em um momento nebuloso, para ser mais exata, em um boquete. Vince nunca a amou, seus pensamentos sempre estiveram voltados para Suellen e o motivo dela tê-lo "deixado".

Quando Suellen e Vince se encontram, as provocações tão comuns na adolescência voltam com tudo. Ele adora perturbá-la e ver que consegue mexer com ela. 
Suellen aproveita esses novos ares para começar a escrever sua nova história, com um peão para lá de sexy, usando muitos fatos verídicos.

Vince, por sua vez, percebe que é impossível continuar o noivado e termina tudo. Ele sabe que o fervor que sente por Suellen precisa ser aplacado, mesmo que no caminho seu coração seja estraçalhado, pois em breve ela voltará para a cidade grande.
"Grosso e grande seria uma definição perfeita"
Sua antiga amiga de adolescência, Mag (que também ficou 'encalhada'), irá contar todas as novidades da cidade para Suellen e claro, levá-la para comemorações. E assim como Su, Vince também tem um amigo para lhe levar a fara quando decide romper com a noiva, Rodrigo, que é irmão de Mônica.

O que acontecerá com Suellen e Vince? Eles finalmente deixarão o destino os enlaçar? Suellen conseguirá escrever sua história?
O que falar desse livro minha gente? Eu AMEI. O Vince é um peão da porra e já quero um igualzinho na minha cama, Jesus!

Vincent cresceu na Raio de Sol e sempre soube que precisaria administrar o local quando fosse necessário. Porém, ele acabou cursando engenharia e abrindo sua própria construtora e era nela que passava a maior parte do seu tempo. Seu pai, no entanto, vivia insistindo para ele largar a construtora e finalmente ir tomar conta da fazenda. 
Vince transbordava sexualidade, o cara é bruto, com um humor sarcástico, ou seja, capaz de arrancar qualquer calcinha. No entanto, ele também sabe ser carinhoso (menos quando o assunto é sexy). E ah, Vince tem um Caralhus.
"Sorte no jogo, azar no amor. E eu tinha um baita de um azar me fazendo companhia"
Suellen me causou um pouco de raiva. Poxa, ela poderia se jogar nos braços de Vince logo, mas entendo todo o receio dela.
Ela é mulher decidida, que não pensou duas vezes em seguir seu sonho e o trilhou de forma espetacular. Porém, quando o assunto foi relacionamento, Su nunca se sentiu completa, no sentido literal da palavra. Em Ventura ela encontrará novamente seu lugar de paz e sua imaginação irá vim à tona com tudo. 

Mag é um personagem para fazer o leitor gargalhar. A mulher que também ficou encalhada, não se intimida em dizer que transou com alguns homens da cidade. Ela tem uma relação não definida com Rodrigo, que balança as estruturas dela. Mag é alegre, amiga e sem papas na língua, falando aquilo que lhe vem na mente.

Rodrigo é um amorzinho. Seguindo o mesmo porte de Vince e sendo um excelente partido, vem de família rica (é irmão da enjoada Mônica) e não precisaria trabalhar, mas adora viver entre os animais da Raio de Sol. Intenso, sexy e encantador, Rodrigo acaba conquistando todos a sua volta.
Mônica é o completo oposto de Rodrigo. Ela acha que é melhor que todos e não vai aceitar perder o Vince. Resumindo, ela é completamente louca.
"Fiquei quieta, prevendo que perderia meu coração nessa noite e que nunca mais seria capaz de recuperá-lo"
Os pais de Suellen, seu Carvalho e dona Maria sempre foram amorosos com a filha e mesmo sentindo uma saudade absurda na sua ausência sempre a apoiaram em suas decisões.
Já os pais de Vince não foram diferentes. Apesar da pressão para o filho trabalhar  só na fazenda, o sr. D'Ávila compreende o filho e suas paixões. Já Cida, sua mãe, é amorosa e sonha com o casamento dele.
Na verdade, as duas famílias, Os Carvalho e os D'Ávila imaginam um dia que poderão unir seus filhos em um casamento bafônico.
Esse livro é um daqueles que fica marcado. Confesso que não tinha lido muitas obras de peões, então fui surpreendida por esta obra. A Cinthia conseguiu empregar o clima de interior e de fazenda, levando o leitor a se transportar para tudo que está sendo narrado. Isto é um ponto mais do que positivo.

A narração do livro é dividida entre o Vince e a Suellen, assim podemos perceber os dois lados da moeda e ver como eles se sentem. Eu amo capítulos intercalados e a Cinthia sabe fazer este trabalho melhor do que ninguém.

O Vince é um daqueles personagens que você dificilmente irá esquecer, principalmente levando em conta o Caralhus dele. As cenas de sexo desse homem são de outro mundo, o leitor fica boquiaberto e consegue sentir muitas sensações. Poderiam existir muitos Vince's por aí, as Suellen's iriam agradecer.
"Suellen era a boiada da minha vida e eu desconfiava que já tinha sido pisoteado há vários dias, quando caí no erro de achar que me envolveria com ela, sem maiores complicações"
A relação da Su e do Vince vai sendo construída calmamente. Como os dois já se conhecem desde a infância, existe um clima leve entre eles, apesar de toda tensão sexual palpável. Os dois são contrapontos que ao mesmo tempo se encaixam, se completam e transbordam.

Os outros personagens da obra foram bem construídos e estão na dose certa. Você irá amar alguns, odiar outros, sentir remorso, você sentirá tudo. Cada um tem seu papel importante.
As cenas também foram bem feitas e não destoaram do propósito da obra. Em algumas você se sentirá aflita, em outras, em êxtase.

A escrita da Cinthia foi a surpresa. A autora evoluiu ainda mais da sua última obra e a cada livro, ela consegue fazer uma ambientação realista, assim como características e personalidades. Adorei o sotaque que ela colocou nos personagens e como uma menina que viveu em fazenda, posso afirmar que ela acertou em cheio.
Já a edição é outro ponto positivo. Não encontrei muitos erros de gramática e cada capítulo se inicia com uma imagem.
"Éramos praticamente gasolina e fogo, formando uma imensa explosão de necessidade. Necessidade de ficar finalmente juntos"
Um fato que merece destaque é que durante o livro, a autora inseriu nos capítulos narrados pela Suellen, trechos do livro que ela estava escrevendo, então acabamos tendo um pouco a visão de outra obra. Isto foi algo novo para mim e foi feito com muita consciência.

Vince e Suellen acabaram sendo separados pelo destino. Ela foi atrás do seu sonho, ele ficou vivendo o seu. Depois de tantos anos, Su está de volta e encontrará um Vince sexy que despertará muitas sensações nela. Vince é a reencarnação do sexy, ele consegue conquistar com seu olhar e sorriso, e se tornará o ponto fraco da Su. Entre os dois, a relação é explosiva. O peão vai mostrar que a fazenda pode ser mais interessante que a cidade, e o Raio de Sol vai iluminar os dois...

Beijos da Lice

19 comentários

  1. Gosto de personagens como Meg, deve ser uma boa leitura!

    ResponderExcluir
  2. oi!
    A historia é um romance com humor,drama, aventura e ação :D Super indico o livro ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom ? Não conhecia o livro nem a autora. Pela sua resenha é um livro bem intenso que impacta quem lê haha não curto muito o gênero, mas toda indicação é válida, amo conhecer livros e autores. bjs

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus, fiquei afim de ler esse livro, pega fogo heim....que top. Adorei so de ler a resenha!!!! Vou adquirir com certeza. bjs

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh que resenha maravilhosa, digna do Vince, Lice! Amei de verdade! Perfeita!

    ResponderExcluir
  6. Boa indicação de livro. Amei.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Lice, amei o layout novo do blog.
    Vince é demais, né não? Rsrs... Sabia que tu ia amar o peão.

    ResponderExcluir
  8. Amo ler romances e esse com uma pitada de aventura e comédia deve ser maravilhoso.
    Achei a capa e o titulo divinos.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  9. A capa do livro é linda, gostei bastante da história é um romance lindo, onde o tempo não separa o amor, fiquei bastante curiosa pra saber se o amor de Vince e Suellen ainda está vivo, mas vou ficar torcendo para os dois, bjs.

    ResponderExcluir
  10. Romances são sempre bem vindos em quesito leitura para mim! ótima indicação!

    ResponderExcluir
  11. Essa e a primeira resenha desse livro que eu leio, e confesso que nunca li nenhum dos livros dessa autora, porém e possível notar que a história lhe cativou do principio ao fim da leitura, já que tudo me pareceu ser muito bem desenvolvido, com personagens reais e sexy. Enfim, fiquei super interessada em dar uma chance a obra, espero gostar, tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Nossa pelo que li vou gostar tanto quanto você.
    Eu estou doida para saber se eles se acertaram.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. pela sua resenha a historia me pareceu muito boa e leve uma boa dica de leitura anotado o nome
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Nossa faz tanto tempo que eu não leio um livro que me deu vontade de procurar por esse agora mesmo haha. Adorei o enredo e o jeito que você contou, super envolvente. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Alice, tudo bem? Que delícia de enredo. Gosto muito de livros assim porém já faz um tempinho que não leio. Ultimamente tenho lido sobre autoconhecimento, minimalismo e até autoajuda. O que me chamou atenção nessa história foi ter fazenda, gente eu AMO andar a cavalo. Senti até um pouco de nostalgia. E essa capa? Simplesmente perfeita. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  16. Quanta soma este enredo passando por alguns estilos diferenciados, não é bem meu perfil de leitura. Foi bom poder conhecer um pouco mais por aqui

    ResponderExcluir
  17. Oi
    que resenha maravilhosa parabéns viu,gostei muito do livro e a capa é linda,com essa história interessante já quero ler com certeza bjs.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Alice. Esses parecem mais uns daqueles livros clichês, mas não me contive e tive que ler até o final. Hahahaha assumo: sou apaixonada por um clichezinho.
    Eu amei o enredo, e deve ser uma delícia de ler. Com toda certeza eu vou por na lista.

    Vai ser tua culpa minha lista estar enorme. Só escreve coisa boa.

    Beijos.

    ResponderExcluir