14 de março de 2018

[Resenha] Tempo de (im)Perfeição - Lilian Vaccaro

Olá amores, tudo bem?

Hoje venho trazer mais uma resenha em parceria com a Editora Coerência, e desta vez, o livro em questão é Tempo de (im)Perfeição da Lilian Vaccaro. 

Tempo de (im)Perfeição 
Autora: Lilian Vaccaro
Páginas: 222
Editora: Coerência
Onde Comprar: Editora Coerência
Nota: 💙💙💙💙
*E-book cedido pela Editora
SINOPSE:Seria muito simples, narrar pra vocês os períodos de primavera, em que sorri, ou corri atrás das borboletas. Seria muito simples, falar que o encanto da vida, se resume apenas em fases felizes. Não são assim os contos de fadas? Eu bem sei disso, afinal, antes de ser uma mulher, sempre fui uma menina.
Com sonhos, dentre tantas as outras, e com um punhado de ideologias como ser a garota perfeita. Logo chegaria a famosa fase das paqueras, o primeiro beijo, o casamento. AI MEU DEUS! E se eu não estivesse preparada? E se… a menina que existia dentro de mim, não estivesse pronta pra crescer?
Milhões de dúvidas, muitos caminhos a serem seguidos, e a grande expectativa. Eu vou conseguir (sobre)viver com todos esses anseios?
Depois de todos esses anos, eu resolvi contar a todos o que eu sei. O que eu vivi na pele, e todos os caminhos que ultrapassei para ser quem hoje, eu sou.
Embora espero que esteja ciente que este livro não é uma obra baseada em fatos reais. É mais que isso. Este livro é a minha vida. Ou chame-o de uma bela jornada do casulo, ao primeiro voo da borboleta.
Talvez você se encontre nele. Talvez chore com ele. Talvez esteja ainda vivendo o tempo do casulo. Mas quero trazer uma simples e breve mensagem a você;
NÃO DESISTA DE VOAR…
A VISTA É LINDA!
Vamos voar?
Lilian cresceu sendo uma garota forte e dedicada, daquelas que nunca decepcionou seus pais. Ao terminar o ensino fundamental, a garota decidiu cursar o magistério, curso que lhe permitiria ensinar posteriormente.
Foi no magistério que ela conheceu a sua melhor amiga da fase da adolescência: Flávia.

A mãe de Flávia estava sempre na casa de Lilian, dizendo para a mãe da jovem o quanto ela se encontrava "magrinha". Lilian tentava na maioria das vezes se segurar, mas vez ou outra soltava uma "indireta" para a mulher, com o pretexto de que precisava estudar. Já Márcia, mãe de Lilian, ficava com a pulga atrás da orelha, pensando o quanto a filha realmente estava magra.

Lilian no magistério, além de fazer amizade com Flávia, graças a revista do Brackstreet Boys, a boy band que fazia sucesso na época, também acabou arrumando o seu primeiro namorado, o Robson, um roqueiro apaixonado pelo Guns N'Roses e Metálica. Porém, o namoro não acabou dando muito certo, pois o jovem começou a se envolver com drogas e mesmo tentando salvá-lo, Lilian não conseguiu. Assim, o namoro chegou ao seu fim.

A amizade de Lilian e Flávia continuava firme e forte. As duas aprontavam em seu bairro e ajudavam-se em tudo que era necessário.
Chegou o dia da formatura do magistério e ambas estavam em êxtase. Depois dos protocolos da colação iria haver a festa, mas os pais religiosos de Lilian não a queriam deixar participar, mas com a ajuda da mãe de Flávia, eles acabaram cedendo e ela poderia ter sua noite completa.
"Eu amava o que fazia. Era o que eu havia escolhido para a minha vida: ser professora"
Nesta época, Flávia estava namorando um jovem da igreja, mas não o havia apresentado a Lilian, era como um segredo. Porém, no dia da formatura, na festa, o jovem acabou terminando com ela e Lilian foi consolá-la.
Elas dançaram como nunca, e na hora de ir embora, um cara que já havia mostrado interesse em Lilian a chamou para dançar. Ela falou que precisava ir, ele agarrou-a e beijou-a. No entanto, no meio do beijo alguém gritou "Walteeeeeeer". Pois é, a Lilian tinha beijado o ex-namorado da sua melhor amiga...

Depois da formatura, a relação de Lilian e Flávia foi praticamente extinta. Flávia sentia ódio e remorso da jovem, e até começou a espalhar boatos sobre ela.
Em meio ao término da amizade de ambas, Walter foi aparecendo na vida de Lilian. Os dois começaram a fazer um curso juntos e com o tempo, os laços de amizade foram florescendo. Depois veio o namoro e logo depois a decisão de casarem-se.

Walter começou a trabalhar com vestidos de noivas e fazia longas viagens por causa do trabalho, mas a relação de ambos não mudou. Seis meses antes do casamento, os dois resolveram abrir uma loja de vestidos de noiva, na qual a Lilian ficaria responsável. Logo depois, o jovem casal subiu ao altar, e tudo parecia maravilhoso. A loja era um tremendo sucesso, com altas vendas e o casamento ia bem, mesmo com as viagens de Walter.

O problema é que Lilian começou a sentir falta do marido e com isso passou a viver basicamente de Big Mac, a lanchonete se tornou a sua segunda casa, aquela que lhe fornecia as refeições. Neste meio tempo, ela descobriu que estava grávida e mais um desejo estava se tornando realidade.
Em contrapartida, Lilian engordava sem precedentes e isto era espantoso.

O que será que o futuro aguarda para Lilian? O que aconteceu com ela?
Em "Tempo de (im)Perfeição" vamos conhecer a história de vida de Lilian Vaccaro, é basicamente uma autobiografia, onde a autora conta tudo que passou ao longo do tempo e pode acreditar, foi tanta coisa, que creio que apenas um livro não será suficiente. Já aguardo uma continuação, pois fiquei curiosa para saber como surgiu a Editora Coerência.

Lilian vai se mostrar uma mulher com garra e com força. Apesar, de alguns momentos fraquejar, como qualquer ser humano, ela não desistiu quando tudo parecia perdido. Ela lutou por uma vida melhor e tenho certeza que isto se deve em parte a sua família, que é o seu alicerce.

O relacionamento dela com Walter pode não ter começado da melhor forma, para quem está do lado de fora, mas era algo que estava predestinado a acontecer, na minha visão. Walter parece-me um marido maravilhoso, sempre apoiando-a nos piores momentos e levantando seu ânimo. Uma parte de quem Lilian é hoje, pode-se dizer que ela deve a esse homem que não saiu do seu lado.
"Espelho, espelho meu... existe alguém mais sedentária do que eu?"
A maternidade mudou Lilian. Ela mesmo narra que foi quando se sentiu preenchida completamente e foi quando precisou tomar outras decisões em sua vida. Seus filhos possuem personalidades diferentes e foi bacana conhecer o seio familiar dela.

Uma pessoa que merece destaque é a mãe da Lilian. Dona Márcia, simplesmente me arrancou altas gargalhadas em uma cena em particular, ela é completamente afobada e ansiosa, "prevendo" coisas que nem ocorreram.
Já outra pessoa no livro, me mostrou que existem anjos em nossas vidas e que eles surgem nos momentos inesperados.
A obra foi uma grata surpresa, pois em momento algum ela narra acontecimento banais ou se atenta a algo "fantasioso", são apenas cenas de sua própria vida sendo revividas através de suas palavras.
Para mim, a história realmente começa com a sua primeira gravidez, pois é a partir deste momento que a veremos lutando contra seus próprios demônios.

O livro aborda a fase da vida da Lilian na qual ela engordou descontroladamente e como isto acabou afetando toda a sua estrutura. A gordura em excesso trouxe problemas para suas gravidez, fez a auto-estima dela cair drasticamente e a fez procurar vários métodos "rápidos" para emagrecer, coisa que não teve bons resultados.

Quanto mais eu lia a obra, mais eu me identificava na Lilian, era como se de alguma forma eu estivesse presenciando minha história. Não foi apenas uma leitura, foi uma lição. ao terminar este livro eu me vi motivada a tomar outro rumo na minha vida, pois com toda certeza não quero passar por tudo que ela passou e principalmente, não sei se terei a mesma sorte dela.
"O tempo não espera o momento em que acordaremos dispostos para sermos felizes"
Além da questão da obesidade, o livro também traz à tona o preconceito com pessoas gordas. Foi doloroso ler essas partes, pois a angústia era enorme. É difícil pensar que muitas pessoas ainda medem a capacidade de trabalho de alguém através da sua forma física, é como se fôssemos apenas corpos, que precisam está nos padrões exigidos pela sociedade e quando não estamos nesse padrão, simplesmente somos invisíveis.

A escrita da Lilian é simples, porém real. É como se o leitor estivesse sentado em uma cafetaria e a ouvisse falando tudo que já passou.
Mesmo tendo lido o livro em e-book, é perceptível que ouve um carinho com a diagramação do mesmo, que está linda.

Vale ressaltar que a história em si é verdadeira, mas que os nomes das pessoas foram trocados, o que me agrada bastante, pois, por várias vezes fiquei imaginando o nome real de cada pessoa que passou pela vida da Lilian.
"Então se você, assim como eu, esteve do outro lado do espelho ou está... Saiba que depende de você para os roteiros e cenários mudarem. Tudo depende do quão disposto você está em arriscar tudo para ser feliz em um tempo tortuoso"
Uma história real de superação. Uma história verdadeira de dor, medo, angústia e vitórias. A Lilian muitas vezes se viu presa em um casulo, um casulo que a impedia de voar, que a colocava para baixo. Um casulo que muitas vezes estava rodeado de preconceito.
Lilian decidiu voar, decidiu trilhar caminhos que a libertassem do que a estava prendendo-a. E ao voar, ela se achou, ela foi feliz.
Muitas vezes, nós deixamos os casulos nos aprisionar. Muitas vezes, esses casulos nos prendem pela vida inteira. Porém, você deve ser consciente que é VOCÊ que se deixa prender. Vai voar, o mundo espera seus voos e suas vitórias...

Beijos da Lice

20 comentários

  1. Que lindo!
    Esse tema do livro tem tudo a ver com os dias atuais né? Achei a capa uma fofura e a história bem leve, deve ser uma delícia de ler. Já quero esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Achei a história do livro super interessante, irei procurar pra ver.
    Valeu pela dica.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Li a sinopse e pude perceber que é praticamente um espelho do quem vem acontecendo atualmente.
    A ilustração da capa é realmente muito bonita e transmite uma sensação de reencontro consigo mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Que história emocionante, de superação, na vida há pessoas assim como a Lilian que fica presa a um casulo, no qual não pode ver a vida, ficamos presa ao mundo, e não consegue ver mais nada. Temos que voar para viver, excelente indicação de livro, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Eu amo literaturas com histórias de superação e que nos dão motiva'~ao e nos fazem refletir!

    ResponderExcluir
  6. Histórias reais têm sempre uma emoção a mais e acho muito bonito quando falam sobre superação. A história da Lilian pode funcionar como uma fonte de motivação para pessoas que passam pelos mesmos problemas.

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser incrível, parece aqueles livros que você começa a ler e não quer mais parar...

    ResponderExcluir
  8. oi!
    Eu adorei a dica :D gostei do livro, já quero ler. A historia é maravilhosa.
    bjo

    ResponderExcluir
  9. Precisando ler esse livro em 3,2,1...
    Essa frase é toda minha: "Espelho, espelho meu... existe alguém mais sedentária do que eu?"kkkk bjos

    ResponderExcluir
  10. Gostei da dica de livro, achei muito bom esse livro parece ser ótimo, vou colocar na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha. Em tempos de valorização do próprio corpo e da auto-estima, esse livro é muito importante. Abraços e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  12. Livros de histórias reais são automaticamente chocantes; ou seja, automaticamente instigam emoções. E, agora, quando associados temas tão pertinentes quanto estes, o impacto é certo. Vou ver se consigo adquirir esse livro. Interessou-me.

    ResponderExcluir
  13. Adorei como o livro retrata uma experiência pessoal, que apresenta-nos os deslizes e a garra da autora! Adorei a capa e fico contente por ela ceder o ebook, fiquei interessada pela sinopse! Adorei conhecer um pouco da personagem que retrata a mãe dela, de como ela refere vários assuntos no seu livro, como até a maternidade! Como a relação dela desenvolveu-se e toda essa trama com a amiga! Adorei a resenha, sempre muito completa, com a quantidade adequada de detalhes para instigar a leitura! =)

    ResponderExcluir
  14. Oi,que história maravilhosa que tem o livro deu vontade de ter um para ler,achei a capa linda e a resenha top,ótima sugestão bjs.

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre quis ler esse livro, mas nunca encontrei ele físico. Confesso que não consigo ler muito na tela. Amei a resenha e fiquei mais interessada ainda no livro.

    ResponderExcluir
  16. O tema desse livro é bem marcante, nos dias atuais , muitas mulheres estão sentindo isso,muito interessante.Sua resenha me instigou a ler esse livro.Quero já o meu.

    ResponderExcluir
  17. Que história de superação linda! É um tema pra qualquer época, nós mulheres somos muito fortes. Gostei da trama da história.
    Beijoos.
    Mayara Drumond.

    ResponderExcluir
  18. Oi Alice, tudo bem? O enredo é realmente interessante. Acredito que quando autores trazem histórias mais realistas, histórias que nos torna mais próximos (leitores x autores) é mais fácil nos identificar e nos sentimos mais tocados. Fiquei bem curiosa para saber com detalhes como ela consegue superar todos os acontecimentos e tenta ser feliz apesar dos altos e baixos da vida. Beijos da corujinha, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  19. Que livro legal! Deve ser muito bom de ler, fazendo a gente se sentir próxima da personagem. Adoro histórias reais com finais felizes.

    Beijinhos <3 Blog Tanamoda / Rede Natura

    ResponderExcluir
  20. A historia relata a realidade de muitas mulheres hoje em dia, por mais que seja um assunto interessante não é um livro que me deu vontade de ler, talvez porque eu veja todas as vezes que não tem finais felizes por trabalhar com psicologia ou só porque meu gosto foge de biografias rs. Mas você fornece muito bem as coisas necessárias para que as pessoas queiram ler.

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo