[Resenha] O Demônio no Campanário - Michelle Pereira

Olá gnomos,

Hoje é dia de resenha de um livro que me surpreendeu e que proporcionou uma leitura muito agradável. Uma leitura deliciosa, com elementos bem estruturados.

O Demônio no Campanário
Autora: Michelle Pereira
Páginas: 285
Editora: Independente
Onde Comprar: Amazon
Nota: 💙💙💙💙
*E-book cedido pela autora
SINOPSE:  Evangeline Lions é uma garota como outra qualquer. Estuda em um colégio de boa reputação, diverte-se com seus amigos ouvindo música no último volume e tenta a todo custo chamar a atenção dos pais. Até eles se separarem e ela ser enviada para o colégio interno do Convento Senhora das Dores. Ali, Eva — como gosta de ser chamada — terá de se adaptar a uma nova rotina, a novas amigas malucas, a um possível pretendente e a uma inimiga implacável.
Eron é um demônio que se alimenta da lascívia humana. Preso ao campanário do Convento por uma maldição e adormecido há décadas, ele é desperto por um novo cheiro no ar. Uma virgem chegou ao colégio e seu odor revela poder. Muito poder. Talvez a nova garota seja sua garantia de liberdade.
Evangeline Lions ou simplesmente Eva, é uma jovem de 17 anos que acabou de mudar de escola. Na verdade, a jovem de estilo punk que adora um bom rock, foi obrigada pelos pais a ir morar e estudar no Convento Senhora das Dores.
A mudança repentina se deve ao fato dos pais terem acabado de se separar, e como a mãe dela está mais preocupada com sua vida de socialite, mandar a filha para o colégio interno parece o mais plausível.

Eva tinha uma vida totalmente diferente da que irá ter pela frente. Ela estudava na Escola Central, a melhor escola da região e aquela de riquinhos. A família da jovem sempre teve dinheiro, seu pai era empresário e proporcionou tudo do bom e do melhor.
Agora, ela teria que deixar todas as suas roupas pretas de lado e vestir o uniforme de freira sem graça, que em nada combinava com a sua personalidade. A jovem também deixou para trás seus amigos: Mari e Tom, os três eram vistos como os esquisitos no colégio antigo.
"Eu não sentia nada. Era como uma pedra esculpida, uma estátua que se movimentava. Segurei o riso, quase me divertindo com aquilo"
No seu primeiro dia de aula, Eva vai fazer amizades com Joan e as gêmeas, Carol e Cristal. Enquanto Joan e Carol são faladeiras e querem saber tudo sobre a antiga escola de Eva, Cristal faz o tipo introvertida, e em parte se assemelha a Eva. As três parecem ser o mais perto de amigas que Eva encontrará e isto é um bom começo.
Eva vai dividir o quarto com Joan, o que a fará se sentir melhor, pois sempre terá alguém de confiança ao seu lado.

Em contrapartida, no Campanário do convento habita Eron, um demônio. Há décadas atrás, Eron, sofreu uma maldição e encontra-se preso ao campanário do Convento. Eron é um íncubo, demônio que se alimenta da energia de mulheres que é drenada através de relações sexuais ou paixão, sejam em sonhos ou não.

Foi em um das suas tentativas de se alimentar, que Eron acabou tendo um crucifixo cravado em se peito e teve que pedir ajuda a seu antigo líder, Fyst. Eron sabia que se não pedisse ajuda provavelmente não aguentaria e a humilhação de pedir ajuda pelo menos o manteria vivo.
Fyst não tinha esquecido a traição de Eron, então o amaldiçoou a passar 30 anos dormindo, sendo pedra e que no momento certo a mulher para o liberar apareceria e seria capaz de tirar a cruz de seu peito, no entanto, ela seria de Fyst, não de Eron.
"Ser diferente do padrão esperado pela sociedade é tido como algo errado"
Quando Eva chega ao convento, Eron sabe que ela é a jovem destinada a lhe tirar dali. O cheiro dela é o mais doce que ele sentiu, em grande parte atribuído ao fato de ser virgem. Aos poucos, ele passa a vigiar Eva e entrar em seus sonhos, tentando plantar nela algo que a faça ser dele, usando os seus feitiços (escassos devido a falta de poder).

Em meio a sua nova vida, Eva terá que lidar com as mudanças e com olhos dourados que lhe permeiam seus sonhos e a deixam confusa. Ela também terá que lidar com uma jovem nada fácil, que deseja perturbar seus dias no convento, Karina.
Já Eron está na ativa novamente e já consegue sentir a sua libertação se aproximando? O que acontecerá com Eron e Eva? O que o destino reserva para os dois e a para a vida da Eva no Convento?
Primeiramente, não se assustem com tudo que narrei, pois todos os fatos ocorrem em menos de 25% do livro, então não estraguei nenhuma surpresa e podem acreditar que muitas outras ainda surgirão no decorrer da leitura.

Eva é uma personagem que conquista o leitor logo de cara. Ela é um ser humano como qualquer outra pessoa, que sente de mais ou de menos, mais que vive do jeito que acha melhor. É claro que ela se sente ressentida com a mãe por a tê-la colocado no convento e tê-la afastando-a de seus amigos e de sua antiga vida. Porém, no convento, ela irá fazer novas amizades, que se mostrarão irmandade com o passar do tempo. Eva nunca se envolveu com ninguém, então ela ainda tem um coração ingênuo e que vai ficar confuso.
"Sou um demônio  instalado no campanário de uma casa de Deus, pronto para deflorar a primeira virgem que passar por mim. Mas, pelo menos, respeito isso"
Joan ganha destaque na obra. A garota é faladeira, com expressões fortes e que não sabe ouvir um "não". Ela também é bem namoradeira, inclusive tem um caso/namoro com um dos jovens que vivem no Monastério do lado do Convento. Ela tem um richa de anos com Karina, o que só faz aumentar as "aventuras" em que elas se metem.

Carol e Cristal são gêmeas órfãs e bem distintas. Carol faz o estilo de Joan, é tão faladeira quanto a outra e também tem um namorado no Monastério. Já Cristal é calma e quieta, e foge insistentemente dos candidatos que as outras duas tentam jogar para ela. Cristal é do tipo que guarda tudo para si, o seu turbilhão de sentimentos.
"Precisava ganhar o coração da garota. E, só então, dilacerá-lo. Arrancá-lo do seu peito com minhas garras e provar seu cálido sabor"
Eron, nosso demônio, me conquistou com seu jeito sarcástico e persuasivo. Preciso apenas dizer isso para falar dele. Apesar de toda maldade contida nele, e de seu desejo em se saciar com Eva, ele consegue nos trazer bons momentos na obra, você se ver enfeitiçada por ele. Em certo momento, cheguei a pensar que tudo que ele emanava para Eva, estava vindo por tabela para mim também. Resumindo, fui conquistada por um demônio que não devia.

Karina é uma garota rebelde, que possui metade da cabeça raspada e que se acha a dona do pedaço. Ela é uma ótima jogadora de tênis e quando Eva tem que praticar o esporte com ela, Karina não jogará fácil.
Victor é um personagem que vai aparecer no decorrer do livro e que vai causar uns suspiros contidos. Ele é totalmente fofo!
Esse livro é um daqueles que te deixam sem palavras e que te fazem devorar cada linha com uma ferocidade incrível. Fiz a muito tempo atrás um post de Primeiras Impressões aqui e nada do que previ ocorreu. A todo momento imaginava que a obra ia tomar certo rumo e de repente a Michelle mudava tudo. Ela me fez esperar por algo até o fim do livro e essa surpresa (que não aconteceu) valeu muito a leitura, tornou tudo mais intenso e maravilhoso. Gosto de ser surpreendida quando estava esperando não ser surpreendida e gosto quando isto é feito de forma consciente.

"O Demônio no Campanário" tem a dose certa de fantasia, de suspense, de romance e de aventura. É uma obra que te faz passear por vários gêneros e no fim te deixa com o coração leve, sabendo que ocorreu tudo que deveria.
"O amor e o ódio, sempre amigos inseparáveis. Sempre tornando os humanos vulneráveis"
Eron não foi escrito para nos encantar e por alguma obra do destino, ele acaba encantado e enchendo nossos olhos. O fato de isto acontecer já mostra o quanto a escrita da Michelle é maravilhosa.
A autora descreve as cenas com maestria, conduzindo o leitor a visualizar cada uma delas e até está inserido nelas.

O livro é narrado em primeira pessoa, com capítulos intercalado entre a Eva e o Eron, o que torna a leitura mais intensa e agradável. Vamos vendo por um lado a vida de uma adolescente e de outro, a de um demônio que deseja atraí-la e fazê-la sua. A narrativa do Eron contêm muita tensão, muitas peculiaridades.
"Mas a vida muda. E nós mudamos com ela. Precisamos mudar na verdade, nos habituar"
O romance contido na obra é leve, jovial e brando. É o tipo de romance que toda adolescente já sonhou em viver e lembra os clássicos, com uma vilã querendo acabar com o romance a qualquer custo. 
Confesso que fiquei querendo mais do nosso demônio e que o final da obra me causou um certo aperto no coração. 

Algumas vezes a vida muda nosso rumo e nos apresenta novas pessoas. Às vezes, acabamos percebendo que nem os locais que deveriam nos proteger contra o sobrenatural é capaz de fazer isto. Um demônio está em um campanário esperando a sua salvadora. Uma jovem está no convento imaginando que aquele é o seu fim (dramas da idade). O cheiro dela o convida e o deleita. Os olhos dele lhe causa medo. Nem tudo pode acontecer da forma que queremos e nem sempre nossos planos ocorrem como deveriam. E mesmo quando nem tudo sai como o esperado, o campanário continua lá, com seu sino anunciando um novo tempo...

Beijos da Lice

18 comentários

  1. Ai meu Deus, que último parágrafo poético! Ai meu Deus, que resenha linda! Ai meu Deus, você pegou tantas nuances da história... Tô emocionada Lice! Mesmo! ❤❤❤
    Obrigada por essa resenha linda, por gostar da minha história e por afinal esse final polêmico kkkkkk há quem me ame, há quem me odeie! Kkkkkk
    Mil beijos!

    ResponderExcluir
  2. Este não é meu género preferido de leitura, mas confesso que fiquei super curiosa, principalmente por este final que deixa no ar se ele realmente dilacerou ou se apaixonou por ela.

    ResponderExcluir
  3. Olá nossa que livro interessante, confesso que me assustei por ele ser um demônio, mas fui gostando do livro ao longo da resenha. Muito interessante essa resenha. Adorei o blog. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que lindo mais lindo, já irei colocar na minha listinha pra quem sabe um dia poder ler. Amei o post.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Eu adorei a capa, gosto de livros com essa tematica. A história é bem interessante, preciso ler 😉
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. A história é bastante fluída, gostei bastante da personagem da Evangelin,ela leva uma vida difícil em relação com a família, mas mesmo assim Eva é uma moça corajosa, forte, gostei muito da resenha,é um livro que prende o leitor, bjs.

    ResponderExcluir
  7. Achei todo o clima da história muito envolvente, esse demônio parece ser bem sedutor, rs! Fica a curiosidade em saber como termina esse romance inusitado.

    ResponderExcluir
  8. Que resenha bacana, adorei mesmo! Não conhecia a obra, mas agora fiquei com vontade de conhecer. Abraços e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  9. Oi Alice, tudo bem? Vi tantas pessoas indicando esse livro que na época fiquei bem curiosa. A proposta dele é bem interessante. Realmente o sonho de toda adolescente/jovem é encontrar um amor, ou viver algo semelhante aquilo que vemos nos filmes. Tudo parece tão mágico nas telas do cinema, que é fácil desejarmos isso para nossas vidas. A ambientação da história também é bem legal e já consegui imaginar os cenários. Amei sua resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Fascinante a sua narrativa. Fiquei muito curiosa para saber o destino tanto da Eva quanto do Eron. Vou procurar esse livro, parece ser muito bom. Obrigada pela ótima dica. Bjss

    ResponderExcluir
  11. Me assustei com o título do livro, mas pela sua resenha ele parece ser bem interessante!
    Beeijos.
    Mayara Drumond.

    ResponderExcluir
  12. A capa desse livro é maravilhosa!
    Adorei sua resenha, ainda não conhecia esse livro, mas depois de ler aqui fiquei super curiosa para saber o desfecho da história. Anotei na minha listinha de leitura.

    ResponderExcluir
  13. Adorei 💞 esse livro parece simplesmente muito bom, uma leitura super gostosa 💞
    Ps: amo suas resenhas

    ResponderExcluir
  14. Fico muito feliz quando vejo resenhas positivas sobre livros nacionais e independentes...
    O livro parece interessante, mas a trama não faz muito meu estilo (um pouco em virtude do tipo de personagem principal). Dá pra ver que você, contudo, gostou bastante.
    Adorei a capa dele :D

    www.degradeinvisivel.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Que livro interessante,gostei muito da capa,o nome é bem sabe forte,O Demônio no Campanário,dar um certo medo rsrs,mais me deixou bem curiosa para ler esse livro,ótima resenha,bjs.

    ResponderExcluir
  16. Adoro esse tipo de resenha que traz quotes, parece que a gente fica muito mais próxima do enredo. O livro ainda não conhecia, mas a sua resenha e muito positiva quanto a isso. Deixou-me instigada a ler.

    ResponderExcluir
  17. putz esse livro deve ser ótimo!
    gosto muito desse tipo de leitura, vou colocar na lista

    ResponderExcluir
  18. Oi Alice!!
    Nossa, que capa linda. Fiquei olhando pra ela um tempão antes de começar a ler sua resenha. Fiquei bastante encantada e por sinal ela guarda uma ótima história. Anotado a dica, principalmente por nacional e publicação independente!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir