22 de fevereiro de 2018

[SEMANA O MAL À ESPREITA, DIA 4]: Apresentação da autora

Olá amores, tudo bem?

Hoje é o nosso quarto post da semana especial da Amanda Nunes, e venho trazer uma entrevista com a autora, além de mais informações sobre ela.
Para começar, vou apresentar um pouco da Amanda!

A.C.NUNES é autora de diversos romances. Nasceu e cresceu no interior de São Paulo. Apesar de ter sido criada em uma família que pouco a incentivou para leitura ou escrita, ler e escrever revelou-se natural e gradualmente para ela. Começou a escrever seu primeiro romance, intitulado 60 HORAS, aos dezoito anos, abandonando a obra tempos depois e retornando a escrevê-la aos 22 anos com uma trama mais amadurecida. Lançou-o em 2015 pela Editora Autografia. De lá para cá, escreveu outros diversos livros, dentre eles, está a trilogia Amor à Segunda Vista, tendo o volume I lançado em físico pela Editorial Hope.
Participou, também, das antologias Arquivos do Mal, com o conto “Treze Almas” (Editora Coerência), Linha Tênue, com o conto “Inferno Particular” (Editora Andross) e Playlist – Contos Musicais, com o conto “A Promessa” (Editora Rouxinol), este último ainda em processo de publicação.
Lançou de forma independente outros títulos em formato e-book na plataforma Amazon, sendo duas vezes best-seller de vendas.
Seu terceiro livro e o primeiro no gênero terror, intitulado “Hotel Califórnia – O Mal à Espreita”, um romance inspirado no sucesso musical homônimo dos Eagles e está sendo lançado pela Editora Xeque-Matte.
Agora que conhecemos mais sobre a Amanda, vamos a entrevista que preparei para vocês. A entrevista foi voltada para o novo lançamento, baseada nas 28 primeiras páginas que li. 

ENTREVISTA:

1- Você tem livros dos mais diversos gêneros. Como foi pra você escrever gêneros diversos? E como o terror/suspense surgiu em sua vida?
R: A experiência de escrever mais de um gênero pra mim foi/é muito bacana e as ideias sempre surgem muito naturalmente. Eu sempre li de tudo, embora no começo eu preferisse um suspense estilo à la Dan Brown. Aos poucos, fui tomando gosto por todo tipo de gênero, e hoje acabo lendo de tudo. O terror sempre esteve muito presente em formato de filmes pra mim, na literatura iniciei na escola ainda, com antologias de contos, depois passei pra terror psicológico e por fim cheguei ao terror do King e nos livros nacionais. EscreverHotel Califórnia foi um desafio, porque meu contato com o terror é, de certa forma, um pouco escasso se for pôr na balança a quantidade de livros no gênero que eu li.

2- O foco do seu livro, me parece ser em um grupo de pessoas que acaba fazendo uma mini viagem para o interior. Você se inspirou em algum filme ou jogo que possuem esse mesmo fundo?
R: Esse pano de fundo não foi inspirado em nada, especificamente, apesar de ser um recurso muito usado tanto em filmes e séries quanto em livros. A ideia original, mesmo, foi inspirada na música dos Eagles. A viagem do grupo foi mais uma desculpa pra que se hospedassem no hotel, que é onde realmente acontece tudo e o que eu realmente queria contar. 

3- A personalidade tão diferente dos personagens foi criada para que houvesse divergências durante o tempo que passassem juntos?
R: Não, pelo menos não intencionalmente. Nesse quesito eu utilizei um pouco do clichê, mesmo, porque no terror (principalmente nos filmes) sempre tem uma personagem mais atirada, uma mais recatada, um mais medroso, outro mais corajoso. Quis manter a linha.

4- O que de fato podemos esperar da Agatha? Pelo que vi, o Philip tem grandes desconfianças dela, isso teria fundamento?
R: Sobre Agatha não posso falar muito dela, porque acabaria soltando spoiler para o segundo livro, mas posso dizer que o “destino” dela no livro vai deixar o leitor com a pulga atrás da orelha, porque, de propósito, eu não dou um desfecho claro pra essa personagem. Claro que, no segundo livro, todas as pontas soltas são aparadas e tudo vai fazer mais sentindo, até mesmo a incerteza do que realmente acontece com a Agatha. E, sim, as desconfianças do Phil tem fundamento. Mas daí isso fica para a continuação, A Origem do Mal.

5- Rola alguma dica para sabermos mais sobre o que vai acontecer no Hotel Califórnia? O que você considera o diferencial deste seu livro?
R: Podem esperar por muitas mortes. Haha. Podem se preparar também pra desconfiar até do cachorro de vocês, mas tenho certeza que não vão chegar nem perto de saber o que realmente acontece no Hotel até quase no fim do livro. Eu acredito que HC tem um diferencial, sim, mas se eu entrar em detalhes acabo soltando spoiler. Mas o que posso dizer é o seguinte: eu sei que a, à primeira vista, a premissa da história é um pouco clichê, mas eu sou adepta do: não é o que você escreve, mas como você escreve. O diferencial é que o leitor pode até desconfiar e ter certeza do que está acontecendo. No final, porém, ele terá uma surpresa porque é quando eu mudo o “ângulo” da narrativa e mostro o que de fato está acontecendo no hotel, que é o clichê, mas que foi trabalhado de um modo a segurar o leitor e tornar esse clichê uma coisa boa e surpreendente.

Redes sociais e contato da Autora: 

- Facebook: fb/acnunes 

- Instagram: @a.c.nunes 

- Wattpad: @ac_nunes 

- E-mail para contato: ac.nunes@outlook.com.br

 “Mas, do outro lado, com um sorriso diabólico, estava seu maior pesadelo. Não teve tempo de gritar — ele tapou sua boca antes, com uma força sobre-humana. E a arrastou de volta ao banheiro para um terrível destino.” 
Abaixo tem alguns links importantes:

Amanhã tem post de Primeiras Impressões, então fiquem ligadinhos!!!

Beijos da Lice

10 comentários

  1. Ótima entrevista, gosto muito de entrevistas com os escritores.
    Eles merecem e devem ser reconhecidos, é sempre bom estar apresentando -os!

    ResponderExcluir
  2. Oiiie,
    Boa Entrevista, eu acho bem legal essas entrevistas e também acho que ajuda muito pro reconhecimento deles, ela é uma boa autora!

    ResponderExcluir
  3. Antes de mais nada queria dizer eu adorei o layout do seu blog!! Um amorzinho <3 Não conhecia nem a autora nem o livro, mas me apaixonei pela capa, chamou muuuuito a minha atenção. Adorei sua entrevista com ela, gosto quando blogueiros dão espaço para autores compartilharem experiências, você conduziu muito bem. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Adorei a entrevista. Muito bacana pensar como nossos autores prediletos pensam. Confesso que não conhecia a autora, mas vou querer conhecer! Poxa, ela deve ser minha parente (pelo Nunes), tenho q prestigiar a família! E a entrevista me convenceu! Adoro livros com mortes, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  5. Você teve uma ideia hilária em fazer varias interações atreladas a divulgação e livros em meio a entrevista...
    Eu sempre falo que seria interessante também conhecer os autores e posteriores sua obra...
    Parabéns pela audácia.

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia a autora e já gostei bastante da sinceridade dela. Tem autores que gostam de mascarar suas histórias, falando que não tem nada igual, tudo ideia original. Mas sabemos que certos gêneros tem seus clichês. E caramba, quando li o nome do livro, pensei na música do Eagles. Legal saber que foi isso mesmo haha
    Apesar de terror não ser, nem de longe, um gênero que eu curto muito, to mega afim de ler esse livro! Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Ainda não conhecia a Autora. Muito bom ver blogs divulgando e dando mais atenção aos nossos autores nacionais.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alice!
    A autora já escreveu muitos livros e pelo que vejo é bem ecética. Eu adorei a entrevista principalmente pela sinceridade dela, ao reconhecer os clichês. E gostei mais ainda porque ela tem uma pensamento bem parecido com o meu sobre clichês. Realmente gosto de clichês bem escritos.

    O quote do final da postagem é intrigante.
    Quero ler esse livro.

    Bjux,
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com
    Instagram: @vidaeletras

    ResponderExcluir
  9. É sempre muito bom ler algo como essa entrevista com a autora do livro, geralmente comentam algo que atiça a nossa curiosidade. Parabéns, gostei das perguntas e como a autora falou de seu livro. Bjus Isa Miranda

    ResponderExcluir
  10. Amei o post! Não conhecia a autora e adorei saber sobre ela! Acho esse tipo de post ótimo para conhecer novos autores.
    by: atravesdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo