[Resenha] Quando é pra ser - Aline Sales

Olá pequenos gnomos, tudo bem?

Cá estou eu para fazer mais resenha. Dessa vez de um livro leve e que encanta o coração do leitor, com aquela pegada de personagens opostos que se atraem mutuamente. Venha se encantar pela história!!!

Quando é pra ser
Autora: Aline Sales
Páginas: 313
Editora: Independente
Onde Comprar: Amazon
Nota: 💙💙💙💙 
*Livro em parceria com a autora
SINOPSE:Um amigo. Um acidente inesperado. Desde então, Augusto Caldeira adota uma postura indiferente à vida. Amante do perigo e da adrenalina, o que mais gosta de fazer é testar seus limites na pista de motocross. Entretanto, seu pai o obriga a trabalhar na construtora da família na tentativa de transformá-lo em um homem sério.
E é assim que o jovem, belo e altamente cínico conhece Melissa Andrioni, a analista de T.I. da empresa. A ruiva, apesar de linda e atraente, é o seu oposto, amante de séries, filmes e HQ’S a garota não vê problema em seguir regras. Nerd de carteirinha se sente bastante confortável calçando seu velho all star. A atração e o antagonismo entre eles são imediatos fazendo com que a convivência entre os dois seja sempre regada a brigas e provocações.
Porém, um mal-entendido na empresa os leva a trabalharem juntos para solucionar o mistério. A parceria forçada faz com que percebam que além da atração eles têm mais coisas em comum do que imaginavam. Mas antes de se entregarem a paixão precisam enfrentar velhos fantasmas para conseguirem seguir em frente.
Melissa Andrioni é uma nerd ruiva que se esconde por trás de seus óculos e não se acha nada atraente, se acha até uma "aberração", sem atrativos para o sexo oposto. Ela trabalha como analista de T.I. em uma grande empresa.
Certo dia, quando está no trabalho, e entra no elevador com um homem extremamente atraente, ela se surpreende quando o cara em questão lhe tasca um beijão, sem nem lhe falar nada. Quando o elevador se abre, o homem vai embora sem olhar para trás.

Mel passa o dia todo em seu cubículo lugar na empresa achando que tinha sonhando com aquilo, só poderia ser uma divagação. 
O homem em questão é Augusto Caldeira, filho do dono da empresa na qual Mel trabalha, e um completo mulherengo reconhecido pela sua fama. Augusto foi obrigado por seu pai a começar a frequentar a empresa e trabalhar, coisa que até então não havia feito. E quando viu Mel no elevador ele sentiu uma atração, que o levou agarrá-la.

Depois do entorpecimento do beijo, Mel perde a noção do tempo e acaba saindo da empresa tarde. No estacionamento ela se depara com Augusto, que acaba "destratando" o carro de Melissa, um fusca bem antigo, que por sinal é o seu xodó. Nesse encontro ela acaba descobrindo que ele é filho do seu patrão e por tabela, seu patrão também.
O carro de Augusto não está pegando e ele pede uma carona para ela, para uma festa. Augusto provoca Mel durante todo o trajeto.
"Enquanto eu vivia para quebrar regras, ela parecia viver para segui-las"
Augusto não sabe o motivo, mas parece que Mel lhe causa algo novo. Ele adora lhe provocar e adora ver como ela fica quando provocada, aquilo lhe dar um prazer oculto.
Aos poucos, Mel e Augusto vão se trombando no trabalho e fora dele também.

Júlia, a melhor amiga de Mel tinha passado um tempo fora, havia indo atrás de um "romance" e voltando toda tristonha. Quando volta ela convence Mel a ir com ela em pub perto do trabalho. Ela topa com Augusto e um amigo dele, Erick. 
Outro dia, Júlia arrasta Mel para a pista de motocross da cidade, pois havia encontrado Erick no shopping e ele havia convidado-a. Assim, ambas partem para o local, mesmo a contragosto de Mel.

Na pista de corridas, uma motocicleta se destaca entre todos os outros. Um homem parece absurdamente louco pilotando aquela moto e fazendo as manobras mais arriscadas. Qual a surpresa de Mel ao se deparar com Augusto, como o motoqueiro. 
Ele fica surpreso em vê-la e ao mesmo tempo pede para ela não falar nada ao seu pai, Raul. Mel resolveu fingir que irá chantageá-lo, mas o segredo dele estará guardado, ela jamais contaria algo.
"O problema é que ela era extremamente irritante e certinha para mim e para as coisas devassas que eu tinha em mente"
Em meio a Mel e Augusto, a construtora foi roubada. O arquivo na qual estavam todos trabalhando para a construção de um grandioso shopping havia sidi fraudado e o roubo vinha do computador da Mel, que se tornou a maior suspeita.
Assim, Mel e Augusto se veem sem outra alternativa a não ser trabalharem juntos para solucionar esse mistério do roubo. Aos poucos os dois vão ficando mais próximos, mas Augusto sabe que não deve se aproxigmar de Mel, ele não é digno para ela.

Quem será o responsável pelo roubo? O que Augusto guarda no seu passado? Quais os segredos? Qual o futuro de Mel e Augusto?
Mel é uma nerd em todos os aspectos. A jovem consegue ser bem tímida e reclusa, ela não se sente atraída, não imagina o que seus cabelos ruivos são capazes de causar. Ela não tem uma boa relação com sua mãe, que acha a menina muito sem graça, achando que a jovem irá ficar solteirona pelo resto da vida e se apavorando com os jeans e tênis da filha.
Os pais de Mel se separaram quando ela ainda era jovem e isso a fez nunca querer amar alguém ou se relacionar. Ela sabia que a mãe dela foi o erro da relação, ela só estava interessada em dinheiro.

Augusto é uma incógnita em grande parte do livro. Ele, aparentemente é um mulherengo, que é sarcástico e sabe ser direto. Ele quer curtir a vida e ama a velocidade da sua moto, ele gosta de testar os limites do perigo.
Ele tem um grande segredo relacionado ao seu passado, ele acha que todos que se aproximam deles estão fadados a morte, ele não se sente digno de ninguém. O único que transpassa essa crosta do Augusto é Erick.
"Eu prefiro arriscar, mesmo que isso signifique alguns hematomas no meu coração"
Erick é o melhor amigo de Augusto desde que eles se conhecem como gente. Ele sempre esteve ao lado do amigo e sabe o que tanto lhe aflige, tentando sempre animá-lo e colocá-lo para cima. Ele também era um mulherengo nato, mas quando Júlia cruza seu caminho, ele muda completamente.
Júlia é a melhor amiga de Mel, a única na qual ela confia. Ela é espontânea, divertida e uma maluquinha completa. Ela quer curtir a vida e tudo que ela tem para oferecer. 

A mãe da Mel, Ingrid, é uma mulher pela qual sentimos repulsa assim que ela surge. Ela não aceita a maneira da filha ser ou se vestir, quer sempre impor a Mel a se comportar de uma maneira diferente, sendo "fatal" como ela e não saindo de saltos altos. Ela aparece pouco, mas só causa raiva.

Bianca, a secretária da empresa também merece ser mencionada. A mulher tem um carinho afetuoso que se assemelha a de uma mãe por Augusto. Ela sempre tenta dar conselhos ao jovem e também começará a fazer o mesmo com Mel. Ela é uma personagem doce.
"Quando é pra ser" é uma história tão gostosa que você a devora rapidamente, em apenas algumas horas e não sente o tempo passar.
Apesar de parecer o velho clichê da menina nerd e sem graça, e do milionário mulherengo, garanto que o clima de mistério em torno de quem roubou a empresa traz algo novo e interessante, pois não temos foco apenas no romance.

Mel e Augusto vão se aproximando pelas circunstâncias da vida e é algo espontâneo se parecer forçado. A forma como ele irrita ela e sempre quer tirá-la do sério é algo que agrada, pois sentimos certa identificação. 
Mesmo negando, Augusto vai criando algo por Mel e ele sabe que não deve nutrir nada por ele, pois isso vai ser a ruína da jovem.
Já Mel se ver completamente envolta por Augusto, pela sua personalidade e quando se perceber apaixonada vai se assustar, ele jamais olharia para alguém como ela.
"Eu machuco as pessoas, na verdade, é o que eu faço de melhor. Então baby, se afaste de mim se não quiser ser a próxima"
A escrita da autora foi uma grata surpresa. Ela envolve o leitor com sua simplicidade e isso acontece de forma leve, sem pressão, ela apenas nos carrega pelo seu enredo e nos faz torcer pela Mel e pelo Augusto.
A edição do livro está linda, mesmo sendo em ebook. A narração é compartilhada entre a Mel e o Augusto e para fazer a demarcação de cada capítulo, foi utilizado um óculos para simbolizar a Mel, e um capacete para simbolizar Augusto. Outro ponto positivo é que até 70% da obra não tinha encontrado nenhum erro de ortografia, algo muito raro. Depois encontramos alguns, mas acho ser algo compreensível.

O mistério do roubo pode ser desvendado logo por um leitor atento, mas isso não tira o brilho da coisa. Pois, apesar de desconfiarmos de uma certa pessoa, conhecer as motivações é a grande questão aqui. Confesso que há uma boa motivação, plausível para a pessoa, mas isso não nos faz entendê-la, longe disso.
"Porque contrariando toda a probabilidade de compatibilidade universal e a minha crença deturpada do amor, você sendo um bad boy perdido e adoravelmente marrento, com seu jeito toro, me mostrou o que é amar"
Duas pessoas completamente diferentes, como água e vinho. Uma nerd, um mulherengo. Uma mulher tímida, um homem que carrega o peso de um passado. Uma apaixonada por livros e tecnologia, um apaixonado por motos e curtição.
Quando o amor chega, não tem para onde ocorrer. Em sia maioria, o destino vai ser capaz de colocar duas pessoas, uma no caminho da outra e mostrar que quando é pra ser, simplesmente tem que ser, mesmo que todas as probabilidades sejam nulas. Uma analista pode sim ser o fim de um play boy riquinho... Pague para ver e verá!

Beijos da Lice

27 comentários

  1. Oi, nossa ainda não conhecia esse livro, achei interessante um casal tão diferente um do outro que vão se unir ao longo da história. Gostei muito da capa.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. "Enquanto eu vivia para quebrar regras, ela parecia viver para segui-las" acho que esta frase resume muito bem tudo o que descreveu sobre o livro!! Gostei imenso!

    ResponderExcluir
  3. Olá, artigo muito bem escrito e a resenha do livro também foi bem interessante, um caso de opostos que se atraem, eu diria.
    Emerson Lemes

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha visto esse livro, mas a história me pareceu extremamente interessante.
    Quem sabe vai pra minha lista?! rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Amo demaaais!! Já li e, só de ler essa resenha, já me deu vontade de ler o livro todo de novo!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Adorei tua resenha, bem detalhada. O livro parece daqueles que você lê em uma tarde, bastante agradável.

    ResponderExcluir
  7. Você escreve muito bem Alice,continue explorando sua habilidade.E traga mais boas resenhas para nós!

    ResponderExcluir
  8. oi!
    Eu conhecia esse livro, adorei a capa. A historia é otima, preciso ler ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  9. Está aí uma ótima leitura para começar o ano! Gostei da indicação e das fotos que vc faz com o livro. Super criativas!

    ResponderExcluir
  10. Se o livro tiver o poder de me fazer imaginar a trama como sua resenha me fez, é um ótimo livro!! Eu nem gosto desse gênero mas você me convenceu! Ótima resenha!!!

    Ritch, Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  11. A tua resenha fez-me palpitar o coração e aguçar a curiosidade. E quando é para ser, é mesmo! Parece-me uma ótima história para me entregar! ;)
    Bjnhs

    ResponderExcluir
  12. A sua resenha me deixou morrendo de vontade de ler esse livro... E o tipo de leitura livros Jovem Adulto (YA) que eu gosto de ler.
    xoxox

    ResponderExcluir
  13. O livro parece ser muito agradável, romance com toque de mistério é um prato cheio pra aguçar a curiosidade. Gostei resenha.

    ResponderExcluir
  14. Que história gostosa!
    Parece uma leitura leve, daquelas que a gente se envolve e termina em um dia.
    Vou procurar!

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o livro. Achei bem interessante essa mistura de romance com drama policial. Parece ser uma leitura bem envolvente. Parabéns pela resenha e obrigada pela dica de leitura.

    ResponderExcluir
  16. É o famoso tal de 'os opostos se atraem', haha. A leitura deve ser super envolvente e misteriosa. Confesso que fiquei doida pra ler! ;)

    Bjks!

    Blog da Sah ♡ | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  17. Oi
    Não conhecia o livro é nem a autora, mas por e escrita dela ser envolvente e ter gostado da trama eu vou procurar pelo livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Ahhh que livro todo lindo, desde a capa até a história! Já anotei o nome pra buscar depois <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Ahhh como eu amo livros assim <333, apesar de ser bem eclética confesso que histórias como essa encantam meu coração!
    Uma bela resenha, bjsss

    ResponderExcluir
  20. "Enquanto eu vivia para quebrar regras, ela parecia viver para segui-las"- Adorei, fiquei super curiosa!!

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo Bem?
    Eu não tinha ouvido falar desse livro ainda mas parece ser do tipo que eu gosto, bem divertido. Afinal quem beija uma pessoa do nada, ainda não superei o fato do cara fazer isso, estou chocada até agora! 😂😂 Amei sua resenha e eu ja até anotei o nome do livro para ler. Beijos 💋

    ResponderExcluir
  22. Oiiiie,
    Euu já conhecia esse livro aliás uma amiga me recomendou a ler esse livro, eu ainda não li ela tem talvez eu peça a ela emprestado mas ela me contando eu gostei bastante do livro fora que a capa eu achei maravilhosa *u*

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Amei a resenha, ficou sensacional!
    Confesso que a obra ja me ganhou por essa capa amorzinho, mas o enredo me deixou mega curiosa!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  24. Oi Alice, como você está? Ah, como assim ela trabalha com TI? Só isso já me deixou curiosa pra saber mais sobre o livro. Já fiz Ciência da Computação e trabalhando nesse setor temos muitas histórias pra contar. Já até aconteceu história de amor. Eu e meu namorado estamos juntos desde a última empresa. A diferença é que ambos trabalhávamos na TI rs. Amei a indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  25. Adorei a indicação de livro, acredita que nunca fui muito chegada em romances mas que ultimamente tenho lido bastante rs E por estar nessa vibe que fiquei curiosa para ler o saber o desfecho :)

    ResponderExcluir
  26. Oi, Tudo bom?
    Gente que livro é esse ?!!! Fiquei com tanta vontade de ler que já comecei a pesquisa para comprar kkkkk, amei o enredo.
    beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  27. Vou admitir que não conhecia esse livro, mas achei interessante a sua resenha, coloquei ele na minha lista para leituras desse ano.

    ResponderExcluir