[Resenha] O Legado da Ruína - William Tannure

Hello amores,

E aí, como foi o fim de ano de vocês? O meu foi muito bom, obrigada rs
Para começar o ano bem, venho trazer a resenha de uma das minhas últimas leituras de 2017: O Legado da Ruína. O livro é uma fantasia daquelas maravilhosas. Vamos conferir?!

O Legado da Ruína: Lobo e Gelo
Autor: William Tannure
Páginas: 566
Volume: 1
Editora: Chiado Editora
Nota: 💙💙💙💙
*Livro cedido pelo autor
SINOPSE:Em um mundo entre tantos, o Império de Yxor dominava toda a terra conhecida pelo homem. Seu poderio com exércitos vastos e legiões de magos sempre assegurou o controle sobre os reinos subordinados a ele.Sob o comando de Rognam, um herói que surgiu em tempos obscuros e devolveu a esperança aos homens, o Império yxoriano cresceu e se expandiu até que todos os homens se ajoelhassem perante o imperador-deus.Um casamento foi celebrado entre ele e a herdeira do maior dos rebeldes, a filha de Sirar, o Leão, regente da nação sulista de DacMeth, com o intuito de unificar aqueles que um dia foram inimigos e de trazer a prosperidade acompanhada de paz.Dessa união três crianças nasceram, três príncipes de personalidade e objetivo diferentes. Regnar, o mais velho e herdeiro do trono, luta contra as vontades irrecusáveis de seu pai para tentar seguir seu caminho. Arcaedas, um feiticeiro tamanhamente talentoso, quanto arrogante, assolado por uma enfermidade que o privou do sentido da visão. Syric, o mais novo, um rapaz confuso, com o presente e o futuro envoltos em dúvidas e mistérios.Cada um parte em sua jornada pessoal, motivados por ambições e vontades particulares.Mas a suposta prosperidade no Império é fraca. Enquanto Yxor julga ter controle sobre os reinos conquistados, seus monarcas indignados pela opressão duradoura tramam silenciosamente a queda do Imperador e da unidade conquistada por ele. E, nas sombras mais densas um ser sinistro de tempos imemoriais espreita, pacientemente, tecendo planos macabros e aguardando seu momento de revelação.
O Império de Yxor está localizado no continente da Geoplaca Central e é comandado por Rognam, um homem que anos antes derrotou o lobo Haruf, que invadiu Yxor e causou uma grande destruição, inclusive matando o grande Arquimante de Sundar (magos poderosos). Nesta batalha, Rognam saiu vitorioso, mas saiu também com o ônus de um braço arrancado.
Depois da luta, Rognam acabou sendo intitulado imperador, visto que o imperador do local simplesmente desapareceu. Com o casamento, Rognam acabou recebendo a mão para casamento da filha de um dos maiores rebeldes, Sirar, da nação Sulista DacMeth. O objetivo era a paz entre os locais e a ajuda mútua.

Rognam casou-se com Merlain e juntos tiveram três filhos: Regnar, o herdeiro do império; Arcaedas, o filho do meio que nasceu cego; e Syric, o filho mais jovem. 
Cada bebê que nascia em Yxor era levado aos magos para determinarem para que área os mesmo deveriam seguir. Regnar não foi designado para frequentar a Academia (onde se estudava para ser mago), mas seu pai desejava isso e obrigou o garoto, que não levava o menor jeito.

Diferente do herdeiro, Arcaedas, levava muito jeito com a magia, mesmo sendo 1 ano mais novo. Arcaedas desde cedo se destacava em seus estudos, enquanto Regnar andava a passos de tartarugas, o outro voava como uma águia.
No entanto, Regnar era um garoto calmo, curioso, que tinha  a certeza que não queria ser mago e buscava proteger sua mãe e irmão mais novo. Arcaedas, era o oposto. Um garoto que sempre foi cruel com os demais, que se sentia superior e inferiorizava todos que podia, inclusive o futuro herdeiro. A relação dos dois não era nada boa.

Dentro de casa, as coisas não eram muito boas para Regnar. Ele sempre batia de frente com o pai, que bebia exageradamente e batia na esposa com frequência. Regnar tentava proteger a mãe, mas as coisas não saiam muito bem. Na maioria das vezes, o herdeiro do império via a mãe apanhar e logo após sofria a sua punição.
O imperador Rognam era um tirano. Passava a imagem de imperador firme e bom com a família para a população, mas dentro do palácio a situação era diferente. Para ninguém desconfiar sobre as surras na mulher e começar uma guerra com Sirar, ele chamava na outra manhã os magos para curarem a esposa e o filho.

Regnar e Arcaedas tinham aula com o Arquimante Galdras, que era o Sundar da torre no Armorium. O Arquimante era compreensivo com Regnar, inclusive foi ele quem descobriu a verdadeira vocação do herdeiro do Império. 
Certa tarde, depois de ver Regnar parar uma magia lançada por Arcaedas, Galdras percebeu exatamente quem era o jovem. Ele levou-o para a torre e lá, transportou-o para outro plano.

Regnar apareceu em outro local, sem saber onde estava e o que estava acontecendo. Logo ele se deparou com um ser, Shawford. O homem lhe explica que é o último  da linhagem Khram, sendo um Arruinado (aquele que fez atrocidades). 
Shawford começa a explicar a Regnar quem ele é. O jovem é um antimago, aquele que pode repulsar magias. O homem também explica ao jovem que existe muito mais coisas no universo do que ele imagina, falando sobre os planos. Assim, Shawford tornar-se o novo mestre de Regnar e vai lhe ensinar muitas coisas.

Os dois jovens estão aprendendo a ser quem são. Syric ainda é muito novo para pensar em seguir um destino. 
Um império. Uma família. Dois irmãos completamente diferentes. Poderes distintos. O que será que os aguarda no futuro?
Primeiramente, não pensem que falei muito da obra, pois lhes garanto que isto não ocorreu. Tudo que narrei aqui acontece nas 130 primeiras páginas, então ainda temos 420 pela frente que são regadas de muitos acontecimentos e coisas surpreendentes.

Antes da metade do livro, um acontecimento faz com que a relação de Regnar e do pai se torne ainda pior. Confesso que foi algo forte de se ler, algo que nos causa tanta revolta, como a que o jovem sentiu. A vontade era simplesmente entrar no livro e desferir uns bons golpes de espada em certa pessoa.
Esse acontecimento vai mexer com toda a família do imperador!!!

Regnar é o nosso grande protagonista, apesar do livro narrar os mais diferentes personagens, dos bons aos ruins. Ele é um antimago, que tem repulsa a magia e que antes de descobrir quem realmente era, se achava um inútil. 
Ele sempre cuidou da mãe e defendeu-a das maldades e insanidades do imperador, mesmo sabendo que muito não poderia fazer. Regnar é uma pessoa firme, que realmente quer o bem para todos os planos existentes e para as pessoas do seu reino. 

Rognam, o imperador é o oposto do filho. Um homem que depois de destruir o lobo Harulf se tornou algo abominável. Ele não tem escrúpulos, gosta de se sentir um Deus e a pessoa mais poderosa e temerosa do continente.
Arcaedas não é diferente do pai. Tem a mesma sangue de poder e deseja ser considerado um Deus, pisando sempre naquelas os quais considera abaixo de si. 

Syric é um personagem que não vemos muito e não sabemos como é a sua personalidade, ele aparecerá mais no segundo livro (minha aposta é essa, pelo menos). 
O Arquimante Galdras é um homem que mesmo com todo o seu poder, não possui tanta soberba, apesar de alguns magos serem cheia deles, pelo menos dentro da torre.
Esse livro tem muitos acontecimentos e vamos conhecendo as mais diversas vertentes, que nos são apresentadas de forma fluída. 
Em "O Legado da Ruína" também conheceremos as mais diferentes espécies. Tem gnomos, tem Demônios querendo dominar as pessoas, tem lobos que andam em formas humanas, tem muita coisa. 

Confesso que algumas coisas durante a leitura me surpreenderam, principalmente relacionadas ao imperador, a Reagnar e a Arcaedas.
Aos poucos vamos percebendo que talvez as coisas não sejam como imaginamos, que existem muito mais desdobramentos por trás das situações do que sequer cogitamos.

A escrita do William é muito gostosa, ele escreve fantasia com o conhecimento de quem sabe o que está fazendo, e o que quer despertar no leitor. Todos os fatos são muito bem explicados, tudo que ele apresenta, ele expõe corretamente, não há pontas soltas.
Mesmo sendo um livro de mais de 500 páginas, o que pode assustar a princípio, a leitura não é maçante, inclusive realizei-a em apenas 1 dia. 

A edição do livro é simples, mas muito bem feita. Começando pela capa, temos a imagem da primeira cena do livro, quando o lobo Harulf tenta invadir a torre dos magos e é derrotado por Rognam. A imagem ficou perfeita e colabora para montar na cabeça do leitor esta primeira cena com perfeição. Ainda temos um mapa no início do livro e um Glossário ao final, que ajudam bastante o leitor a se situar.
O tamanho da letra é muito agradável, assim como o espaçamento. Nenhum dos dois causa incômodo no leitor. Só encontrei um erro ortográfico, bem no finalzinho do livro, o que é algo louvável.

Quanto a construção da obra, ela é dividida em 3 partes, na qual cada uma retrata um momento diferente e importante da obra. 
A narração é em terceira pessoa, o que nos permite uma visão ampla do livro. Adoro este tipo de narração, principalmente em fantasias, é o essencial.

O plot twist do final do livro não poderia ser mais fantástico e surpreendente. Acabei a obra realmente boquiaberta e desejando o próximo livro fervorosamente. Necessito do próximo livro, para saber quais serão as ações e o principal, descobrir quem é o mal, realmente.

Super recomendo esta leitura, é sensacional e surpreendente.

Quem quiser acompanhar o autor, é só segui-lo em suas redes sociais: Instagram e Facebook!

Beijos da Lice

26 comentários

  1. Uauu se você leu em 1 dia o livro deve ser bem viciante! A historia parece ser bem interessante, adorei a resenha e as fotos!

    Beijos, Gi.
    Blog About Girls

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha, mais não é o gênero que gosto de lê. Pra quem gosta e excelente.

    ResponderExcluir
  3. Boa dica, parece ser um livro cheio de aventuras no estilo fantasia, que tanta gente aprecia. Quem gosta do estilo não pode deixar de conferir.

    ResponderExcluir
  4. Que bacana a capa do livro gosto muito de livros de fantasia, essa história tem muitas aventuras, mistérios que prende o leitor até o fim da história. O autor William Tannure foi perfeito na história com uma escrita bem agradável para o leitor, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Esse é o tipo de livro que eu compraria se nao tivesse gasto mais de 200 reais na black friday em livros haha adorei a resenha. A história parece bem interessante. Está na lista.

    ResponderExcluir
  6. Ótima dica! Amo literatura fantástica.

    ResponderExcluir
  7. Estou perplexo com você ter lido quinhentas e poucas páginas em 1 dia. Já li um livro em um dia, mas era pequeno, e hoje em dia não consigo ler mais do que dois capítulos por dia.

    Parece ser um livro realmente interessante. Gostei da coisa do Lobo Gigante do mal e do rei que tenta parecer legal, mas é um desgraçado.
    Entrou na minha lista.

    Excelente resenha.
    Um abraço.

    Willian Vulto
    https://lugarnenhum.net

    ResponderExcluir
  8. OI, ALice!
    Gente, como consegue ler 500 páginas em apenas um dia? Sei que quando a leitura é boa a gente segue infinito e além, mas... Nem assim consigo, guerreira.

    Fui remetido aos livros de Rick Riordan por essa capa. Parece os seres misticos estão ganhando espaço na historia, um grande encontro né? Fiquei bem curioso com essa diversidade.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu ultimamente não curto muito fantasia,mas percebe-se pela sua resenha que esse livro foi uma leitura e tanto,quanto na sua quantidade de páginas como na leitura.
    Gostei!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Alice. Tudo bem?
    Confesso que não sou muito fã do gênero, mas a sua resenha me deixou bem curiosa. A história parece ser mesmo muito boa e viciante, além de ser recheada de acontecimentos, né?! Anotarei a dica.

    Beijos,
    Narah, www.lerantesdedormir.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Alice! Socorro, que livro é esse. Eu já tava amando o que você tava escrevendo, mas quando você disse que leu em um livro, tive a certeza que o livro deve ser uma viagem espetacular. Gosto de livros de fantasia e ando com muita vontade de pegar um novo para ler. Outra coisa que achei muito legal é o fato do autor ser brasileiro. Adoro quando me deparo com uma obra nacional diferenciada.
    Sua resenha deixa a gente com fome de devorar esse livro. Amei as fotos também. Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  12. Pra ter lido em um dia deve ser bem interessante mesmo HAHAH E nós aquarianas, gostamos dessas paradas bem diferentonas mesmo. Adorei seu blog. Beijos

    ResponderExcluir
  13. Sua resenha está maravilhosa, me admirei de você ter lido o livro em um dia.
    Se tem tanta historia em 130 paginas que você nos contou, imagino que o enredo deve ser ótimo até o final.
    Amei o desenho da capa!
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  14. Parece uma trama cheia de mistérios e intrigas, do jeito que eu gosto!

    Blog da Sah ♡ | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  15. olá tudo bem ? A história deve ser muito fantastica para ler em um dia , mais mesmo assim eu levaria umas 2 semanas kkkk sou lerda. Gosto de livros assim envolvente cheio de mistérios. adorei a dica. Bjsss

    ResponderExcluir
  16. A Chiado tem publicado livros maravilhosos.
    Adorei a resenha. Não conhecia o livro e achei interessante, amo mistérios e aventuras.
    Arrasou na dica. Sucesso!
    www.nerdbooksblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  17. Olá, amei sua resenha. Bom saber que o livro é super fluido e que dá pra ler mais rápido do que parece. A história é interessantíssima e fantástica, parece ser bem movimentada pelo seu post.

    ResponderExcluir
  18. Oi!!
    Eu adorei a capa 😀 o livro parece ser bem interessante. Já coloquei na lista de leitura...
    Bjo

    ResponderExcluir
  19. Um livro bem complexo e criativo! Parece ser muito bom para quem gosta de aventura e ficção.

    Beijinhos <3 Blog Tanamoda / CK Designs / Rede Natura

    ResponderExcluir
  20. Muita fantasia pro meu gosto rs. Mas é interessante o leque de opções que existe para os apreciadores deste gênero. Só me resta é desejar ótimas leituras! :)
    www.unalome.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oiiiiie,
    Um dos meus gêneros favoritos, já me apaixonei pelo livro eu comecei a me apaixonar só pela sinopse já vi que o livro era bom rsrsrs eu não conhecia obrigada <3

    ResponderExcluir
  22. Eu ja vi esse livro em algum lugar 🤔, mas não lembro aonde. Ótima resenha, me deixou curiosa para ler o livro e olha que é meio difícil de me convencer a sair da minha zona de conforto. Beijão 😘

    ResponderExcluir
  23. Muito boa a sua resenha, gostei mesmo! Não conheço o trabalho do Tannure, mas fiquei com muito interesse em saber mais a respeito.

    ResponderExcluir
  24. Adoro demais livros de fantasia e quando tem continuação ou outros livros eu fico ainda mais interessada. Amei demais a sua resenha e a dica pq eu ainda não conhecia esse livro.

    ResponderExcluir
  25. Oi Alice, tudo bem? Estou buscando ler mais rápido mas minha concentração acaba me traindo. As vezes o celular, as vezes e-mail, ou até os compromissos do dia a dia. Já fiz minha meta desse ano vamos ver se consigo cumprir. Ainda não conhecia o livro mas achei a história bem interessante. Me chamou atenção ser dividida em três partes. Ótima indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir