[Resenha] Mar da Tranquilidade - Katja Millay

Olá amores, tudo bem?

A resenha desse livro não vai ser nada fácil, pois durante a leitura senti as mais diversas emoções. Comecei a leitura com expectativa demais, depois achei que não ia andar, no final saí arrasada e com olhos marejados. Sim, Mar da Tranquilidade é um belo livro!!!
E a leitura foi para um grupo que participo no facebook o #RougeLiterario e também para o #SEAMILPAGES !!

Mar da Tranquilidade
Autora: Katja Millay
Páginas: 368
Editora: Arqueiro
Onde Comprar: Amazon / Saraiva
Nota: 💙💙💙💙💙
*Livro do acervo da autora
SINOPSE: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar.
Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida.
À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.
Nastya Kashnikov é uma garota de 17 anos que teve sua vida mudada a 3 anos atrás, quando ela perdeu a sua identidade, sendo privada da coisa que mais gostava de fazer. A menina carrega um sentimento dentro de si de vingança, ela quer que o culpado por fazê-la "morrer" também sinta a mesma dor que ela carrega dentro de si.

Nastya parou de falar a 1 ano e meio, e ninguém sabe o motivo. Ela apenas decidiu que não podia mais falar com a humanidade, que o silêncio era seu melhor companheiro.
Agora, a jovem com nome russo, deixou seus pai e irmão em sua cidade natal e agora vai morar com sua tia, que mais tem idade para ser sua irmã mais velha, Margot.

Ela vai começar uma nova vida, em uma nova escola em seu último ano. Nastya se veste diferente de todos a sua volta. Ela sua mini saias, blusas curtas e salto altos, chamando a atenção por onde passa e ouvindo palavras como "vadia". 
Porém, Nastya só se veste assim para afastar todos a sua volta, para encobrir quem ela é verdadeiramente.

Nastya tem algumas paixões, uma delas é nomes. Sim, ela ama saber o significado dos nomes e sempre recorta os que acha mais interessante e diferentes. Ela também gosta de cozinhar doces, e essa é a única coisa que sabe fazer, a garota mal se alimenta.
Ela também gosta de corridas, saindo para correr toda noite até o seu limite exaustivo e isto é a forma dela não surtar.

No novo colégio, Nastya terá que lidar com uma nova realidade. Seu desejo é ficar longe de todos, mas Drew Leightin sempre está ao redor tentando cantá-la. 
Mas, a solidão de Nastya só vai ser balançada quando ela encontra Josh Bennett no pátio da escola. O jovem parece ter um escudo a sua volta, pois ninguém se aproxima e sequer olhar para ele, ela logo admira aquilo.

Josh está na sua turma de carpintaria e ele é incrivelmente maravilhoso, o trabalho que ele realiza com as mãos impressiona e causa certo remorso nela. Nastya teve a mão esquerda completamente destruída e no "incidente" e com isso acarretou limitações.
Certo dia, Josh "salva" Nastya de umas meninas do colégio que estavam lhe xingando e aquilo é incomum em vários níveis.

Quando sai para correr pela primeira vez depois que está na casa da tia e depois do tempo melhorar, Nastya acaba se perdendo no caminho e só ver uma garagem aberta, e parece ser a única solução para "pedir" ajuda.
Ao chegar no local ela ver Bennett trabalhando com carpintaria e eles se olham, mas não falam nada. Ele acaba levando-a para casa.

Nastya resolve ir para uma festa com Drew e acaba exagerando na bebida. Drew não sabe o que fazer com a jovem e a leva para a casa de Josh, para ele cuidar dela.
Josh cuida de Nastya durante a noite inteira e quando a acorda, apelida-a de "Flor do Dia", e a partir disto tudo muda...

Nastya e Josh estavam bem com a sua solidão, mas eles se encontraram e começaram a usufruir da presença um do outro. Mas será que isso será fácil? Como ficar ao lado de alguém que não fala? O que fazer com tantas feridas?
Nastya é uma personagem confusa e toda essa confusão é transferida para o leitor. Não sabemos de início o que aconteceu com ela para lhe causar tanta dor, e só vamos descobrir a história inteira no final do livro, antes disso só temos pequenas pinceladas. 
Ela é uma pessoa que tenta se esconder do mundo e para isso ela finge uma personagem: a vadia do colégio. Ela quer causar impacto e quer manter todos longe dela. Só que com Josh Bennett, Nastya é apenas ela, sem a maquiagem carregada e sem as roupas curtas.
O trauma do que aconteceu com ela perpetua na sua vida. Ela tem medo de fazer algumas coisas com sua mão esquerda, pois sabe que talvez tudo desmorone. 

Josh Bennett. Ele é tão ferrado na vida quanto Nastya. O pequeno Josh perdeu a mãe e a irmã em um acidente de carro quando tinha apenas 8 anos. Logo depois, Josh também perdeu o pai que morreu com um infarto. ele passou a morar com os avós, mas a avó morreu quando ele tinha 15 anos. Agora, aos 17 próximo de completar 18 anos, o avô de Josh está internado em estado terminal de câncer.
Ele teve que ser emancipado e graças a herança milionária que herdou com a morte da mãe, ele tem um futuro garantido. Mas, Josh é sozinho, não tem ninguém morando consigo e parece que toda a sua família sempre morre.
Josh é apaixonado por carpintaria. Ele aprendeu a construir as coisas com seu pai, assim que sua mãe e irmã faleceram e desde então, apenas continuou. Ele faz trabalhos para vender e isto é o seu passatempo.
Ele é fechado para o mundo, ninguém se aproxima e ele não quer aproximação. O único que quebra isso é seu melhor amigo Drew e sua família.

Drew Leightin é um jovem mulherengo e muito popular no colégio. Ele adora se gabar das suas conquistas, mas, talvez, ele seja muito mais que isso. No fundo, Drew apenas finge um personagem, não quer que todos parem de achar isto dele. Ele tem um coração lindo, e também é muito inteligente, sendo espetacular em Debates.

Margot, a tia de Nastya é uma jovem enfermeira que trabalha de plantão a noite, passando o dia em casa. Então, praticamente ela e Nastya mal se veem, pois a menina passa o dia no colégio. Margot aceitou a garota em sua casa e quer ajudá-la, assim como todos da família.
Os pais de Drew também aparecem muito no livro e são extremamente maravilhosos, tanto com Josh, que conhecem desde criança, assim como com Nastya que vão conhecer e tratá-la com muito carinho. Eu amei essa família, e achei eles lindos, em todos os sentidos.
"Mar da Tranquilidade" foi um livro difícil. Como estava com muita expectativa, até a página 100 me senti bem travada, pelo fato do livro só conter muitas descrições e pensamentos e poucos diálogos. Eu queria saber mais sobre Nastya, sobre quem ela é e também queria saber mais sobre Josh.
Depois da página 100 a leitura simplesmente deslanchou e li o restante do livro em uma tacada só, não conseguia parar.

A narrativa é dividida entre Nastya e Josh, assim podemos conhecer os pensamentos da garota e também tudo que atormenta Josh.
Eles foram se aproximando de forma natural e mesmo o silêncio constante de Nastya não parecia ser algo que incomodava Josh, ele gostava do silêncio.

Nastya aos poucos vai se abrindo para Josh e começa a conversar com ele. Primeiro ela fica muito curiosa sobre tudo que ele faz em casa em relação a carpintaria e o contato deles se resumem a isso. Ela chega, senta na bancada da garagem e o ver trabalhar. Depois ela começa a ajudá-lo e isto vai progredindo de forma natural. É lindo ver os dois juntos, como eles se completam e suprem as suas solidões internas.

A escrita da Katja é incrível e leve. Ela nos leva por um passeio na mente da Nastya e do Josh e nos presenteia com um livro carregado de emoção. 
A edição da Arqueiro está simples, mas muito bonita como sempre. Tamanho da fonte agradável e não encontrei erros. A capa é outro ponto positivo e representa bem a obra.

Os personagens secundários foram muito bem trabalhados e vamos nos envolver com todos rapidamente. Drew me conquistou, assim como seus pais. Clay, um garoto artista que desenha maravilhosamente bem também foi uma grata surpresa, assim como Tierney, uma jovem que vamos simpatizar aos poucos.

Os dois personagens são pessoas confusas, pessoas perdidas no mundo e dentro de si mesmas. Nastya e Josh precisam ser salvados, mas ser salvos de quem?
Eu diria que eles precisam ser salvados de si mesmo, aprendendo a deixar o passado para trás e a seguir em frente para finalmente se "sentir bem". 
"Mar da Tranquilidade" não é um livro de salvação, é um livro sobre dor e perda. Como as pessoas podem se perder e como elas podem se afundar. Mas, as pessoas também podem resolver se salvar. Todo mundo possui perdas, todo mundo possui dor, a diferença é que umas são enormes, outras nem tanto. Mas, todas essas dores as tornam reais. 
Talvez, o que todos precisem seja da tranquilidade dos sentimentos. Seja estar na multidão e não se sentir sozinho. A tranquilidade é um desejo da alma...

Beijos da Lice

24 comentários

  1. Olá Alice,
    Eu adorei sua resenha, você conseguiu mostrar bem os personagens e sem revelar toda a história.
    Esse Livro está na minha lista infinita, mas vai pular fila.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Esse livro acaba me deixando sempre indecisa, por um lado parece um livro muito bonito e que mostra um crescimento dos personagens, o que me agrada muito, de outro parece ser dramático alem do que me agrada, mas vou dar uma chance

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é realmente incrível. Com certeza é um dos meus favoritos. Fiquei tão feliz que vc tbm gostou ����

    ResponderExcluir
  4. Já gostei da Nastya pq ela tem a mesma paixão por nomes💜 que tenho😊Além disso os personagens parecem ser muito cativantes e toda a história soa bastante sensível. Certamente é um belo livro.

    ResponderExcluir
  5. Já vou comprar o livro!
    Pelo que pude perceber através de sua maravilhosa resenha é que esse livro trata-se também de uma quebra de paradigmas, o menino esquisito da escola é amigo do popular, que por sua vez é na verdade sensível e inteligente. Enquanto Nastya, com suas roupas extravagantes não é promíscua, quer apenas se esconder.
    Adorei!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Alice!!
    Eu amo esse livro. Assim como você, eu também achei o início arrastado, mas depois o livro foi fluindo e eu amando. Eu fico passada como esse livro é pouco conhecido. Estava até comentando isso tem umas duas semanas no grupo do skoob.
    Ótima resenha!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Adorei saber um pouco mais do livro, parece ser muito bom de ler....
    Seguindo https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esse livro ta na minha wishlist já tem tanto tempo que eu nem lembro mais quando adicionei ele lá, haha.
    Toda resenha que eu vejo desse livro me deixa com mais vontade de lê-lo, e essa não foi diferente. Amei sua maneira de resenhar <3

    Beijos,
    www.mundoinvertido.com

    ResponderExcluir
  9. A protagonista é muito peculiar, fiquei intrigada com as suas decisões para ocultar-se perante a sociedade. Gostei de saber que o livro provocou-lhe uma montanha-russa de sentimentos, adoro quando uma narrativa me consegue fazer chorar. Entendo esse drama que envolve essas personagens! Fiquei curiosa para explorar esses dois e descobrir os motivos dela! Bem, certamente, mais um livro para a minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  10. Ainda não tinha ouvido falar nesse livro, mas gostei muito da sua resenha.
    A historia de Nastya parece ser bem emocionante e triste, a força da amizade de Josh e Drew é encantadora.
    Achei linda a capa do livro e achei que combina muito com o titulo, fiquei louca ler.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  11. oi!
    Eu gostei do enredo,parece ser tão profundo e fiquei bem curiosa :D quero saber o que aconteceu no passado da garota.
    bjo

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha Alice, esse ano espero ter um pouco mais de tempo para leituras, anotei na agenda pra iniciar esse tema, fiquei curiosa atraves da resenha.

    ResponderExcluir
  13. Amei a resenha e vou comprar esse livro!!

    ResponderExcluir
  14. Já ouvi falar muito sobre o livro, mas confesso que nunca li, venho enrolando a um tempo para ler ele, mas agora vou criar coragem e vergnha nessa cara, amei a resenha

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Tudo bom?
    Deu para sentir a historia através da resenha. Fiquei aqui me perguntando o que de fato aconteceu com ela...
    Então necessito ler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Nossa, amei muito a resenha. Como faço para adquirir o livro?

    ResponderExcluir
  17. Gostei de saber que o livro provocou-lhe uma montanha-russa de sentimentos
    Já vou procurar pra compra!!

    ResponderExcluir
  18. Primeiro de tudo que resenha incrível, ja fiquei querendo ler a obra todinha e saber mais sobre a trama! Está entrando na minha lista de leitura desse ano mesmo! beijos!

    ResponderExcluir
  19. Muito interessante! Não conhecia essa obra, mas fiquei com interesse de conhecer após a resenha. Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia esse livro,a história é interessante,as pessoas tem muitas dores e experiências que fazem elas criarem um universo a parte.

    ResponderExcluir
  21. Oi Alice, tudo bem? Que livro mais intenso. A experiência de lê-lo deve ter sido incrível. Muitas vezes começamos ler e não damos nada para a história, porém no desenrolar vai ficando mais interessante e prende nossa atenção. Gosto muito de mistério comecei um livro esses dias cheguei na página 40 e a leitura ainda não tinha me prendido. Deixei de lado e comecei outro. Penso em voltar a ler depois, quem sabe a leitura me surpreenda. Gostei muito da sua indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  22. Fiquei doida pra saber como o envolvimento deles acontece e sobre os segredos que ela esconde. Sua resenha foi envolvente!

    Blog da Sah ♡ | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  23. Sua Resenha é muito boa, eu acho que não leria esse livro, mas é intrigante, as fotos também são ótimas!

    ResponderExcluir
  24. Oi, Alice! No período em que esse livro foi lançado li varias resenhas sobre ele de pessoas dizendo exatamente o que vc disse: inicialmente se arrasta e depois segue com tudo. E falaram sobre as emoções que o livro causa também. Lembro que na época eu não me atrai pela sinopse, mas foram os comentários cheios de emoção das pessoas que me fizeram querer ler.

    Agora a capa acho feia até hoje, rs.

    Bjux.

    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com
    Instagram: @vidaeletras

    ResponderExcluir