[Resenha] Fúria - Steven James

Hello gnomos,

Hoje é dia de resenhar um livro que adorei e que me fisgou por completo, se tornando um querido no gênero. O livro em questão é o segundo livro da série Distorção, publicada pela Editora Novo Século. Então, vocês podem pegar pequenos spoilers do primeiro livro!!!

Fúria
Autor: Steven James
Série: Distorção 
Volume: II
Editora: Novo Século
Onde Comprar: Novo Século / Amazon / Saraiva
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado
*Livro cedido pela Editora Novo Século
SINOPSE: As perturbadoras visões que ajudaram Daniel Byers a resolver um mistério mortal finalmente se acalmaram, e o agora astro do basquete espera que as coisas voltem ao normal. Mas, quando lobos aparecem mortos na região e seu pai desaparece misteriosamente, Daniel percebe que a chave para resolver tais enigmas reside em decifrar suas arrepiantes distorções.
Logo, segredos há muito enterrados começam a emergir, revelando pistas que podem ajudá-lo a localizar o pai. Porém, quando o passado colide com o presente e a realidade começa a distorcer ao seu redor, Daniel encara uma corrida contra o tempo antes que seja tarde demais.
Repleto de cenas horripilantes e de mistério de gelar o coração, Fúria dá continuidade à envolvente série de romances policiais para jovens adultos do aclamado Steven James, um mestre do suspense.
Depois do último episódio, onde desvendou o crime por trás da cidade Daniel Byers está com uma vida aparentemente tranquila. Agora, ele namora Nicole, a jovem que o ajudou no mistério passado e encontra-se há 2 meses sem distorções. 
Periodicamente, Daniel vai consultar um psiquiatra, o Dr. Fromke, essa foi a maneira que o seu pai viu de lidar com o que aconteceu. Ninguém do colégio sabe que Daniel frequenta o psiquiatra.

Ultimamente Daniel tem recebido mensagens de uma pessoa que se intitula como Madeline e ela parece saber muito sobre ele. No entanto, ele não faz a menor ideia de quem seja a jovem ou o jovem, caso estejam lhe enganando.

Em contrapartida, na pequena cidade, os lobos que vivem na floresta estão sendo mortos ao monte. Mesmo os animais sendo protegidos pela lei, eles não estão saindo ilesos, e ninguém consegue descobrir quem é o criminoso. 

No dia de um jogo importante no basquete fora da cidade, Daniel sente as dores de cabeça, que anteriormente surgiram antes das distorções. No jogo, Daniel acaba vendo as distorções novamente. No entanto, ele acaba se saindo bem e fazendo a cesta do jogo. Algo peculiar acontece quando sai do jogo, um homem que nunca tinha visto o cumprimenta e ele sabe seu nome.
"A força do protagonista é medida em relação às forças do antagonismo que ele precisa superar. Então, quando escreverem suas histórias, vocês precisam se assegurar de que o antagonista (vilão) é suficientemente cruel, persistente ou frio"
De volta a Beldon, Daniel vai para casa de seu melhor amigo, Kyle e lá fica com Nicole e Mia, namorada de seu amigo. Depois os jovens decidem ir para uma festa de uma colega da escola, e lá Daniel acaba tendo uma discussão com Ty, o nosso "antagonista", o adolescente nada bom.
Voltando da festa Daniel ver que um homem com o carro que saiu da pista por causa da neve e coincidentemente  é o mesmo homem do jogo.

Daniel não está tomando os remédios sugeridos pelo psiquiatra, pois como não estava tendo distorções, não achava necessário. Porém, coisas estranhas começam a acontecer. Certo dia, o jovem acorda com uma faca  de caça na mão ao lado da cama do seu pai. Ele iria matá-lo?

As coisas pioram quando sem entender nada Daniel acorda em um hospício. Segundo relatos o jovem foi encontrado com as mãos cheias de sangue e seu pai tinha simplesmente sumido.
Agora, todos achavam que ele era o culpado, que tinha feito algo com o pai. Daniel não se lembrava de nada, era como se as memórias não existissem.

No hospício ele vai ter a ajuda do mesmo homem que encontrou no jogo de basquete e na pista. Ele vai se apresentar como Malcom Zacharias e vai ajudar o jovem a fugir.
Seria Daniel realmente inocente? Quem é Zacharias e por que está lhe ajudando? Onde está o seu pai? Foi morto ou ainda está vivo? Quem é a menina das distorções? Os fatos estão conectados?
Antes de ser acusado de fazer algo contra o pai, Daniel, Kyle, Nicole e Mia estavam investigando as pistas relacionadas a menina da sua distorção e também aos lobos mortos. 
Os jovens descobriram coisas muito interessantes e foram levados para um local que Daniel costumava frequentar na infância, mas que tinha uma falta de lampejo do que ocorreu lá.

Com Daniel sendo levado ao hospício e depois a sua fuga, ele está sendo procurado e seus amigos terão que ajudá-lo a se esconder e ao mesmo tempo correr atrás de pistas em relação ao seu pai. 
O que os jovens sabem é que talvez o Instituto Traylor, que aparentemente pesquisa peixes, talvez não esteja pesquisando apenas isso. O Instituto está localizado nas margens da floresta que cercam o lago Waunakee, e onde foram mortos grande parte dos ursos.

Os novos personagens inseridos nesta trama foram muito bem construídos e nos deixam curiosos em relação a quem realmente são.
Malcoml Zacharias é o grande mistério, pois ninguém nunca o viu, a não ser Daniel, então em certa parte ele começa a pensar se o homem não é apenas mais uma de suas distorções. Zacharias nunca explica as coisas para Daniel, mas, misteriosamente, sempre está no lugar certo para ajudá-lo.

O psiquiatra, Dr. Fromke parece querer ajudar Daniel a se livrar de suas distorções. Mas, é o homem que também dá o diagnóstico que faz o jovem ser internado no hospício. Parece que Fromke quer que Daniel fique lá, pois ele seria um grande perigo.

Mia também ganha mais destaque nesse livro e vamos conhecer um pouco mais dela. Ela é uma jovem livre, que quer poder colocar para fora tudo que pensa e se arriscar nas coisas que acredita. Ela é uma amiga muito valiosa.
Kyle continua sendo um amigo disposto a entrar nas enrascadas mais diferentes por Daniel e vai lhe apoiar.
Nicole, por sua vez, vai se mostrar uma namorada prestativa e que se arriscaria para provar a inocência do seu amado.

Daniel é a confusão em pessoa. Ele não sabe o que levou-o a ter novamente as distorções e a todo momento se questiona se tudo que ele ver e ouve é verdade, ou apenas ilusões criadas em sua cabeça. É muito interessante ver como a mente do personagem funciona e como somos levados para dentro dela.
"Fúria" foi uma grata surpresa e conseguiu ser melhor que o primeiro livro, Distorção. Aqui vamos entrar mais profundamente na mente de Daniel e em vários momentos nos questionaremos se o jovem realmente não feriu seu pai, se ele não é apenas um louco.
O jogo com a mente do Daniel e paralelamente a mente do leitor foi algo muito bem trabalhado pelo Steven, e eu adorei entrar nesse jogo. Daniel não sabe se é um protagonista ou o antagonista, talvez ele seja os dois em diferentes momentos...

O livro é dividido em 7 Partes, onde cada uma relata um momento diferente e importante na obra como um todo. A narração é em terceira pessoa e abrange não apenas o Daniel, coisa que me agrada bastante. 
A escrita continua muito fluída, o que me fez devorar o livro em 1 dia e ficar querendo mais, muito mais na verdade. Inclusive, em breve pretendo ler o terceiro livro.

Confesso que mais uma vez fui surpreendida pelo desfecho do livro, que em hipótese alguma tinha passado pela minha mente. 
O autor sabe trabalhar tão bem o mistério e o suspense, que esses elementos engrandecem toda a história e nos deixa atônitos. 
"Podemos afirmar que todos nós somos o protagonista e o antagonista de nossas próprias vidas, nas histórias que vivenciamos todos os dias"
Um dos fatos que precisa ser destacado é a mãe do Daniel. Aparentemente a mulher teria ido embora e abandonado o marido e o filho, mas isso não ocorreu sem motivo algum. Por incrível que pareça, a mãe dele sabe o que ele está passando e ela queria apenas protegê-lo. As distorções de Daniel podem ser algo bem mais profundas e importantes.

O autor deixa alguns pontos sem respostas neste segundo livro, então acho que eles irão aparecer na sequência "Maldição" e nos deixar ainda mais abismados pelos detalhes, aposto nisso de olhos fechados.
O final de "Fúria" foi um banho de talento e é impossível não gostar de algo tão bem feito, eu amei esse livro e recomendo de olhos fechados. Vale ressaltar que nem todos são quem você pensa, alguns "vilões" não estão mascarados, outros estão muito bem escondidos.

Esse thriller não é para qualquer leitor. Ao topar entrar na obra de James, você precisa saber que o autor tem um propósito claro: Mexer com a sua mente. Ele vai te carregar por um enredo coeso e bem definido, cheio de adrenalina e cenas de tirar o fôlego. Nem todos vão ser o que parecem e não existem bons e maus definidos, existem psicopatas se escondendo atrás de bons moços.
Esteja preparado para ter sua Fúria aflorada e para querer lidar com alguns personagens com suas próprias mãos... Você é protagonista ou antagonista?

Beijos da Lice

12 comentários

  1. Muito interessante!! Acho que o nome do livro combina totalmente com a sua descrição!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a sua resenha, apesar de extensa!
    Gosto de livros assim...
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. olá ,tudo bem ? Fúria é um livro cheio de mistérios e suspense , amei desde a sinopse . Sua resenha ficou tentadora , só em saber que o final tem um desfecho bem diferente do que esperado atiçou minha curiosidade mais ainda . Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Oiii Alice

    Eu nunca tinha lido nenhuma resenha de nenhum dos livros dessa trilogia, nem sabia de que se tratava, achei super interessante a premissa da história, com certeza seria o tipo de leitura que eu também iria adorar. Ah essa trilogia vai pra listinha de 2018, vamos ver se confiro logo.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Amei a sinopse, adoro livros com essa temática. Mistérios e suspense fazem meu gênero. Já quero ler!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Bastante completa a tua resenha, bem detalhada. Achei o livro interessante e ainda não conhecia. Talvez ele entre para a extensa lista de próximas leituras.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Alice.
    Parabéns pela resenha, muito bem descritiva e detalhada. Vou pesquisar sobre os outros volumes... você me deixou curiosa hahaha.

    Beijos,
    Narah
    www.lerantesdedormir.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem? Eu já conheci esses livros apenas pela capa, que são lindas, e ainda não havia lido uma resenha sobre. A sua me deixou bem curiosa e me fez ir pesquisar mais sobre o primeiro volume e gostei bastante. Adoro enredos que mexem com a nossa mente e fazem ficarmos pensando nos acontecimentos. Nada melhor que isso. Obrigada pela dica!

    Beijos,
    Blog Luna literária

    ResponderExcluir
  9. Oi, lindona. Confesso que não conhecia não esse livro, mas me encantei pela resenha. Obrigada !

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela resenha, muito bem feita e capaz de impactar o leitor pela histórias. Adorei !

    ResponderExcluir
  11. Apesar do gênero desse livro não ser um dos meus preferidos, gostei de conhecer a história através do seu post!
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
  12. Olá! Gostei bastante da sua resenha! Gosto muito de um bom suspense quando é bem trabalhado no enredo e narrativa e esse livro sem duvidas parece ser assim! Vc leu ele em um dia menina, que emocionante haha! Muito legal o post!!

    ResponderExcluir