[Resenha] Gaia - A Roda da Vida

Olá amores, tudo bem?

Quem é vivo sempre aparece né?! Eu sei que semana passada só teve um post (não me matem), mas estou nos preparativos finais para a defesa da Dissertação e com isso estou me dedicando total. Mas, para espairecer, esse final de semana li um livro maravilhoso, que me sugou e devorei. Vamos conferir esta resenha?

Gaia - A Roda da Vida
Autora: Telma Brites Alves
Páginas: 268
Editora: Independente 
Nota: 💙💙💙💙
*Livro cedido pela autora
SINOPSE: Aos 7 anos de idade, Gaia Gottesstein perdeu a mãe de forma misteriosa em um acidente aéreo.
Nove anos depois, foi a vez de o pai desaparecer no fundo do mar sem deixar vestígios.
Assim, Gaia foi obrigada a deixar a América e as pessoas que amava par morar sob a tutela dos tios numa cidadezinha da Alemanha. Lá, a jovem se vê envolvida em uma enigmática história ligada ao passado de sua família, da qual é a personagem central.
A sobrevivência de Gaia depende da crença e da aceitação dos desígnos a que está predestinada.
Onde está o limite entre a realidade e a imaginação?
Gaia será capaz de tomar a decisão certa?
Uma história de fantasia, amor, união e...escolhas.
Gaia é uma jovem que nunca teve uma vida comum. Desde pequena, ela vive em um iate com seus pais, Larissa e Renato, um milionário conhecido por seu bom gosto e extravagâncias.
Larissa vinha de uma família alemã, e tinha uma irmã, Lyra, com quem sempre foi bem apegada. Mas, depois de um certo acontecimento quando Gaia tinha apenas 4 anos, a ligação entre as duas foi quebrada e elas não mantiveram mais contato quando Larissa, Renato e Gaia foram morar no iate.

Quando tinha 7 anos, a mãe de Gaia acabou falecendo. Larissa estava fazendo uma viagem de avião e o mesmo caiu no mar, nunca sendo encontrado seus destroços ou qualquer coisa que lembrasse a aeronave. Depois do acontecido, a vida de Gaia virou de cabeça para baixo. Seu pai, que antes era muito atencioso e lhe dava toda atenção passou a ser relapso, sofrendo com toda a sua dor. 

Renato não podia acreditar que Larissa havia falecido e quando as buscas foram encerradas, ele começou a fazer as suas próprias. Enquanto isso, Gaia se sentia cada vez mais sozinha no iate, tendo apenas Nana, uma mulher que estava com ela desde pequena ao seu lado. Assim como, Totof, o cozinheiro deles. Nana e Totof eram os únicos tripulantes fixos do iate, sendo consequentemente, as duas pessoas mais próximas de Gaia.
"Não confie nas aparências, querida. Acredito na força de Gaia, senão ela não teria sobrevivido naquela gaiola de ouro em forma de iate. Ela só precisa agora descobrir quem ela é realmente. A verdadeira Gaia"
Já Renato, por sua vez, resolveu apoiar o estudo de Luc, um cientista que era considerado louco pela sociedade. Mesmo com seu sócio, Roy, não querendo que Renato embarcasse nessa loucura, ele lhe apoiou. Assim, aos poucos, o estudo de Luc em relação ao fundo do mar avançavam. 
Quando Gaia tinha 16 anos, seu pai resolveu fazer descer junto com Luc para o fundo do mar, eles queriam descobrir o que as profundezas guardavam. No entanto, o resultado não foi satisfatório, e, Renato e Luc acabaram não voltando a superfície. 

Desta forma, Gaia agora era uma órfã e teria que sair da América e ir para a Alemanha, para morar com seus tios Lyra e Círio. É claro que a jovem não estava querendo viajar, por ela, ficava com Roy, Nana e Totof. Porém, seu pai já havia arrumado tudo, caso alguma coisa saísse fora do comum.
Gaia, parte então para descobrir um mundo novo para si, levando consigo apenas Bolinha, o seu cachorro. 

Na Alemanha, Gaia vai começar a sua descoberta. Ela se aproximará dos tios, e verá o quanto eles a amam, mesmo não tendo tido contato com ela anteriormente. Gaia está no meio de um furacão, sendo a peça chave do passado e do futuro. A jovem guarda mais coisas sobre si do que pode imaginar. E Jaison, o filho adotivo de Lyra e Círio, ajudará ela a se encontrar. 
O que o futuro guarda para Gaia? Qual a ligação da jovem com o passado mitológico? 
Gaia é uma personagem que começa com uma grande carga infantil. O fato de ter perdido a mãe tão cedo, fez o pai fechá-la ainda mais. Ela sempre estudou a distância e amigos eram algo que não existiam em sua vida. 
No decorrer do livro, vamos percebendo a evolução da personagem, que apenas cresce e muito. As perdas vão ensinando a ela, assim como as descobertas que os tios vão lhe revelando. O sentimento que vai nascendo por Jai, também ajuda muito neste crescimento da Gaia. Porém, ela ainda precisa evoluir mais e parar de ser tão cética, se abrir para a fantasia que existe no mundo.

Lyra é a tia de Gaia. Uma mulher leve, doce e determinada. Ela vem estudando tudo que ronda os seus antepassados desde o acontecimento que ocorreu quando Gaia tinha 4 anos (não vou revelar, porque seria um pequeno spoiler). É uma mulher forte, que cuida do marido e do filho adotivo com todo o amor, e com esse amor ele recebe Gaia.
Círio, por sua vez, é um homem um pouco mais rígido e direto, apesar das suas cartadas com alto grau de humor. Ele, assim como Lyra, estuda a relação da família dela com o passado.

Jaison ou Jai, para os íntimos, é um jovem de 19 anos, que quando tinha apenas 10 anos, perdeu a mãe. Foi depois deste ato, que Lyra e Círio acabaram o adotando-o. Jai pratica artes maciais e não possui um passado fácil. A mãe dele lutou muito para mantê-lo vivo e dar-lhe o melhor que poderia. 
Jai e Gaia vão ter uma conexão inexplicável, como se tivessem ligados de uma forma inimaginável. Ele vai ser a força dela durante todo esse processo.
"Sentia como se uma faísca interior começasse a se atiçar, despertando sentimentos e lembranças há muito adormecidos"
Renato sempre foi um homem muito apaixonado pela sua família, e com a perda de Larissa, seu mundo veio abaixo. Ele usou todo o seu dinheiro para descobrir o que tinha ocorrido, e mesmo na sua "loucura", não deixou de planejar todo o futuro da jovem. Ele foi um pai amoroso e cuidadoso, e sempre quis o melhor para a filha.
Larissa não ficava atrás. Uma mulher que amou a filha sempre e que apenas queria o melhor para a pequena, queria protegê-la. Não sabemos muito sobre ela no livro, mas o que vemos, nos agrada.

Nana, por sua vez, a mulher que sempre cuidou de Gaia, na verdade, chegou na família de Larissa e Lyra quando era uma jovem. Foi encontrada na rua pelos pais das irmãs e desde então levada para casa e tratada como uma filha. Quando Larissa teve sua bebê, Nana sentiu que era o momento de retribuir todo cuidado e assim foi levada para cuidar de Gaia. Nana é da Grécia, e talvez tenha muitas coisas por traz dela e do seu passado.

Roy era o sócio de Renato, e sempre tratou Gaia como sua sobrinha. Ele e sua mulher, Sarah, sempre amaram a jovem a mimaram o quanto puderam. Inclusive, foi Roy que presenteou Gaia com o Bolinha. São uns amores os dois, e super empenhados em ajudar a pequena família sempre.
O livro tem uma pegada de mitologia maravilhosa. Essa parte mitológica está relacionada com o passado da família materna de Gaia e posso afirmar que foi muito bem trabalhada pela autora, com todas as pontas bem amarradas e deliciosas. O fundo mitológico criado é sensato e não foge do que foi proposto, o que é incrível, pois o leitor entende completamente cada acontecimento.

A todo momento entramos na cabeça da Gaia e na confusão que sua vida está se tornando. A garota terá que lutar pela própria vida e para isso, precisa acreditar em suas crenças, no seu passado, em sua força. 
Gaia vai precisar crescer, se aceitar, aceitar o seu passado, aceitar seus pais, aceitar seus tios, aceitar todos a sua volta. Este processo de aceitação não vai ser fácil, mas vai acontecendo aos poucos, com intensidade.
"Tudo pode mudar. É a roda da vida em movimento. Cada um de nós tem uma missão a cumprir, Gaia, em nossa passagem pela Terra"
O livro é narrado em terceira pessoa. E logo no início temos cenas indo do presente para o passado, o que nos explica muitas coisas e deixa tudo claro. Esta junção de tempos narrativos ocorre durante todo o livro e foi muito bem feito.
A escrita da Telma é maravilhosa, ela sabe o que está escrevendo e usa todas as técnicas para prender o leitor e o levar a uma viagem deliciosa. 
Já a edição do livro está linda, a começar pela capa, preciso dizer algo mais? A capa está espetacular, com esta cor e imagem perfeita, representando muito bem o contexto da obra. Por dentro, a edição é simples e bonita. Folhas amareladas, tamanho de letra confortável, desenhos em cada início de capítulo e só encontrei 2 erros de português, coisas bem simples.

O final do livro não poderia ser melhor, com certeza fechou com chave de ouro tudo que tinha sido narrado até o momento. O desfecho não é um final redondinho, então muitas coisas ainda permanecem em aberto, mas creio que serão mais explanadas nos demais livros (que eu já quero ler, só para constar). 
Só digo uma coisa, prestem atenção nas entrelinhas e nas pistas que a autora solta aos poucos, tem muitos personagens que tenho quase certeza que possuem muito a ver com o desenrolar da obra...
"Seja leve como sua essência. Ame em liberdade. O amor é a chave do mistério"
A vida é uma surpresa constante. De repente, tudo está lindo, depois tudo muda... Gaia viu sua vida dando duas guinadas com a morte de seus pais. Ela teve que mudar de vida completamente e parecia que ia viver como alguém "normal" pela primeira vez. Gaia tem muitas descobertas e segredos para lidar pela frente, mas a negação de tudo que está acontecendo foi a sua primeira ação. Ela está passando por uma fase de descobertas, e elas vão lhe surpreender em tudo. A Roda da Vida está girando e Gaia não sabe onde irá parar na próxima rodada... Fantasia e realidade vão se misturando, e a cada dia é mais difícil separar as duas vertentes...

Beijos da Lice

23 comentários

  1. Realmente muitas vezes a nossa vida muda completamente, e lendo a resenha do livro vejo a vida da Gaia mudando muito. E quando acontece com a gente temos que fazer como a Gaia fez temos que mudar de vida. Muito interessante essa história o livro nos leva a uma reflexão da vida, gostei muito da indicação do livro, bjs.

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha. O livro parece muito bom. Gosto desse negócio de mistério que envolve o passado. Fiquei com muita vontade de ler. Além de a capa ser linda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. O livro parece ser muito legal, vou tentar ler, amei sua resenha

    ResponderExcluir
  4. Adorei sua resenha, me deixou curioso para ler. Gosto bastante de mistério, então irei gostar

    ResponderExcluir
  5. Que legal esse livro, fiquei curiosa para ler.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um livro muito bom, a sinopse é bem atrativa. Gosto de livros de fantasia e mistérios assim!

    ResponderExcluir
  7. Gostei bastante da resenha, estou curiosa para ler o livro
    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. pura verdade, a vida é uma coisa muito inconstante ela está sempre em mudança. Mas Temos que manter nossa essência. otimaótima resenha.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    é interessante como o mote até que comum de um trauma ou acontecimento forte nos jogar para um ambiente totalmente novo e que nos obrigada a adaptar, conhecer um ambiente totalmente novo. Há vários personagens que passam já no inicio de sua trajetória pela perda dos pais. O cenário muda, mas o trauma mantém muita semelhança.

    ResponderExcluir
  10. Ficou muito interessante o livro pela sua resenha.Vou procurar o livro.Obrigada pela dica!Bjs Verônica Alves

    ResponderExcluir
  11. oi!
    Eu adorei a resenha :D É realmente incrível esse livro a autora é maravilhosa ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  12. Primeiro me pareceu triste, mas depois que vi que tem suspense e mitologia fiquei bem interessada. Adorei da resenha!

    Beijinhos <3 Blog Tanamoda / CK Designs / Rede Natura

    ResponderExcluir
  13. Primeiramente queria dar os parabéns, pois sua resenha ficou muito boa, adorei o modo com escreveu e falou sobre o livro.
    Parece pelo visto uma ótima Historia, daquelas que te prendem até o fim, vou querer ler com certeza.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha!!!
    Fiquei encantada com a história, muito legal!

    ResponderExcluir
  15. Alice, que resenha minuciosa e cheia de cuidado. Dá para ver o quanto o livro te tocou. Leituras assim são verdadeiros presentes, não é?
    Achei interessante o fato de o livro explorar um fundo mitológico na história. Acho que isso é bem bacana, pois agrega camadas à história contada.
    Por fim, embora eu ainda vá te responder por lá, quero aproveitar para te dizer que fiquei muito feliz com o seu último comentário lá no meu blog. E, especialmente, da ideia que você trouxe, da figura das bruxas representando a justiça. Não havia pensado nisso, mas achei que faz muito sentido... Obrigado por compartilhar essa ideia!
    Beijo!

    https://teofilotostes.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  16. Nossa, gostei muito da resenha. Me identifiquei um pouco, as vezes precisamos mudar completamente nossos caminhos..

    ResponderExcluir
  17. O livro parece ser muito bom, com uma história envolvente e misteriosa. Amei a resenha e bateu aquela vontade de ler 😀

    ResponderExcluir
  18. Amei a resenha deixou a curiosidade de ler.... acho muito massa livros com toque de mistério ❤️

    ResponderExcluir
  19. Oi Alice, tudo bem? Gente que enredo mais incrível. O começo da resenha já me deixou curiosa pra saber mais sobre os personagens e tudo o que aconteceu com cada um deles. Quando a sinopse deixa um mistério no ar, um questionamento, é a chave par aguçar a curiosidade. Sua resenha ficou ótima. Gostei também dos trechos que você separou. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  20. GEnte, deixa eu respirar um pouco depois dessa resenha! :) Se só com o resuminho do livro já fiquei sem folego fico imaginando que o livro deva ser maravilhoso e claro que já quero ler :)

    ResponderExcluir
  21. Achei a historia bem complexa e com muitas tramas se entrelaçando. Não sei se eu iria gostar muito pois não gosto de enredos com muitos personagens. Porém sua resenha ficou otima, apresenta bem a historia sem entregar os acontecimentos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. láá !! Adorei os seus posts!! Será que pode visitar e seguir de volta o meu blog?? Ficaria muito agradecida :)
    pimentamaisdoce.blogspot.pt
    Feliz natal!!

    ResponderExcluir
  23. Esse mistério que paira sobre o enredo é um bom chamariz para mim, não conhecia a obra e nem mesmo a autora, mas sou um bom alvo para um livro que envolva mitologia e de quebra personagens que evoluem no decorrer da história.
    Adorei a dica.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir