Olá amores, tudo bem?

Hoje venho escrever novamente uma resenha sobre "Tenebris", quase 1 ano depois da primeira resenha que foi postada. Reli o livro essa semana em apenas alguma horas (sim, sou viciada no livro), pois finalmente tenho a versão física em minhas mãos. Vamos lá ver minha opinião? Lembrando que o lançamento do segundo livro da Trilogia ocorrerá dia 03 de Dezembro!

Tenebris: O fim é apenas o começo
Autora: Erika Gomes
Páginas: 304
Onde Comprar: Amazon / Físico com a autora (autografado + marcadores)
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado
*Livro do acervo da blogueira
SINOPSE: Lúcifer há muito não é “aquele que traz a aurora”, como seu nome sugere. Desde que liderou a rebelião contra seu Criador foi condenado a Sheol, o inferno, onde instaurou seu próprio reinado. Muitos o seguiram, porque acreditaram nele. Tornaram-se seus serviçais ou aliados.
No entanto, Lúcifer se sente sozinho e cansado de sua existência. Depois de trai-Lo, sente falta de Deus, da essência divina, de uma razão verdadeira para a sua vida. Seria possível, um dia, a Ele retornar?
Agora conhecido como Heylel, é na Terra que Lúcifer encontra alguém que mudaria seus sentimentos. Anna, uma bela mulher, ensinou-lhe o amor e presenteou-o com uma filha. Heylel amou ambas com todo o seu coração.
Mas nem sempre é possível viver o que se deseja. Heylel não é humano e sua essência desvirtuada já não é divina. Ele é o Senhor de Sheol e seus demônios não estão contentes com a passividade de seu líder. Uma guerra se aproxima e Heylel precisará envolver nela seu bem mais precioso: sua família.
Carregado de tensão, incertezas, amores, bruxas, anjos e demônios, esse romance convida o leitor a pensar que nem sempre o que sabemos é verdadeiro. Até mesmo o Diabo pode surpreender!

Lauren é uma jovem de 17 anos que como a maioria tem uma aversão por acordar cedo. Todas as manhãs são um martírio para jovem, que só sente-se revigorada e com disposição a noite, é como se ela fosse preenchida nesses dias, pela lua.
Desde pequena, Lauren tem sonhos e ver imagens que são perturbadoras, que ninguém mais consegue enxergar e isto lhe causa receio, medo.

A jovem tem uma família relativamente "normal", apesar de ser adotada. Sua mãe, Anna, é uma dona de casa muito amorosa, que faz de tudo para sempre ter a filha ao seu lado, Lala, como ela é chamada pela mãe é a sua vida. Já seu pai, Robert, é um pastor que mal para em casa, está sempre tentando salvar as ovelhas que estão rebeladas para outro lado. No entanto, ele esquece da sua própria família, e assim, ele e Lauren vivem brigando.
"Inexplicável é o momento em que o bem e o mal deixarão de ser o que todos aqui pensaram"
Ela, tem como melhor amigo Gabriel, o seu vizinho. Os dois são praticamente inseparáveis, Gabriel está onde Lauren está, e isto é normal para ele. Lauren não possui outros amigos, não consegue socializar com as pessoas da sua idade, que parecem muito distantes dela, do que ela pensa. E ela está satisfeita assim, Gabriel é suficiente em sua vida.

Certo dia, depois de acordar na Igreja do pai e ter uma espécie de sonho/alucinação no qual lhe foi revelado que o momento estava chegando, Lauren acorda revigorada em uma manhã de sábado e disposta a dar uma caminhada. Andando, ela vai parar em bosque das redondezas e logo depois se depara com uma linda menina vestida de rosa na sua frente. A menina se anuncia como Elida, e afirmando que é um ser da natureza. Além disso, Elida joga uma bomba em Lauren, revela que seu nome na verdade é Naiara e a jovem é filha de Heylel, mas conhecido como Lúcifer ou Satanás.
"Se soubessem que são somente palavras e não há efeito algum sem real crença..."
É claro que a jovem fica atordoada, ela jamais imaginaria que pudesse ser filha de Lúcifer, de alguém que sempre ouviu as piores coisas. Ao contar ao amigo tudo que aconteceu, Lauren fica surpresa ao ver que ele não à acha louca e inclusive quer ajudá-la a conversar com Lúcifer. 
Assim, ambos resolvem chamar Lúcifer para conversar, Lauren precisa saber realmente se tudo isto é verdade.

Enquanto isso, no Sheol, mais conhecido como inferno por nós, meros humanos, uma rebelião está para começar. Heylel já não possui o comando e o respeito de todos os demônios. Reinos foram instaurados e Belial, um dos caídos, quer tomar o lugar de Heylel por já não achá-lo capaz de governar. Belial quer invadir e dominar a Terra também.
"Amar não é leviano. Esse sentimento é único e só nos acontece uma vez, não importa por quanto tempo viva"
Quando Heylel aparece para Lauren, todos os estereótipos criados a sua vida inteira foram quebrados, ele é simplesmente um homem normal. É claro que a jovem fica confusa, mas Heylel lhe explica que ela é sua filha e está chegando a hora de tomar o seu reino por direito. Com um convite para fazer a jovem entender melhor tudo que está ocorrendo, Heylel os leva para o Sheol e lá, eles percebem que tudo é muito normal.

Porém, as coisas não são tão simples. Gabriel acaba sendo sequestrado por Belial e Lauren decide se assumir como Naiara e reinar ao lado do pai, pois só assim ela poderá se entender e quem sabe salvar seu melhor amigo. Assim, a jovem abandona a Terra e sua família, e as lembranças sobre a existência dela são esquecidas por todos.
O que o Sheol aguarda para Naiara? Qual será o futuro da herdeira de Heylel?
Pelo que narrei acima, já deu para perceber que o livro é cheio de acontecimentos e reviravoltas certo?! Em nenhum momento a leitura fica linear, está sempre em movimento e novos personagens são inseridos, mas todos na medida, sem ultrapassar a linha do bom senso e ficar uma salada de personagens sem sentidos.

Preciso destacar a presença de Agares. Ele é um demônio sarcástico, que é o braço direito de Heylel e o general de seu exército. Agares sempre setava ao lado do seu chefe, dando-lhe apoio e ajudando-o com tudo. Quando Agares surge no caminho de Naiara, ele balança o mundo da jovem e o próprio universo do demônio é balançado.
Ele tem tudo que causa raiva na jovem e a deixa muitas vezes prestes a explodir, mas os olhos azuis deles e suas covinhas que aparecem com um belo sorriso são capazes de desmontar qualquer pessoa. Agares ganhou meu coração em sua primeira cena, e desde então, eu escolhi amá-lo.
"Somos um, nai. Minha força vital é sua força vital, na sua fraqueza, eu serei seu alimento"
Outro personagem também irá chegar e mexer com a vida de Naiara, o anjo caído Yekun. Ao ver a jovem herdeira, Yekun se viu marcado para ser dela. Naquele momento, ele sentiu que eles se pertenciam. Mas, seria a força de um marcado capaz de destruir o que Naiara começa a sentir por Agares?
Yekun é centrado, calado e fechado. Com um semblante muito sério ele repetirá a seguinte frase "A Naiara é minha", e confesso que me causou bastante raiva. Meu filho, ninguém é de ninguém, o coração é livre para escolher quem amar e Naiara possui o livre arbítrio.

Naiara foi uma personagem que foi crescendo ao longo do livro. Imagem uma adolescente que de repente descobre que é filha de Lúcifer e que por isso tem um reino no futuro para comandar. Naiara passa por várias fases ao longo do enredo. Ela se nega a aceitar ser quem ela é, ela aceita quem ela é, ela busca ser melhor para os outros, ela quer aprender a lidar com seus poderes. 
A menina indecisa e cheia de inseguranças no começo da leitura, definitivamente não é a mesma Naiara forte, determinada e cheia de vitalidade, capaz de lutar contra o mundo por aqueles que ama. Elas nos surpreende, com toda sua garra.
"Faz 18 anos que escolhi ser melhor todos os dias por você, na esperança de que Ele me olhe novamente e note que tudo o que mais desejo é você ao meu lado"
Heylel, sem sombras de dúvidas é o personagem mais complexo e que mais nos traz sensações maravilhosas. Ele vai trazer uma visão diferente do que imaginamos de Lúcifer, mostrando-se arrependido dos seus atos do passado em relação ao Criador, e buscando apenas a sua Redenção. Heylel luta todos os dias contra a sua essência, para não se deixar sucumbir e perder tudo aquilo que conquistou (o amor que preenche seu coração). 

Gabriel é um personagem que nos conquista. De bom coração, ele sempre esteve ao lado de Naiara lhe apoiando em todas suas aventuras. Gabriel tem um humor maravilhoso, arrancando sempre sorrisos dela e tendo sacadas maravilhosas. É quase impossível não gargalhar com as tiradas do Gabriel e chegamos até a shippar ele com a Nai. 
"Ela desejou um amor leve, onde o encaixe fosse perfeito, como se a vida, tivesse projetado, alguém especialmente para ela"
Já Anna é a típica mãe. Uma mulher que sempre cuidou com esmo da filha e sempre fez tudo que pode para protegê-la de todo mal. Anna é a personificação da bondade, do altruísmo, e percebemos de longe isto nela.
Robert é um completo oposto e podemos compará-lo a muitas "pessoas" por aí. Quantos religiosos fervorosos não conhecemos, que dentro da Igreja pregam algo, mas que fora dela são totalmente o oposto e os mais pecadores?! Aposto que vocês conhecem pelo menos um ser assim.
Tenebris, de maneira alguma, tem foco apenas nos "romances" da Nai, longe disso. O primeiro livro tem o papel de nos mostrar como Heylel passou pelo processo de expulsão do céu e como foi para ele encontrar algo mais forte, que o impedisse de sucumbir a sua real face.
As cenas onde ele fala do amor, e do poder que este sentimento teve em sua vida são lindas e realmente demonstram toda a emoção e importância de tal sentimento.

Uma das coisas que mais gostei, é o fato de Lúcifer não ser retratado como uma criatura de chifre e rabo (e vermelho não lhe cai bem, só para avisar). O inferno também foi uma surpresa, pois ele é exatamente normal, como qualquer campo. Além de que, as casas são todas equipadas com móveis normais e os demônios fazem todas as refeições e são limpinhos rs. Na verdade, muitas das vezes o leitor esquece de onde o livro está sendo ambientado, isto fica em segundo plano.
"Parecia natural, predestinada a acontecer, como se fossem desenhados um para o outro, e isso era confortável e confiável"
Misturando fantasia, romance e aquela pitada de aventura, Tenebris foi escrito para nos conquistar e quebrar um pouco das nossas arestas, nos levando a refleti e indagar vários pensamentos que nos fazemos ao longo da vida. Seria possível o diabo se arrepender dos seus erros e encontrar a redenção no amor? Até onde vai o que é certo e o que é errado? 

Não, o livro não tem o propósito de mudar sua religião ou seus pensamentos a cerca do que você acredita ser certo ou errado. É apenas uma ficção, mas que nos faz refletir sobre a vida. Que nos faz parar e pensar até onde o que vivemos e ouvimos é verdade, e é o certo. Uma fantasia, não precisa trazer apenas elementos fantasiosos, ela pode sim nos levar a reflexão e indagações para nossas vidas, nos tirando da zona de conforto.
"Às vezes, as pessoas que amamos precisam do nosso pior lado para serem defendidas"
A escrita da Erika é deliciosa e para o seu lançamento o livro está com uma base bem completa e um enredo interessante. As pontas são bem amarradas no primeiro livro, mas deixam questões que precisam ser resolvidas, abrindo no final do primeiro livro o leque de personagens e mostrando um pouco do que está por vim.
Na verdade, eu já li a sequência da obra, então eu já sei tudo que aconteceu e a releitura de Tenebris, me fez escrever essa resenha apenas com o foco nele, então relaxem, porque não dei spoilers dos demais rs.

Com cenas de tirar o fôlego, Tenebris vai causar os mais diversos sentimentos nos leitores, levando-os as minhas diferentes situações. Temos muitas cenas de lutas, que por sinal foram muito bem escritas e na dose certa, mas também temos algumas cenas de romances e declarações que nos fazem suspirar. 
É um livro que passeia em várias zonas, sendo, desta forma, capaz de conquistar os mais variados nichos, então não se prendam apenas ao fato de ser um livro de Lúcifer. Julgar a obra por este fator, é um dos erros mais graves que um leitor pode fazer.
"Acredite na força que tem e em tudo o que é capaz de ser por elas. Agora é chegado o momento de se entregar ao amor e deixar que ele cure suas feridas, que molde você por completo. Pois, chegará o momento, meu filho, e creio que não está longe, em que terá de deixar vir à tona sua verdadeira face. E quando esse momento chegar, elas precisarão ter certeza de quem você é para que, então, permaneçam ao seu lado"
Por fim, a lição que fica é sobre amor. O amor é o que temos de mais precioso. O amor foi capaz de mudar Heylel e o fazer se tornar uma pessoa boa, que não quer sucumbir a sua essência, que todos os dias luta para ser melhor por sua família. Naiara é uma adolescente que em meio a confusão dos seus sentimentos, terá que ser capaz de lidar com seus poderes, de controlá-los e de entrar em uma guerra de poder,com pessoas que a querem feri-la. Ela não sabia o que era paz, mas encontrou-a no inferno. Agares é o fiel escudeiro de Heylel e Nai será o seu ponto fraco. Gabriel é o melhor amigo, que terá sua vida virada de cabeça para baixo com as mudanças da  amiga. Yekun é um anjo caído que pela primeira vez sentiu algo bom dentro de si. Elida é colorida e cheia de vida. Anna é amorosa e altruísta. E todos eles te mostrarão que o Sheol, pode sim, ser o lugar mais cheio de amor do mundo. O que muda o mundo não são as palavras, são as atitudes cobertas de amor...

O demônio pode te surpreender e te ensinar mais sobre o amor do que você jamais imaginaria...
"As pessoas procuram culpar algo ou alguém pelos seus atos mais terríveis. Fica mais fácil... suportar... a maldade quando se pensa que foi gerada por algo sobrenatural"
Beijos da Lice

24 Comentários

  1. Só para variar, você arrasou 😢
    Resenha linda!
    Esse seu jeito de ler minhas obras, com o coração, me impressiona é sempre transborda.
    Muito obrigada pelo carinho ❤️❤️❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer é meu, em ler suas obras e ser tocada por elas! ❤️❤️❤️

      Excluir
  2. Já tinha ouvido falar nesse livro e já conhecia sua sinopse, na verdade vi diretamente no site da editora Sinna. A capa é linda, só ela já me conquistou e sua história tem os elementos que já imaginava que teriam e ficaram bem claros em sua resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! O livro é simplesmente espetacular e todos os elementos abordados são maravilhosos e bem concisos, super recomendo a leitura. A capa é um elemento adicional maravilhoso. Bjs!

      Excluir
  3. Nunca ouvi falar desse livro, sua resenha é muito boa, esses trechos como citações fica muito bom no post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos elogios. Já que não ouviu falar sobre esse livro, super te aconselho a procurar, é incrível. bjs!

      Excluir
  4. Cara, que livro potente. Adorei a ideia de vc refazer uma crítica, afinal, em um ano, o livro não muda, mas a forma de lê-lo muda e muito! Achei muito bacana a ideia do livro, apesar de não ter gostado tando de pensar que o amor foi capaz de mudar Heylel. Bem, mas a história é muito boa, estou esperando sua crítica da continuação :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei interessante o fato de você não gostar do quanto o amor foi capaz de mudar Heylel, por que isto?
      Realmente minha visão mudou bastante nesse 1 ano, e gostei de fazer esta nova resenha. Beijos!

      Excluir
  5. Oiie,
    Caprichou na resenha do livro rsrs e minha opinião sobre ele é que realmente parece bem legal eu gostei da sinopse e a capa do livro eu achei linda <3 eu leria ele pq é um dos meus gêneros favoritos rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, foi uma resenha feita com o coração rs Se tiver a oportunidade, leia-o, pois é espetacular!

      Excluir
  6. Não conhecia o livro, mas a tua resenha sobre ele está muito boa :)

    Beijinhos, xx
    http://catiia-siilva.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaa! Espero que possa conhecê-lo. Bjs!

      Excluir
  7. Oi tudo bem? Suas resenhas são sempre incríveis! Não conhecia a autora e nem o livro, mas confesso que até a capa me chamou muito atenção!
    Parabéns pela resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaa! Espero que possa conhecer ambos, são maravilhosos!

      Excluir
  8. Me pareceu um livro meio brega. Até tava indo bem, mas quando apareceu o cara sarcástico e odioso, mas que é muito bonito e a garota fica apaixonado por ele, aí me deu preguiça de vez.

    Passo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acha brega a pessoa ser bonita? Interessante... Na verdade, qualquer adolescente que se deparasse com um jovem que lhe desperta tantas coisas iria se sentir dessa forma. E se ele é um anjo caído, que acabou virando "demônio" é claro que ele seria lindo, pois contêm toda a glória. E garanto, o livro é surpreendente e não tem nada de brega. Bjs!

      Excluir
  9. Oi! Que resenha maravilhosa! Como escreveu bem sobre esse livro, fiquei mil vezes tentada a ler! Já anotado no caderninho! Adorei! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz, espero que possa ler em breve, pois o mesmo é simplesmente maravilhoso!

      Excluir
  10. parece ser um enredo bem amarradinho, fiquei curioosa pra fazer a leitura dele... eu na vida, acordar pela manhã sem disposição alguma aahahaha me identifiquei nesse ponto :P

    bjs...

    ResponderExcluir
  11. Oi. Parabéns sua resenha ficou ótima. A Erika arrasou, o livro é muito bom. Essa mistura de anjos, bruxas e demônios deu ao livro o sucesso que ele é hoje.

    ResponderExcluir
  12. Ainda não conhecia. Gostei bastante e já vai entrar para a lista.

    ResponderExcluir
  13. Eu simplesmente amo esse livro. Amei sua resenha. Bjos

    ResponderExcluir