Olá amores, tudo bem?

A resenha hoje não é de um livro fácil. Foi um dos livros mais difíceis e mais fáceis de ler na minha vida. Calma que irei explicar! 
Rafani é algo totalmente fora do que o mercado literário nos oferece na maioria das vezes. Suas páginas estão recheadas de uma trama forte, intensa e delicada. Ele é de certa forma polêmico e mexeu em feridas que eu tinha resolvido apagar da minha existência. Não sei definir em qual gênero a obra se encaixa, mas consigo afirmar que ela é única e que merece ser lida por todos!

Rafani
Autora: Sinéia Rangel
Páginas: 594
Editora: Independente
Onde Comprar: Amazon
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado / Melhor da Vida
*E-book cedido pela autora
SINOPSE: Bon vivant e cafajeste assumido, Sam Allencar cultiva três paixões: mulheres, sexo e vinho. Complicações nunca foram parte da sua vida, tudo o que deseja está ao alcance das suas mãos.
Até que o seu caminho se une ao de uma desconhecida.
Uma mulher com um passado marcado por traumas e uma vida construída sobre segredos e mentiras, que prendeu ainda criança que o sentimento mais confiável é o medo, é ele que a mantém viva.
Ele não sabia o que estava em jogo, até que estivesse irreparavelmente envolvido.
Ela não sabia como contar a verdade, até que fosse tarde demais.
Incompatíveis desde o início, mas será que o amor pode curar um passado de dor?
CONTÉM CENAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL E PEDOFILIA.
NÃO HÁ ROMANTIZAÇÕES DESTES TEMAS.
Sam Allencar é um homem de 25 anos, engenheiro com uma carreira bem estruturada, e atual diretor da área de uma das maiores empresas de Curitiba. Ele é um cafajeste assumido, daqueles que não deixa uma mulher passar, mas é sempre sincero com elas. Elas sabem que não terão mais do que sexo com ele. O irmão de João Pedro, sempre foi incisivo ao dizer que não se casaria tão cedo e só pensaria nisso com uns 50 anos, para ele a sua exceção estava muito longe. Mas, ele errou nos cálculos...

Um dia antes do casamento da sua irmã, Mel, Sam provocou o maior alvoroço. Ele tinha transado com todas as damas de honra que estavam disponíveis, ou seja, 4 das 6. O pior é que ele tinha transado com todas no mesmo dia, e elas estavam furiosas.
Tentando se esconder da sua irmã, ele vai parar no vestiário do hotel no qual todos estavam hospedados, e lá se depara com uma linda mulher trocando de roupa. Sam fica paralisado olhando os olhos multicolores dela. Como um bom cafajeste, ele dar em cima dela descaradamente, e houve o seu primeiro "não" além de ser taxado de garoto por ela.

Na empresa em que trabalha, Sam é muito profissional e não transa com ninguém do trabalho, pois acha a ética fundamental. Mesmo assim, a filha do dono, Samantha, vive dando em cima dele e tentando conquistá-lo. A advogada Roberta não fica atrás e ele sempre esquiva das duas.
Para lhe ajudar a fugir de ambas ele conta com sua secretária, Bárbara. Ela é uma estudante de engenharia de 19 anos, que tem ar um tímido, mas é extremamente profissional. Ela conhece bem a fama do chefe e se diverte com as histórias dele.

Sam, tem como melhor amigo, Murilo, um engenheiro que prefere trabalhar nas obras e não fica no escritório nem a pau. Eles se conheceram ainda na faculdade e podem facilmente passar por irmãos, pois são extremamente parecidos. Ambos são altos, fortes e possuem cabelos longos, o que os diferencia é que Sam é moreno, já Murilo é mais branco. Eles são a cópia um do outro em todos os quesitos, e adoram uma boa transa e gabam-se delas. Eles possuem uma ligação única!

Em uma noite em que decide ir jantar fora, Sam vai para o restaurante do hotel no qual ocorreu o casamento de sua irmã. Lá, ele se depara com a mulher dos olhos multicolores. Ela vai atendê-lo e ele tenta arrancar o nome dela, mas ela é difícil demais. Sem perceber, ele vai desejando saber mais dela. Ela lhe fala que o nome dela é Rafani, e o próximo passo dele é tentar arrancar um encontro, tarefa quase impossível, pois ela lhe acha um garoto. Por ter 35 anos, para Rafani, Sam é apenas um badboy e ela deixa isso explícito para ele. Porém, o garoto não vai desistir tão fácil... Seria Rafani a exceção de Sam? O que essa mulher guarda tanto? Com tantos "não", ainda vai existir um "sim"?
Vou começar falando do Sam. Com certeza ele me conquistou e se tornou um dos meus cruhs supremos na minha vida literária. Mesmo com seu jeito cafajeste e que pega todos, o Sam não é um babaca, está longe disso. Ele sempre foi sincero com suas transas, e sempre deixou claro que não havia sentimentos envolvidos. Ele não esperava gostar de alguém tão cedo e nem tão pouco de uma mulher tão complicada. Foi incrível ver como ele cresce na obra, como ele se mostra determinado. É certo que algumas vezes quis dar um tabefe na cara dele, mas na maioria das vezes apenas amei esse homem com todas as minhas forças. Ele é simplesmente incrível!!!

Rafani é um caso a parte. Uma mulher de 35 anos que guarda tantas coisas dentro de si. Ela é forte, mesmo parecendo que não é. Ela é insegura, ela é um poço de dores que queremos apenas cuidar. Essa mulher me fez derramar muitas lágrimas, mas também me mostrou o quanto ela é forte e o quanto os meus problemas é um "nada" perto de tudo que ela viveu. Mãe de dois filhos, ela é um exemplo. Não posso falar muito dela sem soltar spoiler, então irei parar por aqui...

Murilo é um amor de personagem, assim como o Sam, me apaixonei por ele. Ele sabe ser doce e vai mostrar isso quando começar a se envolver com Bárbara, a secretária de Sam. 
Bárbara por sua vez é outra personagem profunda. Ela á decidida e sabe que se envolver com Murilo representa um grande perigo, tanto pessoalmente como profissional. Tive um certo problema com ela em uma parte do livro, mas depois a entendi completamente, e ela também me arrancou lágrimas, muitas delas.

Chloe é irmã de Andy, cunhado de Sam, é um tipo de transa certa para ele. Eles sempre transaram e ela é completamente apaixonada por ele. Ela sempre desejou ser a exceção na vida, mas no fundo ela sabe que o amor deles é diferente. Mesmo sendo apaixonada por ele, ela vai se mostrar uma grande mulher, amei essa menina.
Já Samantha é o oposto. Ela tenta fisgar o Sam com a história de ser filha do chefe, mas ele não cai nesta. Ela é ardilosa e capaz de fazer qualquer coisa para tê-lo, preparem-se para odiá-la.
Tenho que citar o Guga, filho da Rafani, pois ele é meio que o xodozinho da obra, quero mais dele haha
Agora chegou a hora mais difícil, falar sobre a obra e meus sentimentos com ela. A autora deixou claro na Sinopse que o livro não é para qualquer um, pois possui cenas fortes de violência sexual e pedofilia. Confesso que já li outros livros com este tema e a leitura foi até tranquila. Com Rafani, não é assim, é intenso. 
Quando cheguei nessas cenas, em uma em específico, minha vontade era vomitar, colocar para fora todo o nojo que estava sentindo. Me debulhei em lágrimas, e não aguentei continuar naquele momento, foi tudo muito forte, não estava preparada. Perceber como um ser humano pode ser nojento e sem escrúpulos é angustiante, é torturador! 

Quem me conhece, sabe que adoro o que foge do convencional. Então, talvez seja por isso que Rafani me conquistou tanto. Esse livro entrou para o hall de livros preferidos da minha vida. E terminei a leitura incluindo a Sinéia na minha lista de autoras favoritas. É difícil falar dos assuntos que ela aborda aqui, é angustiante ver tudo que ela narrou na obra. Em nenhum momento, isso é romantizado, ela escreveu para ser duro, para ser cruel. Para mim, não há um leitor que não vá sentir repulsa e não vá se solidarizar com tudo que foi narrado.

A narração do livro é dividida. Além do Sam como narrador, temos também a Rafani, a Bárbara, o Murilo e até a Chloe e a Samantha. Eu adoro narrações neste estilo e a autora soube fazer isto com maestria. Como temos várias coisas importantes acontecendo a todo momento, este tipo de narração ajudou muito na construção da imagem geral e compreensão da obra.

Outra coisa que devo salientar é que vocês não devem se assustar com as quase 600 páginas, pois elas passam voando. Terminei a obra em um dia e no fim queria apenas mais, ficaria lendo para sempre, pois acho que é o tipo de obra que sempre vai acrescentar muito a vida de qualquer pessoa. 
O livro possui muitas cenas de sexo, mas elas foram muito bem descritas pela Sinéia, que consegue colocar sentimento em cada uma delas (menos as de violência, é claro). Ainda possui aquela pegada de mistério, pois os segredos que são guardados ficam atormentando quem ler, além de fazer uma bagunça na vida dos personagens.

"Rafani" ainda nos presenteia com personagens de livros anteriores da Sinéia. Aqui vemos o JP, a Hannah e toda a família Allencar tomando algumas páginas. Quem leu as resenhas aqui no blog de Paixão Sustenida sabe do que estou falando. Essa família meio que ganhou um grande espaço da minha vida, pois os homens dela não são nada menos do que fodasticamente fodásticos. Se tiver um Allencar perdido por aí, com certeza terá que ser meu, não deixarei passar. 

Os seres humanos são feitos de dores, alegrias e medos. Infelizmente, algumas pessoas possuem as dores e medos mais aflorados. Nem todos podem afirmar que foram uma criança feliz, pois alguns trazem traumas desde lá, e Rafani foi uma dessas crianças. Desde cedo, ela teve que aprender a lidar com o medo e viver no medo tem sido a função da sua vida. O amor nunca passou pela sua mente, ela acreditava que era uma dessas pessoas impuras para receber e ter tal sentimento. 
O abuso sexual existe de diferentes formas e não necessariamente é o ato de uma penetração. Muitas mulheres passaram ou passam por isso, e algumas infelizmente, convivem com o medo de seguirem suas vidas. A violência causa traumas que irão perpetuar pela vida, que irão moldar quem você será e que atitudes irão tomar.
Ser feita de dor e medo é angustiante, é triste. Ter uma perspectiva de futuro é quase impensável, é irreal. Achar que a culpa é sua, é normal, mas não deveria ser. Uma mulher marcada por dor e segredos do passado, encontrou um garoto cheio de vida. Ele tinha muitas opções aos seus pés, mas seu coração já tinha visto a sua exceção antes mesmo dele percebê-la. Alguns sentimentos simplesmente não possuem explicações, eles apenas são, apenas acontecem. Ser a exceção na vida de alguém não é uma tarefa comum, é a maior dádiva que alguém pode receber. Quando tudo parecer perdido, lembre-se de viver, mesmo com as dores e medos. Sua exceção pode estar logo ali, te esperando para juntos viverem um conto de fadas, com direito a um final feliz... Pelo menos é o que espero!

Beijos da Lice 

49 Comentários

  1. um livro que conta uma historia bastante dificil como abuso sexual tem que ser muito bem elaborado.. mas infelizmente, acontece isso todos os dias né? adorei sua resenha!
    beijos
    www.levandoaseriio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente os abusos são mais constantes do que imaginamos. O livro foi muito bem trabalhado e de uma singularidade única! Beijos!

      Excluir
  2. Essa é uma história que mexe muito com a gente, apesar dessas coisas acontecer muito no nosso dia a dia, a gente nunca está preparada pra tantas maldades. Sempre tem alguém sofrendo, por causo do abuso, injustiça, humilhações,preconceitos. É uma história emocionante que mexe totalmente com a gente mesmo sendo em livro, Alice bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloque emoção nisso! É o típico livro que creio que todos deveriam ler, pois as lições são enormes! Bjs!

      Excluir
  3. Lice, vc me deixou no chão e nas nuvens ao mesmo tempo, tenho aproximadamente 30 minutos tentando encontrar palavras para expressar o quanto a sua resenha me emocionou, mas é impossível, porque eu só consigo sentir. Obrigada por ter abraçado essa história e os seus personagens, por ter se permitido sentir as emoções que depositei em cada página, por ter chorado com a Fani, por ter visto homem além do moleque. Simplesmente, obrigada! ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada você por permitir ler seu livro e por escrever algo tão magnífico! Parabéns ❤

      Excluir
  4. Oi tudo bem?
    Nossa essa história parece ser bem real afinal existem mulheres que passam por isso todos os dias e pensar nisso é doloroso. Acredito que como você eu vou amar o livro pois faz bem o meu gênero literário, irei dar uma chance a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro não poderia ser mais real. Chega a ser tão real que dói em quem está lendo. Espero que goste! Beijos!

      Excluir
  5. Olá! Parece ser uma leitura boa, mas ao mesmo tempo difícil. Não sei se teria preparo psicológico para ler, mas assumo que fiquei bem curiosa. Acho que darei uma chance. Parabéns pela resenha.
    Um beijo!
    www.brincandodeolivia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma leitura muito difícil e por isso mesmo ela não se adeque a qualquer pessoa. Se der uma chance, espero que goste. Obrigada ❤

      Excluir
  6. Comecei a leitura de Rafani e fiquei muito feliz em ler sua resenha, é difícil encontrar resenhas assim tão bem escritas ♥

    O Murilo e o Sam mesmo gostando de muita farra os dois são homens incríveis e da aquela vontade de conhecê-los ainda mais, eles sabem aproveitar momentos de festa, mas também sabem ter responsabilidade no trabalho e com as pessoas que são importantes em suas vidas, achei muito maneira a forma em que vemos esse ponto no livro.

    O livro vem trazendo um assunto muito delicado e pouco falado, mas que tem tantas vítimas, estou surpreso pela avalanche de sentimentos que sinto enquanto fico aqui na torcida para que tudo de certo.

    Parabéns pelo blog e pela resenha maravilhosa, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ❤
      Fico tão feliz de receber comentários com esse, é a certeza de que estou no caminho certo. É bom ver que outras pessoas estão sentindo a mesma avalanche que senti na leitura! Bjs!

      Excluir
  7. Oi Lice, meu Deus, o cara pegou quase todas as damas no casamentos \o/ No meu dia! Olha, eu confesso que quando comecei a ler a resenha eu pensei que fosse mais um erótico, mas depois percebi que vai muito além disso e fiquei ainda mais interessada. Eu adorei sua resenha, ficou excelente e quero muito ler o livro!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi,
      O erótico aqui fica em praticamente segundo plano. O foco da obra é realmente toda a intensidade de sentimentos. Obrigada ❤

      Excluir
  8. Olá! Não conhecia o livro, gostei demais da sua resenha e entendi porque não é um livro fácil rs. Eu anotei a dica de leitura, em breve tentarei ler.
    Beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa ler e gostar tanto quanto eu! Bjs!

      Excluir
  9. Olá Alice, tudo bem?
    Olha, eu não leria o livro. Gostei bastante de sua resenha, você está cada vez melhor nisso, creio que você poderia até escrever histórias, você deve escrever né? Se sim gostaria de ler muito mesmo! Quanto a história em si do livro é bizarra pelo fato de conter pedofilia e sexo. Pelo menos não romantizaram como muitos autores doentes por aí. Esse Sam mó safado, dormiu com quatro damas de honra da irmã, que horror!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, não escrevo. Acho que não tem talento para isso, gosto apenas de colocar para fora meus pensamentos e opiniões. Entendo o fato de você não querer lê-lo, não é um livro que todos leriam bem! Mas, por incrível que pareça, o Sam não é um safado, é um homem incrível! Beijos!

      Excluir
  10. Não conhecia o livro e nem mesmo a autora, mas só pela resenha já mereceu meu respeito. Realmente com temas tão bem escolhidos e um enredo cheio de reviravoltas 600 páginas passam voando. Temas de violência e pedofilia nos aterrorizam e despertam um certo ódio, mas infelizmente acontecem com muita frequência por aí, então não devemos ignorar e sim lutar para contribuir para que os responsáveis sejam punidos. A resenha está maravilhosa e já adicionei o livro em minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, trazer esses assuntos à tona e debate-los é mais do que necessário, é fundamental. Quando ler, me conta o que achou! Beijos!

      Excluir
  11. Olá, interessante a resenha não conhecia o livro eu não sei se leria ele agora mais quem sabe um futuro próximo eu não compre o ebook e leia

    ResponderExcluir
  12. Que interessante não costumo ler livros mais me parece ser muito bom adorei parabéns sucesso

    ResponderExcluir
  13. O livro deve ser muito envolvente mesmo para você ler 600 páginas em um dia!!! Fiquei interessadíssima para lê-lo e saber tudo sobre esses personagens! Ah, e estou curiosa para conhecer essa família Allencar!!! Sua resenha está de parabéns!
    Bjs!
    http://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Essa família é simplesmente espetacular, impossível não suspirar por todos eles. Recomendo muito! Bjs!

      Excluir
  14. 600 paginas num dia? Cê é maluca ahahah, estou a brincar, claro!
    A história deve mesmo ser muito boa! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha Talvez eu seja mesmo hein?! Mas, passaram voando as 600 páginas, fiquei querendo mais! Beijos!

      Excluir
  15. Livros que fogem do comum são sempre curiosos demais. Qaundo vi o que contém nesse livro eu entendi bem a sua colocação no começo da sua resenha. Sam é o cafajeste honesto, gosto bastante disso nas pessoas e personagens, pois a honestidade existe e ninguém pode acusá-lo de ser ridículo mentiroso. Senti vontade de abraçar Rafani. Um misto de coisas passaram por mim. Muito tenso e imagino que eu também vou chorar muito nessas partes! Quanto as narrações variadas me agrada muito, sempre acho dinâmico e mais verdadeiro e real. Obrigada pela dica, com certeza está anotado e Sinéia Rangel terá uma nova leitora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, fico tão feliz com comentários como esse. Também preso muito a honestidade, mesmo nos cafajestes, é o justo! Também quis abraçar muito ela, por tudo que ela passou! Beijos!

      Excluir
  16. Olá
    O livro parece bem forte, história que mostram esse lado sombrio do ser humano assusta mais que livros de terror. Que bom que a autora conseguiu dosar com personagens cativantes e fofos para trazer uma certa luz para a trama, mas mesmo assim não sei se leria tão cedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo bem esse seu receio! Não é um livro para todos, muito compreensível! Bjs!

      Excluir
  17. Olá! tudo bom?
    Não conhecia essa obra, mas achei muito interessante, é bem difícil essa bagagem que vem junto com a história, parece ter cenas fortes, quero muito ter oportunidade de ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de ler, acho que iria gostar! Beijos!

      Excluir
  18. Oi Lice!!
    Que resenha maravilhosa. Eu me vi totalmente envolvida pela história apenas lendo sua opinião sobre ela. Já baixei para o meu kindle. Obrigada pela dica.
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, fico feliz que tenha gostado da dica. Quando ler, me fala o que achou! Bjs!

      Excluir
  19. Primeiramente parabéns pela resenha está maravilhosa, nossa tudo indica que esse livro é uma leitura que marca, eu acredito que por ter passado por algumas coisas abordadas no livro, devo me debulhar em lágrimas, mas fiquei muito interessada na leitura, vou conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confira, pois é a típica obra que vale muito a pena! Bjs!

      Excluir
  20. uma historia forte nao conhecia o livro nem a autora um livro bem diferente do que estou a costumada a ler mais a autora conseguiu me deixar com vontade de saber mais sobre a historia suas resenhas sempre sao maravilhosas

    ResponderExcluir
  21. Parabéns pela resenha, bem interessante o livro, fiquei curiosa em saber mais,com certeza vou quer ler esse livro ate o final. Sucesso

    ResponderExcluir
  22. Alice, apaixonante de verdade é a forma como você fala do livro.
    Achei incrível seu amor por ele.
    Acho que é o que todo escritor gostaria de ler sobre sua obra.
    Você se envolveu, se emocionou, se encantou, se revoltou...
    Foi uma mistura de sentimentos e sensações e isto foi bem bacana de se perceber.
    Adoro quando um livro faz isso com a gente.
    Tiro meu chapéu para a autora e reconheço a qualidade de sua escrita porque sua resenha me fez perceber isso.
    No entanto, não são temáticas que fazem meu habitual estilo de leitura.
    Beijinhos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  23. Uau que história tensa, mas tão real para tantas pessoas. A sua resenha é otima, quero muito ler esse livros

    ResponderExcluir
  24. Hey Alice, tudo bem? Novamente você arrasando com mais uma super resenha. Realmente por tudo o que você expôs na resenha pode-se notar que trata de uma obra bem escrita, porém tensa. Apresenta personagens bem distintos e ao que tudo indica com cargas pessoais também peculiares. O tema que envolve violência sexual e pedofilia são verdadeiramente difíceis de retratar, todavia, necessários, uma vez que, são mais comuns do que pensamos na sociedade. Gostei muito de conhecer mais sobre a obra e quem sabe num futuro próximo embarcar nessa leitura. Um grade abraço!

    ResponderExcluir
  25. Adorei sua resenha!! Parece ser uma ótima história, quero muito ler. Abraço

    ResponderExcluir
  26. Olá Alice,
    Ainda não conhecia esse título, mas que obra interessante! Ele parece ser muito profundo e ter personagens marcantes. Fiquei curiosa para saber como são esses dois personagens masculinos e como eles funcionam na trama. Também tenho que concordar com você e com a autora que esse livro não é para todos.
    Vou anotar a dica, pois sinto que vou curtir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. ola tudo bom?! Bem quando você começou a narrar a historia ela parecia ser um livro comum cm uma historia de romance simples como todas as outras porém depois que você começou a dizer que a historia envolve violência sexual e outros mistérios fiquei mais interessada em lê-lo! Porque a gente sabe que esses assuntos deveriam ser mais abordados na nossa sociedade mas não é. E o modo como você disse que a autora narra essa historia também me chamou muito atenção e olha que seria um livro que ao meu ver passaria despercebido porque o designer não me chamou atenção, ainda bem que tem blgs como os seus por ai kkkk

    -Beijos

    ResponderExcluir
  28. Olá! Parece ser um livro difícil de ler, por causa dos temas. Mas ainda assim, interessante. Fiquei curiosa para ler .

    ResponderExcluir
  29. Oii
    que resenha incrível,parece ser um livro bem difícil de ler pois fala de temas pesados né? Mas a autora parace saber bem abordar estes temas sem romantizar ( o que deve ser um pouco difícil,porque cada um interpreta o que lê de uma forma).
    Mesmo assim fiquei interessada.
    bjs

    ResponderExcluir
  30. Livros com divisão em narração é ótimo. Sua resenha está ótima. Falou de tudo que precisava e encaixou a vontade ai no meio né?
    Vou procurar esse livro pois é a forma de um dos que gosto e será um prazer poder ler.

    ResponderExcluir