Oi, gente, aqui é a Larissa.

A resenha de hoje é, novamente, de um filme.

Peço desculpas a vocês, leitores, mas nessas últimas semanas tenho dividido a minha dedicação, e não sobrou muito tempo para ler livros inteiros. Por outro lado, consegui assistir a dois filmes na mesma semana, algo que não acontecia havia tempos.

Para aqueles que já vieram tendo lido o título, já sabem do que se trata: O filme "Mulher Maravilha" de 2017, protagonizado e dirigido por uma mulher (pausa para aplausos). Patty Jenkins, você mandou muito! Gal Gadot, mal te conheço e já considero pacas, fofa!

Mulher Maravilha, da DC, conta a história da Origem da super heroína de Themiscira, uma ilha grega habitada apenas por Amazonas. Para quem não sabe o que são Amazonas, resuminho rápido: Mulheres guerreiras que existiam fora da experiência humana normal, e não permitiam a presença de homens em seus domínios. Era literalmente um papo de: machos não passarão.

O primeiro ato do filme é um tanto lento, mas necessário. Bastante exposição. Conta a história das Amazonas segundo a Mitologia Grega (com adaptação bem livre, para os cricrizildos de plantão). Segundo o filme, elas foram criadas para conter o avanço de Ares, o Deus da Guerra. E ele foi contido graças a uma arma, a "matadora de Deuses. Novamente, atentem para a liberdade poética, o detalhe que Deuses não podem ser mortos não chegam a incomodar mais do que, digamos, Fúria de Titãs, Mostra também o treinamento da pequena Diana pela tia, a General Hipólita, e a incursão do soldado Steve (que não é Rogers, é Trevor) na ilha, seguido por uma invasão de soldados alemães. Trata-se da Primeira Guerra Mundial no nosso mundo.

O primeiro obstáculo surge com o aparecimento do espião Americano infiltrado entre os alemaes, tendo acabado de roubar os planos para uma arma. Steve (Não é o Cap América!) perturba o Mundo que Diana sempre conhecera. Apresentada não muito gentilmente à guerra dos homens, Diana se convence de que aquela Guerra, assim como todas as outras, foi causada por Ares, e decide ir atrás dele para combatê-lo. Ela e Steve decidem ir a Londres, ele para entregar os planos, ela para ir atrás de Ares.

Diana, que nunca tinha sido impedida de falar, logo entra em um mundo onde as mulheres não tem muita representação. Em meio a uma guerra brutal, onde as pessoas estão morrendo aos montes, e ela, tal qual uma criança, fica chocada com os horrores que presencia. Um mundo onde é preciso se pensar em termos de um bem maior, com alguns sacrifícios, e isso para Diana é inconcebível. Ela é expulsa de uma sala cheia de homens negociando o Armistício com a Alemanha, e no meio do front, Steve diz que ela não pode passar das trincheiras, que são terra de "homem" nenhum.

E o que ela faz? Ela atravessa mesmo, assim, sendo uma mulher. Desviando dos tiros com seus braceletes divinos. Uma mulher no meio de milhares de homens. Diante disso, não dá para se prender a pequenices de detalhes da Mitologia Grega. Diana luta com os homens, de igual para igual, contra outros homens.

A protagonista apresenta uma inocência, sem ser idiota. É como a sabedoria de quem conhece algo pelos livros, mas falta o conhecimento empírico. Inclusive a cena em que ela experimenta sorvete pela primeira vez foi adaptada dos quadrinhos. Tá, dei um spoilerzinho de nada...

Claro que ela e Steve acabam se envolvendo ao longo do filme, e existe a batalha contra o Deus da Guerra. Existem elementos de filmes da DC, como batalhas épicas e mortes, mas assim que o filme pega no embalo, te prende de verdade.
Os atores também fazem um ótimo trabalho. Gal Gadot tem um carisma inegável. É aquela atriz que, depois que você a ver fazendo o papel, não imagina mais ninguém no lugar dela. Gal Gadot é a mulher maravilha e pronto. A voz e o sotaque são perfeitos. Vocês sabiam que ela é Israelense?

Inclusive, o maior absurdo e a polêmica envolvendo o salário que recebeu, apenas 2% do salário que Henry Cavil recebeu para vestir o manto do Homem de aço. Depois falam de mimimi. 2%, gente!

E Chris Pine? Zeus, o que é aquele homem? Acho que qualquer filme que ele fizer eu assisto feliz da vida. Não estou nem falando somente dos "atributos" físicos dele. Tá bom, ele não atuou super bem em "Caminhos da Floresta", e tem sido relegado a filmes de comédia romântica ou de ação. Mas ele manda bem. Hollywood, dêem mais dramas para o rapaz!

Por fim, não quero dar grandes spoilers aqui, por isso optei pela discussão da importância cultural e histórica do filme.

A relevância está justamente na retratação de um mito feminista criado a princípio para apresentar um contraponto ao Super Homem, mas sem tanta importância. A Mulher maravilha foi crescendo, seu uniforme mudando ao longo dos anos, mas a essência, a amazona está lá.
Não se trata de um homem que dirige o filme para dizer o que é ser feminista. O filme é dirigido por uma mulher!

Em meio a tanto filmes de super heróis, sejam da Marvel ou DC, até mesmo as heroínas ficam em segundo plano. Temos Viúva Negra, Feiticeira Escarlate, mas quem é o principal? Homem de Ferro, Magneto, Professor Xavier, Wolverine? Por mais que eu ame X-men, não dá para passar por cima disso.

 Mulher Maravilha apresenta uma mulher no papel título. Uma no papel de antagonista, e uma na direção. Sem mais, meritíssimo.

Sei que ainda temos muito chão para caminhar, principalmente quando vejo os comentários de facebook sobre feminismo, bem como as notícias atuais, cada vez mais revoltantes. Também tem a questão da heteronormatividade, da heroína ser branca. Não estamos no fim de batalha alguma, mas vamos convir que é alguma coisa?

Quanto ao filme, eu recomendo, de coração, para os fãs de filme, ou de quadrinhos. Gostei mais do que os filmes da DC (inclusive do Nolan) e mais inclusive do que muitos da Marvel.


Beijos da Lari

21 Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Uma simples palavra defini esse Post: UAU
    Sinceramente essa resenha foi fantástica. Concordo com tudo que você falou, tem horas que o filme lhe prende muito. Pena que também há momentos que o filme é um lento. Mas o que mais gostei foi a introdução, com aquela parte da explicação das Amazonas.
    Parabéns, amei!
    Abraço

    Folha de Pólen

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, apesar de não ter assistido o filme é notar alguns spoiler que não sabia, como o fato de ter parte da Amazônia.
    Vou assistir pra entender mais a história, já que a mulher maravilha é um clássico dos quadrinhos.
    Beijinhos e sucesso 😘❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!! A parte da Amazonia n eh spoiler do.filme. Eles nem.tocam nisso. É mais uma contextualização. bjoss

      Excluir
  3. Olá! Tudo bem?
    Adorei a resenha, mesmo que eu ainda não tenha assistido ao filme e pego mínimos spoilers haha.
    Um dos fatos mais marcantes sem dúvida são os personagens. Cara, uma mulher super-heroína sendo a protagonista!!! Isso é demais, amei, estou realmente sem palavras por isso.

    Parabéns pelo post e blog. Beijão!!
    http://bloggmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Larissa, tudo bem?

    Adorei a sua crítica sobre o filme, cheio de personalidade e pontos super interessantes sobre a trama. Confesso que ainda não assisti o filme, e estou realmente triste com isso, mas pretendo vê-lo em breve. E depois de ler um post desses, com certeza estou ainda mais empolgada para assistir. Parabéns pelo post!

    Beijos!!
    Abobrinha com Chocolate

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Não é o meu género de filme mas acredito que seja um bom filme para quem gosta. Já ouvi boas críticas.
    Gostei muito da tua resenha. :)

    ResponderExcluir
  6. Nunca gostei muito de filmes da DC, mas esse, com certeza, vou assistir porque além de ser parecer muito bem dirigido, traz finalmente uma mulher em uma verdadeira posição de igualdade, o que é maravilhoso! Adorei a resenha =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Tbm achei super valido!!! bjossss

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?
    Poxa que resenha fantástica, extremamente bem escrita, li apenas os primeiros paragrafos e os últimos procurando evitar spoiler, pois ainda vou assistir o filme.
    Esse filme tá sendo uma paixão de muitos, então estou doida pra conferir.
    Parabéns pela resenha.

    Abraços da Lua!
    Cantinho da Lua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. N fique com.medo.de spoiler. Qdo faço resenhas de filmes q acabaram de sair eu procuro n dar spoiler. bjosss

      Excluir
  8. Oi Lari! Eu amei o filme, achei que está tão bem produzido! Eu amei a Gal no papel e adorei ver o Chris Pine no papel de Steve, aquele nu frontal \0/ hehehehe enfim, tá lindo e fiquei bem feliz com o resultado.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm curti mto. A unica cena q achei.mais chatinha foi a da batalha. bjosss

      Excluir
  9. Oie
    Eu assisti o filme ontem e adorei, muito bom mesmo.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie amore,

    Ás vezes acabamos não podendo nos dedicar como queremos, mas precisamos ter foco.
    Eu sou meio complicada pra assistir filmes, mas gostei de sua dica e sua análise, desse que é um dos poucos que ainda quero me aventurar a assistir.


    Beijokas!

    ResponderExcluir
  11. Olá! Eu gosto muito desses filmes baseados em quadrinhos, mas esse eu ainda não tive a oportunidade de assistir, mas estou com muita curiosidade, especialmente pela protagonista ter uma personalidade tão intensa. Eu a admiro bastante! ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem? Gosto muito da indicação de filmes ainda mais quando trazem mensagem tão inspiradora. Vi o trailer diversas vezes mas ainda não consegui ir ao cinema. Muitas pessoas estão indicando ele, mas confesso que nem sabia a história da personagem, sempre fui mais fã do super man rs Vou procurar assistir e venho te contar o que achei. Adorei sua resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bom?
    Então, eu tô doida pra assistir esse filme! Amo filmes com protagonistas femininas empoderadas e acho que essa é uma obra imperdível para os fãs de heróis! Espero ter a chance de ver em breve!

    ResponderExcluir
  14. Já assistir esse filme e gostei muito, bem criativo os efeitos,amei.
    http://espacodividido5.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ainda n assisti mas estou super curiosa para conferir!
    Sucesso.
    https://coquetelfem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Tudo bem ?

    Não sou muito fã de filmes, muito menos de super helois, mas devo dizer que estou mega curiosa para assistir esse, até porque estão falando muito bem, e quero poder acompanhar de perto rs .

    beijos.

    ResponderExcluir